• Agenda

    agosto 2019
    S T Q Q S S D
    « out    
     1234
    567891011
    12131415161718
    19202122232425
    262728293031  
  • Categorias

  • Mais Acessados

    • Nenhum
  • Arquivo

  • Minas em Pauta no Twitter

    Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.

  • Anúncios

Gestão Anastasia: governo de Minas firma convênios para impulsionar mercado de trabalho

Secretário Carlos Pimenta renova parcerias para funcionamento do Sine na capital e interior

Divulgação/Sete
Secretário Carlos Pimenta e prefeito de Pará de Minas, Zezé Porfírio, assinam termo de cooperação
Secretário Carlos Pimenta e prefeito de Pará de Minas, Zezé Porfírio, assinam termo de cooperação

O secretário de Estado de Trabalho e Emprego, Carlos Pimenta, recebeu nesta quarta-feira (11) os prefeitos de Ibirité, Matozinhos, Pará de Minas, Pompeu e Sabará para renovação dos Convênios de Cooperação Técnica com estes municípios. O termo prevê a manutenção e o funcionamento das unidades do Sistema Nacional de Emprego (Sine) para o período de 2012 a 2013. Na oportunidade, o prefeito de Piumhi também assinou convênio com a Secretaria de Estado de Trabalho e Emprego (Sete) para instalação de uma unidade na cidade.

Para o secretário Carlos Pimenta, as parcerias entre o Governo de Minas e as prefeituras são de suma importância para o funcionamento das 133 unidades do Sine no Estado. “Além dos espaços físicos das unidades, 95% dos nossos funcionários são cedidos pelas prefeituras. A colaboração e apoio dos municípios é que nos ajudam a alcançar grandes resultados na geração de emprego e renda no Estado e inserir tantos mineiros no mercado de trabalho”, afirma.

Nesta quinta-feira (12) outros convênios serão renovados para duas unidades do Sine na capital: com a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) e também com a Câmara Municipal de Belo Horizonte. Ainda em 2012, a Sete vai firmar parcerias com outras 13 prefeituras mineiras para instalação de unidades de atendimento ao trabalhador do Sine.

Desenvolvimento regional

Na terça-feira (10), o secretário Carlos Pimenta cumpriu agenda oficial em Espinosa, município localizado no extremo Norte de Minas. Durante a visita, o secretário falou com lideranças regionais, como o prefeito de Espinosa, João Miranda, das cidades de Capitão Éneas, Reinaldo Teixeira, e de Lontra, Ildeu Reis, sobre a importância da qualificação profissional para o desenvolvimento regional.

“Emprego, salário e dignidade são itens de grande importância para o cidadão e nós, da Sete, juntamente a outras pastas do Governo de Minas, temos o compromisso de propiciar isso ao trabalhador mineiro. Mas, para essa conquista é imprescindível que haja qualificação profissional, e é por isso que estamos aqui, pois apostamos no crescimento, desenvolvimento e na geração de oportunidades e empregos no Norte de Minas”, afirmou o secretário Carlos Pimenta.

Para o prefeito de Espinosa, João Miranda, a visita de representantes da Sete é muito importante para o município. “É a primeira vez que um secretário de Estado vem até a prefeitura escutar os anseios da nossa cidade. É muito importante estarmos todos aqui reunidos para discutirmos o desenvolvimento da região por meio da geração de emprego e qualificação”, comemorou o prefeito.

Segundo Carlos Pimenta, diversas ações serão realizadas para estimular o desenvolvimento local. “O mercado de trabalho é dinâmico e para que os trabalhadores não saiam dos seus locais de origem para a busca de uma oportunidade, é necessário qualificá-los para que atendam as demandas dos empregadores. Vamos atender o município de Espinosa com o Projovem Trabalhador, que irá beneficiar 240 jovens com oito cursos. Outra iniciativa de destaque é a implantação do Núcleo de Inclusão Produtiva, que vai abranger também os municípios de Monte Azul e Mato Verde, elaborando planos de sustentabilidade e orientando quanto à implantação e à gestão de empreendimentos individuais, familiares e coletivos dos cidadãos”, garante o secretário.

