• Agenda

    agosto 2019
    S T Q Q S S D
    « out    
     1234
    567891011
    12131415161718
    19202122232425
    262728293031  
  • Categorias

  • Mais Acessados

    • Nenhum
  • Arquivo

  • Minas em Pauta no Twitter

    Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.

  • Anúncios

Governo de Minas: começam nesta segunda-feira as inscrições para 7º Prêmio Excelência em Gestão Pública

Serão destinados R$ 43,5 mil para dividir entre os vencedores, com recursos do BDMG

José Carlos Paiva/Imprensa MG
Secretária Renata Vilhena assinou, em março último, edital para o 7º Prêmio de Excelência em Gestão Pública
Secretária Renata Vilhena assinou, em março último, edital para o 7º Prêmio de Excelência em Gestão Pública

As inscrições dos trabalhos que concorrerão ao 7º Prêmio Excelência em Gestão Pública começam nesta segunda-feira (16). Podem concorrer servidores públicos do executivo estadual, estagiários ou empregados públicos das empresas participantes (Emater, Epamig e Rádio Inconfidência), com projetos implementados ou não, desenvolvidos individualmente ou em grupo. A entrega dos projetos para inscrição poderá ser feita até 18 horas do dia 17 de maio próximo, exclusivamente via internet, por meio do site da Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag).

O 7º Prêmio Excelência vai pagar R$ 43,5 mil ao todo aos vencedores, com recursos do Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG), distribuídos conforme as regras do edital publicado em 13 de março último.

Além de atenção para não perder o prazo, os interessados em concorrer devem observar as regras do edital, uma vez que o descumprimento delas leva à desclassificação do trabalho.

Um dos itens principais do edital trata do preenchimento dos formulários que garantem a inscrição dos candidatos: ficha de inscrição, termo de responsabilidade e o termo de compromisso.

“Se o projeto apresentado à banca foi realizado por mais de um participante, todos devem assinar o termo de compromisso. Do contrário, o trabalho será eliminado”, alerta a diretora Central de Gestão do Desenvolvimento do Servidor, Maria Angélica Azevedo Gama.

Os candidatos devem ficar atentos também às regras de padronização do projeto. O título, por exemplo, deve ter o máximo de 200 caracteres, o resumo não pode ter mais do que um parágrafo (mínimo de 1.500 e máximo de 2.000 caracteres) e o objetivo central (escopo) deve ter entre 25 mil e 40 mil caracteres, considerando os espaços e as referências bibliográficas.

A validação de padrão ocorrerá por meio de um software criado exclusivamente para o prêmio. O programa analisa os trabalhos e determina quais devem seguir para a banca examinadora e quais são desclassificados porque estão fora da especificação determinada em edital.

Termo de Compromisso

A entrega do Termo de Compromisso exige atenção redobrada. O documento, que integra o Anexo C do edital, deve ser impresso, preenchido, datado, assinado e entregue na Cidade Administrativa Tancredo Neves (Rodovia Prefeito Américo Gianeti, s/n, Prédio Gerais, Setor de Protocolo, das 8 às 18 horas, até 17 de maio) ou enviado pelos Correios. No caso de postagem, deve ser por carta registrada e, para efeito de prazo, será considerada a data carimbada no envelope pela agência postal, que deve ser até 17 de maio de 2012.

Informações sobre o Prêmio:

E-mail: premiogestao@planejamento.mg.gov.br

Telefone: (31) 3915-0393

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/comecam-nesta-segunda-feira-as-inscricoes-para-7o-premio-excelencia-em-gestao-publica/

Anúncios

Governo de Minas: Secretária Renata Vilhena recebe homenagem do Rotary Club de Belo Horizonte

Premiação destaca equilíbrio fiscal e ações voltadas ao desenvolvimento econômico e social do Estado

Renato Cobucci/Imprensa MG
Renata Vilhena recebe do presidente do Rotary Club de BH, Sérgio Americano Mendes, placa comemorativa dedicada ao mês da mulher
Renata Vilhena recebe do presidente do Rotary Club de BH, Sérgio Americano Mendes, placa comemorativa dedicada ao mês da mulher

A posição de destaque na administração pública brasileira, em especial no Governo de Minas, fez com que o Rotary Club elegesse a secretária de Estado de Planejamento e Gestão, Renata Vilhena, uma das quatro grandes personalidades femininas do Estado em 2012. A tradicional homenagem foi marcada por um jantar realizado na última quarta-feira (28), no Automóvel Clube de Minas Gerais, em Belo Horizonte.

