• Agenda

    abril 2020
    S T Q Q S S D
     12345
    6789101112
    13141516171819
    20212223242526
    27282930  
  • Categorias

  • Mais Acessados

    • Nenhum
  • Arquivo

  • Minas em Pauta no Twitter

    Erro: Assegure-se de que a conta Twitter é pública.

Oposição: propina em contas do PT é gravíssima

Líderes alegam que não há como Dilma se eximir de responsabilidade porque o candidato é o responsável por suas contas perante o TSE.

Segundo o delator Augusto Ribeiro Mendonça Neto, parte do dinheiro de propinas financiou campanhas do PT

Fonte: O Globo

Oposição considera ‘gravíssima’ denúncia de que propinas foram depositadas nas contas do PT

Líderes afirmam que não há como a presidente se eximir de responsabilidade

Líderes da Oposição consideraram gravíssima a informação de que parte da propina cobrada por Renato Duque, ex-diretor de Serviços da Petrobras, das empresas que prestavam serviços para a Petrobras foi paga na forma de doação oficial ao Partido dos Trabalhadores no período de 2008 a 2011. A informação consta no depoimento de delação premiada do executivo Augusto Ribeiro Mendonça Neto, que representou várias empresas desde a década de 90, entre elas a Setal Engenharia, depois transformada em Toyo Setal. Os líderes alegam que não há como a presidente Dilma Rousseff se eximir de responsabilidade, se a denúncia for comprovada, porque o candidato é o responsável por suas contas perante o Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Os líderes do PSDB se reuniram na tarde desta quarta-feira com o presidente do PSDBAécio Neves (MG), para discutir que providências tomar em relação a denúncia do executivo da Toyo Setal. Caberá ao líder do partido na Câmara, Antônio Imbassahy (BA), fazer um pronunciamento na sessão do Congresso Nacional. Dizem que as denúncias estão chegando muito próximas da presidente Dilma: ontem com o depoimento do ex-diretor de Abastecimento da Petrobras Paulo Roberto Costa, na CPI do Senado; e hoje com a delação premiada de Augusto Ribeiro.

Aécio foi cauteloso em relação à possibilidade de as investigações do Ministério Público levarem a uma situação inevitável de pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff. Mas disse que o depoimento de Setal dizendo que fez depósitos de propinas do esquema de desvios da Petrobras em contas da campanha do PT em 2010, na época da eleição da presidente, é “extremamente grave e inédita no País”.

— Se isso for verdadeiro temos um governo ilegitimo no Brasil. Pela primeira vez estamos assistindo um dos dirigentes de empresas envolvidas nessa organização criminosa que tomou conta da Petrobras dizendo que fez depósitos para o PT em contas no exterior e doações oficiais para a campanha de 2010 — disse Aécio.

O senador tucano diz que não se lembra de ter visto até agora, em todo o processo do Petrolão, algo tão grave como as revelações feitas pelo dirigente da empreiteira Toyo Setal.

— A partir da palavra de um dos membros dessa organização criminosa, ficamos sabendo que empresas entregaram parcelas de recursos ao PT, em contas no exterior e na campanha do PT. Isso merece uma investigação extremamente profunda — disse Aécio.

Os líderes da oposição rejeitam o argumento dos governistas de que a Oposição tenta um “terceiro turno” com a possibilidade de articular um pedido de impeachment da presidente Dilma.

— É o dinheiro das propinas do Petrolão usado oficialmente na campanha da presidente Dilma. Naturalmente a própria presidente, com seu passado, está construindo uma situação de falta de legitimidade que a aproxima do impedimento. O conteúdo da delação do executivo da Toyo Setal, combinado com os outros indícios que apontam para o PT, é explosivo — disse Imbassahy.

O presidente do Democratas, senador José Agripino (RN), disse que, nesse caso, se confirmadas as denúncias da delação do executivo da Toyo Setal, o PT ou Dilma não tem como se eximir de responsabilidade no esquema de desvios bilionário da Petrobras.

