• Agenda

    agosto 2019
    S T Q Q S S D
    « out    
     1234
    567891011
    12131415161718
    19202122232425
    262728293031  
  • Categorias

  • Mais Acessados

    • Nenhum
  • Arquivo

  • Minas em Pauta no Twitter

    Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.

  • Anúncios

Governo de Minas: Alberto Pinto Coelho participa do lançamento da SuperAgro 2012

Vice-governador ressalta importância do agronegócio mineiro para o país

Carlos Alberto/Imprensa MG
Alberto Pinto Coelho afirmou, durante pronunciamento, que o Governo de Minas estuda alternativas para não transferir o Parque da Gameleira para outro local
Alberto Pinto Coelho afirmou, durante pronunciamento, que o Governo de Minas estuda alternativas para não transferir o Parque da Gameleira para outro local

O vice-governador Alberto Pinto Coelho participou, nesta quinta-feira (19), do lançamento da Superagro 2012, maior e mais diversificada mostra do agronegócio mineiro, que na edição deste ano será realizada entre os dias 3 e 10 de junho, no Parque de Exposições da Gameleira/Expominas. Durante o lançamento do evento, na sede da Federação de Agricultura e Pecuária de Minas Gerais (Faemg), o vice-governador ressaltou a importância do Estado para o agronegócio do Brasil.

“Minas Gerais tem a felicidade de ter um sistema operacional de primeira linha no Estado. Temos as universidades e, mais do que isso, fundamentalmente, temos aqueles que se dedicam à atividade e que fazem de Minas Gerais uma referência no setor do agronegócio, que a cada dia ganha maior expressão e maior representatividade na economia de nosso Estado e país”, destacou o vice-governador.

Os promotores da feira estão otimistas para a edição 2012 e esperam bons negócios, após o recorde alcançado pelo Produto Interno Bruto (PIB) agrícola mineiro em 2011, de R$ 118 bilhões, de acordo com o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), da USP. A Superagro é realizada pelo Governo de Minas Gerais – por meio da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa) e Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA) – em parceria com a Federação de Agricultura e Pecuária do Estado de Minas Gerais (Faemg) e Sebrae Minas.

O presidente da Faemg, Roberto Simões, agradeceu o apoio do vice-governador Alberto Pinto Coelho na realização da mostra. “A Superagro tem um significado maior do que exposições comuns. Além da exposição agropecuária, temos uma série de eventos e novidades. A Superagro vai além dos objetivos normais de uma promoção dessa natureza. Além dos negócios, a feira tem o aspecto educativo e social”, afirmou Roberto Simões.

Parque da Gameleira

Durante o lançamento da Superagro 2012, Alberto Pinto Coelho afirmou que o Governo de Minas estuda alternativas para não transferir o Parque da Gameleira para outro local, mantendo as principais exposições agropecuárias.

“Essa é uma discussão que se arrasta há anos. O Estado está buscando soluções, já que as atividades no parque aumentam a cada ano”, disse o vice-governador. Alberto Pinto Coelho afirmou que as associações do Parque da Gameleira estão sendo ouvidas para agregar o parque ao Expominas, de forma que o local se transforme em um centro de convenções completo.

“Essa dicotomia de separar o Expominas do Parque da Gameleira caiu por terra e estamos estudando uma solução para integrar os dois espaços”, afirmou o vice-governador. Ele explicou que já foi aberta a consulta pública para coletar sugestões a essas mudanças. A ideia é construir no parque por meio de uma parceria público-privada, um complexo multiuso, mantendo o espaço para as exposições agropecuárias.

Alberto Pinto Coelho disse, ainda, que quatro parceiros já manifestaram interesse em participar da parceria público-privada para a reforma do parque de exposições. “Estamos na consulta pública e quatro parceiros já se manifestaram. Seguiremos no prazo para colher as sugestões para aprimorar a proposta de reforma inicialmente colocada. Em nenhum momento o setor do agronegócio, assim como o setor de eventos e o trade turístico, deixará de estar presente com voz e vez para contribuir na solução que queremos encontrar”, afirmou Alberto Pinto Coelho.

Também participaram da cerimônia o secretário de Estado de Transportes e Obras públicas, Carlos Melles; o ex-secretário de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Gilman Viana; o presidente do Conselho Regional de Veterinária, Nivaldo de Freitas; além de deputados estaduais e autoridades.

Superagro

A Superagro abriga dois importantes eventos de abrangência nacional, representados pela Exposição Estadual Agropecuária e pela Feira e Festival Internacional da Cachaça (Expocachaça), incorporada à feira em 2005.