Na solenidade, Renata Vilhena recebeu das mãos do presidente do Rotary Club, Sérgio Americano Mendes, uma placa comemorativa dedicada ao Mês da Mulher. Além do importante papel para que o Estado alcançasse seu equilíbrio fiscal e, assim, pudesse investir mais e melhor, a secretária foi escolhida pelo Rotary Club por suas ações que favoreceram o desenvolvimento econômico e social de Minas.

A homenagem existe desde 1927 é um reconhecimento à ascensão de personalidades femininas no meio empresarial e político. Neste ano, o nome de Renata Vilhena foi visto pelos associados do Rotary como um dos mais influentes no meio social. “O Rotary Club é uma instituição filantrópica com centenas de programas sociais em Minas e no Brasil. A secretária, como todas as homenageadas, são pessoas de grande relevância social”, destacou Mendes.

Em seu discurso, a secretária apresentou as ações do Governo de Minas para a mulher, e destacou: “Costumo dizer que da porta para dentro do escritório, homens e mulheres devem ser cobrados da mesma forma, premiados da mesma forma”.

Junto com a secretária de Estado, foram eleitas personalidades femininas do Estado em 2012 pela instituição a desembargadora Tereza Cristina da Cunha Peixoto, a diretora da Faculdade de Direito Milton Campos, Lúcia Massara, e a empresária Maria Elvira Salles Ferreira. Todas receberam uma placa comemorativa das mãos da vice-cônsul da Hungria, Heléne Marie Paulinyi.

Rotary Club

Presente em todo o mundo, o Rotary Club Belo Horizonte foi fundado em 1927 e reúne diversas personalidades do meio político, empresarial e social. Entre outras iniciativas, possui diversos programas de ajuda humanitária em todo o mundo. Segundo seu presidente em Minas Gerais, Sérgio Americano Mendes, estima-se que no ano passado, o Rotary Club doou cerca de US$ 800 milhões a instituições carentes.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/secretaria-renata-vilhena-recebe-homenagem-do-rotary-club-de-belo-horizonte/

Gestão Eficiente: modelo de gestão do Governo de Minas é apresentado a gestores do TCE

Subsecretária Fernanda Neves ministra palestra sobre o sistema de avaliação por desempenho

Carlos Alberto/Imprensa MG
Segundo a subsecretária Fernanda Neves, a avaliação por desempenho vem evoluindo ano a ano em Minas
Segundo a subsecretária Fernanda Neves, a avaliação por desempenho vem evoluindo ano a ano em Minas

A subsecretária de Gestão de Pessoas da Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag), Fernanda Siqueira Neves, ministrou, na terça-feira (27), na sede do Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais (TCE-MG), no bairro Luxemburgo, em Belo Horizonte, a palestra “Gestão de Desempenho”. A apresentação teve o objetivo de sensibilizar os gestores do tribunal sobre a importância da avaliação de desempenho para a melhoria dos resultados institucionais.

Em implantação no Governo de Minas desde 2004, em diferentes níveis do serviço público, a avaliação de desempenho vem evoluindo ano a ano e os próximos passos previstos são a atualização dos instrumentos de avaliação, o mapeamento das competências essenciais de cada órgão do Estado, a customização da metodologia e um maior conhecimento de todo o processo, tanto pelos gestores quanto pelos servidores.

A subsecretária explicou que, “apesar das diferenças, os setores público e privado enfrentam desafios parecidos na gestão de pessoas”. E em ambos os cenários, a política de recursos humanos, segundo Fernanda Neves, é “o motor para a implantação de uma estratégia”. “Por isso, um governo que tem como visão tornar ‘Minas um Estado melhor para se viver’ precisa avançar com a modernização de sua política de recursos humanos”, destacou.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/modelo-de-gestao-do-governo-de-minas-e-apresentado-a-gestores-do-tce/

Gestão Anastasia: governo de Minas terá painel exclusivo no congresso nacional de gestão pública

Mais da metade dos projetos destacados pelo Consad foi produzido pela Seplag

Osvaldo Afonso/Imprensa MG
Para o subsecretário André Reis, a gestão desenvolvida em Minas serve de referência ao país
Para o subsecretário André Reis, a gestão desenvolvida em Minas serve de referência ao país

O Governo de Minas teve o maior número de trabalhos selecionados entre todos os estados brasileiros que participarão do V Congresso Consad de Gestão Pública, de 4 a 6 de junho, em Brasília. O Conselho Nacional de Secretários de Estado de Administração (Consad) selecionou 185 programas e projetos para apresentar aos participantes do congresso, um dos mais importantes de gestão pública do país. Desse montante, 37 foram desenvolvidos pelo Governo de Minas, ou seja, 20% do total.

