• Agenda

    agosto 2019
    S T Q Q S S D
    « out    
     1234
    567891011
    12131415161718
    19202122232425
    262728293031  
  • Categorias

  • Mais Acessados

    • Nenhum
  • Arquivo

  • Minas em Pauta no Twitter

    Erro: Assegure-se de que a conta Twitter é pública.

  • Anúncios

Lava-Jato: órgão regulador o mercado de capitais americano notifica Petrobras

Executivos presos na Lava-Jato podem ser também processados nos EUA, já que a empresa tem ações negociadas na Bolsa de Nova York.

Maior escândalo de corrupção do Brasil

Fonte: O Globo 

Petrobras é notificada por órgão regulador americano

CVM e Securities and Exchange Commission trocam informações sobre a estatal

A Petrobras informou nesta segunda-feira ter recebido no dia 21 uma notificação da Securities and Exchange Commission (SEC), órgão regulador do mercado de capitais americano, requerendo documentos sobre a operação Lava-Jato. De acordo com a estatal, eles serão enviados após o trabalho com o escritório nacional Trench, Rossi e Watanabe Advogados e com o americano Gibson, Dunn & Crutcher, já contratados para fazer investigação interna independente.

O presidente da Comissão de Valores Mobiliários (CVM), Leonardo Pereira, disse que o órgão já está trocando informações com a SEC, sobre as investigações de corrupção e desvio de recursos na Petrobras. Segundo ele, existe uma “via de duas mãos” entre as duas instituições, mas ele não detalhou quais informações já enviou ou recebeu da SEC. Pereira disse que a CVM está pedindo informações constantemente à Petrobras sobre as investigações. Logo após as denúncias do ex-diretor de Abastecimento da estatal Paulo Roberto Costa e do doleiro Alberto Youssef, em outubro, o órgão regulador do mercado de capitais brasileiro abriu processo contra a estatal para também investigar os desvios de recursos na empresa.

— A colaboração com a SEC é contínua. Isso existe entre nós e todos os outros órgãos reguladores e acontece naturalmente. As informações sobre as investigações na Petrobras estão sendo repassadas à SEC, assim como eles também nos repassam informações. É uma via de duas mãos. Estamos pedindo informações constantemente à Petrobras sobre o caso — disse.

Os executivos da Petrobras presos na operação Lava-Jato podem ser também processados pela lei anticorrupção dos EUA, já que a empresa tem ações negociadas na Bolsa de Nova York. Em conferência na semana passada, a procuradora-geral assistente do Departamento de Justiça dos EUA (DoJ), Leslie Caldwell, responsável pelos casos de corrupçãofora do país, afirmou que existe a intenção de prender mais pessoas corruptas, em vez de punir companhias e seus acionistas, apelando para países parceiros colaborarem na busca dos protagonistas dos crimes. A Petrobras vem sendo acompanhada pelas autoridades dos EUA, que mantêm contato com o escritório Gibson, Dunn & Crutcher LLP, contratado pela própria estatal brasileira.

Pereira não quis comentar se a Petrobras pode sofrer algum tipo de sanção da CVM, caso publique seu balanço do terceiro trimestre sem a chancela de uma auditoria independente. A estatal promete divulgar no próximo dia 12 de dezembro um balanço não auditado, mas com algumas ressalvas.

— Cada caso é um caso. Todo balanço que vem com ressalvas a CVM vai lá e faz um supervisão diferenciada. Isso faz parte das atividades normais de supervisão da CVM. O balanço pode sair com ressalva, mas quando isso acontece tem que se entender o que está sendo feito para resolver o problema. A CVM tem que entender cada caso específico — afirmou Pereira.

Especialistas ouvidos pelo GLOBO disseram que um balanço sem a rubrica de uma auditoria independente é “uma peça de ficção” para o mercado financeiro, gerando desconfiança sobre os números da empresa. Para esses especialistas, o melhor seria a Petrobras reconhecer prejuízos causados por desvio de recursos e corrigir o valor de seus ativos em balanços futuros.

