• Agenda

    agosto 2020
    S T Q Q S S D
     12
    3456789
    10111213141516
    17181920212223
    24252627282930
    31  
  • Categorias

  • Mais Acessados

    • Nenhum
  • Arquivo

  • Minas em Pauta no Twitter

    Erro: Assegure-se de que a conta Twitter é pública.

Gestão em Minas: Ministro do Esporte elogia andamento das obras do Mineirão

Segundo o ministro, Minas possui o ritmo de obras mais avançado do país

Carlos Alberto/Imprensa MG
Alberto Pinto Coelho recebeu Aldo Rebelo durante vistoria ao Mineirão
Alberto Pinto Coelho recebeu Aldo Rebelo durante vistoria ao Mineirão

O vice-governador Alberto Pinto Coelho e o ministro do Esporte, Aldo Rebelo, visitaram as obras no Mineirão, nesta quarta-feira (18). Após a visita, o ministro elogiou o andamento das obras no estádio e também as intervenções no trânsito em Belo Horizonte.

“Belo Horizonte é a capital que tem as obras com a maior proximidade com o cronograma estabelecido entre todas as cidades-sede do Mundial”, afirmou Aldo Rebelo, em entrevista. O ministro assinou o painel “Mineirão eu faço parte desta história”, onde são registradas as visitas recebidas durante as obras no estádio.

O ministro também ressaltou o legado das obras para a capital mineira. “A Copa já é uma realidade. Belo Horizonte tem um estádio moderno, compatível com suas tradições, que é o Mineirão renovado. As obras de mobilidade urbana vão melhorar a vida das pessoas, já foram até inauguradas. E Belo Horizonte terá visibilidade para bilhões de pessoas”, afirmou Aldo Rebelo.

O Mineirão receberá seis partidas durante a Copa do Mundo de 2014, incluindo uma das semifinais. As obras seguem rigorosamente em dia. O estádio será o primeiro a ficar pronto em 21 de dezembro de 2012.

“Minas Gerais está cumprindo o seu dever de casa e as obras estão em dia. Estamos preparando o Estado, em parceria com o município, para bem receber aqueles que virão para a Copa de 2014, inclusive nos roteiros turísticos, na questão da segurança pública e preparando as pessoas para receber os turistas”, afirmou Alberto Pinto Coelho.

O secretário de Estado Extraordinário da Copa do Mundo, Sergio Barroso, disse que o ministro Aldo Rebelo leva de Belo Horizonte as melhores impressões, não somente com o Mineirão, mas também com obras de mobilidade urbana, hotelaria, aeroportos, rotas turísticas, segurança e saúde. “Os elogios que recebemos hoje endossam o bom trabalho de Minas Gerais para os preparativos da Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014”, afirmou Sergio Barroso.

Também participaram da visita o prefeito de Belo Horizonte, Marcio Lacerda; o secretário de Estado de Esportes e da Juventude, Bráulio Braz; o secretário de Estado de Turismo, Agostinho Patrus; o secretário de Transportes e Obras Públicas, Carlos Melles, além de autoridades locais e estaduais.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/ministro-do-esporte-elogia-andamento-das-obras-do-mineirao/

Gestão Anastasia: governo de Minas anuncia Expominas como sede da saideira do Comida di Buteco 2013

O concurso, no próximo ano, irá selecionar de 400 bares participantes, o melhor boteco do Brasil

Divulgação/Setur
Eduardo Maya, o secretário Agostinho Patrus e Ronaldo Perri
Eduardo Maya, o secretário Agostinho Patrus e Ronaldo Perri

O secretário de Estado de Turismo de Minas Gerais, Agostinho Patrus Filho, anunciou, nesta quinta-feira (12), a parceria do Governo de Minas com os organizadores do Comida di Buteco, para realização do concurso nos próximos anos. De acordo com o secretário, a Saideira da edição de 2013 será realizada no Expominas, e ainda, estão sendo planejadas novas iniciativas para fortalecer o evento durante a Copa do Mundo de 2014.

Este ano, o evento está sendo realizado em seis municípios mineiros: Belo Horizonte, Ipatinga, Montes Claros, Uberlândia, Poços de Caldas e Juiz de Fora. Dessa vez, os chefs precisam reinventar o uso do queijo minas em suas receitas.

De acordo com Patrus Filho, a gastronomia é uma das marcas do Estado, sendo reconhecida nacional e internacionalmente. “Minas Gerais possui bares, botecos e restaurantes que são bem conceituados nos guias nacionais e internacionais, atraindo turistas de toda parte do mundo. O Comida di Buteco é um das mais importantes iniciativas do Estado e deve ser incorporada aos grandes eventos internacionais que serão realizados nos próximos anos, apresentando a culinária mineira aliada às influências internacionais”. O secretário concluiu que “além de gerar lazer para os mineiros, o concurso atrai turistas, gera emprego, movimenta a cadeia de prestação de serviço e distribui renda para as regiões onde é realizado”.

