• Agenda

    agosto 2019
    S T Q Q S S D
    « out    
     1234
    567891011
    12131415161718
    19202122232425
    262728293031  
  • Categorias

  • Mais Acessados

    • Nenhum
  • Arquivo

  • Minas em Pauta no Twitter

    Erro: Assegure-se de que a conta Twitter é pública.

  • Anúncios

Governo Anastasia pede à União R$ 3,9 bilhões para obras de prevenção e recuperação das cidades mineiras atingidas pelas chuvas

Chuvas em Minas, Gestão Pública

Fonte: Amanda Almeida – Estado de Minas

MG pede R$ 3,9 bi para 318 projetos

O governo de Minas pediu ontem ao governo federal R$ 3,9 bilhões para obras de prevenção e de recuperação dos municípios atingidos pelas chuvas deste ano. Uma comitiva, representando o governador Antonio Anastasia (PSDB), entregou à ministra de Planejamento, Miriam Belchior, 318 projetos de intervenções apontadas por prefeituras mineiras e pelo próprio Executivo estadual. Ainda não há previsão de liberação dos recursos. Os pedidos envolvem drenagens, dragagens, desassoreamento de rios, construções de pontes, calçamento de ruas, entre outros.

Segundo o governador, do total solicitado ao governo federal, R$ 1,5 bilhão é para projetos de competência do governo de Minas e R$ 2,4 bilhões para obras de responsabilidade dos municípios. “O portfólio de projetos foi entregue hoje (ontem) e vai ser discutido, naturalmente. Não se pretende que haja liberação nestes dias, até porque há projetos estruturantes, processos longos, como construção de barragens, que demandam recursos expressivos”, comentou Anastasia.

Entre as intervenções prioritárias apresentadas pelo governo de Minas para a Região Metropolitana de Belo Horizonte, estão as obras de contenção de cheias na bacia do Córrego da Ferrugem, em Contagem, e sua expansão para controle de cheias no Córrego Riacho das Pedras. Há também projeto de requalificação urbana e ambiental do Ribeirão Arrudas e de construção de bacias de contenção para o Córrego Cachoeirinha e da Onça, além da ampliação dos sistemas de abastecimento e esgotamento sanitário nas bacias do Rio das Velhas e Paraopeba.

São 206 intervenções para prevenção e 112 de recuperação de municípios atingidos. “Detalhamos ao Ministério do Planejamento projetos de prevenção, com obras de drenagem, de contenção de encostas, de dragagem de rios que, se implementados, vão beneficiar as regiões do estado que mais sofrem com o período chuvoso”, disse o secretário de Estado de Desenvolvimento Regional e Política Urbana, Bilac Pinto, que esteve presente na reunião com o governo federal. O levantamento das obras foi feita por técnicos dogoverno de Minas.

Segundo Anastasia, as obras são demandas de mais de 100 municípios. “São valores expressivos que vão ser analisados de acordo com a capacidade do orçamento da União”, afirmou. O histórico de liberação de recursos para recuperação de cidades destruídas pelas chuvas, no entanto, não é animador. No ano passado, o governo federal prometeu a liberação de R$ 50 milhões para obras de recuperação das cidades afetadas entre 2010 e 2011, e o governo de Minas, R$ 20 milhões. Pouco mais da metade desses recursos foi efetivamente investida.

Além do pedido do governo de Minas, mais recursos podem ser demandados. Em reunião com os prefeitos da Zona da Mata mineira, região mais atingida este ano, um representante do Ministério da Integração Nacional disse que técnicos da pasta passarão pelas cidades nos próximos dias para ajudar as prefeituras a elaborar projetos de recuperação – o ministro da Integração, Fernando Bezerra, chegou a dizer que verbas ficam retidas por falhas nos projetos das obras.

Antecipação da Bolsa-Família
Mais de 289 mil famílias mineiras terão pagamento da Bolsa-Família antecipado em Minas. O benefício será liberado a partir do dia 18 em 104 municípios mineiros que decretaram estado de emergência por causa das enchentes. Em fevereiro, as pessoas poderão fazer o saque dia 14. A medida, conforme informações do Ministério de Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), visa ao atendendimento dos beneficiários que moram nas cidades que se declararam em situação de emergência devido às enchentes. Ao todo, segundo dados de dezembro de 2011, serão pagos R$ 33.399.771 para 289.453 mil famílias. De acordo com o coordenador-geral de Logística de Pagamentos de Benefícios MDS, Gustavo Camilo, a previsão é que esse número aumente.

