• Agenda

    janeiro 2020
    S T Q Q S S D
    « out    
     12345
    6789101112
    13141516171819
    20212223242526
    2728293031  
  • Categorias

  • Mais Acessados

    • Nenhum
  • Arquivo

  • Minas em Pauta no Twitter

    Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.

Governo de Mnas: Polícia Civil de Minas empossa novo delegado regional de Itabira

Paulo Tavares Neto tomou posse no cargo durante solenidade realizada no Centro de Ensino Superior de Itabira

Divulgação/Polícia Civil
O chefe da Polícia Civil, Jairo Lellis (ao centro), empossou o novo delegado regional de Itabira
O chefe da Polícia Civil, Jairo Lellis (ao centro), empossou o novo delegado regional de Itabira

Paulo Tavares Neto tomou posse no cargo de delegado regional de Itabira na noite de terça-feira (20), durante solenidade realizada no Centro de Ensino Superior de Itabira (Censi). Em seu discurso, Paulo Tavares Neto agradeceu as pessoas e autoridades que contribuíram com seu crescimento pessoal e profissional, além de falar da necessidade de um código de processo penal que atenda às reais necessidades sociais e penais. “Para dar uma direção eficaz para essa discussão e aplicação da lei, é imprescindível que seja ouvida a comunidade jurídica, as universidades, as carreiras e instituições do direito”.

Silvio Henrique Pagy Correa, que agora é delegado na cidade de Barão de Cocais, foi homenageado pelos trabalhos prestados como delegado regional em Itabira. “Esperamos que em Barão de Cocais ele desempenhe seu trabalho com a mesma maestria que desempenhou aqui,” disse Tavares.

Durante seu discurso, Silvio Correa relembrou sua trajetória como delegado regional na cidade. “Trabalhamos na desarticulação de organizações criminosas e apuração de infrações penais, a fim de proporcionar segurança efetiva ao povo de Itabira.” Silvio reconheceu ainda a competência de Paulo Tavares para assumir a regional.

Cerca de 100 pessoas participaram do evento, entre elas o chefe da Polícia Civil, Jairo Lellis Filho; o chefe do 12° Departamento de Polícia Civil, Walter do Rosário Souza Felisberto Sobrinho; o ex-delegado Regional de Itabira Silvio Henrique Pagy Correa; o prefeito da cidade, João Izael Querino Coelho; o presidente da Câmara Municipal, vereador Geraldo Magela Pena Torres, dentre outras autoridades, policiais civis, militares e comunidade.

Currículo

Paulo Tavares Neto é natural de Belo Horizonte e ingressou na carreira policial em 1987. Ele atuou nas comarcas de Barão de Cocais, Santa Bárbara, São Gonçalo do Rio Abaixo, João Monlevade e Itabira.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/policia-civil-de-minas-empossa-novo-delegado-regional-de-itabira/

Governo de Minas: Anastasia participa de lançamento do livro “A Execução Penal à Luz do Método Apac”

Para governador, resultados da metodologia de recuperação são muito melhores do que os alcançados pelas instituições prisionais tradicionais

Omar Freire/Imprensa MG
Anastasia recebe livro das mãos do presidente do TJMG, desembargador Cláudio Costa
Anastasia recebe livro das mãos do presidente do TJMG, desembargador Cláudio Costa

O governador Antonio Anastasia participou, nesta sexta-feira (16), no auditório da Unidade Raja Gabaglia do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), do lançamento do livro A Execução Penal à Luz do Método APAC. Organizado pela desembargadora Jane Ribeiro Silva, a publicação tem prefácio do governador Anastasia, posfácio do desembargador Joaquim Alves de Andrade e artigos de 23 advogados, juízes, procuradores e desembargadores de Justiça.

O objetivo do livro é divulgar o método da Associação de Proteção e Assistência aos Condenados (Apac) para recuperar e ressocializar presos que cumprem pena nas penitenciárias do país e que se tornou referência para a Lei de Execução Penal brasileira. As Apacs se tornaram importantes instrumentos para desafogar o sistema prisional.

O presidente do TJMG, desembargador Cláudio Costa, entregou um exemplar do livro ao governador Anastasia. Também participaram da solenidade, o presidente do Conselho da Apac, juiz Paulo Antônio de Carvalho, o segundo vice-presidente do TJMG, Joaquim Herculano Rodrigues, entre outras autoridades.

Antonio Anastasia classificou como fato memorável a organização e publicação do livro. “Há alguns anos, muitos duvidavam das ações do método Apac. Hoje, pelo esforço da doutora Jane e dos autores deste livro, já temos uma doutrina do método Apac. Temos de apostar e investir em uma metodologia muito mais racional, com resultados muito melhores de recuperação do que os das instituições prisionais tradicionais. A publicação desta obra é o reconhecimento publico de que estamos no caminho certo com reconhecimento judicial e da sociedade”, afirmou.

Apac

As unidades Apac funcionam como albergues, em que os condenados são mantidos em regime semiaberto. As ações de recuperação e ressocialização são baseadas na participação da comunidade, no trabalho, religião, na assistência jurídica e de saúde, na valorização humana e no apoio da família.

Em Minas, existem 36 unidades Apac. A primeira experiência foi implantada em 1986, em Itaúna, e hoje é reconhecida nacionalmente como modelo na recuperação de condenados. Desde 2003, o Governo de Minas celebrou 36 convênios com as Apacs, sendo nove para construção e 27 para manutenção e despesas, totalizando 2.164 vagas mantidas com verbas do Estado. Cumprem pena em Apacs 1.556 recuperandos. Em 2011, o Governo de Minas investiu R$ 15,2 milhões na manutenção e construção de unidades. Este ano, a previsão de investimentos é de R$ 16 milhões.

As Apacs conveniadas estão localizadas nos municípios de Alfenas, Araxá, Arcos, Campo Belo, Caratinga, Frutal, Governador Valadares, Inhapim, Itajubá, Itaúna, Ituiutaba, Januária, Lagoa da Prata, Leopoldina, Machado, Manhuaçu, Nova Lima, Paracatu, Passos, Patrocínio, Perdões, Pirapora, Pouso Alegre, Rio Piracicaba, Sacramento, Santa Bárbara, Santa Luzia, Santa Maria do Suaçuí, São João del-Rei, Sete Lagoas, Uberlândia e Viçosa.

Fonte: Agência Minas