• Agenda

    setembro 2020
    S T Q Q S S D
     123456
    78910111213
    14151617181920
    21222324252627
    282930  
  • Categorias

  • Mais Acessados

    • Nenhum
  • Arquivo

  • Minas em Pauta no Twitter

    Erro: Assegure-se de que a conta Twitter é pública.

Mais de mil pessoas na Pampulha se mobilizam em favor de Pimenta da Veiga

Caminhada Coração Mineiro, organizada pela Coligação Todos por Minas, reuniu mais de mil pessoas na região da Pampulha.

Coligação Todos por Minas

Fonte: Pimenta 45

Mobilização de apoio a PimentaDinisAnastasia e Aécio reúne mais de mil pessoas na região da Pampulha

Caminhada Coração Mineiro contou com as presenças de Anna Paola e Adriana Pinheiro, além de representantes de segmentos da sociedade mineira

Coligação Todos por Minas promoveu neste domingo (28/09) uma grande mobilização em apoio às candidaturas de Pimenta da VeigaDinis PinheiroAntonio Anastasia e Aécio Neves. Mais de mil pessoas participaram da caminhada Coração Mineiro, na orla da Lagoa da Pampulha, em Belo Horizonte. O evento contou com as presenças das esposas de Pimenta e DinisAnna Paola e Adriana Pinheiro, além de representantes de segmentos da sociedade mineira e lideranças políticas e comunitárias.

Para Anna Paola, a certeza da vitória de Pimenta está nas manifestações da população. “A importância está aqui, com essa quantidade de pessoas se unindo nessa jornada. A prova de que nós vamos ganhar está aqui”, afirmou. Já Adriana Pinheiro destacou o momento crescente da campanha 45. “Minas merece a continuidade de um governo que tem transparência, ética e muito trabalho. É isso que estamos evidenciando cada vez mais com as pessoas que estão se agregando à campanha do 45”, avaliou.

O trajeto, de aproximadamente uma hora, foi marcado por muita animação e palavras de apoio. A caminhada Coração Mineiro teve início na manhã deste domingo com concentração na Praça Nova de Eventos, próximo à Igrejinha de São Francisco, na orla da lagoa da Pampulha, seguindo pela Avenida Otacílio Negrão de Lima. Por onde passava, a mobilização recebia a adesão de populares. Das casas e prédios, centenas de pessoas manifestaram apoio às candidaturas de PimentaDinisAnastasia e Aécio.

Pimenta vai melhorar qualidade de vida para portadores de deficiência

Em encontro com Anna Paola Frade, esposa de Pimenta, representantes levaram sugestões de políticas para melhoria da acessibilidade.

Eleições 2014

Fonte: Pimenta 45

Pessoas com deficiência se unem a Pimenta da Veiga na luta por mais inclusão e qualidade de vida

Em encontro com Anna Paola Frade, esposa do candidato a governador, representantes levaram sugestões de políticas para melhoria da acessibilidade

A busca por inclusão e melhor qualidade de vida marcou o encontro realizado nesta segunda-feira (22/09), em Belo Horizonte, que reuniu dezenas de pessoas com deficiência, seus familiares e representantes de diversos segmentos de entidades que prestam apoio às pessoas deficientes. Presidido por Anna Paola Frade, esposa do candidato a governador Pimenta da Veiga, o evento teve como objetivo incluir no Plano de Governo a participação efetiva das pessoas com deficiência, que também declararam total apoio às candidaturas da Coligação Todos por Minas.

“Hoje me sinto realizada. Foi um dia tão importante, porque reunimos aqui no Comitê do Pimenta da Veiga, candidato ao Governo de Minas, meu marido, um grupo significativo de entidades que representam pessoas com deficiência. Foi emocionante e eu me comprometo a lutar ao lado dessas pessoas maravilhosas, que merecem oportunidades na vida como todos nós”, afirmou Anna Paola.

Ao lado do vereador de Belo Horizonte Leonardo Mattos, Anna Paola Frade transmitiu o compromisso firme de Pimenta da Veiga de incluir as pessoas com deficiência em sua equipe de governo, se eleito, com objetivo de desenvolver políticas públicas de acessibilidade ainda mais inclusivas. Ela ainda garantiu sua participação direta para assegurar os benefícios.