Anúncios

Depois do caos na BR-381, DNIT vai improvisar duas pontes metálicas sobre o Rio das Velhas, Anastasia vai melhorar vias alternativas

Ponte provisória é confirmada

BR-381.Duas estruturas de aço para carros serão instaladas ao lado de obra condenada no rio das Velhas

Fonte: Natalia Oliveira – O Tempo

Previsão é que Exército inicie montagem ainda neste fim de semana

A construção de duas pontes provisórias na BR-381, em Sabará, na região metropolitana de Belo Horizonte, foi confirmada ontem pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit). O anúncio, adiantado na edição de ontem por O TEMPO, foi feito pelo superintendente do órgão em Minas, Sebastião Donizete. As pontes, em estrutura metálica, serão montadas pelo Exército.

Os trabalhos estão previstos para começar ainda neste fim de semana. O Dnit tem à disposição sete estruturas metálicas do tipo para serem usadas no país em caso de emergência. Elas podem ser montadas rapidamente, em um período médio de 15 dias.

O tráfego na BR-381 está interditado sobre o rio das Velhas há uma semana, quando um dos pilares da ponte que passa pelo local cedeu. Desde então, os motoristas são obrigados a adotar dois desvios, um pelo centro de Sabará e outro por Santa Luzia. Além do aumento do percurso em até 54 km, os congestionamentos são constantes.

As passagens provisórias serão construídas ao lado da ponte condenada, cada uma atendendo a um sentido da via. Técnicos do Exército devem ir hoje ao local para fazer uma avaliação da área. Eles irão analisar o comprimento, largura, altura das pontes, além da viabilidade do melhor ponto para a construção.

“Temos que procurar os melhores acessos para ligar a BR-381 às pontes”, disse Donizete. Cabeceiras nas entradas e saídas das passagens provisórias também serão construídas.

Pela estrutura só poderá passar um veículo de cada vez, o que deve causar congestionamentos. Caminhões mais leves também poderão usar a estrutura. “Mesmo com a lentidão, acredito que as pontes vão minimizar os transtornos para os motoristas”, disse o superintendente. Cerca de 50 mil veículos devem passar diariamente pelas pontes provisórias.

Ainda na semana que vem, a empresa contratada para as obras da ponte definitiva deve começar a construção de uma nova passarela para pedestres, semelhante à instalada pelo Exército, porém mais reforçada.

A ponte definitiva sobre o rio das Velhas deve ficar pronta em seis meses. O Dnit elaborou projeto que será entregue a três empresas ainda nesta semana. “Vamos analisar os orçamentos das construtoras e a que apresentar o melhor orçamento será contratada”, disse o superintendente Sebastião Donizete.

A expectativa é que a demolição da estrutura danificada aconteça na próxima quarta-feira. A construção da nova ponte, que vai obedecer ao projeto de duplicação da BR-381, começa no dia 23 de maio. As obras de melhoria do traçado da rodovia, entre a capital e João Monlevade, têm previsão de início em setembro.

A ponte metálica é similar à demonstrada, em setembro, em Brasília

Paliativo
Anastasia anuncia obras de melhoria nos desvios
Em paralelo à instalação das pontes metálicas, o governo mineiro irá providenciar intervenções nas estradas que vêm sendo utilizadas como desvio. Sinalização e alguns trechos do pavimento serão melhorados e erosões, corrigidas.

Outra medida divulgada ontem pelo governador Antonio Anastasia foi a antecipação de melhorias em dois trechos contemplados pelo Caminhos de Minas, projeto voltado a intervenções nas estradas.

O trecho que liga Taquaraçu a Bom Jesus deve ter a obra iniciada ainda neste ano, assim como a estrada que liga os municípios de Caeté a Barão de Cocais. Ambas as obras estavam previstas para começar apenas em 2012, num custo total de R$105 milhões. “Nunca tivemos uma situação tão grave como essa na história rodoviária de Minas”, avaliou Anastasia.