Na oportunidade, a comitiva visitou duas das 73 fábricas de confecção do município, onde tiveram a oportunidade de conhecer o setor que mais gera empregos e auxilia no desenvolvimento econômico de Espinosa, fornecendo vestuário a 22 estados brasileiros. Participaram da reunião, além do secretário Carlos Pimenta e dos prefeitos, os secretários municipais de Espinosa; o diretor regional da Sete no Norte de Minas, Eliomar Reis; o coordenador do Sine de Espinosa, Gilberto Brases, e representantes comerciais de diversos setores.

Espinosa

Durante o ano de 2011, 868 trabalhadores foram admitidos em Espinosa. Desse total, 286 foram admitidos pela unidade do Sine. Já em janeiro e fevereiro de 2012, o município colocou 111 cidadãos no mercado de trabalho. Para 2012, já estão previstos dois cursos de qualificação profissional, de Pedreiro e de Eletricista, por meio do Usina do Trabalho/Travessia.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/governo-de-minas-firma-convenios-para-impulsionar-mercado-de-trabalho/

Anúncios

Governo de Minas: Estado assina convênio para instalação de unidade do Sine em Divinópolis

Criação de novos postos de trabalho está entre as prioridades do Governo de Minas

Divulgação/Sete
Secretário Carlos Pimenta assina convênio com o prefeito de Divinópolis, Vladimir de Faria Azevedo
Secretário Carlos Pimenta assina convênio com o prefeito de Divinópolis, Vladimir de Faria Azevedo

O secretário de Estado de Trabalho e Emprego, Carlos Pimenta, se reuniu com o prefeito de Divinópolis, Vladimir de Faria Azevedo, para a assinatura de um convênio para instalação de uma nova unidade do Sistema Nacional de Emprego (Sine) na cidade. No encontro, foi acordado que o município receberá, também, uma Diretoria Regional da secretaria.

A abertura da unidade do Sine e a instalação de uma Diretoria Regional da Secretaria de Estado de Trabalho e Emprego (Sete), em Divinópolis, trarão importantes benefícios para os trabalhadores da região Centro-Oeste de Minas, a exemplo do que já ocorre, hoje, em outras regiões do Estado.

Durante solenidade de assinatura, o secretário Carlos Pimenta parabenizou o prefeito pelo trabalho realizado no município e lembrou que a unidade do Sine, instalada na Unidade de Atendimento Integrado (UAI) de Divinópolis, inseriu no mercado de trabalho cerca de 2.300 trabalhadores, apenas em 2011.

“A orientação do governador Antonio Anastasia é de que nós temos que fazer o possível para levar desenvolvimento e empregabilidade aos municípios e, em Divinópolis não vai ser diferente. Esse convênio para instalarmos uma nova unidade do Sine e a Diretoria Regional da Sete em Divinópolis vai abrir várias portas, como, por exemplo, no âmbito da qualificação profissional”, garante o secretário.

Participaram da assinatura, além do secretário Carlos Pimenta e do prefeito Vladmir Azevedo, o superintendente de Regionalização da Sete, Agostinho Magalhães; a superintendente de Política de Geração de Emprego, Lígia Lara; e o assessor Jurídico chefe, Rodolfo Compart.

Foco no emprego

As unidades de atendimento ao trabalhador do Sine prestam serviços totalmente gratuitos de intermediação de mão-de-obra (cadastro de empresas para oferta de vagas e cadastro e encaminhamento de trabalhadores para oportunidades de trabalho); habilitação e postagem do seguro-desemprego; cadastro e encaminhamento do trabalhador para programas de qualificação profissional e curso de competências básicas para o trabalho; além de emissão de Carteiras de Trabalho e Previdência Social.

