• Agenda

    setembro 2020
    S T Q Q S S D
     123456
    78910111213
    14151617181920
    21222324252627
    282930  
  • Categorias

  • Mais Acessados

    • Nenhum
  • Arquivo

  • Minas em Pauta no Twitter

    Erro: Assegure-se de que a conta Twitter é pública.

Ideb 2011: gestão eficiente da Educação em Minas é destaque

Ideb 2011: Gestão de Aécio e Anastasia com foco na qualidade consolidou modelo de Educação Básica e garantiu o 1ª lugar no ranking nacional.

Ideb 2011: gestão eficiente da educação e o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica

Fonte: Agência Minas

Minas Gerais tem a melhor educação básica do país, revelam dados do Ministério da Educação

Resultados do IDEB divulgados nesta terça-feira indicam que alunos mineiros atingem padrões de países desenvolvidos nos anos iniciais do ensino fundamental

Minas Gerais tem a melhor educação básica do país. É o que revelam os resultados do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), de 2011, divulgados, nesta terça-feira (14), pelo ministro da Educação, Aloízio Mercadante. Nas séries iniciais do ensino fundamental os alunos da rede estadual mineira alcançaram índice 6, comparável à qualidade do sistema educacional dos países desenvolvidos.

O levantamento do Ministério da Educação indica que, em relação à medição anterior, o sistema estadual de ensino de Minas evoluiu em todos os níveis.

Em comparação com outros estados, a rede estadual mineira também se destaca, mantendo a primeira colocação nos anos iniciais do ensino fundamental. Além disso, Minas subiu do 3º para o 2º lugar nos anos finais e ficou na 3ª posição no ensino médio. Seguem abaixo os rankings nacionais em cada um desses níveis de ensino:

 Ideb 2011: Minas tem a melhor Educação do país

Ideb 2011: Minas 1ª lugar no ranking nacional

 Ideb 2011: Minas tem a melhor Educação do país

 Ideb 2011: Minas tem a melhor Educação do país

Diante dos resultados, o governador do Estado, Antonio Anastasia, parabenizou toda a comunidade escolar e ressaltou que os números são fruto dos “esforços realizados pela sociedade mineira” e de um trabalho que vem sendo realizado com competência e comprometimento na educação mineira nos últimos anos.

O governador lembra que a boa escola qualifica o capital humano, facilitando a atração de investimentos e a geração de emprego e renda. “Cumprimento os professores, alunos, servidores da educação e pais. O Governo de Minas tem orgulho dos esforços de todos. Os resultados são fruto também de planejamento e de programas como o PIP (Programa de Intervenção Pedagógica) e da inserção das crianças aos seis anos na Escola, da qual Minas foi pioneira”, afirma Anastasia.

A secretária de Estado de Educação, Ana Lúcia Gazzola, apontou o comprometimento de professores e demais servidores da educação como fundamental para os bons resultados e destacou a importância de projetos desenvolvidos pelo Governo de Minas. “Os resultados do Ideb demonstram que a política mineira para com a educação tem compromisso com a qualidade e vem sendo desenvolvida de forma muito séria nos últimos anos. Os projetos e investimentos do Governo, o compromisso dos nossos profissionais e a qualidade do nosso alunado são fatores que resultaram nesses bons índices”, afirma.

A secretária também destaca o Programa de Intervenção Pedagógica. “Este é um dos instrumentos que possibilitaram diretamente os avanços nos anos iniciais do ensino fundamental, a partir do acompanhamento direto dos resultados das escolas e propostas de programas e ações com foco na qualidade”, completa.

Minas melhora índice e mantém liderança nos anos iniciais do Ensino Fundamental

Os alunos mineiros alcançaram nota média 6,0 nos anos iniciais do ensino fundamental, de acordo com os resultados do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) 2011. Como este resultado, a rede estadual mineira mantém o primeiro lugar no ranking nacional. O índice, segundo o próprio Ministério da Educação, é equivalente à média da educação em países desenvolvidos. No último Ideb, medido em 2009, a rede estadual mineira já era a primeira colocada, com índice de 5,8.

