• Agenda

    agosto 2019
    S T Q Q S S D
    « out    
     1234
    567891011
    12131415161718
    19202122232425
    262728293031  
  • Categorias

  • Mais Acessados

    • Nenhum
  • Arquivo

  • Minas em Pauta no Twitter

    Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.

  • Anúncios

Aécio reforça a campanha de Anastasia no Sul de Minas

Ex-governador visita Itajubá, Três Corações e Passos e convoca os mineiros para reeleger Anastasia em 3 de outubro

Fonte: Coligação “Somos Minas Gerais”

O ex-governador Aécio Neves, candidato ao Senado Federal, defendeu, nesta quinta-feira (16/09), no Sul de Minas, a reeleição de Antonio Anastasia para dar continuidade aos avanços sociais obtidos em Minas Gerais nos últimos anos. Aécio Neves percorreu os municípios de Itajubá, Três Corações e Passos, onde conversou com eleitores e apresentou as propostas dos candidatos da coligação “Somos Minas Gerais”. O ex-governador foi saudado por centenas de eleitores nas cidades visitadas e recebeu o apoio de diversos prefeitos e outras lideranças políticas da região.

“Construímos um modelo de gestão em Minas que o Brasil inteiro respeita e aplaude e que fez com o Estado crescesse muito mais do que a média nacional em todos os indicadores. E esse processo, para ter continuidade, depende da eleição do governador Antonio Anastasia, o nosso candidato. E tenho certeza que o Sul de Minas já tem essa percepção”, afirmou Aécio Neves, em Três Corações.

Aécio Neves ressaltou a importância da continuidade ao inovador modelo de administração pública adotado em Minas, em 2003, referência hoje em todo o país. Ele afirmou que o governador Antonio Anastasia é o candidato mais preparado dar continuidade às parcerias com os municípios que permitiram diminuir a desigualdade entre as regiões de Minas e melhorar a qualidade de vida da população.

“Minas tem que continuar avançando. Temos hoje os melhores resultados econômicos e sociais dentre todos os estados brasileiros e o governador Anastasia é a garantia de que isso não vai ser interrompido. Uma eventual derrota de Anastasia seria a vitória de interesses externos a Minas Gerais e talvez a derrota do projeto de Minas”, afirmou o ex-governador em Itajubá.

O ex-governador Aécio Neves afirmou que a população do Sul de Minas reconhece o compromisso de Anastasia com o desenvolvimento de todas as regiões do Estado. Ele destacou as ações do Governo de Minas realizadas nos últimos oito anos na região, que permitiram a realização de obras de infraestrutura em todos os municípios.

“O Sul de Minas é uma das alavancas propulsoras do desenvolvimento do Estado e, por isso, foram feitas, ao longo desses últimos oito anos, do governo Aécio/Anastasia, muitas parcerias com todo o Sul, na área viária, com interligação das cidades onde ainda não havia asfalto, na área da segurança, na saúde, na educação e esse processo não pode ser interrompido”, declarou o ex-governador.

Festa em Itajubá
Aécio Neves foi recebido em Itajubá por prefeitos e lideranças políticas da região. Ele fez carreata até o Centro da cidade, onde foi saudado pela população durante todo o percurso. O ex-governador também fez caminhada pelo Calçadão de Itajubá, onde fez parada para um lanche no Café do Vandinho. No percurso, ele foi festejado por centenas de eleitores.

Em Três Corações, Aécio Neves foi recebido com foguetório ao desembarcar no estádio do Atlético Tricordiano. O governador saiu em carreata pelas principais ruas e avenidas do Centro de Três Corações. Moradores de todas as idades acenaram para o governador.

Mesmo com sol forte, uma multidão acompanhou o governador em caminhada, repetindo a última visita do ex-governador no mês passado ao lado do governador Antonio Anastasia. A dona de casa Regiane Maria Sabino foi ao local com uma bandeira de apoio aos candidatos da coligação “Somos Minas Gerais” para ver o ex-governador de perto.

“Aécio Neves foi excelente governador, como seu avô, Tancredo Neves. Pode fazer sol ou chuva, virei vê-lo toda vez que estiver visitando Três Corações. Votarei nele, como votarei em Antonio Anastasia, que foi seu braço-direito”, declarou.

O ex-governador foi abraçado pela dona Alessana Ribeiro Vilela, que fez questão de que o ex-governador pegasse seu filho, João Gabriel, de 4 anos, no colo: “Ele foi o melhor governador de Minas”, declarou a eleitora.

O ex-governador encerrou a visita ao Sul de Minas, em Passos, onde afirmou que está confiante na reeleição de Antonio Anastasia e de Itamar Franco para o Senado.