Já as diretorias regionais da Sete têm por finalidade representar a secretaria em sua área de abrangência, prestar apoio técnico, acompanhar e supervisionar a execução das ações relativas às funções de trabalho, emprego e renda desenvolvidas pela secretaria, pelo Poder Executivo municipal e demais parceiros. Além da diretoria regional em Divinópolis, a Sete vai contar com outras nove diretorias regionais em Belo Horizonte, Ibirité, Ipatinga, Juiz de Fora, Lavras, Montes Claros, Salinas, Teófilo Otoni e Uberlândia.

Fonte: Agência Minas

Governo de Minas: Ipem/MG inicia verificação dos taxímetros dos veículos com placa final 1 e 2

O atendimento para esses veículos com placa final 1 e 2 vai até o dia 16 de março

Começa na próxima segunda-feira (12) a aferição dos taxímetros instalados nos veículos com placas de final 1 e 2, licenciados em Belo Horizonte e outros dezesseis municípios da Região Metropolitana: Ibirité, Ribeirão das Neves, Sarzedo, Contagem, Betim, Santa Luzia, Vespasiano, Caeté, Nova Lima, Juatuba, Sabará, Taquaraçu de Minas, Lagoa Santa, Confins, Raposos e Jaboticatubas. O trabalho será realizado pelos agentes fiscais da regional Belo Horizonte do Instituto de Metrologia e Qualidade do Estado de Minas Gerais (Ipem/MG). Para esses veículos – com placa final 1 e 2 – o atendimento vai até o dia 16 de março.

Nessa semana, foi realizado o atendimento prioritário para condutores acima dos 60 anos – conforme a Lei Federal 10.048/2000. O diretor-geral do instituto, Ivan Alves Soares, lembra que a fiscalização é anual e obrigatória e tem como objetivo verificar as condições gerais dos veículos, além de efetuar a mudança de tarifa nos taxímetros.

A partir do dia 12, o taxista ou permissionário deve comparecer à regional BH (rua Jacuí, 3921 – bairro Ipiranga), de 8h30 às 17h (sem intervalo para almoço), para realização do serviço. O cronograma de verificação é o seguinte: entre os dias 5 e 9 de março foi realizado atendimento exclusivo para os permissionários acima de 60 anos de idade. Na semana de 12 a 16 de março, serão atendidos os veículos com placa final 1 e 2. Entre os dias 19 e 23 de março, veículos de placa final 3 e 4. Semana de 26 a 30 de março, veículos com placa final 5 e 6. Entre os dias 2 a 5 de abril, placa final 7 e 8 e entre os dias 9 e 13 de abril, veículos com placa final 9 e 0.

O gerente da regional BH, Anderson Rogério da Rocha, lembra que todos os permissionários detentores de placas nesses municípios devem comparecer, dentro do cronograma previsto. É exigida a seguinte documentação para a verificação: último certificado de verificação do taxímetro; documento de identidade e documento do veículo (CRLV).

O gerente informou ainda que o procedimento é bastante simples e obedece à seguinte ordem: após comparecer à regional, onde é realizada uma vistoria do veículo, o taxista recebe a GRU anual e obrigatória (no valor de R$ 37,50) e a GVT (Guia de Verificação Taximétrica). Em seguida, deve comparecer a uma das oficinas credenciadas pelo Ipem – próximas à rua Jacuí – para realizar a mudança de tarifa no taxímetro.

Última etapa

A última etapa consiste no teste de pista, realizado na avenida Bernardo Guimarães, bairro Santa Cruz, próximo à regional. No teste de pista, onde são realizados os ensaios metrológicos, é verificado se o valor cobrado pelo taxímetro corresponde exatamente à distância percorrida. Após o teste na via, caso seja aprovado, o taxista ou permissionário retorna à regional e recebe o certificado de verificação 2012.

O não comparecimento sujeita o proprietário do veículo às penalidades dos artigos 8º e 9º da Lei 9933/99 e, no que couber, à Lei 5966/73, com as recomendações do item 37 da resolução 11/88 Conmetro. Podem ser aplicadas advertência ou multa. A taxa de verificação é de R$ 37,50 e o taxista que não puder comparecer deve apresentar justificativa protocolada junto à regional do IPEM em Belo Horizonte, anexando prova do impedimento alegado.

