• Agenda

    dezembro 2019
    S T Q Q S S D
    « out    
     1
    2345678
    9101112131415
    16171819202122
    23242526272829
    3031  
  • Categorias

  • Mais Acessados

    • Nenhum
  • Arquivo

  • Minas em Pauta no Twitter

    Erro: Assegure-se de que a conta Twitter é pública.

Governo Anastasia: mais dez sorteados da Cohab Minas começam a receber seus prêmios

Na próxima semana, os prêmios começarão a ser entregues aos mutuários

A Cohab Minas premia mais dez mutuários sorteados na promoção Eu Pago em Dia, e Você?,empreendida pela companhia para incentivar o pagamento pontual das prestações da casa própria. No segundo sorteio realizado neste ano, a combinação de algarismos dos três primeiros prêmios da última extração do mês de março pela Loteria Federal indicou ganhadores de dez cidades das regionais Cohab. Na próxima semana, os prêmios começarão a ser entregues aos mutuários.

Claúdia Maria dos Santos Pereira, de Cachoeira Dourada, no Triângulo Mineiro; e Maria Teresa Silva, de Piumhi, no Centro-Oeste do Estado, ganharam um forno micro-ondas com capacidade de 23 litros. O mutuário Marco Aurélio Madureira, de Brasília de Minas, no Norte de Minas; e a mutuária Maria das Graças Pereira, de Coromandel, no Alto Paranaíba, foram premiados com uma câmera digital cada. Gilmar Máximo dos Santos, em Felisburgo, no Vale do Jequitinhonha; e Nesmari Alves Mendes da Silva, de Monte Santo de Minas, no Sul de Minas, foram premiados com um som micro system.

Já os mutuários Leonardo das Graças Ribeiro, de Montes Claros, Norte de Minas; e Marisa Nezota dos Santos, da cidade de Alfenas, no Sul do Estado, receberão, cada um, uma lavadora semiautomática para 6 quilos. Os contemplados com um fogão quatro bocas foram os moradores de Buenópolis, região Central do Estado, João Gonçalves; e de Itambacuri, no Leste de Minas, Edimara Rodrigues dos Santos.

Sorteios

Todos os sorteados serão informados sobre a data e o local da entrega do prêmio em carta enviada pela Cohab Minas. O resultado do sorteio foi divulgado no site da Cohab.

Para participar da promoção, os mutuários recebem no boleto da prestação os seus cinco números da sorte, definidos todo mês, aleatoriamente, por computador. A cada mês, até três dias antes do sorteio, aquele que tiver débitos anteriores, poderá quitá-los, juntamente com a parcela vincenda.

Até novembro, inclusive, haverá o sorteio mensal de dois prêmios por região. Em dezembro, haverá três ganhadores por região, e os prêmios serão ainda melhores: aparelhos de TV de LCD 32 polegadas; computadores e home theaters. A promoção é autorizada pelo Ministério da Fazenda, com o Certificado de Autorização SEAE/MF nº 01/0522/2011. Os números premiados devem ser conferidos conforme combinação que consta do regulamento publicado no site da Cohab Minas.

Desconto

A Cohab Minas concede também aos seus mutuários o Prêmio por Pontualidade, que beneficia, com desconto nos juros cobrados nos financiamentos, aqueles que mantiverem em dia o pagamento da prestação. O desconto é maior para as famílias com menor renda. Além de constituir um benefício social para o próprio mutuário, o Prêmio por Pontualidade realimenta o Fundo Estadual de Habitação com recursos que financiam a construção de novos conjuntos residenciais por todo o Estado.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/mais-dez-sorteados-da-cohab-minas-comecam-a-receber-seus-premios/

Gestão da Saúde: ampliação de Pronto Atendimento fortalece serviço de urgência e emergência no Norte de Minas

Cerca de 450 mil habitantes das microrregiões de Brasília de Minas/São Francisco, Januária e Manga serão beneficiadas

Henrique Chendes/SES-MG
O subsecretário de Políticas e Ações de Saúde, Maurício Botelho, visitou as novas instalações
O subsecretário de Políticas e Ações de Saúde, Maurício Botelho, visitou as novas instalações

Cerca de 450 mil habitantes das microrregiões de Brasília de Minas/São Francisco, Januária e Manga serão beneficiadas com as novas instalações do Pronto Atendimento do Hospital Municipal Senhora Santanna. Para a obra, a Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG) repassou, por meio de convênio, R$ 500 mil para ampliação da unidade.

