• Agenda

    fevereiro 2020
    S T Q Q S S D
    « out    
     12
    3456789
    10111213141516
    17181920212223
    242526272829  
  • Categorias

  • Mais Acessados

    • Nenhum
  • Arquivo

  • Minas em Pauta no Twitter

    Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.

Aécio Neves: senador consegue verba para ampliar gestão eficiente

Aécio Neves: senador obtém dinheiro para prevenção à criminalidade. BID considera Minas modelo de gestão eficiente. Minas é referência.

O senador Aécio Neves considerou adiantadas as negociações com o Banco Interamericano de Investimento (BID) para liberação de US$ 80 milhões de investimentos para segurança pública em Minas.

Em entrevista após a reunião com dirigentes do BID, nesta terça-feira, em Washington (EUA), o senador disse que os recursos poderão ser liberados no final do ano, cumpridas as exigências para o financiamento.

Os recursos deverão ser destinados para projetos de prevenção à criminalidade, como os Centros de Prevenção à Criminalidade e projetos Fica Vivo!, de Penas Alternativas e Mediação de Conflitos; melhoria da inteligência das polícias e capacitação de servidores; implantação de delegacias modelo, adequação e construção de centros socioeducativos para jovens infratores; e para o projeto de Segurança na Copa, entre outros.

Aécio Neves: Senador – O que ficou acertado na negociação com o BID?

Em primeiro lugar eu quero dizer que tive a honra de, a pedido do governador Anastasia, participar de mais esta rodada de negociações com o BID que já vem sendo parceiro nosso desde o início do meu governo. Desde 2004, o BID é parceiro de Minas Gerais em investimentos de infraestrutura, onde destacaria o Proacesso.

Eu tenho alertado aos organismos internacionais que esta parceria é essencial já que há no Brasil uma omissão muito grande do governo federal na área de segurança pública, seja a partir do Fundo Nacional de Segurança ou do Fundo Penitenciário. Por isso se faz extremamente relevante que possamos ter, a complementar os recursos do Orçamento Estadual, recursos de organismos internacionais para, de alguma forma, cobrir esta omissão do governo federal.

Aécio Neves: Senador – Como estão as negociações?

Já estamos com negociações avançadas, alguma coisa em torno de R$ 150 milhões, cuja liberação poderá ocorrer entre dezembro deste ano ainda, de 2012, e janeiro do ano que vem. São recursos que, em grande parte servirão para uma ação preventiva na área de segurança pública. Teremos um incremento do Fica Vivo!, levando-o a outras regiões do estado de Minas Gerais, portanto a outras cidades, já que os resultados são extremamente positivos. Com esses recursos estaremos investindo também na capacitação dos servidores do nosso sistema prisional, na criação de novos Centros Integrados para Adolescentes, os CIAS, que têm sido uma demanda muito grande de outras regiões do Estado. Vamos construir centros socioeducativos também em Belo Horizonte, Região Metropolitana e em outras cidades do Estado. Enfim, um conjunto de ações e políticas para a cidadania, mas, sobretudo, no campo preventivo. Além de algumas parcerias com o Ministério Público de Minas Gerais. Portanto, são recursos expressivos.

As negociações estão na sua fase final, depende agora apenas da liberação do governo federal para que este limite de negociação seja aprovado e possamos internar esses recursos em Minas Gerais a partir do final do ano.

Aécio Neves: Senador – Minas é hoje um modelo de Gestão Eficiente?

E é sempre muito bom ouvir, como ouvi hoje dos principais dirigentes da instituição que Minas Gerais é, para eles, um modelo de gestão eficiente. Foram várias as intervenções dos dirigentes do banco demonstrando que Minas Gerais, no campo da gestão pública, é pioneiro e exemplo para outros estados brasileiros, mas em especial para outros países do mundo.

Mais uma vez, os diretores do banco ressaltaram que Minas Gerais é o estado que melhor aplica os recursos do banco. Todas as liberações, todas as autorizações foram integralmente aplicadas pelo Estado.

Fonte: Assessoria de imprensa do senador Aécio Neves

Link da matéria: http://www.aecioneves.net.br/2012/03/aecio-neves-negocia-com-bid-novos-recursos-para-seguranca-em-minas/

Aécio Neves: senador consegue liberação de R$ 80 milhões do BID para segurança pública

Dinheiro vai para prevenção à criminalidade. Banco considera Minas modelo de gestão pública. Estado é quem melhor aplica recursos do BID.