Comida di Buteco

Criado em Belo Horizonte, no ano de 2000, o Comida di Buteco tem se destacado não só pela valorização da culinária de raiz e por atrair turistas de vários lugares do país e até mesmo do exterior, como também por gerar empregos e fomentar a sustentabilidade dos estabelecimentos que participam do concurso. Em 2011, movimentou mais de R$ 46 milhões; foram vendidos mais de 260 mil tira-gostos concorrentes e foi superada a marca de 320 mil votos (167 mil em BH), com público total de 2,3 milhões de pessoas, sendo que pelo menos 27 mil turistas (17mil em BH) visitaram os 329 botecos participantes durante o circuito.  Para saber os pratos e bares participantes acesse: www.comidadibuteco.com.br

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/governo-de-minas-anuncia-expominas-como-sede-da-saideira-do-comida-di-buteco-2013/

Governo de Minas: Vice-governador visita o Independência e destaca importância do estádio para o futebol

Jogo do América vai marcar a inauguração, confirmada para 25 de abril próximo

Henriques Chendes
Secretário Sergio Barroso e vice-governador Alberto Pinto Coelho durante visita ao Independência
Secretário Sergio Barroso e vice-governador Alberto Pinto Coelho durante visita ao Independência

O vice-governador Alberto Pinto Coellho, presidente do Comitê Gestor da Copa, visitou nesta quarta-feira (11) o estádio Independência, que tem data de inauguração marcada para 25 de abril, com um jogo que vai marcar o centenário do América Futebol Clube. Ele foi recebido pelo secretário de Estado Extraordinário da Copa, Sergio Barroso, e pelo diretor-presidente do Escritório de Prioridades Estratégicas (EPE), Tadeu Barreto.

“O estádio Independência tem padrão internacional e é motivo de orgulho para todos os mineiros. Estou impressionado com o que vi, neste campo que já foi palco de jogos da Copa do Mundo de 1950”, afirmou o vice-governador.

Os visitantes tiveram a oportunidade de conhecer o gramado, o vestiário e as arquibancadas do estádio. Para Sergio Barroso, com a entrega do Independência, o Governo de Minas reafirma o compromisso com o profissionalismo do futebol mineiro. “Esse é um dos estádios mais modernos do Brasil e vai trazer as famílias de volta para os campos de futebol”.

Novo Independência

O novo Independência terá a capacidade de público ampliada de 10 para 25 mil pessoas, todos os assentos cobertos com material que reduz a emissão de som para a área externa; 422 vagas para estacionamento; duas torres de serviço que abrigam a administração, posto médico, central de vídeo monitoramento, central de comando do estádio, áreas de hospitalidade e áreas de segurança pública; dois elevadores e uma plataforma, além de rampas que asseguram acesso a todos os níveis; sistema moderno de iluminação que evita sombras nas transmissões de jogos noturnos; grama com sistemas de drenagem e de irrigação recomendados pela Fifa; acesso facilitado por estação do metrô a 600 metros e, em dias de eventos, haverá mais ônibus e táxis no entorno do estádio; os vestiários contarão com  auditório para entrevistas coletivas; haverá duas lojas e 32 bares e lanchonetes espalhados nos diferentes setores do estádio; para a imprensa estarão disponíveis 16 cabines (rádio e TV) e 72 postos de trabalho (imprensa escrita); os camarotes ocuparão um espaço flexível com capacidade para aproximadamente 2.225 pessoas.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/vice-governador-visita-o-independencia-e-destaca-importancia-do-estadio-para-o-futebol/

Gestão Antonio Anastasia: projetos estratégicos do Governo de Minas são apresentados a diplomata norte-americana

Reta Jo Lewis está no Brasil para visitar as 14 cidades que devem sediar jogos da Copa

Renato Cobucci/Imprensa MG
Renata vilhena recebe a representante do governo dos EUA, Reta Jo Lewis, assessora sênior de Hillary Clinton
Renata vilhena recebe a representante do governo dos EUA, Reta Jo Lewis, assessora sênior de Hillary Clinton

Em visita oficial ao Brasil, a diplomata norte-americana Reta Jo Lewis, representante do governo dos Estados Unidos, esteve nesta segunda-feira (2) em Belo Horizonte, onde cumpriu compromissos na Cidade Administrativa. Ela foi recebida pela secretária de Estado de Planejamento de Gestão, Renata Vilhena. Assessora sênior do gabinete da secretária de Estado norte-america Hillary Clinton, Reta Jo Lewis está no Brasil para visitar as 14 cidades que devem sediar jogos da Copa do Mundo de 2014. Além de estreitar relações diplomáticas com o Brasil, a representante da Casa Branca manifestou interesse em conhecer alguns dos projetos de gestão estratégica implantados pelo Governo de Minas.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/projetos-estrategicos-do-governo-de-minas-sao-apresentados-a-diplomata-norte-americana/

Governo de Minas: Presídio Antônio Dutra Ladeira faz nova doação de peixes criados por detentos

Tilápias serão distribuídas a 22 instituições carentes, entre creches, lares de idosos, Apaes e obras sociais

Wellington Pedro/Imprensa MG
Peixes são tratados por detentos no açude do Presídio Antônio Dutra Ladeira
Peixes são tratados por detentos no açude do Presídio Antônio Dutra Ladeira

Uma tonelada de tilápias criadas por detentos do Presídio Antônio Dutra Ladeira, em Ribeirão das Neves, na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH), foi doada nesta segunda-feira (2) ao Banco de Alimentos do município. Os peixes, tratados atualmente por seis presos no açude da unidade prisional, serão distribuídos a 22 instituições carentes, entre creches, lares de idosos, Apaes e obras sociais.