— O que aconteceu hoje é gravíssimo. Vamos ver que providência tomar. A técnica de dizer que não sabia como o PT captava o dinheiro para sua campanha não cabe para a presidente Dilma. O candidato é o único responsável por suas contas perante o Tribunal Superior Eleitoral — disse Agripino.

O deputado Miro Teixeira (PROS-RJ), mais cauteloso, diz ser necessário aguardar o desfecho das investigações. Diz que as declarações dos colaboradores precisam ter a subsistência necessária para a produção de provas.

— A confiança no Ministério Público é total. E a investigação tem que alcançar qualquer pessoa que tenha praticado ilegitimidades. Não há que se ter o conceito antecipado à manifestação do Ministério Público — disse Miro.

O vice-presidente do Senado, senador Jorge Viana (PT-AC) disse que a tradicional disputa governo e oposição virou uma tentativa de extensão da eleição de outubro. Alega que o esquema de desvios da Petrobras começou no governo Fernando Henrique Cardoso e envolve também parlamentares do PSDB.

— O senador Aécio teve até uma boa performance na disputa, mas a pior coisa é não saber perder. Esse caso da Petrobas está em boas mãos na CPMI, no Ministério Público, não dá para tirar conclusões precipitadas. Temos que esperar o desmembramento do processo. Não dá para antecipar nada. Do jeito que as coisas estão caminhando, vai sobrar até para o PSDB — disse Viana.

deputado Lúcio Vieira Lima (PMDB-BA) disse que o delator tem obrigação de apresentar provas que liguem o pagamento das propinas com a doação para o PT, senão fica o dito pelo não dito, já que o partido pode alegar que as doações foram mesmo legais.

— Há que se provar que as doações são fruto de corrupção. Se provar a outra parte, do depósito de dinheiro em contas do partido no exterior, aí o PT é que tem que vir a público das as explicações —disse Lúcio.

Ibope (Rede Globo/MGTV): Anastasia já está 9 pontos na frente de Hélio Costa

Ibope: Anastasia abre vantagem sobre Hélio Costa

Fonte: MGTV/Globo Minas

Candidato do PSDB tem 41% das intenções de voto e o do PMDB, 32%

O Ibope divulgou nova pesquisa encomendada pela TV Globo e pelo Jornal O Estado de São Paulo sobre as intenções de voto para o governo de Minas Gerais. Os candidatos Antônio Anastasia e Hélio Costa permanecem tecnicamente empatados.

Segundo a pesquisa, Antônio Anastasia, do PSDB, aparece com 41% das intenções de voto. Hélio Costa, do PMDB, tem 32%. Votos em branco ou nulos somam 9%. 15% dizem não saber em quem vão votar.

os candidatos Vanessa Portugal, do PSTU e Edilson Nascimento, do PT do B, aparecem COM 1% cada. Zé Fernando Aparecido, do PV; Professor Luiz Carlos, do PSOL; Adilson Rosa, do PCO e Fabinho, do PCB, não atingiram 1% das intenções de voto.

2º Turno

O Ibope também simulou a votação no caso de um 2º turno entre os candidatos Hélio Costa e Antônio Anastasia. Se o 2º turno fosse hoje, Antônio Anastasia teria 39% dos votos. Hélio Costa teria 32% das intenções de voto.

Senado

A pesquisa Ibope apontou ainda as intenções de voto para o Senado. Em Minas, dois candidatos serão eleitos.

Aécio Neves tem 67% das intenções de voto. Itamar Franco, do PPS, tem 41%. Fernando Pimentel, do PT, tem 28% das intenções de voto. Votos em branco ou nulos somam 11%. 26% dizem que ainda não sabem em quem votar.