A licitação para a obra de duplicação nos dois primeiros trechos da BR?381 deve ser publicada em maio, segundo informou ontem o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit). (Rafael Rocha)

Ponte da BR-381: Empresas temem que demolição pelo DNIT provoque mais prejuízos, 10 mil empregos estão ameaçados

Empresários rejeitam demolição de ponte na BR-381

Fonte: Thiago Lemos – Hoje em Dia

Há descrença de que o DNIT consiga construir outra em seis meses

Descrentes em relação ao prazo de seis meses estimado pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) para a construção de uma nova ponte sobre o Rio das Velhas, empresários e comerciantes dos municípios afetados querem impedir a demolição da estrutura e defende que ela seja reformada. Cerca de 10 mil empregos estão ameaçados, empresários temem grandes prejuízos.

Anastasia afirma que continuará priorizando a revitalização do Rio São Francisco e seus afluentes

Antonio Anastasia garante que continuará priorizando a revitalização do Rio São Francisco e seus afluentes

Fonte: Coligação “Somos Minas Gerais”

Em visita a Januária e Pirapora, Anastasia destaca propostas para manter a meta de despoluição do Rio das Velhas, maior afluente do São Francisco; Governador afirma que Estado manterá sua postura contrária à transposição

O governador Antonio Anastasia, candidato à reeleição, afirmou hoje que os investimentos do Governo de Minas para a revitalização do Rio São Francisco superaram os recursos já aplicados pelo governo federal no rio em toda a sua extensão. Anastasia defendeu que as ações para a recuperação do Velho Chico são mais importantes e urgentes que os projetos do governo federal de transposição das águas. O governador visitou nesta manhã (20/09) os municípios ribeirinhos de Januária e Pirapora, Norte de Minas, junto com os candidatos ao Senado Federal, o ex-governador Aécio Neves e o ex-presidente Itamar Franco.

Até o momento, cerca de R$ 1,4 bilhão do Governo do Estado já foram investidos em ações para a revitalização da bacia do São Francisco e tratamento do esgoto no trecho mineiro. Já o governo federal prevê R$ 1,3 bilhão para obras de revitalização em toda a extensão dos 2,7 mil quilômetros do rio, conforme previsão do PAC.

“Esperem de mim empenho máximo. Estamos com uma prioridade absoluta na revitalização. O São Francisco é um patrimônio de Minas e do Brasil. Somos radicalmente contrários à transposição do rio, mas totalmente favoráveis a sua revitalização. Já aplicamos, na chamada Linha Azul, uma obra que a Copasa faz a favor da Bacia do Rio das Velhas, maior afluente do Rio São Francisco, recursos de mais de um R$ 1 bilhão, maior do que o governo federal aplica. Então essa prioridade continuará e vamos melhorando a qualidade das águas de toda a bacia do São Francisco.

Em 2004, o Governo de Minas assumiu o compromisso de investir na despoluição do Rio das Velhas, o maior afluente do São Francisco. A Meta 2010 (navegar, pescar e nadar no Rio das Velhas) passou a ser um dos projetos estruturadores da gestão Aécio/Anastasia.

Cerca de 60% dos objetivos já foram alcançados. Pesquisadores da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) já confirmaram melhoria da qualidade da água e retorno de peixes em diversos trechos do rio. Em toda a bacia do Rio das Velhas, já são 22 ETEs em operação e 11 estão em obras ou em fase de planejamento. No mês passado, Anastasia e Aécio mergulharam nas águas do rio das Velhas, num trecho despoluído em conseqüência das ações do Governo do Estado.

“O Estado tem uma posição rigorosamente contrária à transposição. Acreditamos que a transposição não vai ter nenhum efeito positivo, vai, na verdade, minar as nossas águas. Estamos acompanhando a situação difícil. Podem ter certeza que a minha posição pessoal, tenho certeza a dos senadores Aécio e Itamar é a mesma, no sentido da defesa intransigente do Rio São Francisco”, afirmou Anastasia.