Com Ideb de 6,0, a rede estadual mineira não só deixou para trás a meta estabelecida para 2011, que era de 5,7, como ultrapassou antecipadamente a meta estipulada para 2013, que é de 5,9. No total, 767 escolas estaduais mineiras apresentaram Ideb igual ou superior a 6,0 nos anos iniciais em 2011.

Considerando o Ideb de todas as redes — estadual, municipais e privadas — Minas Gerais também conseguiu destaque. O índice alcançado foi de 5,9 e também ultrapassa antecipadamente a meta estipulada para 2013, que é de 5,7.

 Ideb 2011: Minas tem a melhor Educação do país

Nos anos finais, Estado subiu do terceiro para o segundo lugar no ranking nacional

Nos anos finais do ensino fundamental, a rede estadual mineira também apresentou evolução. No Ideb 2011, as escolas dos anos finais alcançaram a média de 4,4. Esse índice fez com que a rede estadual mineira fosse classificada na segunda posição em relação a todas as redes estaduais do país, atrás apenas de Santa Catarina, que ficou com 4,7.

Com Ideb de 4,4, a rede estadual mineira alcançou antecipadamente a meta estipulada para 2013, que é justamente de 4,4. Em relação ao último índice apurado, em 2009, a rede estadual apresentou evolução, passando de 4,1 para 4,4. Considerando todas as redes de ensino, Minas Gerais tem um Ideb de 4,6 e também alcançou antecipadamente a meta estipulada para 2013.

 Ideb 2011: Minas tem a melhor Educação do país

No ensino médio, índice mineiro é o terceiro melhor do país

A rede estadual mineira é a terceira melhor do país, de acordo com o Ideb 2011. Os alunos mineiros alcançaram o índice de 3,7 e cumpriram a meta estipulada para o período. Com essa nota, a rede estadual cresceu em relação ao Ideb 2009, quando alcançou um índice de 3,6.

Nesta etapa, a rede estadual mineira ficou atrás apenas de Santa Catarina, que está na primeira posição com Ideb de 4,0 e de São Paulo, que ficou em segundo lugar, com Ideb de 3,9.

 Ideb 2011: Minas tem a melhor Educação do país

Ideb 2011: gestão da educação em Minas – Link da matéria: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/minas-gerais-tem-a-melhor-educacao-basica-do-pais-revelam-dados-do-ministerio-da-educacao/

Entrevista do governador Antonio Anastasia sobre os resultados do Ideb

Gestão Eficiente: Educadores de Pernambuco conhecem experiência mineira

Ações e projetos das áreas pedagógica, gestão e avaliação foram apresentados aos pernambucanos

A qualidade do ensino em Minas Gerais tem despertado curiosidade. Durante esta sexta-feira (27), um grupo de educadores do estado de Pernambuco se reuniu com representantes da Secretaria de Estado de Educação (SEE) para conhecer o sistema de ensino mineiro. Durante todo o dia eles conheceram as ações pedagógicas desenvolvidas nas escolas estaduais e temas relacionados à gestão e tecnologia aplicadas à educação.

“Pernambuco é um estado que tem algumas características no campo da educação similares às de Minas. As duas secretarias têm programas muito inovadores. Então é muito importante para nós aprendermos com os programas realizados em Pernambuco e também poder dar visibilidade aos nossos projetos para que esses bons instrumentos das duas secretarias possam ser compartilhados”, ressaltou a secretaria de Estado de Educação de Minas, Ana Lúcia Gazzola.

No período da manhã, a equipe de educadores conheceu as ações estratégicas desenvolvidas pelo Governo de Minas na área da educação como o ‘Programa de Intervenção Pedagógica (PIP)’, o ‘Reinventando o Ensino Médio’ e o ‘Educação de Tempo Integral’. O trabalho da ‘Magistra’ na formação continuada dos educadores mineiros também foi apresentado aos visitantes.

As avaliações educacionais e o sistema de gestão das escolas, por meio do Sistema Mineiro de Avaliação da Educação Pública (Simave) e do Sistema Mineiro de Administração Escolar (Simade), respectivamente, foram outros assuntos nortearam o encontro.