O hospital possui 90 leitos credenciados pelo Sistema Único de Saúde (SUS), sendo 10 de UTI adulto. Atende cerca de três mil pessoas por mês e oferece especialidades como ortopedia/traumatologia; cirurgia geral; ginecologia-obstetrícia; clínica médica; otorrino; pediatria; angiologia, além de ser equipado com tomógrafo e aparelho de raio X.

Segundo o subsecretário de Políticas e Ações de Saúde, Maurício Botelho, a nova estrutura torna a instituição preparada para atender à urgência e emergência. “O hospital está se tornando referência para alguns procedimentos de saúde, principalmente, em relação à demanda por leitos de UTI. Por isso, diversas transformações foram viabilizadas, como melhoraria do acolhimento na porta de entrada do Pronto Atendimento”, pontuou o subsecretário.

O secretário municipal de Saúde de Brasília de Minas, Ednardo Rodrigues Lopes, acrescentou que a reforma priorizou o acolhimento e o acesso ao usuário. “Os espaços arquitetônicos levaram em consideração a urgência e emergência, com atenção ao nível de complexidade. Por isso, a recepção foi ampliada possibilitando mais conforto na área de espera e mais agilidade na triagem de pacientes”, avalia.

Qualidade e humanização

Edson dos Santos Silva, 60, morador de Brasília de Minas, acredita que a ampliação irá melhorar ainda mais os serviços de saúde oferecidos na unidade. Edson disse ter uma boa saúde e que nunca foi atendido no hospital, porém já esteve duas vezes acompanhando familiares.

“Hoje ninguém precisa ir a Montes Claros para ser atendido. Minha família já precisou do hospital duas vezes. Não faltou nada, tudo foi oferecido: exames, procedimentos médicos, tudo”, conta.

Segundo o prefeito de Brasília de Minas, Jair Oliveira Júnior, com as obras de ampliação do PA, o município avançou na construção da saúde pública. “A partir de agora, Brasília de Minas poderá oferecer um atendimento mais eficiente, capaz de solucionar a demanda por pronto atendimento”, disse.

Banco de leite

O hospital também possui os serviços de um Banco de Leite Humano (BLH). Destinado a dar suporte às mães da região, o banco possui estrutura e equipamentos modernos. Ele atenderá diariamente mães e crianças com alguma intercorrência na amamentação, tais como desmames precoces, os traumas mamilares, as mastites, a relactação e o ingurgitamento. Outro serviço de destaque que será oferecido pelo BLH é a busca domiciliar por leite. Por isso, o banco foi contemplado com uma moto.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/ampliacao-de-pronto-atendimento-fortalece-servico-de-urgencia-e-emergencia-no-norte-de-minas/u

Experiência implementada por Aécio e Anastasia na Saúde, gera modelo inovador de governança e custeio

Gestão Pública eficiente

Fonte: Artigo de Marcus Pestana – deputado federal (PSDB-MG) – O Tempo

Uma experiência de êxito no Norte de Minas

O caso da Rede de Atenção à Urgência e Emergência 

O setor de urgência e emergência é uma das fraturas expostas do SUS. Não é para menos, é aí onde a defesa da vida se coloca de forma dramática na atenção às pessoas vítimas de enfartes, AVCs, eventos relacionados à violência e acidentes de todo o tipo.