Zito Vieira, do PC do B, tem 2% das intenções de voto. Com 1% cada, aparecem Marilda Ribeiro, do PSOL; Betão, do PCO; Miguel Martini, do PHS; Mineirinho, do PSOL e Rafael Pimenta, do PCB. Efraium Moura, do PSTU e José João da Silva, do PSTU, não atingiram 1%.

A pesquisa Ibope foi realizada entre os dias 10 e 12 de setembro. Foram entrevistados 1806 eleitores em Minas Gerais. A margem de erro é de 2 pontos percentuais para mais ou para menos. A pesquisa está registrada no Tribunal Regional Eleitoral sob o número 70286/2010.

Link da matéria: http://eptv.globo.com/noticias/NOT,0,0,315102,Ibope+Anastasia+e+Helio+Costa+seguem+tecnicamente+empatados

Instituto Datafolha: Anastasia lidera pesquisa espontânea em BH e RMBH

Anastasia lidera intenção de voto em Belo Horizonte e Região Metropolitana em pesquisa espontânea do Datafolha

Fonte: Coligação Somos Minas Gerais”

Na capital, Anastasia tem mais que o dobro das intenções de voto que o principal adversário

O governador Antonio Anastasia lidera com folga as intenções de voto em Belo Horizonte e na Região Metropolitana em pesquisa espontânea do Instituto Datafolha. Pesquisa completa divulgada pelo instituto, nesta segunda-feira (30/08), mostra que o governador tem 31% das intenções de voto na capital, quando os eleitores declaram espontaneamente em quem irão votar no dia 3 de outubro. O principal adversário, Hélio Calixto Costa, do PMDB, foi citado por apenas 15% dos entrevistados, uma diferença de 16 pontos percentuais. O crescimento do governador Antonio Anastasia foi de nove pontos percentuais desde a última pesquisa, divulgada no dia 16.

Na Região Metropolitana, Antonio Anastasia cresceu seis pontos e foi citado por 24% dos eleitores pesquisados. O candidato do PMDB caiu um ponto e ficou com apenas 12%. Os números do Datafolha confirmam que Antonio Anastasia tem ampla preferência da população mineira nas regiões onde ele é mais conhecido. A liderança do governador Antonio Anastasia também é comprovada em todo o Estado. Ele tem 17% das intenções de voto em Minas Gerais, três pontos a mais que Hélio Calixto Costa. A pesquisa Datafolha foi realizada entre os dias 23 e 24 de agosto.
A pesquisa Datafolha ouviu 1.261 pessoas, em 52 municípios de Minas Gerais. A margem de erro é de três pontos percentuais. A pesquisa está registrada no Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MG) com o número 64.318/2010.

Preferência confirmada
Na pesquisa do Ibope divulgada no último sábado (28/08), o governador Antonio Anastasia já ultrapassou Hélio Calixto Costa.  Antonio Anastasia tem 35% das intenções de voto contra 33% do seu principal adversário, que caiu cinco pontos em menos de uma semana. Os novos números do Ibope mostraram ainda que, na soma dos votos válidos, o governador Antonio Anastasia tem 49% das intenções de voto e está apenas a um ponto e mais um voto de vencer as eleições em Minas no primeiro turno. No caso de um eventual segundo turno, Antonio Anastasia também seria eleito. Segundo o Ibope, ele tem 37% das intenções de voto contra 36% do outro candidato.

Pesquisa EM Data
A primeira rodada da pesquisa realizada pelo Instituto EM Data desde o início da disputa eleitoral também confirma a virada das eleições em Minas Gerais. Os números divulgados hoje (30/08) mostram que na pesquisa onde os eleitores declaram espontaneamente o voto ao candidato escolhido, Antonio Anastasia tem 21% da preferência dos eleitores e está a um ponto percentual de ultrapassar o seu principal adversário, Hélio Calixto Costa, do PMDB. A pesquisa mostra uma clara tendência de crescimento da candidatura de Antonio Anastasia, pois 55% dos mineiros querem a continuidade dos programas e ações do atual Governo de Minas. Os números também revelam que 52% dos entrevistados já aprovam a gestão do atual governador, no cargo há apenas cinco meses.