“Cada vez que se conhece mais o governador Anastasia, cada vez que se reconhece o seu trabalho ao meu lado, a população opta pelo governador Anastasia. E a eleição de Itamar para o Senado é fundamental, para que o Senado tenha a altivez, a independência necessária para ajudarmos ao governador Anastasia”, afirmou Aécio Neves.

Em Passos, o ex-governador foi recebido por 30 prefeitos no aeroporto. Ao lado das lideranças políticas ele fez carreata pelas ruas e avenidas da cidade. Durante o percurso, ele recebeu homenagem de 50 senhoras da Universidade Aberta à Maturidade que carregavam bandeiras de Minas.
Na avenida Avelino Maia, importante ponto comercial da cidade, conhecida como a “Avenida da moda”, onde concentra maior número de confecções, Aécio Neves desceu do carro e fez caminhada com eleitores.

Apoio dos prefeitos

No Sul de Minas, diversas lideranças políticas manifestaram apoio à reeleição de Antonio Anastasia ao Governo de Minas, do ex-governador e do ex-presidente ao Senado. O prefeito de Três Corações, Fausto Ximenes (PSDB), destacou o esforço de Aécio e Anastasia para sanear as contas do Estado e garantir o desenvolvimento de todas as regiões.

“Tudo que o governo fez nesse período todo, teve as quatro mãos de Aécio e Anastasia. O Estado modificou completamente. Pegamos um Estado praticamente falido e, hoje, é um dos melhores estados do nosso país”, disse.

O prefeito de Marmelópolis, Walmir Alves (PR), ressaltou a ampliação do serviço de telefonia celular a todos os municípios do Estado.

“A telefonia móvel realmente trouxe um avanço muito grande, principalmente na área da saúde para as comunidades de bairros mais distantes. Se alguém adoecia lá no bairro, teria que alguém ir até a cidade chamar a ambulância. Agora não. Temos um plantão que fica 24 horas e se alguém adoecer é só pegar o celular e ligar na mesma hora”, disse.

O prefeito de Piranguçu, Alexandre Ramos (PTB), afirmou que a gestão Aécio/Anastasia foi fundamental para o desenvolvimento econômico e social dos pequenos municípios.

“Não temos o que reclamar. Temos só que agradecer o belo trabalho que foi feito por Aécio e Anastasia”, declarou.

O prefeito de Careaçu, Tovar dos Santos Barroso (DEM), elogiou a postura de Antônio Anastasia e Aécio Neves que atenderam a todos os municípios de Minas, sem distinção partidária.

“A gestão Aécio/Anastasia resgatou a dignidade dos mineiros. Minas deu um salto de qualidade em todas as áreas. Foi um governo excepcional. Foi uma relação técnica e os municípios não tem nada a reclamar”, disse.

O prefeito de Itajubá, Jorge Renó (PTB), também defendeu a reeleição de Antonio Anastasia. Segundo ele, a permanência do governador significa a continuidade do desenvolvimento no Estado.
“Não podemos perder a oportunidade de continuar nesse ritmo de desenvolvimento que entramos. Itajubá hoje depende dessa reeleição do professor Anastasia para continuar esse seu desenvolvimento”, afirmou.

Anúncios

Governador Anastasia anuncia em Varginha criação do Fundo Estadual do Café

Fundo terá recursos do Tesouro do Estado e será administrado em parceria com as lideranças do setor para garantir renda aos cafeicultores e evitar queda de preço

Fonte: Coligação “Somos Minas Gerais”

Em visita de José Serra, Aécio Neves e Antonio Anastasia a Varginha, cafeicultores comemoram a proposta do governador de criar o Fundo Estadual

O governador Antonio Anastasia, candidato à reeleição, anunciou  (30/08) que, reeleito, criará o Fundo Estadual do Café em Minas Gerais. O governador esteve no Sul de Minas, ao lado do ex-governador Aécio Neves, candidato ao Senado Federal, e do candidato à Presidência, José Serra. Os três foram recebidos com muita festa em Varginha e Itajubá. O Fundo Estadual do Café contribuirá para garantir a renda dos cafeicultores, evitando as perdas provocadas pelo excesso de oferta e queda de preço do produto. Minas Gerais é o maior produtor e exportador de café do Brasil. A safra estadual este ano está estimada em 23 milhões de sacas, metade da produção nacional.

“Já temos uma política muito positiva de cooperação, de assistência técnica, de produtividade e excelência do café em Minas. Vamos criar um Projeto Estruturador, vinculado ao Governador do Estado, e o Fundo Estadual do Café, com recursos do Tesouro de Minas, exatamente com este objetivo de, junto com as lideranças da cafeicultura, identificarmos onde estão as prioridades para alocarmos esses recursos. Ora para seguro, ora para garantia, e para diminuir a questão das margens”, explicou o governador.