Essa é a segunda despesca de tilápias realizada no Presídio Antônio Dutra Ladeira. A primeira aconteceu no início de fevereiro e também resultou na doação de mais de uma tonelada de peixes. A iniciativa de produzir peixes dentro de uma unidade prisional é pioneira no país e fruto de uma parceria entre a Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds), o Ministério da Pesca e Aquicultura (MPA) e a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), que capacitou os presos em um curso de piscicultura.

O projeto teve início em julho de 2011, quando os detentos começaram a aprender como tratar os animais, qual ração utilizar em cada fase da vida, como fazer a higienização do local e, por fim, como realizar a retirada dos peixes. No dia 28 de fevereiro, os presos receberam certificados de conclusão do curso oferecido por professores e doutorandos da Escola de Medicina Veterinária da UFMG.

Participaram da solenidade de doação dos peixes representantes do Ministério da Pesca, da UFMG e da Secretaria de Assistência Social da Prefeitura de Ribeirão das Neves. A previsão é de seja feita uma nova despesca em dois meses.

Trabalho

Segundo o gerente de produção do Presídio Antônio Dutra Ladeira, José Rezende, os presos envolvidos no trabalho de piscicultura estão bastante satisfeitos. “Os detentos ficaram bastante empolgados quando souberam que aqueles peixes que eles criam estão sendo doados para pessoas que passam necessidade”, conta.

Além de aprenderem um novo ofício, os presos recebem redução de um dia na sentença a cada três dias trabalhados. Atualmente, são quase 12 mil detentos trabalhando enquanto cumprem pena em todo o Estado. Os presos trabalham nas mais diversas atividades, como produção de bolas, sacolas ecológicas, equipamentos eletrônicos, cortinas, uniformes, roupas e, até mesmo, na reforma do Mineirão para a Copa do Mundo de 2014.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/presidio-antonio-dutra-ladeira-faz-nova-doacao-de-peixes-criados-por-detentos/

Governo de Minas: governador Anastasia encerra missão comercial na Itália

Delegação de empresários italianos estará em Belo Horizonte em maio para concretizar mais negócios com empresas mineiras

Divulgação/Imprensa MG
Anastasia durante encerramento de compromissos oficiais na Itália, na província de Salerno
Anastasia durante encerramento de compromissos oficiais na Itália, na província de Salerno

O governador Antonio Anastasia encerrou, nesta segunda-feira (12), viagem à Itália, onde cumpriu uma série de compromissos oficiais que tiveram como objetivo atrair novos investimentos para Minas Gerais. Nesta segunda, Anastasia se encontrou com o presidente da Província de Salerno, Edmondo Cirielli. Durante o encontro, o governador apresentou informações sobre Minas Gerais e manifestou interesse em estreitar as relações comerciais e turísticas entre o Estado e aquela província.

Anastasia fez um balanço positivo da missão empresarial à Itália, que permitiu conhecer as características da economia italiana, as possibilidades de investimentos e também mostrar aos italianos as inúmeras oportunidades de negócios que Minas Gerais tem a oferecer.

“A missão à Itália foi realizada com muito êxito e coroada com sucesso. Não só tivemos a oportunidade, em diversas cidades italianas e em muitas reuniões, de mostrar Minas Gerais e suas potencialidades de negócios para empresários italianos, mas também pudemos conhecer melhor a economia da Itália, as interfaces de contato entre a economia mineira e a economia italiana e quais são exatamente os nichos onde podemos investir mais. Observa-se que a Itália ainda está passando por uma crise econômica e o Brasil, felizmente, passa por um momento melhor. Então, eles percebem o Brasil como uma região de muitas oportunidades”, avaliou o governador.

A formalização da instalação de uma nova fábrica da Fiat em Montes Claros e a possibilidade de receber a seleção italiana de futebol no período preparatório para a Copa do Mundo de 2014 foram alguns dos resultados positivos da viagem à Itália.

“Tivemos eventos objetivos muito bem sucedidos como, por exemplo, a assinatura do acordo com a Fiat, em Turim, para instalação da fábrica da Case New Holland em Montes Claros. Também tivemos visitas relacionadas às questões de futebol, que irão assumir uma importância cada vez maior a partir deste ano, tendo em vista a realização da Copa das Confederações e da Copa do Mundo em Belo Horizonte, em 2013 e em 2014, bem como a demonstração firme sobre as riquezas do nosso turismo para atrairmos turistas italianos que têm alto poder aquisitivo para conhecerem Minas Gerais”, ressaltou o governador.

Representantes de empresas dos segmentos automotivo, tecnologia, transporte, autopeças, tecnologia da informação, eletroeletrônico, serviços e metalmecânico, liderados pela Câmara de Comércio Italiana de Minas Gerais, com apoio da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg), também participaram, ao lado do governador Antonio Anastasia e de secretários de Estado, de eventos de negócios com empresários das regiões de Piemonte, Lazio e Campânia.