“A secretaria de Pernambuco tem a visão do todo e quer conhecer, nesta oportunidade, como está fluindo a educação em Minas Gerais, porque nós estamos realizando a implantação de monitoramento junto às escolas, a partir do trabalho do analista de inspeção. Sabemos como Minas Gerais tem avançado nesse aspecto de trabalho, de ter a realidade da escola dentro das gerencias regionais e da própria Secretaria”, avalia a gestora de monitoramento da Secretaria Executiva de Gestão de Rede de Pernambuco, Shirlei Silva Moura.

Encontro de inspetores

Nos dias 25 e 26 de julho, a equipe de educadores do estado de Pernambuco participou do ‘II Congresso Nacional de Inspetores Escolares’, realizado em Belo Horizonte. Na ocasião, cerca de 300 educadores discutiram sobre temas referentes à carreira como a questão salarial e a importância do trabalho desses profissionais junto às escolas.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/educadores-de-pernambuco-conhecem-a-experiencia-mineira-na-area-do-ensino/

 

Gestão Antonio Anastasia: Minas se destaca em vários setores da administração pública

Minas Gerais tornou-se uma referência nacional graças ao desenvolvimento de políticas públicas inovadoras e a um moderno e eficiente modelo de gestão

Nos últimos nove anos, Minas Gerais tornou-se uma referência nacional em várias áreas de administração pública, graças ao desenvolvimento de políticas inovadoras e a um moderno e eficiente modelo de gestão. Além de estar melhorando a cada ano seus indicadores sociais e econômicos, o Estado tem ganhado posição de destaque em diversos levantamentos que comparam o desempenho das 27 unidades da Federação nos diversos setores.

Na área da educação, as ações e atividades desenvolvidas por diversas iniciativas, como o Programa de Intervenção Pedagógica (PIP), trouxeram resultados expressivos e significativos para o setor, tornando o Estado referência no país. As iniciativas contribuíram para que a rede estadual de Minas conquistasse, dentre outros, o primeiro lugar no ranking dos estados brasileiros, no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) do Ministério da Educação (MEC), nos indicadores dos anos iniciais do ensino fundamental.

As políticas de geração de emprego promovidas pelo Governo de Minas também são atestadas por vários indicadores. Segundo dados do Cadastro Geral de Emprego e Desemprego (Caged), do Ministério do Trabalho e Emprego, a região metropolitana de Belo Horizonte registrou a menor taxa de desemprego do país em 2011, dentre as áreas pesquisadas. Nos últimos oito anos, a queda no índice de desemprego é ainda mais expressiva, passando de 10,8% da população economicamente ativa em 2003, para 4,9% em 2011.

De acordo com o Anuário Brasileiro de Segurança Pública, divulgado em novembro de 2011 pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública, Minas é, proporcionalmente ao orçamento, o Estado que investe mais em segurança pública no país, ao lado de Alagoas: 13,4% do total dos recursos. Já o Mapa da Violência – estudo comparativo sobre a violência nos Estados, publicado este ano pelo Ministério da Justiça em parceria com o Instituto Sangari – aponta que, em 2010 (último ano da série analisada), Minas ocupava a 4ª melhor posição do ranking dos estados relativo às taxas de homicídios, atrás apenas de Santa Catarina, Piauí e São Paulo. Entre 2003 e 2010, o índice de crimes violentos no Estado sofreu uma redução de 43%.

O saneamento básico também é tratado com prioridade em Minas Gerais. O número de domicílios, no Estado, com acesso à rede de esgoto ou fossa séptica subiu de 74,9% em 2003 para 78,6% em 2010. Minas possui a quinta maior rede de cobertura de abastecimento de água no país e o quarto maior sistema de rede de esgoto ou fossa séptica entre os estados da Federação.