Por outro lado, cobram-se permanentemente avanços na gestão, através de iniciativas eficazes e inovadoras. Temos no Brasil um duplo desafio em relação à saúde: investir mais e melhorar a gestão.

Um caso de sucesso é a Rede de Atenção à Urgência e Emergência no Norte de Minas, experiência pioneira e inovadora implantada pelos governos Aécio Neves e Antonio Anastasia.

Um dos graves problemas do SUS é a fragmentação da atenção às pessoas. Em Minas, há nove anos, trabalha-se o conceito de redes assistenciais. No Norte de Minas, equipes de Saúde da Família, UPAs, Samu e hospitais trabalham de forma harmônica e integrada, sob coordenação única.

O desafio não é pequeno. O Norte de Minas tem 86 municípios, 1,5 milhão de habitantes, 128 mil km² (território maior do que o de muitos países e Estados brasileiros). A desigualdade é grande e o IDH é baixo (0,691). A grande âncora da rede é Montes Claros (polo macrorregional), auxiliada por importantes polos microrregionais, como Pirapora, Brasília de Minas, Salinas, Taiobeiras e Janaúba.

A implantação da rede é extremamente trabalhosa. A começar pela adoção de uma linguagem única, o Protocolo de Manchester, que classifica, a partir de rigorosos protocolos clínicos, a urgência de cada caso (vermelho, laranja, amarelo, verde e azul). Nada menos que 1.700 profissionais foram treinados para absorver a inovação. A solução é materializada em um software de altíssima qualidade que opera em rede integrada na internet. Os fluxos assistenciais são pactuados por todos os atores e orquestrados pela central única de coordenação, que funciona 24 horas. Há uma clara ordenação dos hospitais, com papéis definidos e hierarquizados. Ao invés do antigo “manda pra Montes Claros ou para o hospital mais perto”, o conceito passou a ser “o atendimento da pessoa certa, no tempo certo, no local certo”.

Na atenção pré-hospitalar, UTIs móveis, ambulâncias e um helicóptero funcionam de forma articulada a partir das orientações da central. O governo de Minas financiou a implantação pioneira dos primeiros 40 leitos de UTI fora de Montes Claros. O modelo de governança e custeio é inovador a partir da criação de um consórcio que reune a Secretaria de Saúde estadual e todos os municípios e que faz a gestão da rede. O governo mineiro coloca R$ 20 milhões/ano adicionais na rede hospitalar.

A experiência já colhe importantes resultados: mais de mil vidas salvas a cada ano. Não é à toa que a equipe do secretário Antônio Jorge é referência nacional no assunto e recebe o reconhecimento de organismos internacionais como a Organização Pan-Americana de Saúde (Opas), vinculada à ONU.

Ação solidária: Governo Anastasia consegue que Bolsa Família seja pago antecipadamente às famílias atingidas pelas chuvas

 O Governo de Minas conseguiu que o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) antecipe o pagamento do benefício do Bolsa Família para pessoas que participam do programa e moram nas 52 cidades que decretaram estado de emergência até quarta-feira (4). O pagamento será referente aos meses de janeiro e fevereiro.

Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Sedese), que pediu a autorização em nome do Governo de Minas, trabalha agora para estender a antecipação para os moradores dos 19 municípios que tiveram situação de emergência decretada nas últimas horas. A liberação deve ocorrer nos próximos dias.

Com a antecipação, o pagamento de janeiro e fevereiro que são feitos de forma escalonada, de 25 a 31 de cada mês, será efetuado de uma só vez para todos beneficiários. Em janeiro, o pagamento será no dia 18, e em fevereiro no dia 14. Só nos 52 municípios, mais de 150 mil famílias recebem o benefício, que varia entre R$ 36 (mínimo) e R$ 306 (máximo).