Missão italiana em Minas

Em maio próximo, o Brasil e Minas Gerais receberão uma delegação de empresários italianos, representantes das 20 regiões da Itália. São esperados 300 empresários em Belo Horizonte, São Paulo, Curitiba e Recife para concretizar negócios com empresas locais.

“Nossa missão à Itália veio em boa hora porque coincide com a ida de uma grandiosa também missão empresarial italiana ao Brasil e a Minas Gerais, no mês de maio”, disse o governador.

Em decorrência dos acordos firmados com a região de Campânia e do interesse dos empresários nos produtos mineiros apresentados durante os encontros realizados nas Câmaras de Comércio de Nápoles e de Salerno, os representantes da região manifestaram ao Governo de Minas o interesse em realizar um evento de Campânia no estado mineiro, semelhante à Semana de Minas em Piemonte, realizada em 2008. Na ocasião, Minas Gerais pôde apresentar à população de Piemonte toda sua diversidade cultural, potencialidade econômica e atrativos turísticos por meio de eventos e rodadas de negócios.

Fonte: Agência Minas

Gestão em Minas: governador apresenta atrações turísticas de Minas para italianos

Workshop busca ampliar a presença de turistas originários da Itália no Estado

Soraya Ursine/Imprensa MG
Governador Antonio Anastasia apresentou Minas como um dos melhores destinos turísticos do Brasil para empresários italianos do segmento
Governador Antonio Anastasia apresentou Minas como um dos melhores destinos turísticos do Brasil para empresários italianos do segmento

O governador Antonio Anastasia, acompanhado do secretário de Estado de Turismo, Agostinho Patrus Filho, participou nessa quarta-feira (7) na sede da Embaixada do Brasil na Itália, em Roma, do segundo evento de apresentação de Minas Gerais como um dos melhores destinos turísticos do Brasil para empresários italianos do segmento. O primeiro foi realizado em Turim, na última segunda-feira. O objetivo é fazer com que os atrativos mineiros sejam ofertados nos catálogos de turísticos da Itália.

O Governo de Minas, por meio da Secretaria de Estado de Turismo (Setur), está realizando na Itália workshop dos principais produtos turísticos de Minas Gerais. O foco é capacitar mais de 200 operadores, agentes de viagens e imprensa especializada em turismo, mostrando os roteiros que poderão ser explorados especialmente durante eventos como Copa das Confederações e a Jornada Mundial da Juventude, em 2013, a Copa do Mundo de 2014 e os Jogos Olímpicos de 2016.

Segundo o governador, Minas está preparada e de portas abertas para receber mais turistas italianos. “Nosso estado é muito rico, não só em riquezas minerais, mas também em hospitalidade. Temos uma gastronomia especial, o turismo ecológico, religioso, mais da metade do patrimônio histórico brasileiro está em Minas e somos conhecidos, felizmente, pelo caráter de boa recepção e da boa hospitalidade. Não temos mar, mas temos rios, lagos e ecoturismo muito forte. Estamos trabalhando em Minas para melhorar cada vez mais o turismo. Todos são muito bem-vindos”, destacou o governador.

A iniciativa integra as ações de Minas Gerais como “Destino do Ano” da Vibrata – Itália (Associação de Operadores especialistas em Brasil), uma parceria com a Embratur que visa ampliar a comercialização de Minas Gerais no mercado italiano. A apresentação dá uma visão ampla e mercadológica das oportunidades de Minas Gerais, com a possível geração de novos negócios, de relacionamentos e troca de conhecimentos.

“O objetivo é divulgar nosso Estado, suas belezas, potencialidades e os seus produtos para serem comercializados no exterior. Apresentamos aos italianos nosso cardápio de opções turísticas. Tivemos a presença muito expressiva daquelas empresas associadas à Vibrata, que é a agência que congrega os operadores de viagem da Europa e comercializa o Brasil e Minas Gerais e espero que rendam frutos e aumentem o fluxo de turistas italianos para Minas Gerais”, explicou o secretário Agostinho Patrus.

A Itália é o terceiro mais importante país emissor de turistas para o Brasil e para Minas Gerais. Segundo o Anuário Estatístico 2011 da Embratur, os italianos foram os principais turistas europeus no Brasil, com cerca de 250 mil turistas, em 2010, dos quais 5,7 mil visitaram Minas. A Setur vai realizar, este ano, uma série de ações com foco na atração de um número maior de turistas italianos para o Estado. Estão previstas capacitação on-line (E-learning) para operadores e agentes de viagens, participação em feiras e eventos e realização de viagens de familiarização para jornalistas e operadores.

O embaixador agradeceu a presença da delegação mineira na Itália. “Sempre estaremos prontos para trabalhar a favor do desenvolvimento das relações entre o Brasil e a Itália, entre Minas Gerais e a Itália. Minas Gerais é o grande orgulho do Brasil. É um dos estados mais tradicionais, mais ricos em cultura, expressões próprias, em recursos naturais e industriais. É uma fonte de admiração para todos nós, brasileiros”, disse o embaixador do Brasil na Itália, José Viegas Filho.