Plano de Governo
Em agosto deste ano, Antonio Anastasia e Aécio Neves participaram da solenidade de divulgação do balanço da Meta 2010 e do lançamento da Meta 2014 para a revitalização da Bacia Hidrográfica do Rio das Velhas. O evento, coordenado pelo Projeto Manuelzão da UFMG, reafirmou o compromisso do Governo do Estado em dar continuidade à revitalização da bacia hidrográfica que abrange 51 municípios.

A Meta 2014 faz parte do Plano de Governo lançado por Antonio Anastasia no início do mês. As propostas do governador para os próximos anos incluem a recuperação de áreas degradadas, proteção às nascentes, regularização ambiental das propriedades rurais da Bacia Hidrográfica do Rio das Velhas e intensificação da Operação Caça-Esgoto na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

O Plano de Governo de Anastasia também contempla uma séria de ações para a revitalização de toda a Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco em território mineiro. Entre elas estão a contenção de processos erosivos, apoio aos municípios no tratamento de esgoto doméstico e aperfeiçoamento da Rede de Monitoramento de Qualidade das Águas Superficiais e de Sedimentos de Bacia.

Apoio popular e de prefeitos
Anastasia, Aécio e Itamar foram recebidos com aplausos no aeroporto de Januária pelo prefeito Maurílio Arruda (PTC) e por várias lideranças de cidades vizinhas, incluindo o presidente da Associação dos Vereadores da Área Mineira da Sudene (Avams), Abelarde Carlos Pimenta. A associação representa cerca de 900 vereadores das 92 cidades que integram a área mineira da Sudene.

Os candidatos participaram de carreata pelas ruas de Januária acompanhados por cerca de 100 carros e dezenas de motos. Ao chegaram à Praça Raul Soares, deram início a uma caminhada e foram cercados por eleitores da cidade que cumprimentaram os candidatos e tiraram várias fotos.

O ex-governador Aécio Neves agradeceu o apoio que vem recebendo da população da região em reconhecimento ao trabalho desenvolvido nos últimos oito anos. Ele disse que a eleição dos candidatos da coligação “Somos Minas Gerais” é fundamental para garantir investimentos para Minas Gerais como o programa Caminhos de Minas, que irá asfaltar 7,6 mil quilômetros de estradas do Estado.

“Cada vez mais, as pessoas, principalmente aqui no Norte mineiro, identificam o governador Anastasia com a nossa ação de governo, mais pessoas tendem a votar em Anastasia. E nós somos um time, que está aqui. Itamar e eu pretendemos estar no Senado ao lado de Anastasia, garantindo investimento para o Caminhos de Minas, porque você sabe que para esses financiamentos externos, eles precisam da aprovação do Senado”, afirmou Aécio Neves.

O prefeito de Januária afirmou que as ações do Governo de Minas nos últimos anos transformaram a realidade do município, com melhoria nas estradas e no bem-estar da população. “Anastasia e Aécio Neves transformaram Januária de uma forma digna, trazendo para nós várias obras estruturantes. Não só o Proacesso, mas o Pró-cidadania, que é trazer para todos um pouco de dignidade de vida, coisa que, infelizmente, há mais de 20 anos Januária estava carente”, afirmou.

O prefeito de Bonito de Minas, José Raimundo Viana (PR), também foi à Januária manifestar apoio à reeleição de Antonio Anastasia. “Anastasia soube juntar a política com a boa administração e é isso que Minas precisa. O Norte tem um povo sofrido e carece de uma administração voltada para as necessidades dessa gente. E Anastasia é o homem que compreende e entende essas necessidades do povo do Norte de Minas”, disse.

O ex-presidente Itamar Franco ressaltou a importância do apoio da população do Norte de Minas e da escolha independente do povo mineiro.  “É com muita alegria que a gente retorna aqui, particularmente agora, juntamente com o governador Anastasia e com o governador Aécio, nessa jornada que estamos fazendo, de tentar mostrar ao povo mineiro que nós é que escolhemos os candidatos, não os outros de fora que escolhem o nosso candidato”, disse o ex-presidente.

O comerciante José Luis Olímpio Fontes acompanhou os candidatos em Januária e defendeu a continuidade de Antonio Anastasia à frente do Governo de Minas. “Voto em Anastasia pela competência, inteligência e pelo bom trabalho com o companheiro Aécio. Principalmente no Norte de Minas, temos muito a dever a esse homem que interligou os nossos municípios. Me sinto orgulhoso em votar em Anastasia”, disse.

