• Agenda

    outubro 2019
    S T Q Q S S D
    « out    
     123456
    78910111213
    14151617181920
    21222324252627
    28293031  
  • Categorias

  • Mais Acessados

    • Nenhum
  • Arquivo

  • Minas em Pauta no Twitter

    Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.

  • Anúncios

Gestão em Minas: governador Anastasia lança livro-catálogo Minas Gerais

Obra contém textos sobre história, produção artística, cultural e política do Estado

Renato Cobucci/Imprensa MG
Governador Antonio Anastasia e o presidente da Vale, Murilo Ferreira, recepcionados à entrada do Memorial Vale, pelo Grupo de Congado Genuino, de Jequitibá
Governador Antonio Anastasia e o presidente da Vale, Murilo Ferreira, recepcionados à entrada do Memorial Vale, pelo Grupo de Congado Genuino, de Jequitibá

O governador Antonio Anastasia participou, nesta sexta-feira (20), no Memorial Minas Gerais – Vale, no Circuito Cultural Praça da Liberdade, em Belo Horizonte, do lançamento do livro-catálogo Minas Gerais. A obra, uma parceria do Governo do Estado com a Vale, é fruto da pesquisa de conteúdo para o Memorial, um dos oito espaços culturais que integram o Circuito.

Com apresentação do governador Anastasia, o livro tem 301 páginas e traz textos sobre a história de Minas, contada através do cinema, da fotografia, da música, da política e da moda produzidos no Estado. “Esta obra consolida aquilo que é mais caro na alma cívica de Minas. Aqui está o maior patrimônio de Minas, que não são as pedras preciosas, o ouro, o minério, mas o capital humano, nossa história”, afirmou o governador.

Para o presidente da Vale, Murilo Ferreira, o livro é um investimento na preservação da história e na valorização da cultura de Minas Gerais, onde a empresa tem suas raízes fincadas há sete décadas. Segundo ele, o memorial foi criado para “ampliar o acesso da população aos bens culturais, fortalecer as identidades regionais, a memória e o patrimônio histórico brasileiro”.

Organizada pelo curador e museógrafo do Memorial, Gringo Cardia, com a colaboração dos historiadores da UFMG, Heloísa Maria Murgel Starling, Sandra Regina Goulart Almeida e Bruno Viveiro Martins, e editada pela Editora UFMG, a publicação destaca personalidades como Carlos Drummond de Andrade, Guimarães Rosa, Juscelino Kubitschek, Tancredo Neves, Milton Nascimento, Ronaldo Fraga, Darcy Ribeiro e Sebastião Salgado.

O governador e o presidente da Vale foram recepcionados pelo Grupo de Congado Genuino, de Jequitibá. Entre outros estiveram presente as atrizes Zezé Polessa e Regina Casé, que emprestaram suas vozes para narrar histórias no Memorial.

Memorial Minas Gerais – Vale

O Memorial foi inaugurado em 2010 e é resultado da parceria entre o Governo de Minas e a Vale, e está instalado no antigo prédio da Secretaria de Estado de Fazenda, na Praça da Liberdade. Caracterizado como museu de experiência, estimula o visitante a descobrir a história e os costumes mineiros desde o século XVIII, de uma forma diferente e interativa. Personagens ilustres, vilas barrocas, grandes autores, cidadãos comuns, moda, comida típica e até o futebol estão representados nas 31 salas que compõem o espaço cultural.

Em todas as salas, a tecnologia é utilizada em conjunto com objetos e cenários tradicionais para criar um espaço rico e futurista. No terceiro pavimento a história de Minas Gerais conecta-se a história da mineração no Brasil e é onde está localizada a Sala Vale. Com entrada gratuita, funciona de terça-feira a domingo.

Circuito Cultural Praça da Liberdade

O Circuito Cultural Praça da Liberdade está transformando prédios das antigas secretarias estaduais em espaços de conhecimento, arte e lazer. Até o final de 2014, o complexo será formado por 13 espaços culturais, entre museus históricos, artísticos e temáticos, bibliotecas e espaços para oficinas, cursos e ateliês abertos. De 2010 até março deste ano, foi visitado por mais de um milhão de pessoas.

Os oito espaços já abertos à visitação no Circuito Cultural são: Espaço TIM UFMG do Conhecimento, que abriga um dos oito planetários mais modernos do mundo e um observatório de última geração; o Museu das Minas e do Metal, que utiliza a tecnologia de forma criativa para apresentar o universo dos metais e dos minérios; e o Memorial Minas Gerais – Vale, que instiga o visitante a descobrir a história e os costumes mineiros.

Fazem parte do complexo o Museu Mineiro, o Centro de Arte Popular – Cemig, a Biblioteca Pública Estadual Luiz de Bessa, o Arquivo Público Mineiro e o Palácio da Liberdade.

Todas as intervenções de restauração e revitalização dos edifícios do Circuito Cultural são supervisionadas pelo Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais (Iepha).

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/governador-anastasia-lanca-livro-catalogo-minas-gerais/

Anúncios

Governo de Minas: espaço TIM UFMG do conhecimento vai projetar imagens do Exquisite Clock

O projeto, de autoria do belo-horizontino João Wilbert, já rodou o mundo e ficará exposto na capital mineira até dezembro de 2013

A partir do dia 8 de março, a fachada digital do Espaço TIM UFMG do Conhecimento, do Circuito Cultural Praça da Liberdade, vai projetar imagens do Exquisite Clock, um relógio interativo feito com imagens de números capturadas na vida cotidiana e enviadas por pessoas de todo o mundo por meio da internet e por um aplicativo do iPhone . O projeto, de autoria do belo-horizontino João Wilbert, já rodou o mundo e ficará exposto na capital mineira até dezembro de 2013.

Esta será a primeira vez que o relógio será exposto em um espaço público e não em uma galeria. O artista confessa que está curioso para saber a reação dos conterrâneos ao Exquisite Clock. “O fato de o relógio estar em um espaço público traz uma nova dimensão ao trabalho que, até então, foi tratado como arte e exposto em locais fechados. Desta vez, acredito que minha obra vai se aproximar mais do lado funcional do relógio”, afirma.

O Exquisite Clock se baseia na ideia de que o tempo não é linear e que pode ser compartilhado simultaneamente. O projeto tem o objetivo de estimular as pessoas a encontrarem números ao seu redor observando a própria rotina. “Os números estão em toda a parte, se você é capaz de enxergá-los. Eles podem estar em objetos, paisagens, comidas, animais, cabos e muito mais”, explica Wilbert, que já morou na Itália e atualmente vive em Londres.

Exquisite Clock é uma plataforma em constante desdobramento na qual quanto mais pessoas participam, maior e mais expressiva ela se torna. “O projeto é sobre criatividade e colaboração”, afirma o autor. As imagens podem ser enviadas pelo site www.exquisiteclock.org, ou pelo aplicativo do iPhone.

No Espaço TIM UFMG do Conhecimento, um sistema de gerenciamento de conteúdo formará um banco de dados com as fotos recebidas e o relógio será atualizado diariamente com as imagens enviadas no dia anterior. O Exquisite Clock foi desenvolvido por Wilbert ao receber uma bolsa da Fabrica (fabrica.it), instituição que apoia novos talentos,  localizada em Treviso (Itália). A obra já foi exposta em Milão, Paris, Londres, Moscou, Breda (Holanda), Luxemburgo, Lodz (Polônia), Osaka (Japão), Holon (Israel) e Nova Iorque.

Fonte: Agência Minas