Dos 37 trabalhos que serão mostrados pelo Governo de Minas, mais da metade foi produzido pela Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag). Entre tantos trabalhos está, inclusive, o artigo “Minas Gerais, um Estado em Rede: promovendo resultados pelo fortalecimento da cidadania”, de autoria da secretária Renata Vilhena.

Destaque também para o trabalho da subsecretária de Gestão de Pessoas, Fernanda Siqueira Neves, “A complexidade da construção de uma política integrada e estratégica de gestão de pessoas no serviço público: uma reflexão sobre modelo de gestão de pessoas implantado no Governo de Minas Gerais”.

Do painel “A experiência de Minas Gerais na qualidade e produtividade do gasto” constam os selecionados: “A criação, implantação e benefícios da instituição do modelo padronizado de planejamento anual de compras – Pré-Compra – para os órgãos e entidades do poder executivo”, de Luciana Vianna de Salles Drumond (DCLC/SCRLP), que participa também com o tema  “A utilização do poder de compra do Estado de Minas para induzir o desenvolvimento sustentável, no que se refere à prosperidade econômica, à responsabilidade social e à administração ambiental”.

Completam o painel os artigos “Avaliação prévia de projetos do Governo de Minas Gerais: mais um importante passo para a alocação eficiente dos recursos públicos”, de Gabriella Nair Figueiredo Noronha Pinto (DCAP/SCCG) e “A experiência mineira na integração da gestão orçamentária à gestão das compras públicas: soluções para o controle da margem de realização de novas despesas”, de Aline Martins Ribeiro Tavares Rezende (SCPPO). A próxima etapa será o envio dos artigos selecionados até 11 maio para posterior apresentação de 15 minutos no congresso em junho.

Para o subsecretário de Planejamento, Orçamento e Qualidade do Gasto, André Reis, “o volume de artigos selecionados, tanto de servidores da Seplag quanto de Minas Gerais como um todo, demonstra o alto nível dos resultados e ações de gestão empreendidas pelo Governo do Estado e que são objeto constante de reconhecimento em âmbito nacional e internacional, além de demonstrar a qualificação dos servidores estaduais”. “Minas Gerais, no painel sobre Qualidade do Gasto, terá a oportunidade de apresentar e debater junto a diversos gestores públicos iniciativas inovadoras nesta área”, enaltece o subsecretário.

O Congresso

O Congresso Consad de Gestão Pública é realizado anualmente. Em 2008, o I Congresso reuniu renomados gestores do país, dirigentes do setor público, especialistas e pesquisadores que se dedicam aos temas de gestão pública no Brasil e no mundo e foram debatidas inovações na gestão da saúde, na segurança pública e na educação, além de tecnologias de gestão, gestão por resultados, mídia e terceiro setor.

O congresso representa um espaço para discussão; formação de redes; indução, produção e disseminação de conhecimento; fomento do debate sobre gestão pública entre os governos e a sociedade; intercâmbio entre poderes e entre federados, com experiências latino-americanas, países da Organização de Cooperação e de Desenvolvimento Econômicos (OCDE) e países que constituem o BRIC – Brasil, Rússia, Índia e China.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/governo-de-minas-tera-painel-exclusivo-no-congresso-nacional-de-gestao-publica/

Governo de Minas: produtividade e investimentos concentram debates em fórum de gestores

Modelo administrativo implantado pelo Governo de Minas é destacado por especialista do Banco Mundial

Osvaldo Afonso/Imprensa MG
Subsecretário de Planejamento, Orçamento e Qualidade do Gasto, André Reis, durante abertura do fórum
Subsecretário de Planejamento, Orçamento e Qualidade do Gasto, André Reis, durante abertura do fórum

De que forma é possível melhorar resultados e fazer as melhores escolhas com os investimentos públicos? Essa questão foi o tema central do 38º Fórum de Superintendentes de Planejamento, Gestão e Finanças (SPGF) nesta terça-feira (27), no Auditório Juscelino, Kubitschek, na Cidade Administrativa. O evento, organizado mensalmente pela Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag), foi coordenado nesta edição pela Subsecretaria de Planejamento, Orçamento e Qualidade do Gasto e recebeu como convidada a especialista em Gestão do Setor Público do Banco Mundial, Tarsila Velloso.