Também participaram do evento o presidente da Câmara de Comércio Italiana de Minas Gerais, Giacomo Regaldo; o presidente da Fiemg, Olavo Machado e os secretários de Desenvolvimento Econômico, Dorothéa Werneck e de Esportes e da Juventude, Bráulio Braz.

Fonte: Agência Minas

Governador Anastasia convida seleção italiana a se instalar em Minas durante preparação para a Copa de 2014

Governador apresentou ao presidente da Federação Italiana de Futebol os investimentos que estão sendo feitos em Minas Gerais para a Copa do Mundo

Soraya Ursine/Imprensa MG
Governador Anastasia recebe do presidente da Federação, Giancarlo Abete, a camisa personalizada da seleção italiana
Governador Anastasia recebe do presidente da Federação, Giancarlo Abete, a camisa personalizada da seleção italiana

O governador Antonio Anastasia se encontrou, nesta terça-feira (6), em Roma, com o presidente da Federação Italiana de Futebol Giuoco Calcio (FIGC), Giancarlo Abete. O governador convidou a seleção italiana de futebol a se instalar em Minas Gerais durante a preparação para a Copa do Mundo de 2014.

“Estou aqui para oferecer Minas Gerais para, se for possível, dar todo suporte à seleção italiana de futebol. Sei dos critérios de escolha dos campos e dos locais onde as seleções vão se hospedar, mas já estamos nos preparando para receber seleções. O mais belo estádio do Brasil será o nosso, chamado Mineirão. Temos um estado muito rico, com muita diversidade e com uma imensa colônia italiana. Minas está abertíssima a receber permanentemente a selação italiana, como também os times italianos que queiram. Haverá as definiões das chaves, os sorteios, mas em um momento de escolha, Minas Gerais se coloca de portas abertas para receber a tão querida seleção italiana antes e durante a Copa de 2014”, enfatizou Anastasia.

O presidente Giancarlo afirmou que está acompanhando as transformações de Minas Gerais para a Copa e que se sente muito honrado em receber o primeiro convite de um estado brasileiro para abrigar a seleção italiana.

“Belo Horizonte é uma grande cidade, tem dois ótimos estádios e é uma honra estar recebendo aqui o primeiro convite de um estado brasileiro que se dispõe a nos dar todo suporte durante a Copa de 2014. Começaremos a fase de qualificação e preparação a partir de setembro de 2012. Não tenho dúvidas de que Belo Horizonte possui todas as características favoráveis para receber bem as seleções de futebol”, destacou o presidente da Giuoco Calcio. Durante o encontro, ele presenteou o governador com uma camisa personalizada da seleção italiana de futebol.

O secretário de Estado de Turismo, Agostinho Patrus, apresentou um book com os Centros de Treinamentos em Minas Gerais e os atrativos turísticos do Estado aos dirigentes da federação. Minas Gerais sediará seis jogos na Copa do Mundo.

“Ofertamos nosso Estado para sediar a seleção italiana, independente de jogar ou não em Belo Horizonte. Temos uma localização pivilegiada no Brasil, um aeroporto com ligação às principais outras sedes, temos um clima ideal e toda infraestrutura necessária. Já estamos recebendo investimentos de hotéis, as obras do nosso estádio já estão bem avançadas e ele estará pronto para a Copa das Confederações. Minas Gerais tem todas as condições necessárias para receber uma seleção importante como a da Itália”, disse o secretário.

O governador esteve na sede da Federação Italiana de Futebol acompanhado do presidente da Câmara Italiana de Comércio de Minas Gerais, Giacomo Regaldo; do secretário de Esportes e da Juventude, Bráulio Braz; do presidente da Fiemg, Olavo Machado; e de empresários da delegação mineira.

Ações do Governo para a Copa do Mundo 2014

Interiorização da Copa

Ações e objetivos: promover a escolha do maior número de cidade como CTS em Minas; organizar no interior do Estado, durante a Copa das Confederações e em 2014, eventos nos moldes das Fan Fests promovidas pela FIFA; elaborar guia especial para a Copa, reunindo os eventos já consolidados em Minas e que possam ser transferidos para o período da Copa; reforçar a mensagem de que Minas Gerais concentra 60% do Patrimônio Histórico do Brasil; as cidades históricas serão usadas como chamariz para turistas.

Experiências de outras Copas mostram que entre um jogo e outro, o turista tem interesse em conhecer o interior do estado. Por isso a importância de se estruturar bons pacotes turísticos e receptivos. Também serão desenvolvidas propostas para valorizar os produtos mineiros como os derivados do leite, o café e a cachaça. Segundo a Embratur, durante a Copa, Minas deve atrair 196,7 mil turistas estrangeiros  e 430,5 mil brasileiros.

Minas tem 19 municípios inscritos junto à Fifa para se qualificar como CTS: Araxá, Caxambu, Caeté, Divinópolis, Extrema, Formiga, Governador Valadares, Ipatinga, Juiz de Fora, Lagoa Santa, Montes Claros, Mathias Barbosa, Patos de Minas, Poços de Caldas, Sacramento, Sete Lagoas, Uberaba, Uberlândia e Varginha.A Fifa pré selecionou 14 campos em 7 cidades de Minas como possíveis Centro de Treinamento:Araxá, Extrema, Juiz de Fora, Matias Barbosa, Montes Claros e Uberlândia e Belo Horizonte.

