• Agenda

    agosto 2019
    S T Q Q S S D
    « out    
     1234
    567891011
    12131415161718
    19202122232425
    262728293031  
  • Categorias

  • Mais Acessados

    • Nenhum
  • Arquivo

  • Minas em Pauta no Twitter

    Erro: Assegure-se de que a conta Twitter é pública.

  • Anúncios

Gestão Anastasia: autoridades e lideranças do agronegócio mineiro reunidas no lançamento da Superagro Minas 2012

Expectativa de bons negócios na oitava edição de exposição é alta devido ao recorde do PIB agrícola mineiro

O vice-governador de Minas Gerais, Alberto Pinto Coelho, o secretário de Estado de Agricultura, Elmiro Nascimento, o presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Minas Gerais (Faemg), Roberto Simões, junto com outras autoridades e lideranças das instituições que representam o agronegócio mineiro, estarão reunidos, em Belo Horizonte, para o lançamento da maior feira do agronegócio no Estado, a Superagro 2012.

O evento de lançamento será nesta quinta-feira (19), às 10h, no auditório da Faemg, em Belo Horizonte. Os promotores da feira estão otimistas para a edição 2012, após o recorde alcançado pelo Produto Interno Bruto (PIB) agrícola mineiro em 2011, de R$ 118 bilhões, de acordo com o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), da USP, aliado à tendência de crescimento do agronegócio mineiro, já registrada neste início de ano.

A oitava edição da Superagro será realizada entre os dias 03 e 10 de junho, no complexo Parque de Exposições da Gameleira, o Expominas. Compõem a feira, entre outros, a 52ª Exposição Estadual Agropecuária, a 20ª Expocachaça, a 3ª Expovet e a Vila da Agricultura Familiar.

Novidades

Entre as novidades desta edição, a Superagro terá a cozinha experimental do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac Minas), com o preparo de pratos especiais utilizando como ingredientes principais os produtos da agricultura familiar, além do Festival de Caipirinhas e Caipifrutas, na Expocachaça, com vários estandes e bartenders fazendo as bebidas. O público poderá comprar as bebidas e votar para eleger a melhor caipirinha e o melhor bartender.

A Superagro é uma iniciativa do Governo de Minas, por intermédio da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa) e o Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA), da Faemg e do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae-MG).

Mais informações no site: www.superagro2012.com.br

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/autoridades-e-liderancas-do-agronegocio-mineiro-reunidas-no-lancamento-da-superagro-minas-2012/

Anúncios

Governo Anastasia: vice-governador inaugura nova sede do conservatório de música em Patos de Minas

Parceria entre o Governo de Minas e a Prefeitura de Patos de Minas viabilizou obra orçada em mais de R$ 800 mil

Osvaldo Afonso/Imprensa MG
O vice-governador Alberto Pinto Coelho inaugurou, em Patos de Minas,  a nova sede do Conservatório Municipal
O vice-governador Alberto Pinto Coelho inaugurou, em Patos de Minas, a nova sede do Conservatório Municipal

O vice-governador Alberto Pinto Coelho inaugurou, nesta sexta-feira (30), em Patos de Minas, no Alto do Paranaíba, a nova sede do Conservatório Municipal Professora Galdina da Costa Corrêa, no Parque dos Mocambos. O Governo de Minas investiu R$ 836,4 mil no novo espaço, que é destinado a aulas de teoria musical, musicalização, e apresentações artísticas.

Em seu pronunciamento, Alberto Pinto Coelho destacou que a inauguração do Conservatório reitera o compromisso do Governo de Minas em manter estreita parceria com o município de Patos de Minas e região.

“Desde o primeiro Governo Aécio Neves, em 2003, até o presente ano, no Governo Anastasia, foram investidos nas áreas de referência, cerca de R$130 milhões. Somente a Copasa prevê novos investimentos da ordem de R$ 40 milhões até 2014”, disse Alberto Pinto Coelho.

