• Agenda

    agosto 2019
    S T Q Q S S D
    « out    
     1234
    567891011
    12131415161718
    19202122232425
    262728293031  
  • Categorias

  • Mais Acessados

  • Arquivo

  • Minas em Pauta no Twitter

    Erro: Assegure-se de que a conta Twitter é pública.

  • Anúncios

Gestão da Saúde: Caravana Mães de Minas mobiliza município de Ribeirão das Neves

Gestantes, mães com crianças até um ano de idade e familiares participaram de diversas oficinas e atividades voltadas ao acompanhamento da gravidez e da criança

Alexandre Ribeiro
A caravana é um espaço composto por nove estandes nos quais o público tem acesso a diversos serviços
A caravana é um espaço composto por nove estandes nos quais o público tem acesso a diversos serviços

A cidade de Ribeirão das Neves, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, recebeu, nesta sexta-feira (23), a primeira parada da Caravana Mães de Minas, parte do Programa Mães de Minas, iniciativa da Secretaria de Estado de Saúde (SES) para redução da mortalidade materna e infantil no Estado. O evento permanece na cidade até domingo (25) e é realizado na Escola Municipal Vieira Barbosa, bairro Santa Paula.

Gestantes, mães com crianças até um ano de idade e familiares podem participar de diversas oficinas e atividades de formação e sensibilização voltadas ao acompanhamento da gravidez e da criança. A caravana é um espaço composto por nove estandes, nos quais o público tem acesso ao cadastramento no 155; à oficina de aleitamento materno; à oficina de cuidados com o bebê e com a gestante; à oficina sobre o parto normal; a oficinas de brinquedos; à cabine de vídeo e foto; à roda de memória; e à exposição do “túnel da vida”.

A gestante Deisiane Carine Vasconcelos, 21 anos e grávida de três meses, se encantou com a exposição “túnel da vida” e participou da oficina de aleitamento materno. “Fiquei sabendo da caravana quando fiz meu exame ultra som e vim correndo conferir. Sou mãe de primeira viagem e estou muito ansiosa por algumas informações. Hoje aprendi, por exemplo, uma massagem para retirar adequadamente o leite das mamas”, disse.

A comerciante Liliane Batista, 29 anos e grávida de sete meses da Amanda, aproveitou para gravar depoimento em vídeo de sua gravidez para recordação. “Há sete meses recebi a notícia que minha vida seria outra a partir de então. Todo o meu estilo de vida já está mudando por causa da minha gravidez e eu quero passar esse período da melhor forma possível. Acho que a vida pode ter essas duas fases: antes e depois de ter um filho. Não tive acompanhamento até então, por isso estou meio ansiosa em saber se vou conseguir cuidar direitinho do bebê quando nascer. Estou adorando a caravana”, comenta.

A caravana é formada por uma equipe capacitada, composta por 15 pessoas, entre técnicos da área de saúde, lideranças comunitárias e profissionais com experiência em trabalhos voltados para a mulher.  A capacitação foi acompanhada pela Secretaria de Estado de Saúde (SES) e pela Unicef, instituição que também desenvolve ações em parceiras com o Governo de Minas no combate à mortalidade infantil e materna no Norte e Nordeste do Estado.

A supervisora em Saúde da Mulher da Secretaria Municipal de Saúde de Ribeirão da Neves, Michelly Luana da Silva, destaca a importância da ação para promoção à saúde da mãe e gestante. “É com muita satisfação que o município de Ribeirão das Neves recebe a Caravana Mães de Minas, tendo em vista o número elevado de gestantes cadastradas e acompanhadas nas Unidades Básicas de Saúde. As oficinas propostas e o cadastramento no 155 são de suma importância para as gestantes e mães com crianças menores de um ano de idade”, afirmou.

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde de Ribeirão das Neves, não houve nenhum registro de mortalidade materna no município no ano de 2011, mas foram notificados 24 óbitos de menores de um ano. Em 2011, contabilizou-se 3731 gestantes, das quais 482 de alto risco. Para o final do mês de abril, já está anunciado a inauguração de um Centro Viva Vida de Referência Secundária (CVVRS) que atenderá as gestantes do município.

Cadastro pelo 155

Ao entrar na caravana, Liliane pôde se cadastrar por telefone no 155, sistema de cadastro para acompanhamento e assistência à gestantes e mães com filhos até um ano de idade. “Foi bem rápido o cadastro e fui muito bem atendida. Quando eu tiver dúvidas sobre o bebê, com certeza vou ligar também”, disse.