Pimenta da Veiga terá um olhar atencioso a esse segmento e as políticas para pessoas com deficiência terão peso em seu governo, porque haverá uma mulher brigando por essa classe junto a ele no governo. Fiquei muito sensibilizada quando esses grupos todos declararam apoio ao melhor candidato que Minas tem”, disse emocionada.

A meta de Pimenta da Veiga é assegurar que as pessoas com deficiência recebam em sua gestão atenção especial, conforme determina a Convenção dos Direitos das Pessoas com Deficiência e a Política Nacional de Educação Especial na Perspectiva da Educação Inclusiva. Se eleito, o candidato quer garantir atendimento adequado às pessoas com deficiência, incluindo autismo, independentemente da idade.

Políticas garantidas

No encontro, foram discutidas a implantação da educação inclusiva e bilíngue para surdos (LIBRAS – português), a partir da educação infantil, de forma coerente, qualificando a escola comum com capacitação dos profissionais da educação, necessidade de acesso aos espaços físicos e aquisição de tecnologias assistivas adequadas. Outro ponto discutido foi quanto à oferta de transporte escolar adequado às necessidades das pessoas com deficiência, incluindo autismo.

Além disso, Pimenta da Veiga se compromete a divulgar e incentivar a Lei Federal Nº 8.213, de 1991, com os objetivos de fiscalizar seu cumprimento e de reverter os valores das multas para um fundo que promova a qualificação das pessoas com deficiência, incluindo autismo, para o mercado de trabalho.

Militante do movimento de defesa dos direitos das pessoas com deficiência, Leonardo Mattos defendeu o apoio a Pimenta da Veiga ao Governo de Minas e de Anastasia ao Senado, principalmente pelo engajamento dos dois na busca pelas melhorias ao segmento. Para o vereador, a inclusão das pessoas com deficiência no desenvolvimento das propostas é o grande diferencial desta campanha.

“Pimenta da Veiga nos acolhe, nos recebe, pronto para nos ouvir. Isso é um sinal de que nós, pessoas com deficiência, estaremos no centro das decisões do governo. As políticas são sempre tratadas distantes de nós. Agora, Pimenta diz: ‘as políticas serão com vocês’. Portanto, isso motivou todas as pessoas com deficiência, profissionais, familiares, a fazer uma grande corrente em defesa do ingresso das pessoas com deficiência, definitivamente, no Governo de Minas. Nós seremos um exemplo para o Brasil. Os deficientes, tratando das políticas para os deficientes”, comemorou.

Vale do Aço se mobiliza em apoio a Aécio e Pimentel

O Vale do Aço se mobilizou para receber os candidatos Pimenta da Veiga e Aécio Neves na reta final da campanha eleitoral.

Eleições 2014

Fonte: Pimenta 45

Vale do Aço se mobiliza em apoio às candidaturas de Pimenta da Veiga e Aécio

Em visita a Ipatinga, Coronel Fabriciano e Timóteo, candidatos defendem crescimento econômico e mais emprego e renda para Minas e o Brasil

Vale do Aço, um dos mais importantes polos econômicos de Minas Gerais, se mobilizou neste sábado (20/09) para receber os candidatos a governador Pimenta da Veiga e a presidente Aécio Neves na reta final da campanha eleitoral. O centro comercial dos principais municípios da região – Ipatinga, Coronel Fabriciano e Timóteo – foi tomado por milhares de pessoas que abraçaram, tiraram fotos e caminharam ao lado de Pimenta e Aécio, que chegaram acompanhados dos candidatos a vice-governador Diniz Pinheiro e a senador Antonio Anastasia. Nas três cidades, eles participaram de animada carreata que ganhou a adesão de centenas de carros e motos. Por onde passaram, foram saudados com foguetório e chuva de papel picado.

Pimenta da Veiga afirmou que a atração de investimentos, com a instalação de novas indústrias e geração de emprego e renda é um dos pontos altos do seu Plano de Governo para o Vale do Aço. Ele voltou a condenar a falta de eficiência do governo do PT na condução da economia do país. “Queremos dinamizar muito a economia do Estado. Estamos muito preocupados com a recessão em que o PT meteu o Brasil, o desemprego que já começa a assustar muito e a inflação que está voltando. Aqui, que é um polo econômico tão importante para Minas, é o cenário para discutirmos essas coisas, por isso também estamos aqui”, ressaltou.