Os moradores que perderam os documentos pessoais e o cartão do Bolsa Família terão que apresentar a “Declaração Especial de Pagamento”, expedida pelas prefeituras, por meio de uma guia individual. A declaração é mensal e servirá para o pagamento do benefício do respectivo mês. Assim, deverá ser emitida vias distintas para o pagamento de janeiro e fevereiro de 2012.

No caso de beneficiário analfabeto, a prefeitura deverá colher impressão digital do cidadão, no lugar da assinatura prevista na declaração. A equipe de assistentes sociais da Sedese  e das 19 regionais também estão fazendo contato com os municípios, para informar sobre a antecipação. Esses funcionários também embarcam para os municípios que foram mais afetados pelas chuvas, onde vão prestar atendimento às vítimas e auxiliar na organização dos abrigos e demais ações.

Municípios já beneficiados

Até o momento, os salários do programa Bolsa Família serão liberados para os cadastrados nos municípios de Mathias Lobato, Espera Feliz, São Sebastião da Vargem Alegre, Vieiras, Dom Joaquim, Leopoldina, Itamarandiba, Jequitinhonha, Faria Lemos, São Domingos do Prata, Alpercata, Abre Campo, Ponte Nova, Formiga , Buritizeiro, Mariana, Florestal, Barra Longa, Acaiaca , Belo Horizonte, Itumirim, Jacinto, Paulistas, Joanésia, Santa Rita de Jacutinga, Pará de Minas, Braúnas, Setubinha,  São João do Oriente, Raposos, Vespasiano, Conceição do Pará, Alagoa, Claro dos Poções, Timóteo, São João da Mata, João Monlevade, Lima Duarte, João Pinheiro, Juatuba, Passabem, São Sebastião do Rio Preto, Poço Fundo, Brasília de Minas, Ibirité, São João Evangelista, Itabirito, Brumadinho, Cipotânea, Raul soares, Congonhas e Guiricema.

O Governo de Minas busca a liberação para os moradores das cidades de Ouro Preto, Ubá, Santo Antônio do Rio Abaixo, Jeceaba, São Pedro dos Ferros, Tarumim, Tumiritinga, Lamim, Itanhomi, Dona Euzébia, Viçosa, Senador Firmino, Conselheiro Lafaiete, Patrocínio do Muriaé, Visconde do Rio Branco, Guaraciaba, Moeda, Senador Modestino Gonçalves e Guidoval.

Governo de Minas consegue que Bolsa Família seja pago antecipadamente a atingidos pelas chuvas

BELO HORIZONTE (05/01/12) – O Governo de Minas conseguiu que o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) antecipe o pagamento do benefício do Bolsa Família para pessoas que participam do programa e moram nas 52 cidades que decretaram estado de emergência até quarta-feira (4). O pagamento será referente aos meses de janeiro e fevereiro.

A Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Sedese), que pediu a autorização em nome do Governo de Minas, trabalha agora para estender a antecipação para os moradores dos 19 municípios que tiveram situação de emergência decretada nas últimas horas. A liberação deve ocorrer nos próximos dias.

Com a antecipação, o pagamento de janeiro e fevereiro que são feitos de forma escalonada, de 25 a 31 de cada mês, será efetuado de uma só vez para todos beneficiários. Em janeiro, o pagamento será no dia 18, e em fevereiro no dia 14. Só nos 52 municípios, mais de 150 mil famílias recebem o benefício, que varia entre R$ 36 (mínimo) e R$ 306 (máximo).

Os moradores que perderam os documentos pessoais e o cartão do Bolsa Família terão que apresentar a “Declaração Especial de Pagamento”, expedida pelas prefeituras, por meio de uma guia individual. A declaração é mensal e servirá para o pagamento do benefício do respectivo mês. Assim, deverá ser emitida vias distintas para o pagamento de janeiro e fevereiro de 2012.