O quadro a seguir mostra a boa performance de Minas em alguns desses rankings:

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/minas-se-destaca-em-varios-setores-da-administracao-publica/

Gestão em Minas: Governador Antonio Anastasia preside primeira Reunião Gerencial do ano

Principais metas para 2012 e resultados alcançados pelo Governo de Minas foram apresentados durante reunião nesta quinta-feira

Omar Freire/Imprensa MG
Anastasia apresentou as metas para 2012 e os resultados alcançados pelos programas governamentais
Anastasia apresentou as metas para 2012 e os resultados alcançados pelos programas governamentais

O governador Antonio Anastasia presidiu, nesta quinta-feira (29), na Cidade Administrativa, a 1ª Reunião Gerencial 2012 do Governo de Minas. O objetivo da reunião de trabalho foi apresentar as metas para 2012 e resultados alcançados pelos programas governamentais nos últimos anos.

O Governo de Minas vem implantando ciclos de reforma e modernização da gestão pública que tornaram o Estado mais eficiente na aplicação de políticas públicas com foco na melhoria da qualidade de vida da população. Está em curso o terceiro momento da modernização da gestão pública mineira, a Gestão para a Cidadania. Estruturada em redes de trabalho que integram as diversas áreas de governo, esse modelo busca a participação ativa da sociedade civil nos programas de governo.

Os ciclos tiveram início com o Choque de Gestão, em 2003, que trouxe o equilíbrio fiscal a Minas Gerais, devolvendo ao Estado a capacidade de investimentos. Entre 2007 e 2010, foi implantado o Estado para Resultados, quando foram aplicados os recursos, modificando indicadores importantes, em função das políticas públicas.

Anastasia ressaltou a importância da continuidade dos avanços, da recriação e reinvenção constante da administração pública com a participação de toda a sociedade. “Vamos nos aperfeiçoando e melhorando a cada dia. Para isso é fundamental que tenhamos uma força única trabalhando em razão desses resultados: a administração direta, as autarquias, as fundações, as empresas estatais, em parceria com o setor privado; inovando nossa economia. É preciso agregar valor aos nossos produtos, aprimorar nossa infraestrutura, apostar na educação dos nossos jovens e crianças, melhorar a saúde de nossa população, desenvolver nossa cultura, cuidar do nosso meio ambiente, desenvolver a questão rural, ou seja, atuar em todos os aspectos do governo, de maneira planejada, harmônica, matricial e integrada”, explicou o governador.

Equilíbrio financeiro

O governador Anastasia afirmou que, graças ao equilíbrio fiscal alcançado desde 2003, o Governo de Minas tem mantido seu plano de investimentos e obras, apesar da crise econômica mundial. “As dificuldades econômicas sempre existiram e sempre existirão. O quadro não é confortável em nenhum estado, mas isso não pode ser empecilho. Temos de ser criativos. Como Minas Gerais felizmente tem uma gestão fiscal equilibrada e temos o aval da União, estamos conseguindo levantar recursos para investimentos junto ao BNDES, ao mercado internacional, ao Banco Mundial, para darmos consequência ao nosso programa de investimentos”, disse ele.

Ao final da apresentação, o governador informou que será entregue em breve à Presidência da República a Agenda Minas, um documento elaborado pelo Governo em parceria com entidades empresarias e a bancada do Estado no Congresso Nacional. A Agenda contempla um conjunto de projetos, como grandes obras viárias e de infraestrutura, que dependem de recursos da União.

“O objetivo é mostrar a necessidade de que essas obras se somem às do Estado, às obras do setor privado e dos municípios para termos o nosso desenvolvimento robusto e desdobrado”, disse Anastasia.

Valores de Minas

A exposição das metas para 2012, realizada pelo governador Anastasia, no auditório Juscelino Kubitschek, contou com a presença do vice-governador Alberto Pinto Coelho, secretários de Estado, secretários-adjuntos, subsecretários e presidentes de entidades e órgãos, além de representantes da sociedade civil. Entre as apresentações dos 10 desafios, foram exibidos vídeos institucionais de projetos do Governo de Minas nas áreas de educação, saúde e infraestrutura, como o Programa de Intervenção Pedagógica (PIP), Caminhos de Minas e Mães de Minas. No encerramento da reunião, jovens do projeto Valores de Minas fizeram uma apresentação musical para os convidados.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/governador-antonio-anastasia-preside-primeira-reuniao-gerencial-do-ano-2/