• Agenda

    agosto 2019
    S T Q Q S S D
    « out    
     1234
    567891011
    12131415161718
    19202122232425
    262728293031  
  • Categorias

  • Mais Acessados

    • Nenhum
  • Arquivo

  • Minas em Pauta no Twitter

    Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.

  • Anúncios

Governador Anastasia convida seleção italiana a se instalar em Minas durante preparação para a Copa de 2014

Governador apresentou ao presidente da Federação Italiana de Futebol os investimentos que estão sendo feitos em Minas Gerais para a Copa do Mundo

Soraya Ursine/Imprensa MG
Governador Anastasia recebe do presidente da Federação, Giancarlo Abete, a camisa personalizada da seleção italiana
Governador Anastasia recebe do presidente da Federação, Giancarlo Abete, a camisa personalizada da seleção italiana

O governador Antonio Anastasia se encontrou, nesta terça-feira (6), em Roma, com o presidente da Federação Italiana de Futebol Giuoco Calcio (FIGC), Giancarlo Abete. O governador convidou a seleção italiana de futebol a se instalar em Minas Gerais durante a preparação para a Copa do Mundo de 2014.

“Estou aqui para oferecer Minas Gerais para, se for possível, dar todo suporte à seleção italiana de futebol. Sei dos critérios de escolha dos campos e dos locais onde as seleções vão se hospedar, mas já estamos nos preparando para receber seleções. O mais belo estádio do Brasil será o nosso, chamado Mineirão. Temos um estado muito rico, com muita diversidade e com uma imensa colônia italiana. Minas está abertíssima a receber permanentemente a selação italiana, como também os times italianos que queiram. Haverá as definiões das chaves, os sorteios, mas em um momento de escolha, Minas Gerais se coloca de portas abertas para receber a tão querida seleção italiana antes e durante a Copa de 2014”, enfatizou Anastasia.

O presidente Giancarlo afirmou que está acompanhando as transformações de Minas Gerais para a Copa e que se sente muito honrado em receber o primeiro convite de um estado brasileiro para abrigar a seleção italiana.

“Belo Horizonte é uma grande cidade, tem dois ótimos estádios e é uma honra estar recebendo aqui o primeiro convite de um estado brasileiro que se dispõe a nos dar todo suporte durante a Copa de 2014. Começaremos a fase de qualificação e preparação a partir de setembro de 2012. Não tenho dúvidas de que Belo Horizonte possui todas as características favoráveis para receber bem as seleções de futebol”, destacou o presidente da Giuoco Calcio. Durante o encontro, ele presenteou o governador com uma camisa personalizada da seleção italiana de futebol.

O secretário de Estado de Turismo, Agostinho Patrus, apresentou um book com os Centros de Treinamentos em Minas Gerais e os atrativos turísticos do Estado aos dirigentes da federação. Minas Gerais sediará seis jogos na Copa do Mundo.

“Ofertamos nosso Estado para sediar a seleção italiana, independente de jogar ou não em Belo Horizonte. Temos uma localização pivilegiada no Brasil, um aeroporto com ligação às principais outras sedes, temos um clima ideal e toda infraestrutura necessária. Já estamos recebendo investimentos de hotéis, as obras do nosso estádio já estão bem avançadas e ele estará pronto para a Copa das Confederações. Minas Gerais tem todas as condições necessárias para receber uma seleção importante como a da Itália”, disse o secretário.

O governador esteve na sede da Federação Italiana de Futebol acompanhado do presidente da Câmara Italiana de Comércio de Minas Gerais, Giacomo Regaldo; do secretário de Esportes e da Juventude, Bráulio Braz; do presidente da Fiemg, Olavo Machado; e de empresários da delegação mineira.

