• Agenda

    agosto 2019
    S T Q Q S S D
    « out    
     1234
    567891011
    12131415161718
    19202122232425
    262728293031  
  • Categorias

  • Mais Acessados

    • Nenhum
  • Arquivo

  • Minas em Pauta no Twitter

    Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.

  • Anúncios

Gestão Eficiente: Anastasia inaugura obras de infraestrutura e anuncia construção do Hospital Regional do Mucuri

Em visita a Teófilo Otoni, governador entregou prédio do Complexo de Urgência e Emergência, barragem, Estação de Tratamento de Esgoto e novo posto do Sine

Wellington Pedro/Imprensa MG
Antonio Anastasia apresenta maquete do Hospital Regional do Vale do Mucuri
Antonio Anastasia apresenta maquete do Hospital Regional do Vale do Mucuri

O Governador Antonio Anastasia anunciou, neste sábado (14), em visita a Teófilo Otoni, a construção do Hospital Regional do Vale do Mucuri. Com investimentos de R$ 100 milhões para a construção e compra de equipamentos, o hospital deve ser concluído em até três anos. A doação do terreno onde o hospital será construído, na Avenida Alfredo Sá, foi formalizada durante a visita do governador. O termo de compromisso foi assinado pelos empresários Luiz Fernando Rodrigues da Silva e Geraldo Hélbio de Miranda e pelo deputado Neilando Pimenta.

“Agradeço as famílias pela doação do terreno, que é de suma importância para a construção do novo Hospital Regional do Mucuri, reivindicação antiga da região. A obra vai ser realizada entre dois e três anos, com um custo de R$ 100 milhões”, disse o governador, durante entrevista coletiva.

Em Teófilo Otoni, Antonio Anastasia também inaugurou o Complexo de Urgência e Emergência da região, o posto do Sine/Diretoria Regional do Trabalho, a barragem Aécio Ferreira da Cunha e uma Estação de Tratamento de Esgoto (ETE). Neste conjunto de obras o Governo de Minas investiu R$ 100 milhões, gerando 420 empregos diretos e beneficiando 1,2 milhão de pessoas.

“Estamos resgatando compromissos históricos do passado com a população de Teófilo Otoni e do Mucuri e que agora se concretizam. Fico muito feliz em poder inaugurar essas obras aqui”, disse Anastasia.

Urgência e emergência

O Complexo de Urgência e Emergência marca a implantação da Rede Macrorregional de Atenção às Urgências e Emergências do Nordeste do Estado e do Vale do Jequitinhonha. Com sede em Teófilo Otoni, a Rede atenderá a população de 86 municípios, estimada em 1,2 milhão de pessoas.

Nas Redes de Atenção às Urgências e Emergências, as unidades do Serviço de Atendimento Móvel de Saúde (Samu) atuam integradas a um Complexo Regulador, que controla o fluxo do serviço. Isso quer dizer que a ambulância do Samu, ao resgatar o paciente, saberá imediatamente qual o hospital mais próximo  que tem leito disponível e está em condições de fazer o atendimento adequado. A macrorregião receberá 26 ambulâncias do Samu, doadas pelo Ministério da Saúde.

Mais saúde

Com a entrega da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) de Teófilo Otoni, o Governo de Minas resolve um problema ambiental e garante mais saúde à população. A obra foi construída com recursos da Copasa que somam R$ 43 milhões. Já operando em fase de testes, a estação está tratando 50% do esgoto coletado no município. A previsão é que 100% do esgoto seja tratado a partir de 2014.

Outra importante obra de infraestrutura inaugurada foi a barragem Aécio Ferreira Cunha, no Rio Todos os Santos , na localidade de Cabeceira de São Pedro.  A barragem tem uma área de 128 hectares de área inundada, com o objetivo de aumentar a oferta de água e diminuir os transtornos causados pelas enchentes no período chuvoso.

Na área de prestação de serviços, o governador inaugurou novo posto da Diretoria Regional do Trabalho, que vai atender 54 municípios da região, prestando apoio técnico e acompanhando a execução das ações relativas às funções de trabalho, emprego e renda desenvolvidas pelo Estado, prefeitura municipal e demais parceiros.

Aeroporto

Em seu pronunciamento, o governador afirmou que o Governo de Minas vai reformar o aeroporto de Teófilo Otoni e construir outro de caráter regional, na cidade de Itambacuri, a 40 km de Teófilo Otoni.

“Já determinei ao Departamento de Obras Públicas, que está fazendo o projeto para a construção do aeroporto regional, em Itambacuri, para atender de modo muito claro esta região”, afirmou o governador.

Ele também anunciou, oficialmente, a recém criada Área de Proteção Ambiental (APA) do Alto do Mucuri, localizada entre os municípios de Caraí, Catuji, Itaipé, Ladainha, Novo Cruzeiro, Malacacheta, Poté e Teófilo Otoni.

Também participaram da cerimônia os secretários de Estado Antonio Jorge (Saúde), Carlos Pimenta (Trabalho e Emprego), Adriano Magalhães (Meio Ambiente), Gil Pereira (Desenvolvimento dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri e Norte de Minas), Bilac Pinto (Desenvolvimento Regional e Política Urbana), o presidente da Assembleia Legislativa, Dinis Pinheiro, a prefeita Maria José Haueisen, entre outras autoridades.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/anastasia-inaugura-obras-de-infraestrutura-e-anuncia-construcao-do-hospital-regional-do-mucuri/

Anúncios

Governo de Minas anuncia ações de combate à dengue em 2012

BELO HORIZONTE (13/12/11) – O governador Antonio Anastasia anunciou nesta terça-feira (13), no Palácio Tiradentes, as ações do Governo de Minas para o enfrentamento à dengue em 2012. As novas medidas darão continuidade ao trabalho que vem sendo realizado com sucesso pela Força Tarefa de combate à doença, formada por integrantes do Exército e por agentes de saúde. O número de casos notificados em Minas caiu 77% em 2011, em relação ao ano anterior, resultado Programa Estadual de Controle Permanente da Dengue, criado pelo Estado, em 2010.