Conheça o Plano de Governo do governador Antonio Anastasia Propostas e as propostas para o Meio Ambiente no período de 2011 a 2014

http://www.anastasia2010.com.br/plano-de-governo/rede-de-desenvolvimento-sustentavel-e-cidades

Aécio Neves defende que modelo de recuperação do Rio das Velhas poder ser aplicado na despoluição dos rios de Minas

Aécio Neves defende modelo de recuperação do Rio das Velhas para despoluição dos rios mineiros

Fonte: Coligação “Somos Minas Gerais”

Implantação de Estações de Tratamento de Esgoto (ETEs) será compromisso do Plano de Governo de Antonio Anastasia

O programa de revitalização do Rio das Velhas adotado pelo Governo de Minas servirá de modelo para a recuperação e despoluição de outros rios do Estado. A proposta é do ex-governador Aécio Neves, candidato ao Senado Federal, que, eleito, assumiu o compromisso de trabalhar junto com o governador Antonio Anastasia e as prefeituras mineiras em defesa da recuperação da qualidade das águas dos rios mineiros.

Junto com o governador Antonio Anastasia, candidato reeleição, Aécio Neves visitou nesta terça-feira (17/08) o município de São Sebastião do Paraíso, no Sul do Estado, um dos municípios que formam a Bacia do Rio Grande.  Os dois candidatos receberam o apoio de 12 prefeitos da Associação dos Municípios da Microrregião do Médio Rio Grande(Ameg).

Aécio Neves afirmou que o Plano de Governo de Antonio Anastasia prevê a implantação de Estações de Tratamento de Esgoto (ETEs) nos rios que abastecem as bacias hidrográficas no Estado. Minas possui 36 bacias hidrográficas e é o estado conhecido como a caixa d`água do Brasil pela grande capacidade e localização estratégica de seus rios.

“O que nós buscaremos é identificar quais são os principais rios que precisam deste tratamento de resíduos antes de retornarem ao rio, para que a Copasa, em parceria com as prefeituras, possa fazer este trabalho, estendê-las a outras regiões do Estado. A Copasa tem a capacidade de investimento que as prefeituras não têm. A empresa pode ser uma grande aliada da população, não só aqui de São Sebastião do Paraíso, mas também de todo o Sudoeste do Estado”, afirmou o ex-governador.

Aécio Neves destacou que o Governo de Minas já demonstrou a capacidade em desenvolver programas de revitalização de bacias hidrográficas com a recuperação do Rio das Velhas, o maior projeto de despoluição de águas já realizado no Brasil. Nos últimos anos, foram investidos cerca de R$1,4 bilhão em ações para a revitalização da bacia, formada por 51 municípios desde a nascente na região de Ouro Preto até desaguar no São Francisco, em Várzea da Palma (Norte de Minas).

Em toda a bacia, foram construídas 22 Estações de Tratamento de Esgoto (ETEs) e 11 estão em obras ou em fase de planejamento. Os recursos também são aplicados em ações manutenção e recuperação da cobertura vegetal, mobilização e educação ambiental das comunidades localizadas próximas aos rios.

Projeto Manuelzão
Maior afluente do Rio São Francisco, com 801 km de extensão, o Rio das Velhas vive hoje uma nova realidade com melhoria significativa da qualidade da água e o retorno de peixes em diversos trechos do rio. A despoluição do Rio das Velhas só foi possível em razão da iniciativa do Governo de Minas em assumir a revitalização como política do Estado.

Em parceria com a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), ONGs e os municípios, o Governo de Minas e a Copasa desenvolveram o programa Meta 2010 com o objetivo de despoluir as águas do Rio das Velhas e permitir à população navegar, nadar e pescar. Idealizado pelo Projeto Manuelzão, da UFMG, o programa Meta 2010 conseguiu executar cerca de 60% dos objetivos.