O vice-governador anunciou que Patos de Minas receberá R$ 32 milhões em investimentos privados, nos próximos anos, em projetos previstos nos protocolos de intenção assinados pelo Governo do Estado com empresas de diversos segmentos.

“Este número resume o que é levar à frente um plano de governo centrado na Gestão para a Cidadania, reconhecido pelo Banco Mundial como referência de qualidade na administração pública internacional. Não tenham dúvida de que as justas demandas de Patos de Minas continuarão a ter a mesma resposta positiva e concreta que o Governo de Minas tem dado ao município, que apresenta um dos melhores Índices de Desenvolvimento Humano (IDH) de Minas e do Brasil”, afirmou Alberto Pinto Coelho.

A prefeita de Patos de Minas, Béia Savassi, destacou a parceria com o Governo de Minas. “Mais de R$ 800 mil foram liberados pelo governador Antonio Anastasia para construir a sede do novo conservatório. Desde a liberação dos recursos, as perspectivas do nosso conservatório se multiplicaram e o número de alunos praticamente triplicou”, destacou a prefeita.

Conservatório

O Conservatório de Música Professora Maria Galdina Corrêa da Costa possui dois pisos, sendo que no primeiro haverá aulas de teoria musical e musicalização, além de atividades de coral, seresta, Lira Mariana e da oficina Pró-orquestra.

Já no segundo piso, as salas são preparadas acusticamente para receber alunos de instrumentos de corda como violão, violino e violoncelo, instrumentos de sopro como flauta, saxofone, trompete, além de guitarra elétrica, baixo, bateria, acordeon, entre outros.

Atualmente, a instituição atende cerca de 1.500 alunos e 26 professores. No ano de 2009, após dois anos sem abrir vagas, o Conservatório ofereceu 404 novas vagas e triplicou, em 2010, o número de alunos. “A inauguração da nova sede do Conservatório é um sonho realizado. É um espaço de arte, cultura e de sons. Cada instrumento afinado tem o objetivo de despertar dons”, afirmou o diretor do conservatório, Ivan Rosa de Oliveira.

Participaram da solenidade de inauguração do Conservatório o secretário de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Elmiro Nascimento; o secretário de Transportes e Obras Públicas, Carlos Melles, a superintendente de Ação Cultural da Secretaria de Estado de Turismo, Janaína Cunha, representando a secretária de Estado da Cultura, Eliane Parreiras, o vice-presidente da Cemig, Arlindo Porto; e lideranças políticas da região.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/vice-governador-inaugura-nova-sede-do-conservatorio-de-musica-em-patos-de-minas/

Gestão Antonio Anastasia: qualidade dos cafés de Minas Gerais será avaliada em concurso

Objetivo é estimular adoção de práticas para obter produtos mais competitivos

Divulgação/Seapa MG
O encerramento do concurso, com o anúncio dos vencedores, ocorrerá na última quinzena de novembro
O encerramento do concurso, com o anúncio dos vencedores, ocorrerá na última quinzena de novembro

O secretário de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Elmiro Nascimento, vai anunciar, nesta quinta-feira (29), às 16h, em Belo Horizonte, a realização do 9º Concurso de Qualidade dos Cafés de Minas Gerais. A reunião contará com a participação de representantes das instituições vinculadas à secretaria, entidades que congregam os produtores, universidades e órgãos de pesquisa parceiros na realização do concurso.

A competição é aberta aos produtores das quatro regiões cafeeiras do Estado: Cerrado, Chapadas de Minas, Matas de Minas e Sul de Minas. O objetivo principal é oferecer estímulo aos cafeicultores estaduais, em sua maioria agricultores familiares, para buscarem a melhoria da qualidade, que possibilita o aumento da competitividade do produto no mercado interno e externo, e a consequente elevação da renda nas propriedades.

