• Agenda

    dezembro 2019
    S T Q Q S S D
    « out    
     1
    2345678
    9101112131415
    16171819202122
    23242526272829
    3031  
  • Categorias

  • Mais Acessados

    • Nenhum
  • Arquivo

  • Minas em Pauta no Twitter

    Erro: Assegure-se de que a conta Twitter é pública.

Pimenta vai fortalecer Polo Moveleiro de Ubá

Pimenta: “Temos de apoiar fortemente a atividade empresarial, que é geradora de emprego e renda. Ubá é um exemplo”.

Fonte: Hoje em Dia

Pimenta acena com investimento no setor moveleiro de Ubá

Patrícia Scofield

O candidato ao governo estadual pela Coligação “Todos por Minas”, Pimenta da Veiga (PSDB), voltou a acusar, nessa quinta-feira (18), o concorrente Fernando Pimentel (PT), ex-ministro de Desenvolvimento, Indústria e Comércio, de “não ter trazido investimentos para a economia mineira enquanto chefe da Pasta”. Um dos exemplos dados pelo tucano foi o enfraquecimento do setor de confecções em Ubá, na Zona da Mata, nos últimos dez anos. Pimenta fez carreata ao lado do ex-governador Antonio Anastasia (PSDB), candidato ao Senado na região. Eles visitaram ainda lideranças nas vizinhas Caratinga e Manhuaçu.

“Nós não vamos deixar que aconteça com o polo moveleiro – Ubá é expoente em Minas nesse setor – o que aconteceu com o polo de confecções, porque o governo do PT, o ministro de Desenvolvimento do PT, que é aliás candidato ao governo de Minas, não soube apoiar”, comentou Pimenta. “Temos de apoiar fortemente a atividade empresarial, que é geradora de emprego e renda. Ubá é um exemplo”.

Na ocasião, o tucano se comprometeu a conceder incentivo para fortalecer a atividade empresarial, referindo-se especialmente ao crédito e às questões tributárias. Mas não detalhou a proposta.

As críticas mais fortes ao governo federal foram feitas pelo candidato ao Senado, Antonio Anastasia (PSDB), que reforçou sua postura em relação à política econômica e ao que classificou como “volta alarmante” da inflação.

“Lamentavelmente, o Brasil hoje vive uma crise decorrente de má política econômica do governo federal, e não adianta culpar a crise internacional, porque países vizinhos ao Brasil estão com índices maiores de crescimento. Estamos com um quadro difícil, inflação voltando, passando das metas, indo além do limite, do teto, e um crescimento baixo. Então, é um quadro grave, que o governo federal do PT não está sabendo combater”.

Mais promessas

Em Ubá, Pimentel afirmou que vai fazer obras viárias no “contorno da cidade” para dar vazão ao tráfego de caminhões e de veículos, e criar um núcleo de combate ao câncer na cidade. “É uma reivindicação antiga da cidade, e nós vamos cuidar para que isso seja feito. Que o núcleo seja equipado e entre em funcionamento para atender não apenas Ubá, mas toda a região”.

Na educação, o tucano defendeu a escola de tempo integral. “A criança por mais tempo na escola quer dizer pais mais tranquilos, porque sabem que os filhos estão na escola; e que as crianças aprendem mais, podem ter um currículo maior, e se dedicar à cultura”.

Perfil da economia local

Ubá concentra médias e grandes indústrias, principalmente de móveis e confecções, além de comércio variado e serviços. Segundo diagnóstico desenvolvido sob a coordenação do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial de Ubá, Minas Gerais (Senai), as cerca de 300 empresas da microrregião geravam, em 2004, 2.795 empregos diretos e outros 1.054 indiretos.

Caratinga, por sua vez, apresenta o maior Produto Interno Bruto (PIB) de sua microrregião, destacando-se na área de prestação de serviços e como polo regional da cafeicultura. Segundo o Instituto de Desenvolvimento Integrado de Minas Gerais (Indi), a cidade produziu, em 2010, 7.200 toneladas de café beneficiado.

Já Manhuaçu tem economia baseada na prestação de serviços e comércio.

Gestão da Educação: jovens em cumprimento de medidas socioeducativas finalizam curso técnico

Doze jovens concluíram o curso de eletricista de automóveis

Adeildo Silva
cerimônia de formatura aconteceu no Centro Administrativo da Prefeitura de Betim
cerimônia de formatura aconteceu no Centro Administrativo da Prefeitura de Betim

Doze jovens que cumprem medidas socioeducativas em Betim concluíram o curso de eletricista de automóveis, após três meses de estudos e carga horária de 260 horas. A profissionalização foi possível graças a um convênio entre a Subsecretaria de Atendimento às Medidas Socioeducativas (Suase), da Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds) e o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai). A cerimônia de formatura aconteceu no Centro Administrativo da Prefeitura de Betim, Região Metropolitana de Belo Horizonte, com a presença de familiares, servidores da Seds e da prefeita de Betim, Maria do Carmo Lara.

Os jovens cumprem medida em Meio Aberto sob a forma de Liberdade Assistida ou Prestação de Serviços à Comunidade. A qualificação profissional e o estudo integram, entre outros, os pilares das medidas voltadas para jovens que cometem atos infracionais.

“O aprendizado de uma profissão desperta o interesse dos jovens para a escola, portanto estudo e capacitação profissional se completam e contribuem para a integração com a família e a comunidade”, explicou a diretora de Apoio e fomento as Medidas em Meio Aberto, Marina de Cunha Pinto Colares.

O público que normalmente procura este curso é essencialmente masculino, de acordo a unidade do Senai Betim, porém quem teve destaque na turma, com as melhores notas, foi uma jovem de 18 anos aluna da 8ª série do ensino fundamental. “O Senai flexibilizou a exigência do ensino fundamental completo, como forma de incentivar o retorno e a continuação dos estudos, por parte dos adolescentes que cumprem medidas socioeducativas” concluiu Marina.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/jovens-em-cumprimento-de-medidas-socioeducativas-finalizam-curso-tecnico/