O senador Aécio Neves considerou adiantadas as negociações com o Banco Interamericano de Investimento (BID) para liberação de US$ 80 milhões de investimentos para segurança pública em Minas.

Em entrevista após a reunião com dirigentes do BID, nesta terça-feira, em Washington (EUA), o senador disse que os recursos poderão ser liberados no final do ano, cumpridas as exigências para o financiamento.

Os recursos deverão ser destinados para projetos de prevenção à criminalidade, como os Centros de Prevenção à Criminalidade e projetos Fica Vivo!, de Penas Alternativas e Mediação de Conflitos; melhoria da inteligência das polícias e capacitação de servidores; implantação de delegacias modelo, adequação e construção de centros socioeducativos para jovens infratores; e para o projeto de Segurança na Copa, entre outros.

Senador Aécio Neves – O que ficou acertado na negociação com o BID?

Em primeiro lugar eu quero dizer que tive a honra de, a pedido do governador Anastasia, participar de mais esta rodada de negociações com o BID que já vem sendo parceiro nosso desde o início do meu governo. Desde 2004, o BID é parceiro de Minas Gerais em investimentos de infraestrutura, onde destacaria o Proacesso.

Eu tenho alertado aos organismos internacionais que esta parceria é essencial já que há no Brasil uma omissão muito grande do governo federal na área de segurança pública, seja a partir do Fundo Nacional de Segurança ou do Fundo Penitenciário. Por isso se faz extremamente relevante que possamos ter, a complementar os recursos do Orçamento Estadual, recursos de organismos internacionais para, de alguma forma, cobrir esta omissão do governo federal.

Já estamos com negociações avançadas, alguma coisa em torno de R$ 150 milhões, cuja liberação poderá ocorrer entre dezembro deste ano ainda, de 2012, e janeiro do ano que vem. São recursos que, em grande parte servirão para uma ação preventiva na área de segurança pública. Teremos um incremento do Fica Vivo!, levando-o a outras regiões do estado de Minas Gerais, portanto a outras cidades, já que os resultados são extremamente positivos. Com esses recursos estaremos investindo também na capacitação dos servidores do nosso sistema prisional, na criação de novos Centros Integrados para Adolescentes, os CIAS, que têm sido uma demanda muito grande de outras regiões do Estado. Vamos construir centros socioeducativos também em Belo Horizonte, Região Metropolitana e em outras cidades do Estado. Enfim, um conjunto de ações e políticas para a cidadania, mas, sobretudo, no campo preventivo. Além de algumas parcerias com o Ministério Público de Minas Gerais. Portanto, são recursos expressivos.

As negociações estão na sua fase final, depende agora apenas da liberação do governo federal para que este limite de negociação seja aprovado e possamos internar esses recursos em Minas Gerais a partir do final do ano.

E é sempre muito bom ouvir, como ouvi hoje dos principais dirigentes da instituição que Minas Gerais é, para eles, um modelo de gestão pública. Foram várias as intervenções dos dirigentes do banco demonstrando que Minas Gerais, no campo da gestão pública, é pioneiro e exemplo para outros estados brasileiros, mas em especial para outros países do mundo.

Mais uma vez, os diretores do banco ressaltaram que Minas Gerais é o estado que melhor aplica os recursos do banco. Todas as liberações, todas as autorizações foram integralmente aplicadas pelo Estado.

Fonte: Assessoria de imprensa do senador Aécio Neves

Roberto Vellutini, do BID, comenta emprésitmo assinado por Anastasia e fala da ação inovadora com o Governo de MG

Governador Antonio Anastasia garante empréstimos de US$ 598 milhões para investimentos em educação, saúde, infraestrutura e meio ambiente

Aécio vai ao BID liberar R4 260 milhões para Proacesso, na visita aos Estados Unidos fará palestra na Bolsa de Valores de Nova York

O governador Aécio Neves se encontrará nas próximas semanas, em Washington (EUA), com o presidente do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), Luis Alberto Moreno, para acertar os detalhes finais da liberação dos US$ 260 milhões de empréstimo feito ao Estado. A tomada do empréstimo foi aprovada nesta quinta-feira (28), pela Assembléia Legislativa de Minas Gerais e os recursos serão utilizados no programa de pavimentação de estradas (Proacesso) e em ações na área de saúde. Durante a viagem aos Estados Unidos, o governador também fará uma palestra sobre Minas Gerais na Bolsa de Valores de Nova York.