De acordo com o coordenador do concurso, Marcos Fabri Junior, os interessados em submeter cafés à avaliação deverão entregar, a partir de 6 de setembro, nas unidades da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Minas Gerais (Emater-MG), suas amostras exclusivamente de café Arábica, produzido no ano safra de 2012. “As etapas de classificação e degustação serão de 10 de setembro a 11 de novembro. Já o encerramento, com o anúncio dos vencedores, ocorrerá na última quinzena de novembro”, informa. Os cafés com as melhores classificações serão leiloados depois da solenidade de encerramento. No ano passado, o lance mais alto obtido no leilão foi de R$ 5 mil por uma saca de 60 quilos.

Bons resultados

De acordo com Fabri Junior, o Concurso de Qualidade dos Cafés de Minas, na edição de 2011, contou com 1.637 amostras. Cento e seis foram classificadas para o final da competição, sendo 48 na categoria natural e 58 na categoria descascado. O café de categoria natural da propriedade de Antônio Melo Canato (Carmo de Minas) ficou classificado em primeiro lugar no grupo do Sul de Minas e foi considerado também o melhor do Estado.

Todos os produtores que participaram do concurso receberam um laudo de seus respectivos cafés com o resultado da análise sensorial, com notas de zero a 100, dentro das normas da Associação Brasileira de Cafés Especiais. Os cafeicultores que inscreverem seus lotes na competição deste ano também receberão o laudo, informa o coordenador.

Parceiros

O 9º Concurso Estadual de Qualidade dos Cafés de Minas Gerais é realizado pela Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa) – por meio da Emater-MG – em conjunto com a Universidade Federal de Lavras (Ufla). A iniciativa tem a parceria de diversas instituições, como o Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA), a Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (Epamig), a Organização das Cooperativas de Minas Gerais (Ocemg), a Federação de Agricultura (Faemg), a Federação dos Trabalhadores na Agricultura (Fetaemg), o Centro de Excelência do Café, Polo de Excelência do Café, e o Instituto Federal de Ensino e Tecnologia de Machado.

Reunião de apresentação do 9º Concurso de Qualidade dos Cafés de Minas Gerais

Data: 29 de março

Horário:16h

Local: Cidade Administrativa – Edifício Gerais – 10º andar – sala 6 – Rodovia Prefeito Américo Gianetti s/n – bairro Serra Verde – Belo Horizonte

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/qualidade-dos-cafes-de-minas-gerais-sera-avaliada-em-concurso/

Gestão Anastasia: Secretário de Agricultura participa de eventos no Alto Paranaíba e Triângulo Mineiro

Elmiro Nascimento visita esta semana as cidades de Patos de Minas, Uberlândia e Araguari

secretário de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Elmiro Nascimento, visita esta semana as cidades de Patos de Minas, na região do Alto Paranaíba, e Uberlândia e Araguari, no Triângulo Mineiro, onde participa de vários eventos ligados à agricultura.

Em Patos de Minas, Elmiro Nascimento participa, nesta terça-feira (27), da solenidade de abertura do 45º AgroEx – Seminário do Agronegócio para Exportação. O encontro objetiva disseminar informações estratégicas que possam estimular os agentes do agronegócio brasileiro a aumentar a participação no mercado internacional. O evento é promovido pela Secretaria de Relações Internacionais do Agronegócio do Ministério da Agricultura (Mapa) e conta com o apoio da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa).

No mesmo dia, o secretário estará em Uberlândia para a 1ª edição da Feira de Máquinas, Equipamentos e Implementos Agrícolas no Camaru – Femec 2012. Considerada a maior feira do segmento do Brasil Central, a Femec é uma iniciativa do Sindicato Rural de Uberlândia, com o apoio da Seapa, por meio da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Minas Gerais (Emater-MG) e do Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA). Além da exposição, a feira, que vai até sexta-feira (30), terá também seminários e palestras de interesse do setor.

Já em Araguari, na quarta-feira (28), Elmiro Nascimento participa da 17ª Feira Nacional de Irrigação em Café – Fenicafé. Organizado pela Associação dos Cafeicultores de Araguari (ACA), o evento é considerado a maior vitrine de cafeicultura irrigada do Brasil. A feira tem por intuito debater ideias e discutir ações relativas à cultura irrigada, de modo a comprovar que os investimentos se revertem no aumento da produtividade. A 17ª Fenicafé vai até sexta-feira (30).