Pesquisadores da UFMG já confirmaram o aumento do número de peixes ao longo do rio.  O biomonitoramento feito pela universidade demonstra que, no ano 2000, os peixes eram encontrados em 250 quilômetros da bacia hidrográfica a partir da foz.  Agora, mais de 100 espécies são encontradas num trecho de 580 quilômetros, se aproximando da Região Metropolitana de Belo Horizonte.

“O que fizemos foi uma ressurreição do rio, com o milagre da multiplicação de peixes. O trabalho que está sendo feito no Rio das Velhas é o único projeto de revitalização em toda a bacia no Rio São Francisco que conta com uma metodologia científica e também de articulação social”, afirmou o idealizador e coordenador do Projeto Manuelzão, Apolo Heringer.

O Rio das Velhas sempre foi considerado um dos rios mais poluídos de Minas por receber o grande volume de esgotos de Belo Horizonte e da Região Metropolitana. Ao todo, 51 municípios despejavam indiscriminadamente o esgoto no leito do rio. A preocupação com a despoluição do rio se tornou um programa Estruturador do Governo de Minas em 2007 e era continuidade com a adesão, no dia 14 de agosto, à Meta 2014.

“Chegamos à Meta 2010, agora temos o compromisso com a Meta 2014. Essa meta vai sempre se aperfeiçoando, porque um governo é sempre assim, ele nunca se exaure, ele nunca termina, ele sempre tem mais a fazer”, afirmou o governador Antonio Anastasia em entrevista.

Estado de Minas diz que Anastasia e Aécio cumprem promessa de revitalizar o Rio das Velhas

Promessa cumprida nas águas do rio das Velhas

Fonte: Estado de Minas

Mergulho no Rio das Velhas

Eleições

Antonio Anastasia e Aécio cumprem promessa e entram no rio que está sendo revitalizado. Candidato à reeleição, tucano afirma que não aceitará construção de barragens em Minas

Santo Hipólito – Vestido com camisa de malha e um bermudão preto, o governador Antonio Anastasia (PSDB), candidato à reeleição, quebrou ontem o protocolo e deu um mergulho no Rio das Velhas, na altura de Santo Hipólito, cidadezinha com cerca de 4 mil habitantes, na Região Central de Minas Gerais. Acompanhado do seu principal padrinho político, o ex-governador Aécio Neves (PSDB), candidato ao Senado, Anastasia participou ontem da solenidade oficial que marcou o início da segunda etapa do programa de revitalização de toda a Bacia do Rio das Velhas. Anastasia só mergulhou, já Aécio nadou ao lado de uma turma de crianças e moradores ribeirinhos.

Depois de assinar o termo de compromisso, que prevê novas metas de recuperação do rio até 2014, Anastasia, Aécio e o prefeito de Belo Horizonte, Marcio Lacerda (PSB), pularam na água. Embora tenha sido uma promessa de Aécio, que no início do seu primeiro mandato garantiu que iria nadar no rio, Anastasia também resolveu se refrescar. Durante a gestão tucana, Minas vai investir R$ 1,3 bilhão até 2011 para recuperar a qualidade da água do rio.

No simpático Porto dos Pescadores, local onde foi realizada a solenidade oficial, Anastasia e Aécio fizeram duras críticas à política ambiental feita pelo governo federal nos últimos anos. Para uma plateia de ambientalistas e moradores ribeirinhos, os dois tucanos prometeram, com veemência, combater qualquer tentativa de barragem no estado que possa prejudicar o Rio das Velhas. Eles também garantiram que vão impedir a qualquer custo a construção da barragem em Nossa Senhora da Glória, cidade vizinha a Santo Hipólito. Contra a proposta de transposição do Rio São Francisco, que iria repercutir negativamente na Bacia do Rio das Velhas, Anastasia afirmou que vai até acionar a Justiça caso for necessário.

“O governo de Minas não dá nenhuma, repito nenhuma, autorização de qualquer barramento contra os interesses de Minas Gerais. Nós somos contrários à transposição do Rio São Francisco e falo isso publicamente quantas vezes for necessário. Isso não interessa para o Brasil nem para Minas Gerais. Não permitiremos e vamos recorrer a todas as instâncias judiciais para não permitir esse crime contra a natureza”, prometeu o candidato à reeleição durante discurso no evento oficial, que foi marcado por falas e manifestações em prol do meio ambiente, sem qualquer clima de campanha eleitoral.
Sem barragem Na mesma linha de Anastasia, Aécio finalizou seu discurso declarando: “Sou contra qualquer barragem e vamos lutar para que elas não sejam feitas”, afirmou, arrancando aplausos do público presente.