Em Minas, a cafeicultura gera 1,2 milhão de empregos diretos. As exportações de café de Minas, nos primeiros sete meses deste ano, cresceram 21,3% em relação ao mesmo período do ano passado, de acordo com dados do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior. O valor das exportações foi de US$ 1,8 bilhão, o que representa quase a metade de todas as vendas do agronegócio mineiro.

Sonho antigo
A proposta de criação do Fundo Estadual do Café, apresentada pelo governador Antonio Anastasia, foi muito comemorada pelos cafeicultores. O membro do Conselho Nacional do Café (CNC) e presidente da Cooperativa dos Cafeicultores da Zona de Varginha (Minasul), Oswaldo Henrique Paiva Ribeiro, disse que esse era um sonho antigo dos produtores.

“É excelente. Já é uma ideia do setor há muito tempo para que tenhamos políticas consistentes e duradouras para a cafeicultura mineira, que é a maior do Brasil. Esse fundo pode ajudar tanto na parte de pesquisa, divulgação, até no sentido de se preservar a renda do produto, através de políticas, como preço de garantia, ou outros instrumentos modernos de comercialização, que permita realmente o produtor ter uma renda digna de acordo com a sua atividade”, disse o membro do Conselho Nacional do Café.

Negociação com o Governo Federal
Em Varginha, Antonio Anastasia também reafirmou o seu compromisso de cobrar do Governo Federal uma política nacional cafeeira adequada para o setor. Cabe ao Governo Federal garantir um preço mínimo para a saca do café acima dos custos de produção e oferecer contratos de opção de compra do produto pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), retirando o excesso de café do mercado.

“Vamos fazer um esforço imenso para que o Governo Federal se sensibilize e atue na sua responsabilidade, que é a questão do preço mínimo da saca, da regulagem do estoque e da dívida dos cafeicultores”, cobrou Antonio Anastasia.

O ex-governador Aécio Neves afirmou que os produtores café foram esquecidos pelo Governo Federal nos últimos anos e que, no Senado, trabalhará, juntamente com o governador Antonio Anastasia, por uma política permanente para a cafeicultura.

“Infelizmente neste governo, o café não vem tendo, por parte do Governo Federal, que é quem define essa política, a atenção que precisa ter. Espero, no Senado também, ao lado do governador Anastasia, agir com o apoio de outros estados produtores para que possamos ter uma política permanente, que dê tranqüilidade e, obviamente, lucratividade para a atividade da cafeicultura”, afirmou Aécio Neves.

Compromisso com o café
O ex-governador José Serra, candidato à Presidência, também se comprometeu, caso seja eleito, a criar uma política nacional de proteção à cafeicultura. Para ele, a presença da União no mercado do café é fundamental pelo alto número de empregos que o setor gera.

“A cafeicultura precisa de uma política de governo que a apoie para que ela  possa render frutos em matéria de empregos, de divisas e de atividade econômica. É preciso ter uma política de estoques regulatórios na agricultura, preço mínimo, seguro agrícola para dar força para o café e maior competição para ele e mais divisas para o Brasil, e mais empregos. Está faltando uma política agrícola boa para o café no Brasil. É uma política que vou fazer por que conheço esse assunto e sei que Minas é o principal estado do Brasil hoje”, disse José Serra.

Certificação e Centros de Excelência
O Governo de Minas, nos últimos oito anos, promoveu uma política inovadora de estimulo à produção de café. Criou o programa de certificação de propriedades cafeeiras, o Certifica Minas Café, para atestar a conformidade das propriedades cafeeiras às exigências dos padrões do comércio mundial. Foi o primeiro programa do gênero implantado no País por um governo estadual. Com a certificação, os pequenos produtores têm a oportunidade de conquistar novos mercados, inclusive no exterior.

O cadastro dos produtores no programa, a assistência técnica e as orientações para adequações das propriedades são feitos pela Emater-MG. Em 2009, 1.026 propriedades estavam certificadas. Até o ano 2011, serão 1.500 propriedades com o selo de certificação.

Entre 2005 e 2009, na gestão de Aécio Neves, o Governo de Minas também investiu cerca de R$ 3 milhões na implantação de três Centros de Excelência do Café para desenvolver pesquisas ligadas ao setor e capacitar trabalhadores rurais, engenheiros agrônomos e outros profissionais ligados à cadeia produtiva do café.

Os centros ainda capacitam profissionais que atuam na classificação de café. Os Centros de Excelência do Café estão instalados em Machado (Sul de Minas), Viçosa (Zona da Mata) e Patrocínio (Alto Paranaíba) e foram construídos em parceria com prefeituras, universidades e associações.

Campanha
Antonio Anastasia, Aécio Neves e José Serra foram recebidos por cerca de 200 pessoas no aeroporto de Varginha no início da tarde.  Em seguida participaram de uma carreata a partir da Praça Getúlio Vargas. Durante todo o trajeto, os candidatos  foram saudades por eleitores que tiravam fotos e acenavam para os candidatos.