Para o secretário, a realização desses eventos confirma a força de Minas Gerais no setor agrícola. “Nosso Estado tem recebido cada vez mais um maior número de feiras e eventos voltados para o agronegócio. Isso demonstra não apenas a vocação de Minas para a agricultura, mas também a importância que é dada pelo governo ao segmento”, afirma o secretário.

Serviço:

Abertura do 45º Seminário do Agronegócio para Exportação – AgroEx

Data: 27 de março

Horário: 8 horas

Local: Auditório do Sindicato Rural de Patos de Minas (Parque de Exposições)

Rua Major Gote nº 1.158 – Bairro Alto Caiçaras – Patos de Minas (MG)

Abertura da 1ª Feira de Máquinas, Equipamentos e Implementos Agrícolas no Camaru – Femec 2012

Data: 27 de março

Horário: 14 horas

Local: Parque de Exposições Camaru

Av. Juracy Junqueira Resende nº 100 – Bairro Pampulha – Uberlândia (MG)

Abertura da 17ª Feira Nacional de Irrigação em Café – Fenicafé

Data: 28 de março

Horário: 10 horas

Local: Pica Pau Country Clube

Rua Pica Pau s/nº – Bairro Santiago – Araguari (MG)

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/secretario-de-agricultura-participa-de-eventos-no-alto-paranaiba-e-triangulo-mineiro/

Gestão Anastasia: coordenadorias e escritórios do IMA do Sul do Estado são contempladas com novos veículos

Novos carros serão distribuídos em Alfenas, Cabo Verde, Cambuí, Guaxupé, Itamonte, Machado, Ouro Fino, Paraisópolis, Passos, Pouso Alegre, São Gonçalo do Sapucaí, São Sebastião do Paraíso e Varginha

O governador Antonio Anastasia entregou, na quinta-feira (22), na Cidade Administrativa Presidente Tancredo Neves, 135 veículos para o Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA). O objetivo é fortalecer os sistemas de vigilância sanitária animal e vegetal do Estado. Do total de veículos, a região do Sul de Minas receberá 19, que serão distribuídos para escritórios pertencentes às coordenadorias e escritórios dos municípios de Alfenas, Cabo Verde, Cambuí, Guaxupé, Itamonte, Machado, Ouro Fino, Paraisópolis, Passos, Pouso Alegre, São Gonçalo do Sapucaí, São Sebastião do Paraíso e Varginha.

Foram investidos R$ 6 milhões na aquisição de todos veículos, sendo R$ 1,2 milhão do Governo de Minas e R$ 4,8 milhões do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Os outros carros estão sendo enviados diretamente às coordenadorias regionais do Instituto. Cento e seis veículos serão utilizados nos trabalhos do sistema de vigilância animal do IMA. Os demais serão destinados à área vegetal. Os veículos serão distribuídos para todas as 20 Coordenadorias Regionais do IMA.

O Sistema de Vigilância Sanitária Animal do Instituto tem o objetivo de prevenir, controlar e erradicar as doenças animais. São combatidas enfermidades como febre aftosa, peste suína clássica, brucelose e tuberculose, influenza aviária e raiva. Já o Sistema de Vigilância Sanitária Vegetal é responsável pela prevenção e controle de pragas, fazendo, também, a vigilância e fiscalização do trânsito interestadual de vegetais.

Também participaram da entrega dos veículos ao IMA o secretário de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Elmiro Alves do Nascimento, o diretor-geral do IMA, Altino Rodrigues Neto, e o superintendente federal substituto de Agricultura em Minas Gerais, Dermeval Silva Neto.