Ações do Governo para a Copa do Mundo 2014

Interiorização da Copa

Ações e objetivos: promover a escolha do maior número de cidade como CTS em Minas; organizar no interior do Estado, durante a Copa das Confederações e em 2014, eventos nos moldes das Fan Fests promovidas pela FIFA; elaborar guia especial para a Copa, reunindo os eventos já consolidados em Minas e que possam ser transferidos para o período da Copa; reforçar a mensagem de que Minas Gerais concentra 60% do Patrimônio Histórico do Brasil; as cidades históricas serão usadas como chamariz para turistas.

Experiências de outras Copas mostram que entre um jogo e outro, o turista tem interesse em conhecer o interior do estado. Por isso a importância de se estruturar bons pacotes turísticos e receptivos. Também serão desenvolvidas propostas para valorizar os produtos mineiros como os derivados do leite, o café e a cachaça. Segundo a Embratur, durante a Copa, Minas deve atrair 196,7 mil turistas estrangeiros  e 430,5 mil brasileiros.

Minas tem 19 municípios inscritos junto à Fifa para se qualificar como CTS: Araxá, Caxambu, Caeté, Divinópolis, Extrema, Formiga, Governador Valadares, Ipatinga, Juiz de Fora, Lagoa Santa, Montes Claros, Mathias Barbosa, Patos de Minas, Poços de Caldas, Sacramento, Sete Lagoas, Uberaba, Uberlândia e Varginha.A Fifa pré selecionou 14 campos em 7 cidades de Minas como possíveis Centro de Treinamento:Araxá, Extrema, Juiz de Fora, Matias Barbosa, Montes Claros e Uberlândia e Belo Horizonte.

Capacitação

Cerca de 5 mil pessoas devem ser capacitadas para a Copa até o final de 2012 (cursos de línguas, agentes de informação turística, guia de turismo, auxiliar de cozinha, camareira, garçom, recepcionista, gestão de negócio, planejamento de emergência hospitalar externa e princípios de medicina de catástrofe).

Empregos

14.496 empregos diretosgerados com obras da Copa em BH (Mineirão, Independência, BRT, Confins, hotéis). Mais de 61 empresas envolvidas: 67,21% (41) do total são de BH.

Hotelaria

O número de leitos em hotéis na região de BH crescerá até a Copa de 30.194 para 55.632. São 34 hotéis em construção, sendo um cinco estrelas, 13 quatro estrelas e 18 três estrelas. Destes, 15 possuem centros de convenção o que garante bom uso pós-copa.

Estádios

Independência

Construído para receber jogos da Copa do Mundo de 1950, o Estádio Independência , em Belo Horizonte, está sendo reformado para poder receber jogos do Campeonato Brasileiro, da Copa do Brasil e até da Libertadores durante o período de obras para a modernização do Mineirão.

O governo do Estado está investindo R$ 133 milhões, no projeto que eleva de 15 mil para 25 espectadores a capacidade da nova Arena, que terá de condições de receber outros espetáculos, além de partidas de futebol. Localizado na região central de Belo Horizonte, o estádio conta com estacionamento para 422 veículos, 32 bares e lanchonetes, 16 cabines de rádio e tv e 72 postos de trabalho para imprensa escrita, auditório para coletivas, camarotes para 2.225 pessoas.

Durante as Copas das Confederações e do Mundo, o Independência deverá ser usado como campo oficial de treinamento (COT), local onde as seleções treinam dois ou três dias antes do jogo oficial na cidade-sede.

Mineirão

O Estádio Mineirão será o primeiro a ter as obras para a Copa concluídas. O consórcio responsável tem, contratualmente, até 21 de dezembro de 2012 para entregá-lo. Os investimentos somam R$ 666,3 milhões, sendo R$ R$ 654 milhões via parceria público privada. O Mineirão tem sido bom exemplo de sustentabilidade com 90% dos resíduos da obra reaproveitados, árvores transformadas em artesanato.Atualmente, emprega 1.500 operários. Este mês, começa a montagem dos anéis de arquibancada inferior e chegam as treliças (estruturas em aço) da nova cobertura.

