• Agenda

    agosto 2020
    S T Q Q S S D
     12
    3456789
    10111213141516
    17181920212223
    24252627282930
    31  
  • Categorias

  • Mais Acessados

    • Nenhum
  • Arquivo

  • Minas em Pauta no Twitter

    Erro: Assegure-se de que a conta Twitter é pública.

Mais de mil pessoas na Pampulha se mobilizam em favor de Pimenta da Veiga

Caminhada Coração Mineiro, organizada pela Coligação Todos por Minas, reuniu mais de mil pessoas na região da Pampulha.

Coligação Todos por Minas

Fonte: Pimenta 45

Mobilização de apoio a PimentaDinisAnastasia e Aécio reúne mais de mil pessoas na região da Pampulha

Caminhada Coração Mineiro contou com as presenças de Anna Paola e Adriana Pinheiro, além de representantes de segmentos da sociedade mineira

Coligação Todos por Minas promoveu neste domingo (28/09) uma grande mobilização em apoio às candidaturas de Pimenta da VeigaDinis PinheiroAntonio Anastasia e Aécio Neves. Mais de mil pessoas participaram da caminhada Coração Mineiro, na orla da Lagoa da Pampulha, em Belo Horizonte. O evento contou com as presenças das esposas de Pimenta e DinisAnna Paola e Adriana Pinheiro, além de representantes de segmentos da sociedade mineira e lideranças políticas e comunitárias.

Para Anna Paola, a certeza da vitória de Pimenta está nas manifestações da população. “A importância está aqui, com essa quantidade de pessoas se unindo nessa jornada. A prova de que nós vamos ganhar está aqui”, afirmou. Já Adriana Pinheiro destacou o momento crescente da campanha 45. “Minas merece a continuidade de um governo que tem transparência, ética e muito trabalho. É isso que estamos evidenciando cada vez mais com as pessoas que estão se agregando à campanha do 45”, avaliou.

O trajeto, de aproximadamente uma hora, foi marcado por muita animação e palavras de apoio. A caminhada Coração Mineiro teve início na manhã deste domingo com concentração na Praça Nova de Eventos, próximo à Igrejinha de São Francisco, na orla da lagoa da Pampulha, seguindo pela Avenida Otacílio Negrão de Lima. Por onde passava, a mobilização recebia a adesão de populares. Das casas e prédios, centenas de pessoas manifestaram apoio às candidaturas de PimentaDinisAnastasia e Aécio.

Vale do Aço se mobiliza em apoio a Aécio e Pimentel

O Vale do Aço se mobilizou para receber os candidatos Pimenta da Veiga e Aécio Neves na reta final da campanha eleitoral.

Eleições 2014

Fonte: Pimenta 45

Vale do Aço se mobiliza em apoio às candidaturas de Pimenta da Veiga e Aécio

Em visita a Ipatinga, Coronel Fabriciano e Timóteo, candidatos defendem crescimento econômico e mais emprego e renda para Minas e o Brasil

Vale do Aço, um dos mais importantes polos econômicos de Minas Gerais, se mobilizou neste sábado (20/09) para receber os candidatos a governador Pimenta da Veiga e a presidente Aécio Neves na reta final da campanha eleitoral. O centro comercial dos principais municípios da região – Ipatinga, Coronel Fabriciano e Timóteo – foi tomado por milhares de pessoas que abraçaram, tiraram fotos e caminharam ao lado de Pimenta e Aécio, que chegaram acompanhados dos candidatos a vice-governador Diniz Pinheiro e a senador Antonio Anastasia. Nas três cidades, eles participaram de animada carreata que ganhou a adesão de centenas de carros e motos. Por onde passaram, foram saudados com foguetório e chuva de papel picado.

Pimenta da Veiga afirmou que a atração de investimentos, com a instalação de novas indústrias e geração de emprego e renda é um dos pontos altos do seu Plano de Governo para o Vale do Aço. Ele voltou a condenar a falta de eficiência do governo do PT na condução da economia do país. “Queremos dinamizar muito a economia do Estado. Estamos muito preocupados com a recessão em que o PT meteu o Brasil, o desemprego que já começa a assustar muito e a inflação que está voltando. Aqui, que é um polo econômico tão importante para Minas, é o cenário para discutirmos essas coisas, por isso também estamos aqui”, ressaltou.