Na abertura, o subsecretário de Planejamento, Orçamento e Qualidade do Gasto, André Reis, destacou o processo contínuo de avanços nessa área, um trabalho que o Governo de Minas tem buscado por meio de diversas iniciativas. “Aliar restrição orçamentária e produtividade é uma questão sempre presente nas nossas discussões. Temos trabalhado diversas iniciativas, como o projeto-piloto que estamos realizando com os convênios”, disse ele, que em seguida convidou os presentes a participarem do evento com opiniões e sugestões.

Em sua apresentação, Tarsila Velloso falou sobre os desafios e oportunidades para a melhoria do gasto público no Brasil. “Podemos pensar em várias etapas desse processo que poderiam ser fortalecidas, como a triagem inicial na seleção desses projetos, uma melhor elaboração, para uma melhor implementação no tempo previsto e quais os beneficiários de fato. Em seguida deve-se melhorar a implementação desses projetos, para reduzir os prazos de licitação, de licenciamento ambiental e de conclusão, para que os investimentos possam gerar um beneficio à população no menor prazo possível. Aqui em Minas, desde a Gestão Para Resultados, essa cultura já vem sendo disseminada, para que os projetos atendam ao beneficiário final, que é o cidadão”, concluiu a especialista.

Grupos de discussão

No encontro, o subsecretário André Reis apresentou as diretrizes da “Qualidade do Gasto em Minas Gerais”. Após os informes gerais, o evento teve sequência com painéis técnicos voltados para públicos específicos. A discussão foi dividida em três grupos: Planejamento de Compras e Diretrizes para a Gestão de Suprimentos (Grupo 1); Programação e Execução Orçamentária para 2012 (Grupo 2) e Prestação de Contas de Convênios (Grupo 3). Em cada grupo formaram-se seis subgrupos com cerca de dez pessoas.

Os debates no grupo 1 foram coordenados pela superintendente central de Recursos Logísticos e Patrimônio, Ana Luiza Camargo Hirle. “Nesse grupo temático discutimos as iniciativas do Estado em relação à qualidade do gasto nas compras públicas, apresentando de que forma elas serão implantadas em 2012. O objetivo é melhorar a qualidade da compra pública, o que economiza recursos para serem aplicados em outros projetos ou em outras prioridades”, afirmou.

No grupo 2, foram discutidas as principais inserções na programação orçamentária para este ano. O superintendente em exercício de Planejamento e Programação Orçamentária, Leandro Cézar Pereira, ressaltou os benefícios da discussão coletiva dos temas. “A vantagem disso é que conseguimos atingir esse público-alvo com mais facilidade. É possível, por exemplo, compartilhar e esclarecer dúvidas para todo o público presente. Estamos assim criando uma rede de comunicação e de debates para implementação de novas rotinas e compartilhamento de experiências”, disse ele. O fórum do SPGF é realizado sempre na última terça-feira de cada mês e a próxima edição está prevista para o dia 24 de abril, com coordenação da Subsecretaria de Gestão de Pessoas (SGP).

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/produtividade-e-investimentos-concentram-debates-em-forum-de-gestores/

Governo de Minas: Renata Vilhena receberá prêmio nacional de gestão pública nesta sexta-feira

Premiação valoriza ações de modernização do poder público no Brasil

secretária de Estado de Planejamento e Gestão, Renata Vilhena, recebe nesta sexta-feira (23) o prêmio Guerreiro Ramos de Gestão Pública, concedido pelo Conselho Federal de Administração (CFA). A premiação é voltada a valorização de estudos e ações que contribuam para a modernização do poder público no Brasil.

Gestores públicos de todo o país concorreram ao prêmio e, neste ano, excepcionalmente, o comitê de julgamento decidiu agraciar dois destaques na gestão pública nacional: a secretária Renata Vilhena e o assessor especial da Secretaria de Gestão e Recursos Humanos do Estado do Espírito Santo, Manoel Carlos Rocha. A cerimônia de certificação terá início às 19h, no auditório da Cidade Acadêmica do Pitágoras, Rua Madalena Sofia, 25, no bairro Vila Paris, em Belo Horizonte.