Durante a solenidade, o governador alertou para a gravidade da doença e pediu que a população continue em alerta para que ela seja erradicada. “É fundamental que cada cidadão, no âmbito de sua residência, de sua casa, consiga combater a dengue, diminuindo ou eliminando os focos do mosquito. Só assim a dengue será vencida de maneira absoluta. Então é fundamental que haja essa mobilização, para a qual a imprensa é fundamental, mas que cada pessoa, na sua casa, consiga a reversão e acabar com o foco do mosquito dentro de casa”, afirmou o governador em entrevista.

Reforço

O governador entregou, durante a solenidade, 44 veículos às equipes da Força Tarefa, sendo 31 caminhonetes Strada, dez micro-ônibus e três caminhões. Também foram entregues equipamentos de segurança para o uso dos profissionais durante a aplicação de inseticida – máscara, luvas, capacete, protetor de ouvido, óculos de segurança, avental impermeável – e bombas costais para pulverização.

A Força Tarefa é formada por 432 pessoas, sendo 200 soldados do Exército, 40 da Aeronáutica e 192 agentes de saúde. Para eliminar os possíveis focos do mosquito, são feitas varreduras nas áreas consideradas de risco, como casas, lojas e lotes baldios. Atualmente são utilizados dez ônibus; 70 carros fumacê; 600 bombas costais; nove caminhões (Dengue móvel) e 20 Dengômetros (estandes onde as pessoas têm acesso às informações sobre a doença).

“Nesta ação permanente, estamos intensificando aquilo que geramos e que deu resultado positivo. Acho que o resultado mais positivo foi a participação da sociedade. Então continuamos obsessivamente intensificando a mobilização das pessoas. Os focos estão nos domicílios, a maior parte dos criadouros são gerados por lixo doméstico. Precisamos, então, de fato ganhar essa guerra com uma grande adesão da sociedade. Essa não é uma inovação, é uma segurança de que continuamos no caminho certo”, afirmou o secretário de Saúde, Antônio Jorge, que apresentou o Programa Estadual de Controle Permanente da Dengue.

Mobilização

Os dois municípios mineiros que apresentaram as melhores experiências no combate à dengue, a partir dos critérios epidemiológicos e de dados da área de mobilização social da Secretaria de Saúde, foram premiados pelo governador.

Primeira colocada, a Prefeitura de Conselheiro Lafaiete recebeu um Fiat Fiorino caracterizado para o combate à dengue na cidade. Representando todos os municípios mineiros que lutam contra a doença, o prefeito do município, José Milton de Carvalho Rocha, falou da importância da união e conscientização. “Essa mobilização fez com que os prefeitos de todas as comunidades de Minas Gerais despertassem para o seu dever, para a sua participação efetiva nesse esforço comum de controle da dengue no Estado”, reconheceu.

A Prefeitura de Patos de Minas recebeu um tablet (Samsung Galaxy Tablet), doado pela operadora Vivo. O equipamento será utilizado na coleta e formatação das informações sobre a doença na cidade. O prêmio foi entregue à secretária de saúde do município, Janaína Maria Silva Araújo Souza.

Durante o lançamento foi apresentado, pelo grupo de teatro Saúde em Cena, o espetáculo “Um por todos e todos contra a Dengue”. Na montagem, os personagens Athos, Porthos e Aramis têm o desafio de acabar com a Milady Gaga Dengue. A peça, uma adaptação contemporânea do texto Os Três Mosqueteiros, de Alexandre Dumas, conta a história da mosquita da espécie Aedes aegypti que deseja contaminar as pessoas com a doença e se tornar uma cantora lírica.

Cenário 2010/2011

Em 2010, o número de notificações da dengue foi de 261.915 mil casos. Em 2011, esse número caiu para 60.357 mil casos registrados (até novembro). O número de internações também diminuiu de 3.783, em 2010, para 1.227, em 2011. A Força Tarefa de combate à dengue percorreu os 42 municípios do Estado com maior incidência do Aedes aegypti, mosquito transmissor da dengue, e visitou 180 mil residências. Mais de 1 milhão de recipientes com potencial para o desenvolvimento do mosquito foram eliminados.

Os municípios com maior número de casos notificados em 2011 foram Belo Horizonte (7.858), Juiz de Fora (2.935), Governador Valadares (2.750), Uberaba (2.585) e Contagem (1.999). Eles representam 30% dos casos.

Ações previstas para 2012:

• Avaliação da semana epidemiológica;

• Regulação de acesso às internações de média e alta complexidades;

• Disponibilidade de leitos contingenciais para dengue em instituições Pro-Hosp: 803 leitos pediátricos e 1.059 leitos clínica médica;

• Transporte aéreo para casos críticos;

• Videoconferências para Centrais de Regulação Assistencial: educação continuada;

• Possibilidade de registro de denúncias via celular, por meio de aplicativo desenvolvido para o iPhone;

• Parceria com os catadores de lixo;

• Orientação quanto ao acolhimento rápido com hidratação, dados vitais e hemograma;

• Nova proposta de treinamento rápido: Modelo Recife – 10 minutos de treinamento, com alcance de 80% das equipes de saúde;

• Médicos Regionais: contratação de 50 médicos para monitoramento assistencial e apoio aos gestores municipais;

• Contratação de containers (em desenvolvimento), como local de hidratação, em caso de epidemia: seis containers equipados para serem disponibilizados para os municípios em crise.