Retomada

Aécio Neves afirmou que o Vale do Aço sente na pele as consequências da retração da atividade industrial em razão do governo federal ter voltado as costas para Minas Gerais. Ele defendeu a eleição dos candidatos da Coligação Todos por Minas para que Minas e o país tenham condições de implementar um governo comprometido com a retomada do crescimento econômico, com a ética e o desenvolvimento social.

“Temos em nossas mãos uma oportunidade extraordinária de iniciar um novo ciclo no Brasil, mas também de investimentos em Minas Gerais, com o governador Anastasia no Senado, com Pimenta da Veiga no governo e com nossa candidatura que, acredito, vai entrar na última semana de eleição, já claramente apontando para nossa presença no segundo turno”, disse ele.

Ideb: Minas tem a melhor educação do país

Pimenta afirmou que Minas consolidou a sua liderança como estado que oferece a melhor educação do país, divulgado pelo governo do PT.

Educação de Minas

Fonte: Pimenta da Veiga

Governo federal afirma, mais uma vez, que educação de Minas é a melhor do país

Para Pimenta da Veiga, resultado do Ideb 2013 divulgado nesta sexta-feira comprova qualidade do ensino fundamental nas escolas da rede pública do Estado

O candidato a governador Pimenta da Veiga afirmou, nesta sexta-feira (05/09), em Belo Horizonte, que Minas Gerais consolidou a sua liderança como estado que oferece a melhor educação do país com o resultado do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb 2013), divulgado pelo governo do PT. O índice, elaborado pelo Ministério da Educação, mostra que o ensino fundamental – do 1º ao 9º ano – está em primeiro lugar entre todos os Estados brasileiros.

“A educação mineira é e continua sendo referência nacional. Novamente, é o próprio governo federal, por meio do Ministério da Educação, que está atestando esse nível de excelência. Agora, vamos consolidar e fortalecer ainda mais esses avanços. O resultado divulgado hoje deve-se ao empenho de toda a comunidade escolar – professores, alunos, toda a sociedade mineira – e, claro, ao conjunto de ações promovidas pelo Governo de Minas ao longo dos últimos anos, com competência, seriedade e comprometimento. Os resultados do Idebdemonstram de forma inequívoca que Minas tem compromisso com a qualidade da educação”, afirmou.

Segundo Pimenta da Veiga, o resultado do Ideb comprova o acerto e o compromisso do Governo de Minas com a educação, a partir de um trabalho de parceria com os professores e que teve início na gestão de Aécio Neves e prosseguiu com Antonio Anastasia. Mas para o candidato, é preciso avançar ainda mais. O seu propósito, caso seja eleito, é fazer de Minas referência internacional. “Tudo que conseguimos até agora é fruto de uma ação planejada e de iniciativas pioneiras, como a entrada das crianças aos seis anos na escola. Conseguimos um ótimo resultado, mas sabemos que ainda há muita estrada para percorrer. E sabemos muito bem onde queremos chegar:  consolidando Minas como referência internacional ”, disse ele.

Nos últimos dez anos, o Governo de Minas aumentou em 211% os investimentos em educação, melhorando a infraestrutura das escolas, valorizando e qualificando os professores e, principalmente, melhorando a qualidade do ensino dentro da sala de aula. Para Pimenta da Veiga é preciso seguir avançando nessa direção para fazer de Minas um Estado forte tanto do ponto vista econômico quanto social.

“A qualidade da educação – que é uma das grandes marcas da atual administração estadual e, também, sobremaneira, do meu Plano de Governo – alavanca o desenvolvimento de Minas à medida em que qualifica o cidadão, contribuindo, assim, para a formação profissional e intelectual do indivíduo”, afirmou.

A rede estadual mineira é a segunda maior do país na educação básica, com 3.671 escolas e mais 2,2 milhões de estudantes atendidos. Deste total, a grande maioria dos alunos está matriculada no ensino fundamental, totalizando quase 1,3 milhão de estudantes.