Retomada

Aécio Neves afirmou que o Vale do Aço sente na pele as consequências da retração da atividade industrial em razão do governo federal ter voltado as costas para Minas Gerais. Ele defendeu a eleição dos candidatos da Coligação Todos por Minas para que Minas e o país tenham condições de implementar um governo comprometido com a retomada do crescimento econômico, com a ética e o desenvolvimento social.

“Temos em nossas mãos uma oportunidade extraordinária de iniciar um novo ciclo no Brasil, mas também de investimentos em Minas Gerais, com o governador Anastasia no Senado, com Pimenta da Veiga no governo e com nossa candidatura que, acredito, vai entrar na última semana de eleição, já claramente apontando para nossa presença no segundo turno”, disse ele.

Justiça Eleitoral nega direito de resposta a Pimentel

Justiça conclui que informação em programa de Pimenta da Veiga sobre piora da economia brasileira é “verídica, pública e notória”.

Eleições 2014

Fonte: Pimenta 45

TRE nega direito de resposta a candidato do PT, que era ministro quando economia começou a cair

Justiça conclui que informação divulgada em programa eleitoral de Pimenta da Veiga sobre piora da economia brasileira é “verídica, pública e notória”

Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais (TRE-MG) julgou improcedente, nesta quinta-feira (18/09), pedido de direito de resposta apresentado pela coligação que apoia Fernando Pimentel contra programa eleitoral de rádio do candidato a governador Pimenta da Veiga com crítica à situação econômica do Brasil. Na sentença, o juiz Virgílio de Almeida Barreto conclui que “o suscitado na propaganda eleitoral é salutar para a o debate eleitoral, de modo que não se identifica, na espécie, qualquer notícia sabidamente falsa.”

A decisão da Justiça Eleitoral se refere ao programa da Coligação Todos por Minas que mostrou queda nos indicadores econômicos brasileiros quando o candidato do PT ao Governo de Minas era ministro do Desenvolvimento EconômicoIndústria e Comércio Exterior. O juiz Almeida Barreto considerou que vários jornais e sites publicaram matéria sobre o assunto e que a reprodução dessas informações não fere a legislação eleitoral em vigor.

“O Valor Econômico, às fls. 47/48, por exemplo, trouxe matéria veiculada em 2013 destacando o fraco crescimento do PIB brasileiro, se comparado os Brics, o que corrobora a tese de que a publicação feita na propaganda de rádio é verídica, pública e notória”, cita a sentença. O grupo político conhecido como Brics é formado pelos países que possuem os maiores mercados emergentes do mundo: Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul.

O TRE destacou ainda que os próprios órgãos federais de pesquisa apontaram piora na economia brasileira ao tempo em que o candidato petista era o ministro responsável pela pasta do Desenvolvimento. “Vale dizer que até mesmo os gráficos do IBGE sobre o PIB, que foram apresentados pela representante, demonstram oscilações com tendência descendente tanto do PIB geral quanto do PIB per capita (fls. 18/25)”, pontua decisão do TRE.

Caminhada de Pimenta, Anastasia e Aécio mobiliza Belo Horizonte

Caminhada contou com as presenças de voluntários, lideranças políticas e representantes de todos os segmentos da sociedade mineira.

Eleições 2014

Fonte: Pimenta 45

Caminhada pela vitória de Pimenta, Anastasia e Aécio reúne mais de quatro mil pessoas em BH

Evento realizado na região central da Capital contou com as presenças de voluntários, lideranças políticas e representantes de todos os segmentos da sociedade mineira

Mais de quatro mil pessoas participaram, na manhã deste domingo (14/09), em Belo Horizonte, de uma grande caminhada pela vitória de Pimenta da Veiga como governador de MinasDinis Pinheiro como vice-governador, Antonio Anastasia ao Senado e Aécio Neves para a Presidência da República. Com bandeiras, faixas e balões, mulheres, homens, jovens e crianças, além de candidatos a deputado, percorreram e coloriram toda a extensão da AvenidaJoão Pinheiro, desde a Praça da Liberdade, até a Praça Afonso Arinos, na região central da Capital.