A exposição conta com a presença de animais, entre bovinos, equídeos, caprinos, ovinos e bubalinos, de propriedade de criadores de Minas Gerais e de vários outros estados brasileiros. A Expocachaça oferece um amplo leque de marcas da bebida para a venda no atacado e no varejo, procedentes de Minas e outros estados, e também equipamentos e máquinas utilizadas em toda a cadeia produtiva da cachaça.

A Feira reúne empresas fornecedoras de produtos, equipamentos, insumos em geral e novas tecnologias de suporte a diferentes atividades do agronegócio, especialmente nas áreas de saúde, genética e nutrição animal, equipamentos para manejo do gado, como troncos e balanças, máquinas agrícolas e veículos utilitários, entre muitos outros.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/alberto-pinto-coelho-participa-do-lancamento-da-superagro-2012/

Anúncios

Gestão Anastasia: governo de Minas investe R$ 1 milhão e anuncia novos investimentos para Lavras

Recursos foram aplicados na construção de uma Unidade Básica de Saúde, que terá serviço de fisioterapia e laboratório

Henrique Chendes
Secretário Antônio Jorge, acompanhado da prefeita Jussara Menicucci, visitou UBS em Lavras
Secretário Antônio Jorge, acompanhado da prefeita Jussara Menicucci, visitou UBS em Lavras

Lavras, no Sul de Minas, cidade que polariza outros dez municípios, recebeu, nesta terça-feira (10), do Governo de Minas, por meio da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG), mais R$ 1 milhão para a construção de mais uma Unidade Básica de Saúde (UBS).

Nessa UBS, que é diferenciada, os moradores do bairro Floresta, além de contar com assistência primária, também terão à disposição um centro de fisioterapia e um laboratório de análises clínicas. O convênio foi assinado pelo secretário de Estado de Saúde, Antônio Jorge de Souza Marques, pela prefeita Jussara Menicucci e pelo secretário municipal de Saúde, José Mourão Lasmar.

Ainda na solenidade, o secretário anunciou que o Governo de Minas vai investir na área de urgência e emergência do município, não somente no assessoramento técnico, mas também irá garantir recursos para a aquisição de aparelhos de raio X e ultrassonografia. “Vamos analisar também a possibilidade de disponibilizar um tomógrafo”.

Na solenidade realizada na sede da prefeitura, Antônio Jorge destacou que a assinatura desse convênio é resultado do esforço dos técnicos, que apresentaram um bom projeto de trabalho. O secretário lembrou que em todas as pesquisas de opinião pública a saúde é sempre citada como uma das principais preocupações do cidadão.

“Trata-se de um desafio mundial, que tem a ver com custos, novas tecnologias e um olhar mais crítico do cidadão acerca dos serviços ofertados pelos gestores públicos”, afirmou o secretário, lembrando que Lavras reflete o que acontece em Minas.  “Hoje, aqui, a saúde é melhor que ontem e, certamente, amanhã será melhor que hoje”, disse, destacando que no município, saúde se faz com técnica, com gestão. “Consideremos Lavras um modelo de saúde para Minas e para o Brasil. Aqui, há uma rede estruturada”, assegurou, citando como um bom exemplo de gestão o trabalho feito pelos gestores municipais no enfrentamento da dengue. “Se em 2009, o município registrou 700 casos, a realidade agora é bem diferente. Há dois anos não há qualquer notificação de dengue no município”, disse ele.

A prefeita Jussara Menicucci falou sobre a mudança do modelo de administração pública, que hoje trabalha com foco na gestão e nos resultados. “Pactuamos com as equipes de trabalho quais são as metas, para atendermos, de fato, as expectativas do cidadão de Lavras”, disse a prefeita, ao citar pesquisa, na qual foi identificado que 96% dos moradores se orgulham de morar na cidade.

O secretário de Estado de Transportes e Obras Públicas, Carlos Melles, destacou que em Lavras os administradores têm um olhar especial para o setor da saúde, elencando vários avanços, tanto no fortalecimento das unidades de saúde quanto nas obras de saneamento. “Aqui, tudo o que se faz é voltado para a satisfação do cidadão”, ressaltou.