Em seguida, Anastasia, Aécio e Serra deram início a uma caminhada no calçadão da rua Wenceslau Braz, no centro da cidade.  Eles cumprimentaram os eleitores e entraram em lojas e lanchonetes. Cerca de 500 pessoas acompanharam a caminhada dos candidatos que, em seguida, foram para Itajubá.

Aécio Neves assina em Ouro Preto parceria de recuperação e revitalização com o Governo Federal

Governador Aécio Neves e o presidente Lula durante evento em Ouro PretoO governador Aécio Neves participou, nesta quarta-feira (21), em Ouro Preto, na região Central do Estado, ao lado do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, do lançamento do Programa de Aceleração do Crescimento das Cidades Históricas, do qual o Governo de Minas é parceiro do governo federal para promover a recuperação e a revitalização do patrimônio histórico e artístico desses municípios.

Em Minas, além de Ouro Preto, serão beneficiadas Belo Horizonte, Diamantina e São João del-Rei. Na primeira fase do programa, neste ano, serão atendidos 32 municípios de todo o país, com investimentos de R$ 140 milhões.

Durante a solenidade, o governador Aécio Neves também assinou convênio entre o Governo de Minas, a Cemig, o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) e a Associação das Cidades Históricas de Minas Gerais para substituir a fiação aérea por fiação subterrânea em 30 cidades históricas mineiras.

“O que queremos em Minas é dar exemplo de mais uma parceria, uma parceria que demonstra a maturidade da vida pública brasileira, onde há o tempo das eleições e há o tempo do trabalho. Felizmente, o tempo do trabalho em conjunto é muito mais longo, é muito mais extenso que o tempo das eleições. Prefiro saudar as parcerias extremamente importantes que aqui têm sido construídas em absolutamente todas as áreas, muitas delas com a participação do governo federal e dos municípios.

E mais uma vez, nesse ato, o Iphan e a Cemig selam mais uma parceria para que, de forma exemplar, fazermos a iluminação subterrânea de toda Ouro Preto e na sequência, de outras cidades históricas de Minas Gerais”, disse Aécio Neves, em seu pronunciamento.

A Cemig já possui rede subterrânea instalada – algumas delas parcialmente – em 17 cidades, entre elas nas históricas Ouro Preto, Diamantina, São João del-Rei, Tiradentes, Mariana, Serro, Santa Bárbara, Sabará e Santa Luzia. Os outros municípios que contam com o benefício são Belo Horizonte, Juiz de Fora, Montes Claros, Uberlândia, Uberaba, Itajubá, Varginha e Nova Lima.

Em seu pronunciamento, o presidente Lula destacou que recuperar o patrimônio histórico do Brasil significa recuperar a própria história do país. Já o ministro da Cultura, Juca Ferreira, ressaltou que o desafio é integrar a preservação do patrimônio com o desenvolvimento das cidades, garantindo qualidade de vida para os moradores e atrativos para os turistas.

Estudantes

Antes da solenidade o governador, o presidente Lula e o ministro da Educação, Fernando Haddad, se reuniram com estudantes do Diretório Central da Universidade Federal de Ouro Preto (Ufop) para discutir os problemas de déficit de moradias estudantis, bancadas pelo governo federal, na cidade.

Durante seu discurso, o governador anunciou que o Governo de Minas, através da Companhia de Habitação do Estado de Minas Gerais (Cohab/MG), em parceria com o Ministério da Educação e a Prefeitura de Ouro Preto irão construir novas moradias para os estudantes.

“Há poucos minutos atrás, assumimos um compromisso com estudantes de Ouro Preto para que o Estado de Minas, ao lado do Ministério da Educação, possa avançar garantindo mais moradias e melhores condições para os estudantes, que são a melhor marca dessa cidade, a cara mais viva e latente da nossa Ouro Preto”, disse Aécio Neves.

Também estiveram presentes à solenidade, prefeitos de cidades históricas de todo o País e ministros de Estado.

Cidades que serão atendidas pela parceria da Cemig com o Iphan

Baependi
Barão de Cocais
Bom Jesus do Amparo
Caeté
Campanha
Cataguases
Catas Altas
Chapada do Norte
Conceição do Mato Dentro
Congonhas
Diamantina
Diogo de Vasconcelos
Estrela do Sul
Grão Mogol
Itabira
Itabirito
Itapecerica
Januária
Mariana
Minas Novas
Nova Era
Ouro Branco
Ouro Preto
Paracatu
Pitangui
Prados
Sabará
Santa Bárbara
Santa Luzia
São Gonçalo do Rio Abaixo
São Tomé das Letras
Serro
Tiradentes

Ouça a Rádio Minas em Pauta