O presidente do comitê de julgamento e vice-presidente do CFA, Marcos Lael, destacou a alta qualidade dos trabalhos realizados. “É uma satisfação enorme presidir uma comissão que resgata o legado de Guerreiro Ramos. É impressionante a qualidade do material que recebemos. São estudos aprofundados, consistentes e de conteúdos respeitáveis”, destacou.

Premiação

Criado em 2010 pelo Conselho Federal de Administração, o prêmio faz homenagem a Alberto Guerreiro Ramos, professor que teve grande relevância política e acadêmica no Brasil e no mundo. Os trabalhos foram inscritos por meio de cada conselho regional do Estado de origem e os candidatos podem escolher a categoria em que disputarão o prêmio.

Formada em 1985, em Estatística pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Renata Vilhena especializou-se em Administração Pública pela Fundação João Pinheiro (FJP), em 1991. No Governo de Minas, Renata Vilhena participou da concepção e da implementação do “Choque de Gestão” no Estado, compreendido por medidas de reorganização e modernização administrativa, visando à redução de despesas, o aumento dos recursos para investimentos e a melhoria dos processos de gestão. Além disso, atuou na instituição de medidas voltadas ao aumento de produtividade do setor público, especialmente através da definição de critérios meritocráticos para avaliação e recompensa aos servidores.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/renata-vilhena-recebera-premio-nacional-de-gestao-publica-nesta-sexta-feira/

Governo Anastasia: Secretária Renata Vilhena recebe premiação nacional em gestão pública

Prêmio Guerreiro Ramos é concedido a gestores que promovem a modernização da administração pública

Divulgação/Seplag
Secretária Renata Vilhena receberá prêmio concedido pelo Conselho Federal de Administração
Secretária Renata Vilhena receberá prêmio concedido pelo Conselho Federal de Administração

A secretária de Estado de Planejamento e Gestão, Renata Vilhena, recebe na próxima sexta-feira (23) o prêmio Guerreiro Ramos de Gestão Pública, concedido pelo Conselho Federal de Administração (CFA) e que valoriza estudos e ações voltados para a modernização do poder público no Brasil.

Gestores públicos de todo o país concorreram ao prêmio e, neste ano, excepcionalmente, o comitê de julgamento decidiu agraciar dois destaques na gestão pública nacional; a secretária Renata Vilhena e o assessor especial da Secretaria de Gestão e Recursos Humanos do Estado do Espírito Santo, Manoel Carlos Rocha.

Criado em 2010 pelo Conselho Federal de Administração (CFA), o prêmio faz homenagem a Alberto Guerreiro Ramos, professor que teve grande relevância política e acadêmica no Brasil e no mundo. Os trabalhos foram inscritos através de cada conselho regional do estado de origem e os candidatos podem escolher a categoria em que disputarão o prêmio.

A alta qualidade dos trabalhos impressionou, segundo o próprio presidente do comitê de julgamento e vice-presidente do CFA, Marcos Lael. “É uma satisfação enorme presidir uma comissão que resgata o legado de Guerreiro Ramos. É impressionante a qualidade do material que recebemos. São estudos aprofundados, consistentes e de conteúdos respeitáveis”, afirmou.

Choque de Gestão

Formada em 1985, em Estatística pela Universidade Federal de Minas Gerais, Renata Vilhena especializou-se em Administração Pública pela Fundação João Pinheiro, em 1991. No Governo de Minas, participou da concepção e da implementação do “Choque de Gestão” no Estado, compreendido por medidas de reorganização e modernização administrativa, visando à redução de despesas, o aumento dos recursos para investimentos e a melhoria dos processos de gestão.

Além disso, a secretaria Renata Vilhena atuou na instituição de medidas voltadas ao aumento de produtividade do setor público, especialmente através da definição de critérios meritocráticos para avaliação e recompensa aos servidores. A cerimônia de certificação terá início às 19h, no auditório da Cidade Acadêmica do Pitágoras, rua Madalena Sofia, 25, no bairro Vila Paris, em Belo Horizonte.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/secretaria-renata-vilhena-recebe-premiacao-nacional-em-gestao-publica/