Foco na atenção primária

Antes da assinatura do convênio, o secretário Antônio Jorge, acompanhado da prefeita Jussara Menicucci, visitou a Unidade Básica de Saúde do bairro Jardim Dona Wanda. Essa unidade atende a cerca de 4 mil moradores dos bairros Alterosa, Jardim Dona Wanda, Pitangui, Jardim América e Bandeirantes. Inaugurada em 2011, ela conta com oito consultórios médicos e odontológicos; salas de vacinação e de curativos; dependência para equipe de Vigilância Epidemiológica e autoclave para esterilização.

Essa UBS também abriga uma das 17 equipes do PSF que atuam no município. Nos últimos oito anos, a Prefeitura de Lavras aumentou em 185% o número de equipes PSF, saltando de 6, em abril/2004 para 17 em abril de 2012, quase três vezes mais.

Atualmente, as equipes de PSF em Lavras são responsáveis pela cobertura de aproximadamente 60% da população do município. Este índice está acima da média de cobertura do Programa Saúde da Família (PSF) no Brasil.

Além do secretário Melles, também participaram da comitiva o secretário adjunto de Estado da Casa Civil, Flávio Unes, o secretário adjunto de Governo, Leonardo Couto, além dos secretários municipais de Saúde, José Lasmar Mourão, e de Planejamento, Silas Pereira, a coordenadora do PSF em Lavras, Sandra Ribeiro, além de médicos e profissionais da cidade.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/governo-de-minas-investe-r-1-milhao-e-anuncia-novos-investimentos-para-lavras/

Governo Anastasia: vice-governador inaugura nova sede do conservatório de música em Patos de Minas

Parceria entre o Governo de Minas e a Prefeitura de Patos de Minas viabilizou obra orçada em mais de R$ 800 mil

Osvaldo Afonso/Imprensa MG
O vice-governador Alberto Pinto Coelho inaugurou, em Patos de Minas,  a nova sede do Conservatório Municipal
O vice-governador Alberto Pinto Coelho inaugurou, em Patos de Minas, a nova sede do Conservatório Municipal

O vice-governador Alberto Pinto Coelho inaugurou, nesta sexta-feira (30), em Patos de Minas, no Alto do Paranaíba, a nova sede do Conservatório Municipal Professora Galdina da Costa Corrêa, no Parque dos Mocambos. O Governo de Minas investiu R$ 836,4 mil no novo espaço, que é destinado a aulas de teoria musical, musicalização, e apresentações artísticas.

Em seu pronunciamento, Alberto Pinto Coelho destacou que a inauguração do Conservatório reitera o compromisso do Governo de Minas em manter estreita parceria com o município de Patos de Minas e região.

“Desde o primeiro Governo Aécio Neves, em 2003, até o presente ano, no Governo Anastasia, foram investidos nas áreas de referência, cerca de R$130 milhões. Somente a Copasa prevê novos investimentos da ordem de R$ 40 milhões até 2014”, disse Alberto Pinto Coelho.

O vice-governador anunciou que Patos de Minas receberá R$ 32 milhões em investimentos privados, nos próximos anos, em projetos previstos nos protocolos de intenção assinados pelo Governo do Estado com empresas de diversos segmentos.

“Este número resume o que é levar à frente um plano de governo centrado na Gestão para a Cidadania, reconhecido pelo Banco Mundial como referência de qualidade na administração pública internacional. Não tenham dúvida de que as justas demandas de Patos de Minas continuarão a ter a mesma resposta positiva e concreta que o Governo de Minas tem dado ao município, que apresenta um dos melhores Índices de Desenvolvimento Humano (IDH) de Minas e do Brasil”, afirmou Alberto Pinto Coelho.

A prefeita de Patos de Minas, Béia Savassi, destacou a parceria com o Governo de Minas. “Mais de R$ 800 mil foram liberados pelo governador Antonio Anastasia para construir a sede do novo conservatório. Desde a liberação dos recursos, as perspectivas do nosso conservatório se multiplicaram e o número de alunos praticamente triplicou”, destacou a prefeita.

Conservatório

O Conservatório de Música Professora Maria Galdina Corrêa da Costa possui dois pisos, sendo que no primeiro haverá aulas de teoria musical e musicalização, além de atividades de coral, seresta, Lira Mariana e da oficina Pró-orquestra.

Já no segundo piso, as salas são preparadas acusticamente para receber alunos de instrumentos de corda como violão, violino e violoncelo, instrumentos de sopro como flauta, saxofone, trompete, além de guitarra elétrica, baixo, bateria, acordeon, entre outros.