A capacidade será para 64 mil lugares, incluindo 80 camarotes e tribuna para cerca de mil jornalistas. Também está em construção uma esplanada, que poderá receber até 65 mil pessoas. A cobertura fará captação de energia solar, que, transformada em elétrica, poderá abastecer 1.200 residências de médio porte.

A Minas Arena – consórcio responsável pela construção e operação do estádio – contratou, em dezembro de 2011, a portuguesa Lusoarenas e a norteamericana Global Spectrum, duas empresas especializadas ementretenimento e lazer, com foco em estádios de futebol, arenas multiuso e centros de convenções, para auxiliar na gestão do Mineirão.

Aeroporto

As obras são de responsabilidade da Infraero, que vai investir R$ 236,65 milhões. O prazo de execução é de 28 meses. A expectativa de conclusão é para dezembro de 2013.

A área do Terminal 1 passará de 60,3 mil m² para 67,6 mil m². A pista de pouso e decolagem será ampliada em 600 metros.  O terminal receberá novas esteiras de bagagem, novos balcões de chek-in e sistema de ar condicionado, além de ampliação da área de embarque e desembarque, novas lojas, inclusive free shop.

O Plano Diretor do Aeroporto de Confins foi feito pela empresa Changi Airports International, de Cingapura, contratada pelo Governo de Minas. O Plano prevê três terminais de passageiros e três pistas de pouso e decolagem para atender a demanda estimada em 37 milhões de passageiros/ano, nos próximos 30 anos. Atualmente, a movimentação no Aeroporto chega a 8 milhões de passageiros/ano.

No dia 5 de outubro do ano passado, o Governo de Minas publicou edital de licitação internacional para a escolha da empresa que fará os projetos básico e executivo do Terminal 2. Na ocasião, foi confirmada também a publicação do edital para a concorrência que irá escolher o operador master do Aeroporto Indústria no sítio do AITN. A Infraero transferiu ao Estado R$ 10,6 milhões para a elaboração do projeto executivo do Terminal 2. A projeção é que o aeroporto receba cerca de 20 milhões  de passageiros, em 2020.

Fonte: Agência Minas

Anúncios

Antonio Anastasia vai aumentar estradas e ampliar rede de saúde do Vale do Aço

Antonio Anastasia reafirma compromisso em aumentar estradas pavimentadas na região e ampliar atendimento à saúde na região

Fonte: Coligação “Somos Minas Gerais”

VALE DO AÇO – Uma grande e animada caravana marcou a visita do governador Antonio Anastasia, candidato à reeleição, ao Vale do Aço, nesta quinta-feira (29/07). Acompanhado pelo candidato ao senado, o ex-governador Aécio Neves, Antonio Anastasia foi recebido por lideranças políticas, empresários e pela população de três importantes municípios da região, Timóteo, Coronel Fabriciano e Ipatinga, que demonstraram, com muito entusiasmo nas ruas, o apoio aos candidatos da coligação “Somos Minas Gerais”.

“O Vale do Aço é uma das locomotivas da nossa economia mineira e, portanto, é claro que temos que discutir aqui com os empresários, com os trabalhadores, ideias para o nosso programa de governo e como vamos dar continuidade ao trabalho que Aécio Neves fez ao longo dos últimos anos. Essa é a nossa prioridade”, afirmou Antonio Anastasia em entrevista em Timóteo.

Mais estradas
Em ato político realizado no centro comercial de Timóteo, o governador Antonio Anastasia destacou a importância dos programas de pavimentação de estradas que garantiram mais desenvolvimento para a região. O governador destacou que o maior programa de pavimentação de estradas, Caminhos de Minas, iniciado este ano, possibilitará asfaltar a rodovia MG-760, que liga a BR-381, em Timóteo, à BR-262, uma antiga reivindicação da região.
“A 760 já é uma realidade. É prioridade no programa Caminhos de Minas, já tem um aceno para o seu financiamento junto ao Banco Mundial. Ainda neste ano será uma obra em execução”, afirmou Antonio Anastasia.