Confira as coordenadorias e os escritórios contemplados com os novos veículos:

 

Cidade Veículos
Passos 2 Unos 1.4 e 1 Meriva
Alfenas 1 Uno 1.4
Cabo Verde 1 Uno 1.4
Guaxupé 1 Uno 1.4
Pouso Alegre 1 Uno 1.4 e 1 camionete Ranger
Ouro Fino 1 Uno 1.4
Machado 1 Uno 1.4
Paraisópolis 1 Uno 1.4
Varginha 2 Uno 1.4 e 1 1 Fiorino Furgão
São Gonçalo do Sapucaí 1 Uno 1.4
Itamonte 1 Uno 1.4
Lavras 1 Fiorino Furgão
Cambuí 1 Fiorino Furgão
São Sebastião do Paraíso 1 Fiorino Furgão

Governo de Minas: secretário Elmiro Nascimento vai a Guanhães discutir agricultura familiar

Secretário vai debater sobre as ações do Governo de Minas ligadas à agricultura familiar e o Programa Nacional de Alimentação Escolar

O secretário de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Minas Gerais, Elmiro Nascimento visita, nesta sexta-feira (9), a cidade de Guanhães, no Vale do Rio Doce, para debater sobre as ações do Governo de Minas ligadas à agricultura familiar e o Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE). O evento é uma promoção da Secretaria de Estado de Educação (SEE).

De acordo com a Lei Federal nº 11.947/09, 30% dos recursos do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) devem ser gastos com a compra de gêneros alimentícios produzidos pela agricultura familiar. Em 2011, o governo estadual criou a Subsecretaria de Agricultura Familiar para apoiar e promover o desenvolvimento sustentável deste setor e aumentar a participação de produtos da agricultura familiar na alimentação de alunos das escolas públicas municipais e estaduais.

O trabalho da Subsecretaria também envolve a assistência técnica fornecida pelos órgãos de extensão rural, a organização associativa para atender a demanda de forma regular, os cuidados com a qualidade e com os aspectos sanitários da produção, além da integração com os órgãos envolvidos (prefeituras, escolas, associações).

“A nossa prioridade é estimular o desenvolvimento econômico das comunidades para que os recursos fiquem no município, valorizando não só o pequeno produtor rural, mas os circuitos locais e regionais de produção de alimentos”, destaca o secretário Elmiro Nascimento.

O encontro contará com a participação de deputados, prefeitos e autoridades políticas dos municípios que abrangem a Superintendência Regional de Ensino de Guanhães, além de profissionais da educação e agricultores familiares da região.

Agricultura familiar em Minas

De acordo com o último Censo Agropecuário do IBGE, a agricultura familiar mineira totaliza 79% dos estabelecimentos agropecuários do Estado, com 437 mil propriedades. Cerca de 15% do território de Minas é ocupado pela agricultura familiar.

Ainda conforme o IBGE, o segmento tem participação efetiva na produção dos principais produtos mineiros: leite (45%); milho (47%); café (32%); mandioca (84%); arroz em casca (44%), além de responder por 62% da geração de empregos no campo, empregando 1,2 milhão de trabalhadores.

Os agricultores familiares de Minas Gerais estão isentos do Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) nas operações para atender aos programas de aquisição de alimentos para entidades assistenciais e alimentação escolar. O benefício alcança produtores de biscoitos, bolos, pães, doces, temperos e rapadura caseiros e artesanais, entre outros.

Este ano, o Governo de Minas também regulamentou a lei que trata da habilitação sanitária específica para agroindústrias rurais de pequeno porte. O objetivo do Estado com as novas regras é melhorar a renda do agricultor familiar, sem abrir mão da qualidade dos produtos oferecidos ao consumidor.

Com a nova lei, os empreendimentos podem sair da informalidade e ampliar o mercado para suas produções. Antes, as leis em vigor no país dificultavam a habilitação das pequenas agroindústrias. Aproximadamente 45 mil produtores que se dedicam à atividade serão beneficiados em Minas.