No debate, Anastasia diz que Minas avançou muito: “Sou candidato para avançar ainda mais”

Aécio e Anastasia agradecem apoio das lideranças políticas de Araxá

Antonio Anastasia e Aécio Neves agradecem novos apoios em Araxá

Fonte: Coligação “Somos Minas Gerais”

Candidato ao Senado agradeceu apoio de prefeitos da região e disse que é preciso trabalhar ainda mais pela reeleição de Antonio Anastasia

O governador Antonio Anastasia, candidato à reeleição pela coligação “Somos Minas Gerais”, recebeu, nesta segunda-feira (26/07), em Araxá (Alto Paranaíba), o apoio dos prefeitos da Associação dos Municípios do Planalto de Araxá (Ampla). Acompanhado do ex-governador Aécio Neves, candidato ao Senado, Antonio Anastasia se reuniu com lideranças políticas e fez caminhada pelo centro da cidade.

Aécio Neves aproveitou para agradecer o apoio recebido dos prefeitos e lideranças municipais. Ele ressaltou que é preciso trabalhar ainda mais em todas as regiões do Estado para mostrar que a reeleição de Antonio Anastasia é o caminho para avançar o processo de desenvolvimento econômico e social pelo qual passa Minas Gerais.

“Estou confiante de que o governador Antonio Anastasia será vitorioso por uma simples razão: ninguém melhor para dar continuidade ao Governo Aécio/Anastasia do que o próprio Anastasia. Estamos confiantes de que Minas continuará avançando”, disse Aécio Neves.

O presidente da Associação dos Municípios do Planalto de Araxá e prefeito de Araxá, Jeová Moreira da Costa (PDT), se mostrou animado com a possibilidade de ajudar a divulgar as propostas e a candidatura do governador Antonio Anastasia na região do Alto Paranaíba.

“Minas Gerais sofre uma grande modificação para melhor, desde 2003, devido às boas gestões de Aécio Neves e Antonio Anastasia. Os prefeitos da Ampla apóiam a reeleição dele”, disse.

O governador Antonio Anastasia também recebeu o apoio dos índios Katu-awá/Araxá, um dos primeiros povos a habitar a região. Hoje, a tribo conta com cerca de 300 índios, que sempre estiveram ao lado do governador Antonio Anastasia e de Aécio Neves. “Os dois trabalham por Minas, por nosso povo. Antonio Anastasia tem que continuar no Governo”, disse o cacique Karcará-Uru.

Turismo e cultura
O governador Antonio Anastasia também defendeu proposta de criar em Araxá um festival anual voltado para a gastronomia e a cultura. Segundo ele, o objetivo é atrair mais turistas para a região e buscar ampliar a grande infraestrutura que Araxá já dispõe.

“Vamos transformar Araxá numa capital cultural e gastronômica, com a realização de um grande festival anual. Araxá é uma das pérolas da coroa mineira do turismo. Uma cidade que tem um clima ótimo, uma gastronomia famosa internacionalmente. Por isso, fizemos um investimento belíssimo neste aeroporto e vamos empenhar para termos mais uma linha regular com São Paulo”, enfatizou o governador.

Anastasia diz que vai ampliar investimentos em infraestrutura no Triângulo Mineiro para ampliar oferta de empregos

Antonio Anastasia afirma que Governo de Minas continuará investindo no Triângulo Mineiro

Fonte: Coligação “Somos Minas Gerais”

Em Iturama, governador ressaltou investimentos em infraestrutura, na região, que permitiram a atração de empresas e geração de 92 mil empregos

O governador Antonio Anastasia, candidato à reeleição, afirmou nesta segunda-feira (26/07), em Iturama, que o Governo de Minas continuará investindo na infraestrutura dos municípios do Triângulo Mineiro com o objetivo de atrair novas empresas para a região e gerar ainda mais empregos. Nos últimos oito anos, o Triângulo recebeu 260 projetos da iniciativa privada, com investimentos de R$ 16 bilhões em diversos setores, principalmente como agroindústria, calçados e couro, energia, eletroeletrônico, metalurgia, moveleiro, têxtil, transportes aéreo e terrestre. Com esses investimentos, foram gerados 92,2 mil empregos.

