• Agenda

    agosto 2020
    S T Q Q S S D
     12
    3456789
    10111213141516
    17181920212223
    24252627282930
    31  
  • Categorias

  • Mais Acessados

    • Nenhum
  • Arquivo

  • Minas em Pauta no Twitter

    Erro: Assegure-se de que a conta Twitter é pública.

Governo Anastasia: Minas Leite faz circuito para reforçar atuação no Estado

Meta do programa neste ano é assistir a mais de 1,2 mil propriedades

Divulgação/Seapa
Programa orienta sobre boas práticas para aumentar a produção de leite, como alimentação e manejo dos animais
Programa orienta sobre boas práticas para aumentar a produção de leite, como alimentação e manejo dos animais

Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Minas Gerais (Seapa) vai realizar, neste ano, 50 encontros com os pecuaristas de diversas regiões do Estado para impulsionar a adoção das boas práticas de produção e gestão nas propriedades leiteiras de agricultura familiar. O circuito faz parte das atividades do Minas Leite, programa criado pela secretaria e executado pela Emater-MG.

Até dezembro de 2012, o número de fazendas integradas ao programa, no Estado, deve subir para no mínimo 1.200, pois a meta de expansão é de 15%, diz o coordenador do Minas Leite pela secretaria, Rodrigo Puccini Venturin. Ele enfatiza a importância do circuito para a busca desse crescimento. O objetivo do programa é levar aos pecuaristas de pequenas propriedades orientações sobre gerenciamento e técnicas de baixo custo para aumento da produção e da produtividade. O programa tem um efeito multiplicador. Cada propriedade assistida se transforma numa unidade demonstrativa para outros 10 produtores vizinhos.

Nesta quinta-feira (29), será realizada a primeira das 20 reuniões agendadas para a região Leste do Estado, e o ponto de encontro será o município de Mutum. Localizado na área polarizada pela unidade regional da Emater de Ipatinga, o município já conta com sete propriedades inscritas no programa. Os proprietários dessas fazendas terão oportunidade de apresentar a sua experiência com a utilização das boas práticas de produção e gestão da atividade leiteira. Além disso, poderão agregar novos conhecimentos por meio das palestras técnicas que serão feitas pelos extensionistas da Emater.

Produção aumenta

Contando há um ano com a assistência do Minas Leite, a Fazenda Três Encruzilhadas, de Ailton Marques Pereira, destaca-se pelos resultados em Mutum. De acordo com o extensionista Tiago Tertuliano Pinel, da Emater, a produção leiteira na propriedade, de 15 hectares, alcançou no ano passado a média de 160 litros/dia, volume 26% superior ao de 2010.

“Nos períodos mais favoráveis para a produção, as ordenhas diárias somaram até 200 litros e só houve redução quando entrou a entressafra”, ressalta o extensionista. Já a média obtida pelo conjunto das propriedades leiteiras dos demais municípios vinculados à unidade da Emater em Ipatinga é 155 litros/dia”, acrescenta.

A Três Encruzilhadas conta atualmente com um plantel de 20 vacas, cinco a mais do que no ano passado, mas este não é o principal responsável pelo aumento da produção, ressalta Pinel. “A melhoria da produtividade por animal é que faz a diferença, e neste caso foram fundamentais as mudanças na alimentação e no manejo dos animais.”

Para o coordenador de Pecuária da Emater Ipatinga, Aldrin Regiane, foi muito importante a introdução de diversas práticas para a melhoria da qualidade do leite produzido na Três Encruzilhadas. Os animais são submetidos a avaliações periódicas de saúde, na parte de manejo foi introduzida a organização das ordenhas e, para melhorar a alimentação do gado, houve a inclusão de minerais e proteínas.

Aldrin observa também que a qualidade e a segurança alimentar do leite produzido na fazenda foram aumentadas por meio de práticas simples, como a limpeza dos equipamentos de ordenha e a higienização das vacas antes e depois da retirada do leite.

Fonte:

Já para a preservação ambiental e sustentabilidade do projeto houve a recuperação de áreas degradadas, e em seu lugar dos solos abandonados existem pastos. Uma área de um hectare foi reservada para a construção de 28 piquetes com madeira de eucalipto tratada, onde os animais têm acesso direto ao pasto e recebem sal e água, além de volumoso. O número de piquetes possibilita a rotatividade diária dos animais.

Força da extensão

Segundo Rodrigo Puccini Venturin, o testemunho de agricultores familiares já integrados ao Minas Leite será apresentado também nas etapas seguintes do Circuito Leste, envolvendo diversos municípios polarizados pela Emater em Guanhães e Valadares.

Para o secretário da Agricultura, Elmiro Nascimento, os resultados registrados pelo Minas Leite correspondem aos objetivos traçados pela secretaria. “Merece reconhecimento principalmente a atuação da Emater, pois seus extensionistas têm feito um bom trabalho para a qualificação gerencial e técnica das propriedades leiteiras do Estado, fatores básicos para a melhoria de renda dos agricultores familiares, que predominam nesse segmento respondendo por 45% da produção estadual”, finaliza.

Os produtores interessados em aderir ao programa devem fazer sua inscrição em uma unidade da Emater-MG.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/minas-leite-faz-circuito-para-reforcar-atuacao-no-estado/