Apoio das torcidas
Em Timóteo, Antonio Anastasia e Aécio Neves foram surpreendidos por uma festa preparada para recebê-los, no estádio José Oliveira Freitas. O presidente do time do Ipatinga, Itair Machado, anunciou seu apoio à reeleição de Antonio Anastasia, se unindo aos dirigentes e líderes de torcidas dos clubes Atlético, América e Cruzeiro, que no início desta semana manifestaram apoio à candidatura de Antonio Anastasia. Acompanhado do mascote do Ipatinga, o Tigrão, o presidente do principal time do Vale do Aço destacou a importância do apoio ao governador.

“Antonio Anastasia é o mais indicado pela competência dele. A continuidade significa desenvolvimento e seriedade. Houve evolução também no futebol e para os outros esportes. Por isso, no Vale do Aço estamos trabalhando pela eleição de Antonio Anastasia”, afirmou o presidente.

Mais saúde
Em Coronel Fabriciano, Antonio Anastasia e Aécio Neves fizeram corpo a corpo com os eleitores no centro da cidade. A chegada dos candidatos atraiu centenas de pessoas nas ruas. Os candidatos tomaram café na Estação do Pastel e foram saudados por comerciantes e pedestres. Antonio Anastasia garantiu que o Governo do Estado dará prioridade aos investimentos para manter em funcionamento o Hospital Siderúrgica. O Estado já repassou R$ 3,4 milhões para melhorar a qualidade do atendimento, para custeio e compra de equipamentos. No ano passado, o hospital recebeu ainda R$ 1,3 milhão do Governo de Minas para a construção e equipamento da UTI. Para desafogar o atendimento do Hospital Siderurgica, criará uma nova UPA para atendimento de Urgência e Emergência no município, já aprovada pelo Ministério da Saúde.

“O governo vem atuando firme aqui, especialmente na reabertura do Hospital Siderúrgica, muito importante, uma parceria forte do governo do Estado, um papel muito atuante do nosso deputado Alexandre, das forças políticas daqui e eu queria reafirmar os compromissos do governo de Minas com Fabriciano, especialmente com a saúde pública, agora que o hospital está reaberto e nós estamos investindo muito para mantê-lo assim”.

Garantia de credibilidade
Em Ipatinga, a caravana foi seguida por uma longa fila de carros até a praça 1º de Maio, onde os candidatos desembarcaram e caminharam pela rua Juiz de Fora. Na altura da rua 28 de abril, uma grande multidão aguardava os candidatos para um ato político.

O governador Antonio Anastasia lembrou que assumiu o Governo de Minas, em 31 de março, com a responsabilidade de continuar o reconhecido trabalho de Aécio Neves, que promoveu importantes investimentos no Estado com a melhoria da qualidade de vida da população mineira. “Com as mãos limpas, venho aqui oferecer o meu trabalho para continuarmos este grandioso projeto. Vamos nos multiplicar e bater de porta em porta pedindo o apoio dos mineiros”, afirmou Anastasia.

O ex-governador Aécio Neves afirmou que Antonio Anastasia garantirá a credibilidade conquistada pelo Governo de Minas junto aos organismos de fomento internacional, como o Banco Mundial e o Banco Interamericano de Desenvolvimento, fundamentais parceiros na implantação de programas sociais que têm beneficiado todas as regiões do Estado.

“Não temos o direito de deixar esse projeto ser interrompido. Quem tem credibilidade e autoridade moral para conduzir esse projeto é Anastasia. O mais importante é que Minas avance”, afirmou Aécio Neves.
O prefeito de Ipatinga, Robson Gomes (PPS), garantiu o apoio à reeleição de Antonio Anastasia, e ao lado dos candidatos, ressaltou os importantes investimentos realizados pelo Governo de Minas no Vale do Aço nos últimos oito anos. Segundo o prefeito, Antonio Anastasia representa a continuidade dos avanços já obtidos em Minas. “Antonio Anastasia representa a continuidade do trabalho iniciado pelo governador Aécio Neves”, disse o prefeito.