Segundo Anastasia, o desenvolvimento do Triângulo, uma das regiões mais prósperas do Estado, foi fundamental para o crescimento da economia de Minas.

“No primeiro trimestre, enquanto o PIB do Brasil cresceu 9%, o nosso foi de 12,2%, ou seja, crescemos mais do que o Brasil, o que demonstra um acerto da nossa política econômica. É claro que precisamos mais. Estamos estudando agora um novo programa para fazermos indústrias âncoras em diversas regiões. Certamente o Pontal do Triângulo também será privilegiado nesse sentido”, afirmou o governador.

O Triângulo Mineiro é uma das regiões mais desenvolvidas no setor sucroalcooleiro. Desde 2003, os investimentos no setor somam R$ 10,1 bilhões, com a geração de 60,7 mil empregos diretos, especialmente na região, onde está concentrada a maior parte das usinas de cana-de-açúcar. Das 43 unidades em funcionamento, 23 foram implantadas na gestão do ex-governador Aécio Neves e do governador Antônio Anastasia. Em Iturama, a Usina Coruripe é a maior empregadora, responsável por 1.800 empregos diretos e moagem de mais de 5 milhões de toneladas de cana de açúcar por safra.

Infraestrutura adequada
Antonio Anastasia afirmou que a região já recebeu inúmeros investimentos do Governo do Estado em infraestrutura, fundamentais para transformar o Triângulo em importante polo de empresas. Desde 2003, o Governo de Minas investiu na região cerca de R$ 127 milhões em 99 obras de 16 municípios. Para melhorar os aeroportos de Iturama, Frutal e Ituiutaba, foram investidos cerca de R$ 10 milhões. Em redes de esgoto de água, foram destinados R$ 30 milhões na região. O governador lembrou que ainda há muito a fazer e que as visitas aos municípios são importantes para apresentar o programa de governo aos eleitores e levantar sugestões para desenvolver ainda mais a região.

“Sabemos que há muitas necessidades de infreaestrutura, de desenvolvimento econômico para Iturama e o Pontal do Triângulo. Estamos aqui para ouvir as sugestões e levar a mensagem de continuidade do Governo Aécio, que fez muito por Minas, mas queremos fazer ainda mais. Por isso estou aqui recebendo o apoio de tantas lideranças”, afirmou Antonio Anastasia.

Parcerias
O ex-governador Aécio Neves ressaltou que o Governo do Estado realizou importantes parcerias com os municípios do Triângulo, responsáveis por inúmeras obras em toda a região. Somente este ano, o Governo do Estado repassou R$ 40 milhões aos municípios para obras de infraestrutura.

“Temos feito parcerias importantes com os municípios há muitos anos. Basta você chegar a Iturama de avião, por exemplo, que você já vê os investimentos que foram feitos pelo Governo de Estado. Mas esses investimentos se deram em muitas outras áreas, e queremos continuar. O nosso governo foi um dos que mais fez parcerias com os municípios. Alguns de nossos adversários questionam e até condenam essa parceria com os municípios. Mas foram parcerias feitas ao longo de oito anos, que chegaram às nossas estradas, ao asfalto. Levamos a telefonia celular para todos os municípios, avançamos na educação, na saúde, reduzimos os índices de criminalidade. Mas é um processo que não pode parar. E a forma de Minas não parar é elegendo Antonio Anastasia”, disse.