Atualmente, a instituição atende cerca de 1.500 alunos e 26 professores. No ano de 2009, após dois anos sem abrir vagas, o Conservatório ofereceu 404 novas vagas e triplicou, em 2010, o número de alunos. “A inauguração da nova sede do Conservatório é um sonho realizado. É um espaço de arte, cultura e de sons. Cada instrumento afinado tem o objetivo de despertar dons”, afirmou o diretor do conservatório, Ivan Rosa de Oliveira.

Participaram da solenidade de inauguração do Conservatório o secretário de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Elmiro Nascimento; o secretário de Transportes e Obras Públicas, Carlos Melles, a superintendente de Ação Cultural da Secretaria de Estado de Turismo, Janaína Cunha, representando a secretária de Estado da Cultura, Eliane Parreiras, o vice-presidente da Cemig, Arlindo Porto; e lideranças políticas da região.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/vice-governador-inaugura-nova-sede-do-conservatorio-de-musica-em-patos-de-minas/

Governo de Minas: DER inicia pavimentação do acesso à Usina Vale do Tijuco em Uberaba

Serão investidos R$ 23 milhões para a execução da pavimentação de 17,3 quilômetros da rodovia

Bernadete Amado
Representantes do Governo de Minas, da prefeitura e da Usina Vale do Tijuco durante solenidade em Uberaba
Representantes do Governo de Minas, da prefeitura e da Usina Vale do Tijuco durante solenidade em Uberaba

Departamento de Estradas de Rodagem do Estado de Minas Gerais (DER-MG) iniciou a ligação asfáltica da BR-050 até a Usina Vale do Tijuco, em Uberaba, por meio da empresa BT Construções Ltda. As máquinas já estão no trecho para a execução da pavimentação de 17,3 quilômetros da rodovia municipal, que faz a ligação da BR-050 a MGC-455, representando um investimento de cerca de R$ 23 milhões, a ser utilizado com base no sistema de Parceria de Reembolso Tributário (PRT).

secretário de Estado de Transportes e Obras Públicas, Carlos Melles, explicou que “esta obra terá uma extensão total de 82 quilômetros, partindo da BR-050, cortando a MGC-455 e terminando na MGC-497. Estamos na primeira etapa desta pavimentação, com a autorização dos serviços destes 17,3 quilômetros, nesta sexta-feira (23), resultado da parceria doGoverno de Minas, por meio das secretarias de Desenvolvimento Econômico (Sede)Planejamento e Gestão (Seplag),Fazenda (SEF), a Setop, o DERMG e a Usina Vale do Tijuco”, concluiu o secretário.

O presidente da Companhia Mineira de Açúcar e do Álcool (CMAA), José Francisco Santos, destacou que “o Governo de Minas ofereceu uma parceria e está cumprindo tudo”. De acordo com o presidente Instituto de Desenvolvimento Integrado (Indi), José Frederico Álvares, “a preocupação da secretária Dorothea Werneck é com o desenvolvimento e a atração de investimentos, e o DER vem contribuindo com a logística necessária. No momento, estamos trabalhando com 162 protocolos de intenção de investimento no Estado”, finalizou.

O prefeito de Uberaba, Anderson Adauto, ressaltou que o Governo de Minas tem cumprido religiosamente com os compromissos assumidos e, com isto, tem incentivado a confiança e a participação dos empresários nesta modalidade de parceria, que alavanca o desenvolvimento da região.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/der-inicia-pavimentacao-do-acesso-a-usina-vale-do-tijuco-em-uberaba/

Governo de Minas: Estado finaliza obras emergenciais e tráfego na MG-353 está liberado

JUIZ DE FORA (20/01/12) – O tráfego na MG-353, trecho entre Juiz de Fora e Coronel Pacheco, na Zona da Mata, foi restabelecido nesta sexta-feira (20), após vistoria do secretário de Estado de Transportes e Obras Públicas, Carlos Melles, e do diretor-geral do Departamento de Estradas de Rodagem do Estado de Minas Gerais (DER/MG), José Elcio Santos Monteze. Devido às fortes chuvas que atingiram o local, foram realizadas obras emergenciais para corrigir uma grande erosão que se formou e foi necessário interditar a pista.

A estimativa é que até esta segunda-feira (23) o trecho esteja completamente recuperado. Já foram executadas as obras de drenagem, aterro e compactação do solo, que estão permitindo a passagem de veículos. A próxima etapa é a pavimentação asfáltica do segmento que, ao todo, recebeu recursos da ordem de R$ 250 mil.