Serviço:

Verificação dos taxímetros dos veículos de Belo Horizonte e 16 municípios da Região Metropolitana

Valor: R$ 37,50 (GRU – Guia de Recolhimento da União)

Local: Regional Belo Horizonte – rua Jacuí, 3921 – Bairro Ipiranga – tel: (31) 3429-2511

Fonte: Agência Minas

TÁXIS CONVENCIONAIS

Período

Placas de final

12 a16/03

1 e 2

19 a23/03

3 e 4

26 a30/03

5 e 6

02 a05/04

7 e 8

09 a13/04

9 e 0

Gestão Anastasia: Estado deposita valor da bolsa para mais de 5 mil alunos do Poupança Jovem

Recursos totalizam R$ 8 milhões nesta primeira etapa

Cristiane Soares
Jovens participantes do Poupança Jovem serão beneficiados com o pagamento da bolsa
Jovens participantes do Poupança Jovem serão beneficiados com o pagamento da bolsa

A Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Sedese) deu início ao pagamento do primeiro lote das bolsas para os estudantes do Poupança Jovem. Ao todo, 5.494 jovens terão direito ao benefício, que totaliza R$ 8 milhões nesta primeira etapa.

Dos estudantes contemplados, 1.203 são de Montes Claros, 1.054 de Ribeirão das Neves, 871 de Ibirité, 683 de Juiz de Fora, 654 de Sabará, 605 de Governador Valadares, 353 de Teófilo Otoni e 71, de Esmeraldas.

Conforme as normas do Poupança Jovem, os demais pagamentos serão depositados à medida que os resultados de aprovação dos estudantes forem liberados.

Criado em 2007 e coordenado pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Sedese), o Poupança Jovem é destinado a estudantes do ensino médio público estadual que residem em municípios com alto índice de evasão escolar e vulnerabilidade social. Ao final dos três anos, o jovem aprovado e concluinte das atividades do Poupança Jovem têm direito ao saque da bolsa no valor de R$ 3 mil. O programa atende mais de 70 mil alunos em nove municípios: Ribeirão das Neves, Esmeraldas, Ibirité, Governador Valadares, Sabará, Montes Claros, Teófilo Otoni, Juiz de Fora e Pouso Alegre.

Fonte: Agência Minas

Ação solidária: Governo Anastasia consegue que Bolsa Família seja pago antecipadamente às famílias atingidas pelas chuvas

 O Governo de Minas conseguiu que o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) antecipe o pagamento do benefício do Bolsa Família para pessoas que participam do programa e moram nas 52 cidades que decretaram estado de emergência até quarta-feira (4). O pagamento será referente aos meses de janeiro e fevereiro.

Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Sedese), que pediu a autorização em nome do Governo de Minas, trabalha agora para estender a antecipação para os moradores dos 19 municípios que tiveram situação de emergência decretada nas últimas horas. A liberação deve ocorrer nos próximos dias.

Com a antecipação, o pagamento de janeiro e fevereiro que são feitos de forma escalonada, de 25 a 31 de cada mês, será efetuado de uma só vez para todos beneficiários. Em janeiro, o pagamento será no dia 18, e em fevereiro no dia 14. Só nos 52 municípios, mais de 150 mil famílias recebem o benefício, que varia entre R$ 36 (mínimo) e R$ 306 (máximo).

Os moradores que perderam os documentos pessoais e o cartão do Bolsa Família terão que apresentar a “Declaração Especial de Pagamento”, expedida pelas prefeituras, por meio de uma guia individual. A declaração é mensal e servirá para o pagamento do benefício do respectivo mês. Assim, deverá ser emitida vias distintas para o pagamento de janeiro e fevereiro de 2012.

No caso de beneficiário analfabeto, a prefeitura deverá colher impressão digital do cidadão, no lugar da assinatura prevista na declaração. A equipe de assistentes sociais da Sedese  e das 19 regionais também estão fazendo contato com os municípios, para informar sobre a antecipação. Esses funcionários também embarcam para os municípios que foram mais afetados pelas chuvas, onde vão prestar atendimento às vítimas e auxiliar na organização dos abrigos e demais ações.