Serviço:

Encontro “Projeto Agricultura Familiar”

Data: 9 de março (sexta-feira)

Horário: 10h

Local: AABB (Associação Atlética do Banco do Brasil) – rua Alcindo Pereira s/nº Centro – Guanhães (MG)

Fonte: Agência Minas

Gestão Anastasia: produção de algodão em Minas pode superar aumento previsto

Início da safra será marcado por colheita antecipada no Norte e Triângulo

Divulgação/Seapa MG
A produtividade do algodão é favorecida pela utilização de sementes melhoradas e novas tecnologias
A produtividade do algodão é favorecida pela utilização de sementes melhoradas e novas tecnologias

Produtores de algodão das regiões Norte e Triângulo Mineiro acreditam que a safra 2011/2012 vai superar as estimativas do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que apontam para uma colheita de 117,3 mil toneladas no Estado, volume equivalente a um aumento de 2,6% em relação ao ano anterior. A um mês do início da colheita naquelas regiões, onde o ciclo de produção é mais curto por causa das baixas altitudes, as expectativas são positivas, principalmente devido ao clima favorável.

Além disso, a produtividade é favorecida pela utilização de sementes melhoradas e novas tecnologias. Esse conjunto de fatores possibilita um rendimento da produção mineira de algodão da ordem de 3,7 toneladas por hectare, superior em 5,5% às avaliações do período anterior, diz o diretor-executivo da Associação Mineira dos Produtores de Algodão (Amipa), Lício Augusto Pena de Sairre.

A produção foi impulsionada pela cotação do algodão em pluma no mercado interno e pelas boas perspectivas de vendas internacionais. Lício Pena  enfatiza que o aumento da safra deve ocorrer apesar de um pequeno decréscimo na área de cultivo, cenário confirmado pelo IBGE, que neste período registra de 31,4 mil hectares de algodão no Estado, uma retração de 2,7% diante da área de 2011.

“Na realidade, os produtores mineiros estão investindo mais em tecnologia, o que resulta não somente em maior produtividade, como também em qualidade da pluma”, acrescenta o diretor. “Os produtores de algodão estão trabalhando com grande profissionalismo e encarando a atividade dentro do complexo de produção, independente da situação dos preços”, assinala.

Para o secretário de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Elmiro Nascimento, “essa evolução é evidente, sobretudo em regiões como a Noroeste, que  lidera a produção de algodão no Estado, com uma estimativa de 79,5 mil toneladas para a safra 2011/2012. O volume supera em 16% o da safra anterior.”  Ele cita também o desempenho do Alto Paranaíba, com safra prevista de 15,8 mil toneladas, e do Triângulo Mineiro, estimativa de 15,1 mil toneladas.

No grupo dos cinco municípios mineiros que mais produzem, quatro pertencem à região Noroeste, sendo Buritis e Unaí os dois primeiros, com safras previstas de 23,6 mil e 16,9 mil toneladas, respectivamente. Em terceiro lugar está Coromandel, no Alto Paranaíba, com 12,2 mil toneladas. Completam a relação os municípios de Presidente Olegário e Guarda-Maior, que respondem por   12,1 mil e 11,7 mil toneladas.

Apoio do Proalminas

O diretor da Amipa considera que o Programa Mineiro de Incentivo à Cultura do Algodão (Proalminas), criado pela Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa), é um dos responsáveis pelas mudanças no setor, que responde, atualmente, a 87% da demanda de algodão em pluma do Estado.

De acordo com Lício Pena, “o Proalminas vem correspondendo aos seus objetivos por meio de projetos de apoio ao setor produtivo, possibilitando investimentos no Estado, como várias usinas de beneficiamento de algodão que são instaladas nas regiões Norte, Alto Paranaíba e Pontal do Triângulo, criando empregos e renda”.

Como resultado das ações do Proalminas, está garantida a aquisição de toda a produção de algodão do Estado pelas indústrias têxteis. O programa assegura também que a produção seja comercializada ao preço de mercado estabelecido pela Bolsa Cepea/Esalq, com acréscimo de 7,85%.

Algodão de MG / 2011-2012

Safra de 117,3 mil t (+2,6%)

Produtividade: 3,7 t/ha (+ 5,5%)

Área: 31,4 mil ha (-2,7%)

Noroeste é líder

79,5 mil toneladas (+16,0%)

Fonte: Agência Minas