Durante entrevista para a imprensa, Anastasia afirmou que a segunda etapa da revitalização do Rio das Velhas vai focar a parte mais problemática do programa: as cidades da Região Metropolitana de BH. Segundo o governo estadual, 60% das águas do rio já foram recuperadas.

Atrações da solenidade, Anastasia e Aécio foram recepcionados por um foguetório e por dezenas de moradores da região. Antes de pular na água, eles ganharam de presente do prefeito em exercício da cidade dois dourados, que foram fisgados por pescadores da região. Bastante assediados, Anastasia e Aécio posaram para fotos, cumprimentaram os moradores e autoridades presentes e até usaram um chapéu com formato de peixe. Depois de três horas na cidade, eles foram embora para BH de helicóptero.

Aécio Neves e Antonio Anastasia cumprem promessa e ambientalistas reconhecem revitalização do Rio das Velhas, diz O Tempo

Ambientalistas reconhecem melhoria do rio da Velhas

Fonte: O Tempo

Mergulho no rio das Velhas

Promessa. Ex-governador havia prometido revitalizar o rio para garantir o nado, a pesca e a navegação

Santo Hipólito. O governador Antonio Anastasia e o ex-governador Aécio Neves nadaram, ontem, no rio das Velhas, na altura do município de Santo Hipólito, região Central do Estado. O ato simbólico foi o marco do encerramento da chamada ‘Meta 2010’ e início do compromisso do governo com a ‘Meta 2014’. O objetivo proposto há quatro anos era permitir o nado, a pesca e a navegação no rio das Velhas na região metropolitana até este ano. A meta não foi conquistada, mas ambientalistas reconheceram que a qualidade da água melhorou muito, principalmente nas regiões alta e média do rio.

O ex-governador Aécio Neves havia prometido recuperar a qualidade das águas do rio e fazer um mergulho neste ano. A comitiva do governador chegou ao local do evento navegando pelo rio e foi recebida por cerca de 500 pessoas, dentre populares e militantes de movimentos ambientais.

Barragem.
Anastasia disse que o governo de Minas não vai autorizar o barramento que o governo federal planeja fazer em Senhora da Glória, comunidade de Santo Hipólito. Segundo o governador, é gravíssimo o Estado realizar a revitalização do rio para depois o governo federal fazer barragens. Anastasia reafirmou ainda sua posição contrária à transposição do rio São Francisco. Em seu discurso, Aécio Neves criticou a política de revitalização do rio São Francisco. Segundo ele, o Estado investiu R$ 1,3 bilhão na recuperação do rio das Velhas até agora, enquanto a União investiu a mesma quantia no rio São Francisco, que é bem maior. Aécio deu o tom de campanha, ao afirmar que Minas é governada com alegria e que não pode retroceder.

Em busca de votos no Mercado Central
O candidato à reeleição Antonio Anastasia, os candidatos ao Senado Aécio Neves e Itamar Franco fizeram ontem uma visita ao tradicional Mercado Central, em Belo Horizonte. Eles aproveitaram para fazer um afago aos comerciantes e destacar a pujança da economia mineira. “O comércio é o reflexo do ambiente econômico, ele reflete o momento positivo que vivemos hoje em Minas”, disse Anastasia. O turismo também foi alvo do candidato tucano, que lembrou a importância da infraestrutura para o desenvolvimento do setor. “Temos que ter aeroportos, estradas, hotéis, pessoal qualificado, atrações, recuperar o patrimônio”.

Já Itamar Franco se mostrou satisfeito com o processo eleitoral. “A campanha está indo conforme a nossa previsão. Claro que, agora, com a televisão, tende a melhorar” disse o ex-presidente.

Link da matéria: http://www.otempo.com.br/otempo/noticias/?IdEdicao=1757&IdCanal=1&IdSubCanal=&IdNoticia=148617&IdTipoNoticia=1