Perguntado sobre como avaliava a criação de uma diretoria de compliance pela Petrobras, Pereira não quis comentar sobre o caso específico da estatal.

— Especificamente eu não posso comentar o que cada empresa faz, mas desde que eu entrei na CVM, em 2012, eu tenho falado sobre isso. Essa é uma das prioridades. É preciso ter demonstrações financeiras de qualidade, informações de qualidade, que são a base do mercado de capitais. É muito importante que os controles internos das empresas cada vez estejam mais fortes — disse o presidente da CVM.

Pereira participou em São Paulo do encerramento do XI Seminário Internacional de Normas Contábeis. Durante sua palestra, o presidente da CVM disse que não existe mercado de capitais sem a transparência das empresas, dando confiança aos investidores.

— Os investidores só são capazes de tomar uma decisão se tiverem informações das empresas de como elas serão capazes de sustentar seu negócio. Os investidores precisam se sentir seguros — afirmou Pereira.

Ele também defendeu, em sua palestra, as empresas de auditoria independente, que devem ter “eficácia e qualidade”.

Nesta segunda, a Justiça do Trabalho do Rio Grande do Sul bloqueou valores e sequestrou bens da Petrobras e da empreiteira Iesa para garantir o pagamento de funcionários que serão demitidos da empreiteira. O bloqueio será limitado a R$ 30 milhões.

Anúncios

Gestão Anastasia: Minas Gerais é o estado com mais alunos selecionados para os EUA

Dos 536 brasileiros que irão estudar nas instituições norte-americanas dentro do programa Ciência sem Fronteiras, 97 são de Minas. São Paulo é o segundo com 95.

Veja matéria completa em O Tempo Online

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/minas-gerais-e-o-estado-com-mais-alunos-selecionados-para-os-eua/

Governo de Minas: torcedores que assistiram aos jogos em 1950 voltam ao Independência

Os torcedores conhecerão as obras de modernização do estádio

Torcedores que assistiram aos jogos do Mundial de 1950 em Belo Horizonte ou que foram coadjuvantes como vizinhos do entorno são os convidados da Secretaria de Estado Extraordinária da Copa (Secopa), nesta quarta-feira (14) para visita às obras de modernização do estádio. “Essas pessoas, sejam elas torcedores ou moradores, têm registrado na memória uma parte da crônica esportiva do Independência e do país. Temos o maior prazer de apresentar a essas testemunhas como será o novo estádio. Um novo capítulo do Independência, carregado de história, já começou”, diz o secretário Sergio Barroso.

Entre os presentes estarão desde o gandula que atuou na partida entre EUA x Inglaterra, considerada uma das maiores zebras do futebol, até jovens torcedores comuns. Todos os envolvidos guardam na memória aquele junho de 1950. Uma das convidadas não assistiu aos jogos, mas contribuiu para que os jogos fossem transmitidos pela rádio, uma vez que ofereceu eletricidade de sua casa à uma emissora.

Status da obra

Atualmente, há mil operários na obra para que o estádio seja entregue na segunda quinzena de março. Estão em fase final, com 90% de execução, os serviços de construção das cabines de imprensa, do vestiário e de instalação dos vidros de proteção que cercam o gramado e da lona tensionada da fachada. Os dois elevadores já foram montados, os refletores serão testados na próxima semana e o piso intertravado do estacionamento já pode ser visto.

O novo estádio terá capacidade ampliada de 10 mil para 25 mil assentos, com 422 vagas para automóveis, 32 bares e lanchonetes, 16 cabines de rádio e TV e 72 postos de trabalho para imprensa escrita, com auditório para coletivas e camarotes para cerca de 2.200 pessoas.

Serviço:

Local: Estádio Independência (acesso pela rua Pitangui)

Data: quarta-feira, dia 14 de março

Horário: 10h

Fonte: Agência Minas