Até o momento, já foram cadastradas 1.286 gestantes, de 43 municípios mineiros. Feito o cadastro, as mulheres passam a ser acompanhadas. A equipe de atendentes é formada por avós e mães treinadas para oferecer atendimento humanizado. Elas checam se a gestante foi à consulta agendada; ligam para saber sobre o parecer médico e resultado de exames, se foram diagnosticadas com gravidez de alto risco. Estão sendo contratados médicos e enfermeiros para plantão no call center, caso a gestante precise de informação mais específicas e detalhadas.

A Caravana Mães de Minas constitui importante frente de mobilização do Programa Mães de Minas e visitará 12 municípios mineiros no período de 16 de março a 26 de setembro, permanecendo em cada cidade durante três dias. Já estão agendadas visitas em outros 11 municípios. São eles: Belo Horizonte, Divinópolis, Varginha, Diamantina, Governador Valadares, Montes Claros, Teófilo Otoni, Patos de Minas, Uberaba e Uberlândia.

O superintendente da Regional de Saúde de Belo Horizonte (SRS-BH), Paulo de Tarso Auais, enfatiza o empenho do Governo de Minas na saúde da mulher. “O programa estruturador Viva Vida, que tem ênfase na saúde materna e infantil, é fortalecido pelo Mães de Minas, e a caravana é mais uma ação de mobilização que reforça a necessidade da parceria constante entre Estado, município e cidadão”, finaliza.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/caravana-maes-de-minas-mobiliza-municipio-de-ribeirao-das-neves/

Anúncios

Governo de Minas: secretaria de saúde promove capacitação sobre atenção básica em Valadares

No período entre 27 e 29 de março será a vez do treinamento em Resplendor, Mantena e São João Evangelista/Santa Maria do Suaçui

Secretaria de Estado de Saúde (SES), por meio da Secretaria de Estado de Saúde (SES),de Governador Valadares em parceria com o Ministério da Saúde e o Colegiado de Secretários Municipais de Saúde (Cosems/MG), encerrou, nesta quinta-feira (22), a Oficina de Capacitação do Programa Nacional de Melhoria do Acesso e da Qualidade da Atenção Básica (PMAQ) para coordenadores de Atenção Primária de 22 municípios da microrregião de Valadares, no Leste do Estado.

A capacitação durou três dias, abordando temas como Gestão da Qualidade na Saúde e na Atenção Primária à Saúde (APS); Projeto de Fortalecimento da Qualidade na APS em MG; interface com o PMAQ; diagnóstico da Gestão e da qualidade na APS; e identificação da Situação Problema e Matriz na Intervenção.

“O objetivo da oficina é que os participantes estejam aptos a compreender e compartilhar os fundamentos do PMAQ na Atenção Primária à Saúde em Minas Gerais e que desenvolvam competências para utilização das tecnologias de gestão da qualidade na Atenção à Saúde, multiplicando essas informações para as equipes municipais”, afirmou a organizadora da Oficina e referência Técnica do PMAQ da SRS-GV, Solange Farias Romão.

A organização do PMAQ já ultrapassou a primeira fase de adesão ao programa, que foi a contratualização de compromissos e indicadores entre as equipes de Atenção Primária, gestores municipais e Ministério da Saúde.

A segunda fase compreende o desenvolvimento de ações que serão empreendidas pelas equipes de APS visando à melhoria do acesso e do acolhimento na Atenção Básica. Essa etapa está organizada em quatro dimensões: autoavaliação; monitoramento; educação permanente e apoio institucional.

As últimas fases são a avaliação externa e um processo de pactuação singular das equipes e dos municípios, com incremento de novos padrões e indicadores de qualidade.

Para a enfermeira do Município de Coroaci, Cleviana Nogueira de Azevedo, a capacitação foi proveitosa. “Essa oficina veio em um bom momento para orientar os profissionais das equipes de APS, fazendo que essa assistência seja de qualidade e adequada à ótica dos pacientes. Depois vamos replicar os conhecimentos nos municípios”, ressaltou.

No período entre 27 e 29 de março será a vez do treinamento dos profissionais das microrregiões de Resplendor, Mantena e São João Evangelista/Santa Maria do Suaçui.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/secretaria-de-saude-promove-capacitacao-sobre-atencao-basica-em-valadares/