O evento contou com as presenças das esposas de Pimenta da Veiga, a jornalista Anna Paola, e de Dinis Pinheiro, a administradora de empresas Adriana Pinheiro, além de milhares de apoiadores. Anna Paola Frade Pimenta da Veiga destacou a importância da caminhada para a campanha. “Essa caminhada é resultado de uma relação de carinho com as pessoas. Todos lutam por uma causa única que é a eleição de Pimenta e de Dinis Pinheiro. Isso aqui, hoje, é uma demonstração de esperança, de afeto e de vitória. Vamos ganhar essa eleição”, afirmou.

Também presente ao avento, a presidente do Sindicato dos Salões de Barbeiros, Cabeleireiros, Institutos de Beleza e Similares de Belo Horizonte, Eliana Ribeiro, falou sobre o apoio aos candidatos da Coligação Todos por Minas. “A categoria da beleza fecha com esse apoio. A vitória de Pimenta da Veiga é para continuar o que já está sendo feito em Minas, não podemos interromper um ciclo, em time que ganha não se mexe. Minas não pode parar”, afirmou a sindicalista.

O engenheiro elétrico Edmundo Lanna Drumond também acompanhou a caminhada e destacou a importância da vitória de Pimenta da Veiga. “Vim aqui especialmente para esse evento. Pimenta é um homem íntegro, idôneo, trabalha muito, é dinâmico. Minas estará bem representada com ele”, concluiu. Encerrado na Praça Afonso Arinos, o encontro reuniu representantes de diversos segmentos da sociedade mineira, voluntários, lideranças políticas e centenas de famílias.

Pedido de investigação pode cassar candidatura de Pimentel

Ação do TRE contesta candidaturas de Fernando Pimentel e Antônio Andrade por utilização eleitoral de programas federais.

Eleições 2014

Fonte: Pimenta 45

Pedido de investigação de favorecimento eleitoral com uso da máquina pública pode cassar Pimentel

Ação ajuizada no TRE contesta candidaturas de Fernando Pimentel e Antônio Andrade por utilização eleitoral de programas federais durante pré-campanha

Coligação Todos por Minas entrou, nesta quinta-feira (11/9), com uma ação de investigação judicial eleitoral que pode resultar na cassação das candidaturas de Fernando Pimentel, do PT, e do vice, Antônio Andrade (PMDB), que disputam o Governo de Minas. A ação se baseia no fato de que, ainda na pré-campanha, após se desincompatibilizarem dos cargos de ministros da presidente Dilma Rousseff, ambos participaram ativa e ostensivamente de várias solenidades oficiais do governo federal para entregas de máquinas, casas e diplomas de conclusão de cursos, com clara intenção de obter benefício eleitoral.

De acordo com a Assessoria Jurídica da coligação Todos por Minas, desde fevereiro deste ano foi posta em prática uma estratégia de uso da máquina pública federal para, ilegalmente, impulsionar suas candidaturas ao Governo do Estado, com o apoio direto da presidente da RepúblicaDilma Rousseff. Em um período de aproximadamente três meses, em flagrante pré-campanha, Pimentel e Antônio Andrade participaram ativamente como protagonistas de oito eventos oficiais, realizados em sete polos regionais de Minas Gerais, envolvendo distribuição de bens e serviços custeados com recursos públicos federais.

A ação denuncia com fotos, vídeos e reportagens de importantes veículos de imprensa do país a participação dos pré-candidatos nos eventos em várias cidades mineiras. Também os sites do PT e do então pré-candidato ao governo de Minas, assim como publicações oficiais do governo federal, divulgaram fotos e declarações com cunho eleitoral de Pimentel e da presidente Dilma.

A visibilidade antecipada dos pré-candidatos, classificada, na ação, como “a mais impactante estratégia de favorecimento eleitoral da recente história mineira”, foi obtida, segundo a Assessoria Jurídica da coligação Todos por Minas, durante entregas do Programa de Doação de Máquinas para Recuperação de Estradas Vicinais (PAC 2), Programa Minha Casa, Minha Vida (PAC 2) e Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec).