Municípios já beneficiados

Até o momento, os salários do programa Bolsa Família serão liberados para os cadastrados nos municípios de Mathias Lobato, Espera Feliz, São Sebastião da Vargem Alegre, Vieiras, Dom Joaquim, Leopoldina, Itamarandiba, Jequitinhonha, Faria Lemos, São Domingos do Prata, Alpercata, Abre Campo, Ponte Nova, Formiga , Buritizeiro, Mariana, Florestal, Barra Longa, Acaiaca , Belo Horizonte, Itumirim, Jacinto, Paulistas, Joanésia, Santa Rita de Jacutinga, Pará de Minas, Braúnas, Setubinha,  São João do Oriente, Raposos, Vespasiano, Conceição do Pará, Alagoa, Claro dos Poções, Timóteo, São João da Mata, João Monlevade, Lima Duarte, João Pinheiro, Juatuba, Passabem, São Sebastião do Rio Preto, Poço Fundo, Brasília de Minas, Ibirité, São João Evangelista, Itabirito, Brumadinho, Cipotânea, Raul soares, Congonhas e Guiricema.

O Governo de Minas busca a liberação para os moradores das cidades de Ouro Preto, Ubá, Santo Antônio do Rio Abaixo, Jeceaba, São Pedro dos Ferros, Tarumim, Tumiritinga, Lamim, Itanhomi, Dona Euzébia, Viçosa, Senador Firmino, Conselheiro Lafaiete, Patrocínio do Muriaé, Visconde do Rio Branco, Guaraciaba, Moeda, Senador Modestino Gonçalves e Guidoval.

Governo de Minas consegue que Bolsa Família seja pago antecipadamente a atingidos pelas chuvas

BELO HORIZONTE (05/01/12) – O Governo de Minas conseguiu que o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) antecipe o pagamento do benefício do Bolsa Família para pessoas que participam do programa e moram nas 52 cidades que decretaram estado de emergência até quarta-feira (4). O pagamento será referente aos meses de janeiro e fevereiro.

A Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Sedese), que pediu a autorização em nome do Governo de Minas, trabalha agora para estender a antecipação para os moradores dos 19 municípios que tiveram situação de emergência decretada nas últimas horas. A liberação deve ocorrer nos próximos dias.

Com a antecipação, o pagamento de janeiro e fevereiro que são feitos de forma escalonada, de 25 a 31 de cada mês, será efetuado de uma só vez para todos beneficiários. Em janeiro, o pagamento será no dia 18, e em fevereiro no dia 14. Só nos 52 municípios, mais de 150 mil famílias recebem o benefício, que varia entre R$ 36 (mínimo) e R$ 306 (máximo).

Os moradores que perderam os documentos pessoais e o cartão do Bolsa Família terão que apresentar a “Declaração Especial de Pagamento”, expedida pelas prefeituras, por meio de uma guia individual. A declaração é mensal e servirá para o pagamento do benefício do respectivo mês. Assim, deverá ser emitida vias distintas para o pagamento de janeiro e fevereiro de 2012.

No caso de beneficiário analfabeto, a prefeitura deverá colher impressão digital do cidadão, no lugar da assinatura prevista na declaração. A equipe de assistentes sociais da Sedese  e das 19 regionais também estão fazendo contato com os municípios, para informar sobre a antecipação. Esses funcionários também embarcam para os municípios que foram mais afetados pelas chuvas, onde vão prestar atendimento às vítimas e auxiliar na organização dos abrigos e demais ações.