Capacitação

Cerca de 5 mil pessoas devem ser capacitadas para a Copa até o final de 2012 (cursos de línguas, agentes de informação turística, guia de turismo, auxiliar de cozinha, camareira, garçom, recepcionista, gestão de negócio, planejamento de emergência hospitalar externa e princípios de medicina de catástrofe).

Empregos

14.496 empregos diretosgerados com obras da Copa em BH (Mineirão, Independência, BRT, Confins, hotéis). Mais de 61 empresas envolvidas: 67,21% (41) do total são de BH.

Hotelaria

O número de leitos em hotéis na região de BH crescerá até a Copa de 30.194 para 55.632. São 34 hotéis em construção, sendo um cinco estrelas, 13 quatro estrelas e 18 três estrelas. Destes, 15 possuem centros de convenção o que garante bom uso pós-copa.

Estádios

Independência

Construído para receber jogos da Copa do Mundo de 1950, o Estádio Independência , em Belo Horizonte, está sendo reformado para poder receber jogos do Campeonato Brasileiro, da Copa do Brasil e até da Libertadores durante o período de obras para a modernização do Mineirão.

O governo do Estado está investindo R$ 133 milhões, no projeto que eleva de 15 mil para 25 espectadores a capacidade da nova Arena, que terá de condições de receber outros espetáculos, além de partidas de futebol. Localizado na região central de Belo Horizonte, o estádio conta com estacionamento para 422 veículos, 32 bares e lanchonetes, 16 cabines de rádio e tv e 72 postos de trabalho para imprensa escrita, auditório para coletivas, camarotes para 2.225 pessoas.

Durante as Copas das Confederações e do Mundo, o Independência deverá ser usado como campo oficial de treinamento (COT), local onde as seleções treinam dois ou três dias antes do jogo oficial na cidade-sede.

Mineirão

O Estádio Mineirão será o primeiro a ter as obras para a Copa concluídas. O consórcio responsável tem, contratualmente, até 21 de dezembro de 2012 para entregá-lo. Os investimentos somam R$ 666,3 milhões, sendo R$ R$ 654 milhões via parceria público privada. O Mineirão tem sido bom exemplo de sustentabilidade com 90% dos resíduos da obra reaproveitados, árvores transformadas em artesanato.Atualmente, emprega 1.500 operários. Este mês, começa a montagem dos anéis de arquibancada inferior e chegam as treliças (estruturas em aço) da nova cobertura.

A capacidade será para 64 mil lugares, incluindo 80 camarotes e tribuna para cerca de mil jornalistas. Também está em construção uma esplanada, que poderá receber até 65 mil pessoas. A cobertura fará captação de energia solar, que, transformada em elétrica, poderá abastecer 1.200 residências de médio porte.

A Minas Arena – consórcio responsável pela construção e operação do estádio – contratou, em dezembro de 2011, a portuguesa Lusoarenas e a norteamericana Global Spectrum, duas empresas especializadas ementretenimento e lazer, com foco em estádios de futebol, arenas multiuso e centros de convenções, para auxiliar na gestão do Mineirão.

Aeroporto

As obras são de responsabilidade da Infraero, que vai investir R$ 236,65 milhões. O prazo de execução é de 28 meses. A expectativa de conclusão é para dezembro de 2013.

A área do Terminal 1 passará de 60,3 mil m² para 67,6 mil m². A pista de pouso e decolagem será ampliada em 600 metros.  O terminal receberá novas esteiras de bagagem, novos balcões de chek-in e sistema de ar condicionado, além de ampliação da área de embarque e desembarque, novas lojas, inclusive free shop.

O Plano Diretor do Aeroporto de Confins foi feito pela empresa Changi Airports International, de Cingapura, contratada pelo Governo de Minas. O Plano prevê três terminais de passageiros e três pistas de pouso e decolagem para atender a demanda estimada em 37 milhões de passageiros/ano, nos próximos 30 anos. Atualmente, a movimentação no Aeroporto chega a 8 milhões de passageiros/ano.

No dia 5 de outubro do ano passado, o Governo de Minas publicou edital de licitação internacional para a escolha da empresa que fará os projetos básico e executivo do Terminal 2. Na ocasião, foi confirmada também a publicação do edital para a concorrência que irá escolher o operador master do Aeroporto Indústria no sítio do AITN. A Infraero transferiu ao Estado R$ 10,6 milhões para a elaboração do projeto executivo do Terminal 2. A projeção é que o aeroporto receba cerca de 20 milhões  de passageiros, em 2020.