No caso de beneficiário analfabeto, a prefeitura deverá colher impressão digital do cidadão, no lugar da assinatura prevista na declaração. A equipe de assistentes sociais da Sedese  e das 19 regionais também estão fazendo contato com os municípios, para informar sobre a antecipação. Esses funcionários também embarcam para os municípios que foram mais afetados pelas chuvas, onde vão prestar atendimento às vítimas e auxiliar na organização dos abrigos e demais ações.

Municípios já beneficiados

Até o momento, os salários do programa Bolsa Família serão liberados para os cadastrados nos municípios de Mathias Lobato, Espera Feliz, São Sebastião da Vargem Alegre, Vieiras, Dom Joaquim, Leopoldina, Itamarandiba, Jequitinhonha, Faria Lemos, São Domingos do Prata, Alpercata, Abre Campo, Ponte Nova, Formiga , Buritizeiro, Mariana, Florestal, Barra Longa, Acaiaca , Belo Horizonte, Itumirim, Jacinto, Paulistas, Joanésia, Santa Rita de Jacutinga, Pará de Minas, Braúnas, Setubinha,  São João do Oriente, Raposos, Vespasiano, Conceição do Pará, Alagoa, Claro dos Poções, Timóteo, São João da Mata, João Monlevade, Lima Duarte, João Pinheiro, Juatuba, Passabem, São Sebastião do Rio Preto, Poço Fundo, Brasília de Minas, Ibirité, São João Evangelista, Itabirito, Brumadinho, Cipotânea, Raul soares, Congonhas e Guiricema.

O Governo de Minas busca a liberação para os moradores das cidades de Ouro Preto, Ubá, Santo Antônio do Rio Abaixo, Jeceaba, São Pedro dos Ferros, Tarumim, Tumiritinga, Lamim, Itanhomi, Dona Euzébia, Viçosa, Senador Firmino, Conselheiro Lafaiete, Patrocínio do Muriaé, Visconde do Rio Branco, Guaraciaba, Moeda, Senador Modestino Gonçalves e Guidoval.

Antonio Anastasia garante mais estradas e programas sociais para região em visita ao Norte de Minas

Norte de Minas terá mais estradas e programas sociais, garante Antonio Anastasia

Em Brasília de Minas, o candidato à reeleição recebe apoio e reconhecimento da população da região

Fonte: Coligação “Somos Minas Gerais”

O governador Antonio Anastasia, candidato à reeleição pela coligação “Somos Minas Gerais”, fez hoje (25/07) seu segundo dia de encontros com moradores e lideranças políticas do Norte de Minas. Antonio Anastasia passou a manhã em Brasília de Minas, onde foi recebido por dezenas de pessoas no campo de futebol da cidade. Ele caminhou pelas ruas do centro da Brasília de Minas, onde ouviu agradecimentos pelos investimentos sociais realizados pelo governo do Estado na região. Somente em ações de combate à pobreza rural, o Governo de Minas destinou R$ 82,8 milhões para as regiões do Norte de Minas e Vales do Jequitinhonha e do Mucuri, desde 2006. Ano passado, essas regiões receberam os maiores investimentos per capita na história do Estado.

“Nós temos investido aqui mais de R$ 2 para cada R$ 1 aplicado em outras regiões do Estado. Toda infraestrutura realizada em termos de estradas, postos de saúde, hospitais, melhoria da educação será mantida e aperfeiçoada. A nossa ideia sempre é a continuidade, mas com avanço, criando mais programas. Vamos trazer o Travessia para essa região. Vamos trazer mais o Poupança Jovem, vamos implantar o Caminhos de Minas, que favorece tanto o Norte de Minas. Aqui mesmo vamos concluir a estrada para Coração de Jesus, ou seja, nós temos um leque de programas sociais, econômicos e estruturais para que o Norte, cada vez mais, se incorpore no processo produtivo de Minas”, disse o governador.

O Governo do Estado investiu R$ 4,7 bilhões em recursos próprios em obras e programas que estão transformando a vida da população nos municípios mineiros. Até o final deste ano, os investimentos somarão R$ 5,9 bilhões.