A ação relata que o candidato do PT, nos eventos, “discursou, foi louvado pela presidente e pelos demais que fizeram uso da palavra, entregou chaves simbólicas das máquinas para todos os prefeitos, com quem tirou foto, pediu voto e estruturou apoio eleitoral para sua campanha”. O levantamento mostra que Antônio Andrade só não esteve presente em uma ou duas solenidades, sendo que, nas demais, teve também participação ativa e ostensiva.

Além do pedido de cassação do registro das candidaturas ou dos diplomas de Fernando Pimentel e Antônio Andrade, a ação da coligação Todos por Minas solicita à Justiça Eleitoral aplicação de multa a cada um, e a inelegibilidade de ambos, por oito anos, por abuso de poder político.

Santa Casa será ampliada no governo de Pimenta da Veiga

Pimenta voltou a alertar a população sobre a omissão e o descaso do governo federal que não deu a devida atenção ao setor em Minas.

Coligação Todos por Minas

Fonte: Pimenta 45 

Pimenta da Veiga garante ampliação de parceria do Governo do Estado com a Santa Casa

Candidato diz que vai fortalecer regionalização da saúde em Minas e volta a demonstrar perplexidade com escândalos de corrupção envolvendo o PT

Ao reiterar seus compromissos em relação à rede estadual de saúde, o candidato a governador pela Coligação Todos por MinasPimenta da Veiga, voltou a alertar a população sobre a omissão e o descaso do governo federal que, nos últimos anos, não deu a devida atenção ao setor em Minas Gerais, “não construindo nenhum hospital” no Estado. Segundo ele, o Governo do Estado tem feito enormes esforços ao assumir toda a responsabilidade pelos investimentos no sistema de saúde em Minas. Durante encontro com dirigentes da Santa Casa de Belo Horizonte, nesta segunda-feira (08/09), Pimenta voltou a destacar a regionalização da assistência à saúde como sua grande proposta para o setor.

“O esforço do Governo do Estado é muito grande porque o governo federal, nos últimos anos, não fez um hospital sequer em Minas. Portanto, a responsabilidade ficou toda com o Estado, que tem cumprido esse papel. O sistema de saúde que está implantado em Minas é uma rede regionalizada, já existem hospitais prontos, existem vários em construção e alguns em fase de projeto. Vamos concluir todos eles, equipá-los e colocá-los em funcionamento nas melhores condições. É um sistema muito bom, que vamos levar avante, para cada vez mais melhorar a saúde do cidadão”, garantiu Pimenta.

Durante a reunião, o candidato recebeu uma carta de reivindicações dos médicos da instituição e ressaltou que vai reforçar as parcerias com a Santa Casa. “A saúde de Minasdeve muito à Santa Casa pelo atendimento que faz, com mais de mil leitos ofertados. Teremos no meu governo, sendo eleito, uma parceria constante com a Santa Casa, com convênios que vamos fazer e dando seguimento aos que já foram firmados. Este ano a instituição receberá quantia expressiva do Estado, estabelecendo novos pontos de parceria, como, por exemplo, financiamentos pelo BDMG para investimentos e custeio”, disse.

O provedor interino da Santa Casa, Porfírio Andrade, também destacou a importância da parceria com o Estado. “Fizemos um acordo com o Governo do Estado, que irá repassar recursos para manter a maternidade da Santa Casa em funcionamento. Ela existe há quase 100 anos e queremos continuar prestando um bom serviço aos mineiros. Os bancos de fomento, que têm taxas de juros de longo prazo e mais baixas, nos permitem fazer investimentos com um custo menor. Apresentamos um documento de demandas aos candidatos porque queremos ter uma parceria maior com o Estado”, disse Porfírio.

Governo de Minas vai disponibilizar, este ano, até R$ 4 milhões para que a Santa Casa de Belo Horizonte faça as obras de adequação na Maternidade Hilda Brandão. O Estado também disponibilizará mais R$ 5 milhões como incentivo financeiro destinado ao custeio da instituição. Somente em 2014, o Governo de Minas já repassou à Santa Casa da Capital R$ 3,7 milhões, por meio do Pro-Hosp. Entre 2003 e 2013 foram, no total, R$ 48,7 milhões repassados pelo programa. Além disso, mais R$ 788 mil foram destinados à instituição, desde 2003, por meio de outros convênios com o Estado.