Municípios já beneficiados

Até o momento, os salários do programa Bolsa Família serão liberados para os cadastrados nos municípios de Mathias Lobato, Espera Feliz, São Sebastião da Vargem Alegre, Vieiras, Dom Joaquim, Leopoldina, Itamarandiba, Jequitinhonha, Faria Lemos, São Domingos do Prata, Alpercata, Abre Campo, Ponte Nova, Formiga , Buritizeiro, Mariana, Florestal, Barra Longa, Acaiaca , Belo Horizonte, Itumirim, Jacinto, Paulistas, Joanésia, Santa Rita de Jacutinga, Pará de Minas, Braúnas, Setubinha,  São João do Oriente, Raposos, Vespasiano, Conceição do Pará, Alagoa, Claro dos Poções, Timóteo, São João da Mata, João Monlevade, Lima Duarte, João Pinheiro, Juatuba, Passabem, São Sebastião do Rio Preto, Poço Fundo, Brasília de Minas, Ibirité, São João Evangelista, Itabirito, Brumadinho, Cipotânea, Raul soares, Congonhas e Guiricema.

O Governo de Minas busca a liberação para os moradores das cidades de Ouro Preto, Ubá, Santo Antônio do Rio Abaixo, Jeceaba, São Pedro dos Ferros, Tarumim, Tumiritinga, Lamim, Itanhomi, Dona Euzébia, Viçosa, Senador Firmino, Conselheiro Lafaiete, Patrocínio do Muriaé, Visconde do Rio Branco, Guaraciaba, Moeda, Senador Modestino Gonçalves e Guidoval.

Trabalhadores da RMBH vão ganhar mais três postos do Sistema Nacional de Emprego

Os serviços prestados pelo Sistema Nacional de Emprego (Sine) vão ficar mais próximos dos moradores de Betim, Ibirité e Santa Luzia, a partir desta segunda-feira (21). O atendimento na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH) será reforçado com a inauguração dos postos do Sine em cada um desses municípios.

A primeira inauguração será em Betim nesta segunda-feira (21), às 9h. A unidade vai funcionar na rua Araçá, 31, no bairro Jardim Teresópolis. A iniciativa é uma parceria do Governo de Minas, por meio da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Sedese), da Prefeitura de Betim e do Programa Árvore da Vida, por meio da Rede de Desenvolvimento Social do Teresópolis. A secretária de Estado de Desenvolvimento Social, Ana Lúcia Gazzola, o subsecretário de Trabalho, Emprego e Renda, Fernando Sette, e demais parceiros vão participar do evento.

Em Ibirité, a inauguração da unidade de atendimento ao trabalhador do Sine vai ser realizada na próxima terça-feira (22), às 10h. O novo posto vai funcionar na rua Artur Campos, nº 906, no bairro Alvorada.

Já em Santa Luzia a inauguração será na quarta-feira (23), às 16h, na rua Geraldo Teixeira da Costa, nº 2169, no bairro São Benedito, onde vai funcionar a unidade. Com os três novos postos, a RMBH passa a ter 23 unidades de atendimento ao trabalhador do Sine.

As novas unidades vão ter capacidade para o atendimento de cerca de 60 pessoas por dia, oferecendo serviços como intermediação de mão de obra, agendamento do seguro desemprego, encaminhamento para cursos de qualificação profissional, entre outros. Os trabalhadores também podem ter acesso às vagas disponíveis nos postos do Sine por meio do portal www.sine.mg.gov.br.

Além da RMBH, a região Norte de Minas será beneficiada com duas novas unidades do Sine, nos municípios de Bocaiúva e Espinosa. Estes postos serão inaugurados até o final de junho. Com a inauguração das cinco novas unidades, Minas Gerais passa a contar com 115 postos do Sistema Nacional de Emprego.

Sine

Os postos do Sine, coordenados pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Sedese), prestam serviços gratuitos com o objetivo de melhorar as condições de acesso, permanência ou retorno das pessoas ao mercado de trabalho.

Além de intermediar mão de obra, o Sine encaminha os profissionais cadastrados para cursos de qualificação profissional, atende o trabalhador solicitante do seguro-desemprego e disponibiliza informações sobre mercado, por meio de palestras e cursos de competências básicas para o trabalho. Até maio deste ano, os postos do Sine em todo o Estado colocaram 40.948 trabalhadores no mercado de trabalho.