Fonte: Agência Minas

Gestão em Minas: governador negocia com o Politécnico de Turim nova edição do Programa Jovens Mineiros

Anastasia participou também da apresentação “Destino Minas Gerais na Itália” para empresários italianos do segmento de turismo

Soraya Ursine/Imprensa MG
O governador Antonio Anastasia ao lado do o reitor do Instituto Politécnico de Turim (Polito), Marco Gilli
O governador Antonio Anastasia ao lado do o reitor do Instituto Politécnico de Turim (Polito), Marco Gilli

O governador Antonio Anastasia se reuniu, no fim da tarde de segunda-feira (5), com o reitor do Instituto Politécnico de Turim (Polito), Marco Gilli, para discutir os resultados das cinco edições do Programa Jovens Mineiros Cidadãos do Mundo, realizadas em parceria com o Instituto, além da realização de uma próxima edição com a entidade de ensino italiana.  O Polito é parceiro do Governo de Minas no projeto de intercâmbio de estudantes  e de servidores mineiros, que se capacitam em áreas estratégicas para o desenvolvimento do Estado.

Anastasia ressaltou que o Instituto possui papel relevante no desenvolvimento de Minas Gerais. Segundo ele, estudantes que passaram pela experiência de aprendizado no Politécnico retornaram a Minas Gerais com mais capacidade de agregar valor aos produtos mineiros.

“Quero destacar a importância do Instituto para o desenvolvimento de Minas Gerais. Temos muita honra de ter alunos brasileiros nesta instituição tão renomada. Tivemos cinco edições do Programa Jovens Mineiros muito exitosas e, agora, reiteramos nosso interesse em dar continuidade a esse programa com Turim. Precisamos deixar de produzir exclusivamente commodities e agregar mais valor aos nossos produtos. Por isso, o objetivo é investir em conhecimento, formação do capital humano e o Instituto Politécnico poderá nos ajudar nisso. Assim vamos dar um passo adiante na economia de Minas Gerais”, disse o governador.

Por meio do programa Jovens Mineiros, o Instituto Politécnico de Turim já recebeu três turmas, de 20 alunos cada, dos cursos de engenharia e design de universidades mineiras. Em contrapartida, duas turmas de estudantes de Turim tiveram aprendizado nas faculdades conveniadas em Minas Gerais. Outras três edições do programa foram realizadas em Cingapura, na Ásia.

Em resposta à solicitação do governador Anastasia para a realização da sexta edição do programa com o Instituto, o reitor Marco Gilli ressaltou seu interesse em renovar o convênio com o Governo de Minas.

“Temos com Minas Gerais uma importante cooperação, que existe há muito tempo. Achamos que o convênio com o Programa deve ser renovado e faremos o possível para que o seja. Este acordo de cooperação deve ser valorizado porque traz bons resultados para todos os envolvidos. Temos muitos brasileiros aqui no Instituto em processo de intercâmbio. Temos vários acordos de intercâmbios no campo da pesquisa. Isso é muito vantajoso”, disse Gilli.

O Polito adota, desde o início dos anos 1980, uma política de cooperação internacional.Parcerias com universidades e outras instituições de pesquisa de diversos países têm sido realizadas, assim como intercâmbios de alunos e professores. A universidade, criada há 152 anos, está sediada em seis escolas principais: quatro delas de engenharia (também voltadas para Tecnologias da Informação e Gestão) e duas de arquitetura. É uma das principais universidades técnicas na Itália e em todo o mundo.

Também participam do encontro no Instituto Politécnico o presidente da Câmara Italiana de Comércio de Minas Gerais, Giacomo Regaldo; o presidente da Fiemg, Olavo Machado; o vice-presidente do Fundação Centro Tecnológico de Minas Gerais (Cetec), Antônio Dianese e os secretários de Estado Dorothéa Werneck, Agostinho Patrus Filho, Bráulio Braz e Gil Pereira.

“Jovens Mineiros Cidadãos do Mundo”

O programa Jovens Mineiros Cidadãos do Mundo teve início em outubro de 2007, quando o então vice-governador Antonio Anastasia propôs ao governo da Região Piemonte a realização da primeira edição. A Região foi escolhida para o projeto-piloto em razão dos laços de amizade e cooperação já estabelecidos com Minas. É executado pela Secretaria-Geral da Governadoria, por meio da Assessoria de Relações Internacionais.

Durante um período de cerca de um mês, os participantes são inseridos nos mais diversos ambientes estratégicos e submetidos a intensivo treinamento em universidades, centros de excelência, empresas e órgãos governamentais no estado/província parceiro.

O Jovens Mineiros é baseado no tripé governo-universidade-empresa. Por ter como base a cooperação de Minas Gerais com outros estados ou províncias, o princípio da reciprocidade é aplicado, ou seja, em contrapartida Minas recebe grupos para serem treinados nossas universidades e instituições de pesquisa.

Outros objetivos do programa são a internacionalização institucional e econômica de Minas Gerais e a oportunidade de atração de investimentos. O setor privado, além de patrocinador, orienta o Estado na definição das áreas estratégicas que serão os temas das edições com base nas demandas de mercado.

Próxima edição

O Governo de Minas abriu inscrições para instituições que desejam participar da nona edição do Programa Jovens Mineiros Cidadãos do Mundo. O prazo para encaminhamento das propostas vai até 18 de abril próximo. Serão selecionadas instituições de ensino superior que possuem cursos de graduação e pós-graduação nas áreas de Engenharia Aeronáutica e Aeroespacial.

