• Agenda

    setembro 2019
    S T Q Q S S D
    « out    
     1
    2345678
    9101112131415
    16171819202122
    23242526272829
    30  
  • Categorias

  • Mais Acessados

  • Arquivo

  • Minas em Pauta no Twitter

    Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.

  • Anúncios

Governo de Minas: Paraatletas de doze países se encontram em BH para campeonato de tênis

A competiçãon é promovida pela ONG Tênis para Todos, uma das entidades parceiras da Seej

Filipe Diniz/Seej
Adair José Salvador Siqueira, 24 anos, joga tênis na ONG há oito meses
Adair José Salvador Siqueira, 24 anos, joga tênis na ONG há oito meses

Cinquenta e dois paraatletas do Brasil, Argentina, Austrália, Canadá, Chile, Colômbia, Espanha, França, Inglaterra, Japão, Suécia e Uruguai participam, até domingo (1º), da sétima edição do TH Minas Weelchair Tennis Open. A competição, realizada na Avenida Otacílio Negrão de Lima, 7030, em Belo Horizonte, é promovida pela ONG Tênis para Todos, uma das entidades parceiras da Secretaria de Estado de Esportes e da Juventude (Seej) na execução do programa Minas Olímpica Oficina de Esportes.

Um dos beneficiados pelo programa Oficina de Esporte que competem no torneio é Adair José Salvador Siqueira, 24 anos, que há sete perdeu as duas pernas num acidente e encontrou no esporte uma oportunidade de superação. Por cinco anos ele praticou basquete e há oito meses joga tênis na ONG Tênis para Todos. “Tenho uma vida bem independente, moro sozinho, cozinho, lavo e vou para os treinos de segunda-feira a sábado, das 9h às 16h. Pego por dia quatro ônibus mais o metrô para treinar e o esporte é a minha vida, meu refúgio”, disse o paraatleta.

Rafael Medeiros, de 21 anos, é o outro exemplo de força de vontade. A mãe, Marina Medeiros Gomes, conta que aos dois anos de idade Rafael perdeu a mobilidade das pernas. “Meu filho dormiu andando e acordou paralítico. Era como se estivesse num buraco, lá no fundo, fiquei desesperada”, relata a mãe, que descobriu que um cisto na coluna havia imobilizado o garoto. Daí pra frente Rafael passou por mais de vinte cirurgias, sendo a última em 2010, quando mais uma vez teve que ser operado. “Meu filho ficou entre a vida e a morte e só um milagre poderia salvá-lo e isso aconteceu”.

Há cinco anos Rafael conheceu o tênis em cadeira de rodas e não parou mais. Hoje ele é o segundo no ranking nacional e 44º no internacional. “Quando conheci o tênis foi amor a primeira vista e não consigo me imaginar sem praticá-lo. Estou batalhando pra conquistar uma vaga para as Paraolimpíadas de Londres e chegar pelo menos a uma final”, declara o jovem que conta com apoio integral da mãe. “Apoio e procuro estar aonde ele está. Meu filho é a minha via é o meu herói”.

O diretor técnico e de planejamento e gestão da ONG, Gerson Carlos de Souza, explica que este campeonato em cadeira de roda é o mais importante do segmento sulamericano. “O TH Minas Weelchair Tennis Open é o único torneio da América do Sul que pontua no Internacional Tennis Federation (ITF) na categoria de juniores e isso contribui para elevar o ranking dos jogadores”, destacou o diretor.

A competição acontece nas modalidades feminino, masculino e juniores- voltado a atletas entre 12 e 18 anos, e é divida nas chaves principal e secundária, com jogos no simples e no duplo. Em relação ao tênis convencional, a prova praticada por cadeirantes têm como principal diferencial a validade do quique duplo nas jogadas.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/paraatletas-de-doze-paises-se-encontram-em-bh-para-campeonato-de-tenis/

Anúncios

Governo de Minas: Fapemig assina acordo com instituição do Canadá

Objetivo é desenvolver projetos de pesquisa em colaboração e intercâmbio de pesquisadores

A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (Fapemig) assinou, em janeiro deste ano, um acordo com a International Science and Technology Partnerships Canada (ISTP Canada), uma organização não-governamental que possuiu o objetivo de fortalecer a ciência e a tecnologia do Canadá, as relações de negócios, comércio, economia e as relações políticas com países parceiros. O acordo prevê o lançamento de um edital em breve.

A ISTP Canada firma parcerias com diversos países, por meio da criação de uma rede de oportunidades e financiamento para apoiar a participação canadense em projetos de pesquisa em colaboração e intercâmbio.

O foco de ação do ISTP Canada no Brasil é Collaborative Research – projetos entre empresas canadenses e brasileiras na área de pesquisa e desenvolvimento de produtos, processo ou serviços, ou que resultem em uma significante melhoria em produtos, processos e serviços já existentes. O público-alvo são empresas de pequeno e médio porte. Contudo, essas empresas podem ser parceiras de universidades e/ou centros de pesquisa.

O vice-presidente de Operações da ISTP Canada, Pierre Bilodeau, participou em dezembro passado da reunião do Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap) em Manaus (AM), com o objetivo de apresentar a organização aos dirigentes das FAPs e aumentar o número de parceiros no país.

No Brasil, já foram lançados dois editais, sendo um com participação da Fapesp em 2009, focando em empresas no Estado de São Paulo; enquanto o outro edital, empresas de qualquer região do país tiveram a oportunidade de participar. Para saber mais sobre a organização, acesse aqui .

Fonte: Agência Minas