Foco nas propostas

Em relação à campanha eleitoral, Pimenta reafirmou seu compromisso com a apresentação de propostas e o debate de ideias. “Vamos continuar apresentando as nossas propostas e vamos, também, fazer uma ação política. Do mesmo modo que o candidato adversário, do PT – que curiosamente não exibe seu partido, não exibe suas companhias –, está contestando nossas ações administrativas sem nenhuma base, vamos agir politicamente mostrando quais são as suas companhias, quais são as omissões do governo federal em relação a Minas. Vamos ajudar o mineiro a refletir sobre os fatos”, ressaltou.

Após o encontro, Pimenta voltou a expressar sua perplexidade com relação ao escândalo da Petrobras. “Não me lembro de ter visto um caso de corrupção mais escandaloso. Envolve, segundo a imprensa está dizendo, um número próximo a R$ 10 bilhões para financiar apoio ao PT no Congresso Nacional. Esses fatos precisam ser investigados. Essa investigação tem que ir a fundo. Aqui não fala o candidato, fala o cidadão”, frisou. Recente denúncia revelada pela revista Veja apontou integrantes do governo da presidente Dilma Rousseff e outros aliados do PT – partido do candidato ao Governo do Estado e ex-ministro, Fernando Pimentel – como beneficiários do esquema de corrupção.

Pimenta vai atrair empresas da chamada Nova Economia

Pimenta quer trabalhar para atrair empresas da chamada Nova Economia, cujos produtos geram emprego e têm maior valor agregado.

Eleições 2014

Fonte: PSDB-MG

Pimenta da Veiga quer novo salto econômico e mais empregos

Candidato a governador pela Coligação Todos por Minas quer atrair empresas da chamada Nova Economia para agregar valor à produção do Estado

Diversificar a economia e investir na geração de emprego de qualidade são as principais estratégias do candidato a governador Pimenta da Veiga para garantir que os bons resultados da economia mineira alcance patamares ainda maiores. Ao participar, nesta quarta-feira (20/08), em Belo Horizonte, da inauguração do comitê de campanha do candidato a deputado estadual Gilvan Pinho Tavares (PV), Pimenta ressaltou que nos últimos dez anos o PIB per capita em Minas cresceu quase 200% e que no mesmo período o Estado recebeu perto de R$ 200 bilhões de investimentos privados. Segundo ele, é preciso continuar atraindo investimentos para assegurar o desenvolvimento econômico e social.

”Queremos que todos os investimentos que possam vir para Minas cheguem efetivamente aqui para construir uma economia mais forte e mais diversificada”, afirmou. Para Pimenta da Veiga, existe a necessidade de agregar valor ao que é produzido em Minas Gerais. “O que nós queremos é aproveitar a nossa produção, sejam os grãos, seja o minério para que ele seja melhor aproveitado aqui dentro e em mais etapas, fazendo um aproveitamento dessas matérias primas aqui. Vamos atuar em todos os setores”, disse ele.

Tecnologia de ponta

Além dos setores já tradicionais da economia mineira, Pimenta da Veiga quer trabalhar para atrair empresas da chamada Nova Economia, cujos produtos têm maior valor agregado e geram emprego de qualidade. São empresas dos setores de Tecnologia da Informação e Comunicação, do setor aeroespacial, farmacêutico e eletrônico. “Minas Gerais tem um grande ambiente para a Nova Tecnologia. Queremos criar todas as condições para que esses investimentos ocorram”, afirmou.

Nos últimos anos, várias empresas dessa área se instalaram em Minas Gerais, entre elas a Six Semicondutores, que deve iniciar a produção de semicondutores em Ribeirão das Neves, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, no ano que vem. Já operam no Aeroporto Internacional Tancredo Neves, em Confins, os centros de manutenção de aeronaves da Gol e da Azul/Trip.