Na avaliação do secretário Carlos Melles, o Governo de Minas está trabalhando de forma ininterrupta para garantir a volta da normalidade do tráfego nas rodovias mineiras. “Uma mostra disso é esta obra que hoje vistoriamos, a MG-353 que, em uma semana, está praticamente concluída”, disse Melles.

O diretor-geral do DER, José Elcio Monteze, esclareceu que os investimentos que o Governo de Minas vem fazendo na recuperação da infraestutura de Minas, por meio de programas como Pro-MG e Proacesso, contribuíram para minimizar os efeitos das chuvas intensas que afetaram o Estado. “Se não fossem esses investimentos, os prejuízos poderiam ser maiores, devido ao grande volume de chuva”, acrescentou.

Impacto

A erosão de aterro na rodovia estadual impedia a passagem de cerca de seis mil veículos/dia numa das principais estradas da região, que permite o acesso ao Aeroporto Regional da Zona da Mata Presidente Itamar Franco.  

A interdição da MG-353 não prejudicou a movimentação de passageiros no terminal, já que foram utilizadas estradas alternativas. Os quatro voos diários permaneceram inalterados e não houve queda no número de pessoas que embarcaram e desembarcaram durante o período.

Trechos liberados

Desde o início do período chuvoso, o DER/MG já liberou mais de 50 trechos de estradas estaduais e federais delegadas, de um total de 176 ocorrências. O órgão tem intensificado os trabalhos em diversas regiões atingidas pelas chuvas, com a mobilização de máquinas e homens para atuar na desobstrução e recuperação de estradas afetadas. Atualmente, são 37 trechos totalmente interrompidos; 100 com tráfego em meia pista, 26 segmentos precários, 10 operando com variantes e três com limite de peso. Todos os trechos estão sinalizados e com as equipes do DER mobilizadas para a solução dos problemas.

Fonte: Agência Minas

Governo de Minas: secretário de obras vai a Brasília em busca de recursos para rodovias mineiras

BRASÍLIA (19/01/12) – O secretário de Estado de Transportes e Obras Públicas, Carlos Melles, e o diretor-geral do Departamento de Estradas de Rodagem do Estado de Minas Gerais (DER-MG), José Elcio Monteze, estiveram em Brasília para reuniões nos ministérios dos Transportes, Integração Nacional e Agricultura, com objetivo de pleitear recursos para a recuperação dos estragos provocados pelas chuvas em Minas. Uma quarta reunião foi realizada no Departamento Nacional de Infraestrutura dos Transportes (Dnit) para tratar do projeto de recuperação do Anel Rodoviário.

Os custos apresentados foram divididos entre as rodovias federais delegadas ao Estado, com investimento previsto de R$ 36 milhões, e as estradas estaduais com investimento de R$ 118 milhões. O secretário Carlos Melles explicou que o custo das MGs foi apresentado ao ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra, e o custo das rodovias federais delegadas, ao ministro dos Transportes, Paulo Sergio. “Ambos consideram os valores pertinentes. O próximo passo será a apresentação desses valores à presidente Dilma Roussef, na próxima semana”, afirmou Melles.

No total, o levantamento que o DER-MG fez, para a recuperação da malha rodoviária atingida pelas chuvas, representa um investimento de R$ 154 milhões. “No primeiro momento, o trabalho da Secretaria de Obras e o DER tem se concentrado na garantia das condições de tráfego nas rodovias estaduais mineiras e o apoio emergencial aos municípios atingidos pelas chuvas no estado”, explicou o secretário.

Agricultura

A reunião com o ministro de Estado, Interino, da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, José Carlos Vaz, foi solicitada pelo Governo de Minas, em função da preocupação com relação à população do interior, onde predominam as estradas vicinais de terra. “A chuva causa muitos transtornos na comunicação do homem do campo com a cidade. Os caminhos ficam interrompidos, o que impede o transporte da produção e interrompe a chegada de bens e serviços. Com a aproximação do início do período letivo de 2012, a preocupação se volta para a rede de estradas vicinais, por onde as crianças buscam acesso a escola”, explicou o secretário.

Na avaliação feita pelo DER-MG, dos 174 municípios em estado de alerta decretado, a estimativa é de que existam cerca de 50 quilômetros de estradas vicinais, o que chegaria a um total de 8,7 mil quilômetros, onde seriam encontrados pontos críticos que necessitam de recuperação. O custo para a realização de intervenções, apresentado ao Ministério da Agricultura, foi de R$ 261 milhões. Somente com os levantamentos da Defesa Civil são mais 330 pontes destruídas e mais de 450 danificadas, o que prejudica o deslocamento das pessoas.