Apoio dos prefeitos
Antônio Anastasia e Aécio Neves desembarcaram no aeroporto da cidade e seguiram em carreata, acompanhados pelo prefeito Cláudio Tomaz de Freitas (PSC), além de lideranças políticas da região, como o presidente do PSDB mineiro, Narcio Rodrigues. Durante o trajeto, os candidatos foram recebidos com buzinaço, bandeiras e faixas em apoio às propostas da coligação “Somos Minas Gerais”. A população saiu às ruas, tirou fotografias e usou a criatividade para saudar os candidatos, gritando “Povo de Minas não erra! Anastasia, Aécio e Serra!”.

O prefeito de Iturama Cláudio de Freitas afirmou que Antonio Anastasia e Aécio Neves transformaram a região. “O Governo de Aécio e de Anastasia tirou o Triângulo do esquecimento”, afirmou. Ele lembrou os investimentos no Proaero, que permitiram a ampliação do aeroporto da cidade. Em Iturama, foram investidos cerca de R$ 4 milhões. Em Minas, o programa já revitalizou 95 aeroportos com investimento de R$ 214 milhões. Estão previstas, para este ano, as conclusões de três novas instalações nos municípios de Cláudio, no Centro-Oeste do Estado, Ubá e Viçosa, ambas na Zona da Mata. Os investimentos somam R$ 41,8 milhões.

A vice-prefeita da Conceição das Alagoas, Nádia Sene de Oliveira, viajou mais de 200 quilômetros para apoiar os dois candidatos. “Pela primeira vez tivemos nossas necessidades atendidas. A moralização, a transparência e o diálogo não podem recuar”, disse.

Itamar Franco define com líderes do PPS linha de ação para definir apoio a Antonio Anastasia ao Governo de Minas

Candidato ao Senado pede empenho de 33 prefeitos e lideranças municipais do partido para defender campanha da coligação “Somos Minas Gerais”

Fonte: “Coligação Somos Minas Gerais” – 22/07/2010

O ex-presidente Itamar Franco, candidato ao Senado Federal pela coligação “Somos Minas Gerais”, recebeu nesta quinta-feira (22/07) o apoio de lideranças políticas do PPS de todo o Estado. O encontro ocorreu na sede estadual do partido, em Belo Horizonte, onde foi debatido o papel de cada líder regional na mobilização para a reeleição do governador Antonio Anastasia, e eleição de Itamar Franco e do ex-governador Aécio Neves ao Senado Federal. O PPS elegeu 33 prefeitos nas últimas eleições municipais em Minas.

“Evidentemente o apoio do PPS é fundamental, não só porque pertenço ao partido, mas, sobretudo, a militância do PPS terá um papel fundamental nessas eleições. Então é com muita alegria que estou aqui para conversar, ouvir as sugestões que eles terão a apresentar. Mas ainda iniciamos uma caminhada”, disse o ex-presidente.

Itamar Franco destacou que os candidatos da coligação “Somos Minas Gerais” concentrarão seus esforços para apresentar propostas e projetos para melhorar ainda mais a qualidade de vida da população de Minas Gerais.

“Tanto a candidatura à reeleição de Antonio Anastasia, quanto as candidaturas do ex-governador Aécio e a minha vão apresentar propostas. Evidentemente, o governador apresenta no seu campo de atuação. Teremos que apresentar naquele campo que vamos atuar, que é na regionalidade que significa o Senado da República”, afirmou Itamar Franco.

O ex-presidente Itamar Franco pediu o empenho das lideranças e ressaltou a integração dos militantes em torno da campanha da coligação “Somos Minas Gerais”, que vão caminhar juntos até 3 de outubro para reeleger o governador Antonio Anastasia.

“Vejo uma coligação harmoniosa e esse entendimento que existe entre nós candidatos e, sobretudo, entre os partidos que representam a chapa, é harmônico. Sendo harmônico significa que não há divisão e a caminhada será uma caminhada conjunta”, afirmou Itamar.