Também escolheram Minas Gerais para expandir seus negócios grandes empresas da área farmacêutica, como a fábrica de capsulas para medicamentos ACG Worldwide, em Pouso Alegre; o Centre Suisse d’Electronique et de Microtechnique (CSEM Brasil), em Belo Horizonte, que realiza investimentos em pesquisa básica e aplicada nos campos das nano e microtecnologias, engenharia de sistemas, tecnologias de informação e telecomunicação e ainda a fábrida da Biomm em Nova Lima, que atua na área de biotecnologia e vai fabricar insulina.

Para Pimenta, “governar não é ato individual, é ato coletivo”

Coligação Todos por Minas apresentou segmentos contemplados no Plano de Governo e anunciou construção de 100 mil casas populares.

Eleições 2014

Fonte: Site do candidato Pimenta da Veiga

Diversidade social é marca na campanha de Pimenta da Veiga

Coligação Todos por Minas apresenta segmentos contemplados no Plano de Governo; candidato anuncia, ainda, construção de 100 mil casas populares

Mais de 50 entidades mineiras de 18 segmentos sociais passaram a integrar a campanha do candidato a governador Pimenta da Veiga, participando ativamente de eventos e contribuindo com a formulação do Plano de Governo da Coligação Todos por Minas. O evento de apresentação dos colaboradores, na manhã desta segunda-feira (11/8), em Belo Horizonte, lotou o auditório do comitê central da campanha. O especialista em administração Marcelo Lana, com larga experiência em entidades estaduais e nacionais, é o coordenador de Segmentos Sociais da coligação.

“Para conversar diretamente com todos, a campanha se segmentou buscando identificar demandas de cada setor. Como a campanha cresce a cada dia e o número de entidades diversas é cada vez maior, foi criada a coordenação de segmentos”, explicou Lana. “Nesta grande estrutura estão associações, sindicatos, fundações e toda a pluralidade do segmento social: mulheres, jovens, idosos, negros, LGBT, sindicalistas, cooperativas, esportistas, catadores de papel, artesãos, enfim, todos estão representados aqui”, completou.

Ao lado do candidato a governador Pimenta da Veiga e do candidato a senador Antonio Anastasia, o coordenador Marcelo Lana disse que essa parceria é fundamental para a elaboração do Plano de Governo, que será apresentado à população mineira em setembro. “Assim, a campanha estabelece um diálogo com cada público, com olhar sensível e respeitando suas especificidades. Conosco, a sociedade caminha junto, opinando, colaborando e construindo uma campanha plural, democrática e inclusiva”, afirmou Lana.

O diálogo aberto com a sociedade sempre foi uma das marcas de Pimenta em todos os cargos públicos em que ocupou. Segundo ele, essa característica da campanha representa um passo fundamental de interação com todos os mineiros. “Governar não é ato individual, é ato coletivo. Por onde passei, sempre valorizei de todos os modos a participação popular. Tudo deve ser feito ouvindo os segmentos sociais e é isso que estamos fazendo. É assim que queremos governar, sempre ouvindo toda a sociedade”, destacou Pimenta.

Habitação popular

Antes do início do encontro com representantes dos segmentos sociais, Pimenta da Veigadestacou as ações realizadas pelo Governo de Minas nos últimos anos na área habitacional. Ele anunciou, ainda, a construção de 100 mil casas populares. “O Governo do Estado nos últimos anos construiu 35 mil habitações para população de baixa renda em todas as regiões. Nós temos um plano ambicioso a esse respeito. No nosso período de governo vamos construir 100 mil casas Minas Gerais”, afirmou.

“Vamos atender a toda demanda de baixa renda, atender a população que mora em áreas de risco e, ainda, atender cidadãos ligados a alguns setores específicos, como, os profissionais das áreas de segurança e educação, entre outras. É um programa, audacioso, é um grande esforço que o governo fará. A questão da casa própria será tratada de modo prioritário no nosso governo”, explicou, ao destacar a necessidade de buscar novos avanços neste setor.

Implantado em 2005 como principal programa habitacional do Governo de Minas, o Lares Geraes Habitação Popular, executado pela Companhia de Habitação do Estado de Minas Gerais (Cohab Minas), reduziu o déficit de moradias em cerca de 19% nos municípios com até 20 mil habitantes, que são 80% do total de cidades mineiras. Foram aplicados, de 2005 a junho de 2014, mais de R$ 1 bilhão para construção de casas para famílias de baixa renda.