Para atender a essa demanda específica, o secretário Melles explicou que o governador Anastasia autorizou o procedimento para a aquisição de materiais necessários para montagem pelos municípios de cerca de 600 pontes. “Além disso, a Setop está colocando um sistema de gestão de informações de emergência, o Sigem, que deverá facilitar e acelerar o processo de comunicação entre as prefeituras e a secretaria, possibilitando um diagnóstico das intervenções de emergência, bem como de possíveis atendimentos a serem realizados através de doações de materiais”, concluiu Melles.

Anel Rodoviário

No Dnit o tema central da reunião com o diretor-geral Jorge Ernesto Pinto foi a licitação para execução do projeto executivo das obras de reforma do Anel Rodoviário de Belo Horizonte, com custo estimado de R$ 20 milhões.

Fonte: Agência Minas

Governador Antonio Anastasia recebe primeiro repasse do governo federal

BELO HORIZONTE (18/01/12) – O governador Antonio Anastasia recebeu do ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra Coelho, nesta quarta-feira (18), no Palácio Tiradentes, o repasse de R$ 3 milhões, dos R$ 30 milhões já anunciados pelo ministério, para atendimento a despesas emergências de socorro às vítimas das chuvas que atingiram o Estado nos últimos dias. Segundo a Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (Cedec-MG), até esta quarta-feira 252 municípios mineiros foram afetados pelas chuvas, sendo que, em 179 foi decretada Situação de Emergência.

Durante a solenidade, foram entregues Cartões de Pagamento de Defesa Civil aos municípios de Ouro Preto (R$ 300 mil), Cipotânea (R$ 150 mil) e Vespasiano (R$ 150 mil), também para atendimento emergencial. Já Belo Horizonte receberá R$ 25 milhões para obras de reconstrução e recuperação de áreas devastadas pelas enchentes e deslizamentos.

O governador Anastasia lembrou que esses primeiros recursos, liberados por meio do cartão de pagamento, são para ações emergenciais, cujo objetivo é a volta à normalidade da vida das pessoas atingidas. “Para alimentação, para volta a condições mínimas de tráfego, ou seja, questões emergenciais, este pode ser feito pelo cartão. Agora as obras de recuperação, que são obras físicas, já definitivas, essas dependem de um processo mais complexo”, explicou o governador.

A segunda etapa será a da realização de obras de recuperação, cujo apoio e participação também já estão sendo discutidos com as autoridades federais e serão feitas por meio de convênios. Para tanto, os projetos já estão sendo encaminhados, preparados e ultimados e dependem ainda da identificação precisa dos prejuízos, através do relatório da Defesa Civil. “No caso de infraestrutura de responsabilidade do Estado, ou seja, as estradas estaduais, levantamento do DER indica recursos de cerca de R$ 150 milhões. Estamos pleiteando ajuda do governo federal e vamos formalizar o pedido ainda nesta semana, em Brasília”, disse o governador.

O ministro Fernando Bezerra afirmou que, assim que a demanda for feita, será analisada e levada à presidente Dilma Rousseff. A proposta do Estado é que o governo federal invista R$ 100 milhões na recuperação de rodovias. A contrapartida mineira seria de R$ 50 milhões. “Na próxima semana, após audiência com presidenta Dilma, poderemos então firmar o valor do repasse a ser feito para que o Governo de Minas possa dar prosseguimento à recuperação das estradas estaduais que foram duramente atingidas pelas fortes chuvas”, disse o ministro.

Anastasia lembrou ainda da terceira etapa, que é de prevenção. Ele a considera a mais longa, porque, nela estão incluídas as intervenções que necessitam das “obras maiores, estruturantes, de prevenção, de dragagem, de drenagem, cujos projetos já estão sendo negociados com o Ministério do Planejamento.”

Também participaram da solenidade os secretários de Estado de Transportes e Obras Públicas, Carlos Melles; de Desenvolvimento Regional e Política Urbana, Bilac Pinto; de Agricultura, Elmiro Nascimento; e o de Desenvolvimento dos Vales do Jequitinhonha, Mucuri e do Norte de Minas, Gil Pereira; e o coordenador estadual da Defesa Civil, coronel Luis Carlos Dias Martins; além dos prefeitos Marcio Lacerda (Belo Horizonte), Ângelo Oswaldo (Ouro Preto), Luiz Moreira (Cipotânea) e o vice-prefeito de Vespasiano, Baltazar Ruas de Oliveira.

Fonte: Agência Minas