Anastasia destaca avanços promovidos por Aécio em Minas

Anastasia afirma que propostas de Aécio serão capazes de responder às demandas e promover as mudanças que a população brasileira espera.

Eleições 2014

Antonio Anastasia destaca avanços promovidos por Aécio em Minas e suas propostas para mudar o Brasil

Responsável pela elaboração das diretrizes do Plano de Governo de Aécio Neves, o ex-governador Antonio Anastasia é uma das principais referências do país em Administração Pública. de

Nos últimos doze anos, participou do Governo de Minas como secretário, vice-governador e governador. Coordenou a implantação do Choque de Gestão no Estado, conjunto de medidas que trouxe importantes avanços na educaçãosaúdesegurança públicainfraestrutura edesenvolvimento econômico.

Anastasia afirma que as propostas de Aécio e a sua liderança no governo federal serão capazes de responder às demandas e promover as mudanças que a população brasileira espera.

Assista o vídeo:

Coligação Todos por Minas convoca ex-prefeitos

O encontro faz parte de estratégia que prevê, a partir de agora, maior ênfase na caça a eleitores fora da região metropolitana.

Eleições em Minas Gerais

Fonte: Estado de Minas

Encontro com ex-prefeitos faz parte de estratégia que prevê maior ênfase na caça a eleitores fora da região metropolitana.Foto: Marcelo Sant’Ana

Campanha tucana convoca ex-prefeitos

Leonardo Augusto

O candidato do PSDB a governador, Pimenta da Veiga, se reuniu nesta terça com ex-prefeitos de cidades mineiras em Belo Horizonte e pediu empenho na busca por votos. O encontro faz parte de estratégia que prevê, a partir de agora, a 46 dias do pleito, maior ênfase na caça a eleitores fora da região metropolitana. “Vamos colocar a campanha mais para o interior”, afirmou um dos coordenadores do comitê de Pimenta, Danilo de Castro, que participou da reunião.

O governador Alberto Pinto Coelho (PP) transferiu a agenda de ontem para o Palácio da Liberdade, próximo à Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL), onde foi realizada a reunião, para também comparecer ao ato de campanha. Ainda dentro da estratégia de interiorizar a campanha, Danilo anunciou para sexta-feira uma viagem do principal cabo eleitoral dePimenta, o candidato do partido à Presidência da RepúblicaAécio Neves (PSDB), a Uberlândia, no Triângulo Mineiro. “A cidade tem mais votos que todo o Vale do Jequitinhonha”, justificou o coordenador.

Em relação ao encontro de ontem, Pimenta da Veiga disse que a reunião com os aliados é fundamental para a campanha. “Tem um peso muito grande. Ex-prefeitos são importantes lideranças municipais e regionais. Em algumas cidades, o ex-prefeito tem mais liderança, mais presença até do que quem está no poder”, argumentou.

O candidato não quis revelar o teor das reuniões das quais disse ter participado na segunda-feira em Brasília. Os encontros fizeram com que Pimenta cancelasse por duas vezes ao longo do dia compromissos de campanha. “São coisas internas. Procedimentos internos”, resumiu.

PLANALTO Na briga por vaga no Senado, o ex-governador Antonio Anastasia (PSDB) também participou do encontro com os ex-prefeitos. O candidato comentou o novo quadro na disputa pelo Palácio do Planalto com a morte do ex-governador Eduardo Campos, que concorria pelo PSB. “A troca de candidato vai trazer algumas alterações no panorama, mas ainda é cedo para aferir quais serão as modificações”, avaliou.

O candidato ao governo de Minas Fernando Pimentel (PT) suspendeu a agenda de ontem, quando se reuniria com sindicatos e representantes de movimentos sociais. De acordo com a assessoria, ele prolongou a gravação do programa eleitoral.