“A aprovação foi extremamente importante. Quero de público agradecer aos aliados do governo, mas também a compreensão da oposição, porque é algo que se coloca num patamar acima de questões partidárias ou disputas políticas. Esse recurso, sobretudo num momento como esse de queda de arrecadação, é muito importante. Vamos falar em alguma coisa em torno de R$ 500 milhões a R$ 520 milhões, que vão permitir novos investimentos na qualificação da nossa malha viária, investimentos importantes também na área da saúde”, afirmou Aécio Neves.

O reforço no caixa do governo estadual será usado em obras de infra-estrutura, principalmente na pavimentação de estradas. Desde que foi criado, o Proacesso já pavimentou 102 estradas e outras 117 estão com obras em andamento ou em processo de licitação. Do total de 225 estradas, seis são de responsabilidade do governo federal. Após concluídos todos os trechos, 5.515 km de estradas pavimentadas serão acrescidos à malha rodoviária estadual, beneficiando diretamente mais de 1,5 milhão de pessoas.

“É muito importante e estratégico esse recurso, e para que não percamos tempo, quero ir pessoalmente assinar e acertar com o presidente do BID essa liberação. Na conversa que tive com o ministro Guido Mantega, na semana passada, ele próprio nos alertava para a demanda crescente, então não podemos perder tempo”, disse o governador.

O Proacesso recebeu, até 2008, investimentos de R$ 1,4 bilhão, incluindo recursos do Tesouro do Estado e de operações de crédito externas. Em 2009, quando serão concluídos mais outros 32 trechos, serão investidos mais R$ 1,4 bilhão, num total de 1.477 km. Para cumprir o programa, serão necessários R$ 3,4 bilhões, entre recursos do Tesouro do Estado e de financiamentos internacionais, obtidos junto a Banco Mundial (Bird), Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e Banco Japonês de Cooperação Internacional (JBIC).

Bolsa de Nova York

Aécio Neves foi convidado a fazer uma palestra para cerca de 200 empresários na Bolsa de Valores de Nova York, muitos deles ligados ao setor energético, mostrando as potencialidades de investimentos em Minas Gerais.

“Estaremos lá na Bolsa de Nova York, também batendo o sino, fechando o pregão, já que a Cemig tem sido, do ponto de vista relativo, uma das mais importantes, senão a mais importante, ação brasileira naquela bolsa”, afirmou Aécio Neves.

Choque de gestão: Governo Aécio Neves obtém do Banco Mundial R$ 260 milhões para investimentos em Minas

O vice-governador Antonio Augusto Anastasia se reuniu com o presidente do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), Luís Alberto Moreno, quarta-feira (27), em Washington, nos Estados Unidos. No encontro, Anastasia e Moreno discutiram projetos de interesse de Minas Gerais, com destaque para a aprovação de uma nova operação de financiamento de US$ 260 milhões. Anastacia representou no encontro o governador Aécio Neves

Os recursos serão empregados em obras de infra-estrutura, principalmente na construção de estradas. Visando o processo de efetivação do financiamento, o BID envia uma missão a Minas Gerais já na próxima segunda-feira (1º). Os recursos devem ser liberados no início de 2010.

Durante a reunião, o BID anunciou ao vice-governador Anastasia a doação ao Estado de Minas Gerais de recursos para um estudo de otimização do transporte urbano de Belo Horizonte e cidades da Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH).

O BID ainda fará uma doação de cerca de US$ 1 milhão para ser empregado em estudos de apoio ao Centro de Inovação em Bioenergia do Estado de Minas Gerais (Bioerg). O montante vai permitir ao Governo avançar na pesquisa de energias renováveis.

A pretensão é tornar Minas Gerais uma referência nacional e internacional em bioenergia. A iniciativa do Bioerg é resultado da preocupação do Estado na produção e utilização de energias limpas, reduzindo cada vez mais o uso de combustíveis fósseis.

Modelo mineiro de gestão

Como parte da agenda de trabalho do vice-governador em Washington, o modelo de gestão pública adotado no Estado de Minas Gerais e a aplicação e metas do Choque de Gestão foram apresentados em palestra na sede do Banco Mundial. Anastasia fez a exposição para cerca de 70 pessoas do corpo da vice-presidência de Gestão Pública do Bird e Departamento para a América Latina, ao lado da secretária de Estado de Planejamento e Gestão, Renata Vilhena, e do subsecretário de Assuntos Internacionais, Luiz Antônio Athayde.