Minas Gerais antecipará em três anos a meta nacional de erradicação da pobreza prevista para ser extinta em 2016. Estudo do Instituto de Pesquisas Econômicas Aplicadas (IPEA) demonstrou que o Estado reduziu a pobreza absoluta em Minas de 46,9% para 25,6% entre 1995 e 2008. Segundo o IPEA, a extinção total da miséria em Minas será alcançada em 2013.

O governador agradeceu o apoio que tem recebido dos eleitores mineiros. Segundo Antonio Anastasia, ele e o ex-governador Aécio Neves, candidato ao Senado, percorrerão todo Estado para apresentar propostas à população para dar continuidade aos avanços sociais ocorridos em Minas. Todos eles atestados por importantes organismos internacionais e por órgãos federais. Segundo o Ministério da Educação, Minas tem hoje o melhor ensino fundamental do País. Nas regiões mais pobres do Estado, a mortalidade infantil caiu 22,4% entre 2003 e 2009.

Recepção calorosa

Antonio Anastasia chegou a Brasília de Minas pela manhã e foi recebido pelo prefeito Jair Oliva Júnior, o Jairzinho (PT), no campo de futebol, onde o governador desembarcou. Outros 17 prefeitos da região também fizeram questão de manifestar apoio à reeleição de Antonio Anastasia.

O governador seguiu em carreata até o centro da cidade, onde foi recebido com foguetório e centenas de moradores de Brasília de Minas e de cidades vizinhas, que estenderam faixas de agradecimento pelos avanços obtidos com a intervenção do Governo do Estado.  Antonio Anastasia agradeceu o carinho e disse que as recepções calorosas como as da população de Brasília de Minas vêm se repetindo por onde ele passa.

“Percebo que essa grande recepção, esse grande apoio, com dezenas de prefeitos, lideranças e vereadores representa o reconhecimento do nosso governo ao longo dos anos, do que fez Aécio Neves, comigo sempre ao seu lado. Agora é hora de continuidade”, afirmou.

Com cerca de 30 mil habitantes, Brasília de Minas é uma das cidades da região que mais receberam investimentos do Governo do Estado. Na área da saúde, foi instalado em 2007 um centro Viva Vida, com investimento de R$ 1,4 milhão. A unidade é referência no atendimento a mulheres, gestantes, mães e crianças, combatendo a mortalidade materna e infantil. A unidade atende 4,5 mil pessoas por mês, moradores de 16 cidades da região.

Além disso, a cidade recebeu também quase R$ 2 milhões para a reforma de nove escolas, beneficiando 6.700 alunos da rede pública, e mais R$ 2,2 milhões para o transporte de estudantes, principalmente os da zona rural. A Copasa também investiu cerca de R$ 1,8 milhão, desde 2003, na instalação de rede de coleta de esgoto em Brasília de Minas.

Estradas

A região também foi beneficiada pelo Proacesso, o maior programa de asfaltamento de estradas do país, com a ligação para Ubaí e São Romão pela MG-202, realizada em 2007. O prefeito de Ubaí, Marco Antônio Andrade (PSDB), disse que a ligação asfáltica e a instalação de uma torre de telefonia celular mudaram a realidade do município.

“Este ano, a produção agropecuária da cidade será exatamente o dobro da de 2006, quando ainda não havia asfalto e sinal de celular. A gente percebe na rua que a cidade está crescendo, que as pessoas estão tendo mais oportunidade”, declarou.

O prefeito de Bonito de Minas, José Raimundo Viana (PR), viajou 200 quilômetros para estar junto com o governador neste domingo e agradecer pessoalmente aos benefícios para a cidade do extremo Norte mineiro.

“Vim agradecer os recursos liberados para reforma de escolas estaduais e do hospital da cidade. Hoje recebemos até pacientes do interior da Bahia quem vem até o município em busca de um melhor atendimento”, ressaltou.