As instituições escolhidas deverão indicar alunos matriculados nos três últimos semestres dos cursos de graduação em cursos de Engenharia Mecânica, de Produção, Aeroespacial, Aeronáutica e Mecânica Aeronáutica e de Controle e Automação. Eles farão intercâmbio no Institut Aéronautique et Spatial (IAS), em Toulouse (França), de 18 de junho a 14 de julho de 2012.

Workshop para apresentar os principais produtos turísticos de Minas

O governador Antonio Anastasia também participou em Turim, na noite desta segunda-feira (5), ao lado do secretário de Turismo, Agostinho Patrus Filho, da solenidade de apresentação do “Destino Minas Gerais na Itália” para empresários do segmento de turismo. O evento, organizado pela Secretaria de Estado de Turismo, tem o objetivo de apresentar os principais produtos turísticos de Minas Gerais para agentes e operadores italianos para que os atrativos mineiros sejam ofertados nos catálogos de produtos turísticos da Itália.

O workshop  será realizado, também, em Roma, Nápoles e Salerno nesta semana. O foco é capacitar 200 operadores, agentes de viagens e imprensa especializada em relação aos roteiros que Minas Gerais tem a oferecer durante eventos como Copa das Confederações e a Jornada Mundial da Juventude, em 2013, a Copa do Mundo de 2014 e os Jogos Olímpicos de 2016.

A iniciativa integra as ações de Minas Gerais como “Destino do Ano” da VIBRATA – Itália (Associação de Operadores especialistas em Brasil), uma parceria com a Embratur que visa ampliar a comercialização de Minas Gerais no mercado italiano. A Itália é o terceiro mais importante país emissor de turistas para o Brasil e para Minas Gerais. Segundo o Anuário Estatístico 2011 da Embratur, os italianos foram os principais turistas europeus no Brasil, com cerca de 250 mil turistas em 2010, dos quais 5,7 mil visitaram Minas.

Fonte: Agência Minas

Governo de Minas assina termo de capacitação profissional para Copa do Mundo de 2014

Assinatura do termo de cooperação

Belo Horizonte (24/01/12) – Nesta terça-feira (24), foi assinado acordo de cooperação técnica na sede do Senac-MG, para qualificar mão de obra para a Copa de 2014. O documento foi firmado pelas secretarias de Estado Extraordinária da Copa do Mundo (Secopa), de Turismo (Setur) e de Trabalho e Emprego (Sete); pelo Sistema Fecomércio Minas, Sesc e Senac. Serão oferecidos cursos de capacitação profissional e técnicos para várias categorias, na capital e no interior do Estado. Os cursos devem começar em março, com turmas de 20 a 40 pessoas.

Para o secretário Sergio Barroso, da Secopa, a iniciativa reforça a responsabilidade social do governo. “Assim como as obras de infraestrutura esportiva, a capacitação profissional também assume papel fundamental, porque vai representar um dos maiores legados para a sociedade com a realização da Copa. Essa mão de obra estará muito melhor preparada para trabalhar em futuros eventos”, observa.

O secretário Carlos Pimenta, da Sete, destaca a importância da iniciativa. “A qualificação profissional e o emprego de qualidade são prioridades do Governo de Minas. Queremos ser referência não apenas para a Copa do Mundo, mas ser reconhecidos como o Estado brasileiro que mais investe no trabalhador e na geração de empregos”, afirma.

O secretário de Estado de Turismo, Agostinho Patrus Filho, salienta que o trabalho integrado entre as pastas do Governo de Minas e entidades parceiras, como essa iniciativa, é fundamental para o planejamento desses grandes eventos mundiais que vão acontecer no Brasil e no Estado. “A Setur planeja, coordena e fomenta as ações relacionadas ao turismo com objetivo de incrementá-lo, com consequente geração de emprego e renda. Estamos fazendo um trabalho coeso que resulta na atração de turistas para Minas Gerais”, relata o secretário.

O presidente do Sistema Fecomércio Minas, Lázaro Luiz Gonzaga, também realça a importância do trabalho conjunto com o Governo de Minas. “Nosso objetivo é colaborar para que Minas esteja preparada ao receber a Copa do Mundo de 2014 e para que o maior número de pessoas possa se beneficiar, por meio da interiorização das ações e da oferta de cursos gratuitos de qualificação nas áreas de turismo e hospitalidade”.

Outras parcerias

O Governo de Minas tem outros acordos de ações de capacitação já firmados para a Copa das Confederações, em 2013, e a Copa do Mundo de 2014. Em outubro passado, por meio da Secopa, da Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Sectes) e do Sebrae-MG, o Estado assinou o protocolo de intenção para a criação do “Laboratório de Culturas do Mundo”, que funciona dentro do Plug Minas (Centro de Formação e Experimentação Digital), da Secretaria de Estado de Cultura (SEC).

Por meio do acordo, jovens de 14 a 24 anos, de escolas públicas de Belo Horizonte e região metropolitana, terão a oportunidade de estudar inglês e espanhol, gratuitamente, a partir de 2 de fevereiro. Eles aprenderão não só o idioma, mas também sobre a cultura desses países.

Outra iniciativa voltada para o evento esportivo foi o acordo de cooperação técnica assinado entre a Secopa e a Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte (CDL),  em dezembro, visando à preparação de lojistas.

Fonte: Agência Minas