SAÚDE REBATE As afirmações feitas pelo candidato do PT a governador, Fernando Pimentel, de que o estado passa por uma “situação de crise” na área da saúde e que obras prometidas em hospitais estão inacabadas, foram rebatidas ontem pelo governo mineiro. De acordo com nota da Secretaria de Saúde, o Executivo repassou mais de R$ 435 milhões para a construção de 11 hospitais regionais – dos quais um já foi entregue (Uberlândia, em 2010), um está em fase final (Uberaba), seis estão em obras (Divinópolis, Juiz de Fora, Sete Lagoas, Governador Valadares, Teófilo Otoni e Conselheiro Lafaiete) e três estão na etapa de projetos (Montes Claros, Nanuque e Novo Cruzeiro). Ao todo, serão investidos R$ 707 milhões. Ainda segundo a Secretaria de Saúde, o governo estadual também contribui para a equipagem, custeio e contratação de pessoal para esses hospitais.

Para Pimenta, “governar não é ato individual, é ato coletivo”

Coligação Todos por Minas apresentou segmentos contemplados no Plano de Governo e anunciou construção de 100 mil casas populares.

Eleições 2014

Fonte: Site do candidato Pimenta da Veiga

Diversidade social é marca na campanha de Pimenta da Veiga

Coligação Todos por Minas apresenta segmentos contemplados no Plano de Governo; candidato anuncia, ainda, construção de 100 mil casas populares

Mais de 50 entidades mineiras de 18 segmentos sociais passaram a integrar a campanha do candidato a governador Pimenta da Veiga, participando ativamente de eventos e contribuindo com a formulação do Plano de Governo da Coligação Todos por Minas. O evento de apresentação dos colaboradores, na manhã desta segunda-feira (11/8), em Belo Horizonte, lotou o auditório do comitê central da campanha. O especialista em administração Marcelo Lana, com larga experiência em entidades estaduais e nacionais, é o coordenador de Segmentos Sociais da coligação.

“Para conversar diretamente com todos, a campanha se segmentou buscando identificar demandas de cada setor. Como a campanha cresce a cada dia e o número de entidades diversas é cada vez maior, foi criada a coordenação de segmentos”, explicou Lana. “Nesta grande estrutura estão associações, sindicatos, fundações e toda a pluralidade do segmento social: mulheres, jovens, idosos, negros, LGBT, sindicalistas, cooperativas, esportistas, catadores de papel, artesãos, enfim, todos estão representados aqui”, completou.

Ao lado do candidato a governador Pimenta da Veiga e do candidato a senador Antonio Anastasia, o coordenador Marcelo Lana disse que essa parceria é fundamental para a elaboração do Plano de Governo, que será apresentado à população mineira em setembro. “Assim, a campanha estabelece um diálogo com cada público, com olhar sensível e respeitando suas especificidades. Conosco, a sociedade caminha junto, opinando, colaborando e construindo uma campanha plural, democrática e inclusiva”, afirmou Lana.

O diálogo aberto com a sociedade sempre foi uma das marcas de Pimenta em todos os cargos públicos em que ocupou. Segundo ele, essa característica da campanha representa um passo fundamental de interação com todos os mineiros. “Governar não é ato individual, é ato coletivo. Por onde passei, sempre valorizei de todos os modos a participação popular. Tudo deve ser feito ouvindo os segmentos sociais e é isso que estamos fazendo. É assim que queremos governar, sempre ouvindo toda a sociedade”, destacou Pimenta.

Habitação popular

Antes do início do encontro com representantes dos segmentos sociais, Pimenta da Veigadestacou as ações realizadas pelo Governo de Minas nos últimos anos na área habitacional. Ele anunciou, ainda, a construção de 100 mil casas populares. “O Governo do Estado nos últimos anos construiu 35 mil habitações para população de baixa renda em todas as regiões. Nós temos um plano ambicioso a esse respeito. No nosso período de governo vamos construir 100 mil casas Minas Gerais”, afirmou.

“Vamos atender a toda demanda de baixa renda, atender a população que mora em áreas de risco e, ainda, atender cidadãos ligados a alguns setores específicos, como, os profissionais das áreas de segurança e educação, entre outras. É um programa, audacioso, é um grande esforço que o governo fará. A questão da casa própria será tratada de modo prioritário no nosso governo”, explicou, ao destacar a necessidade de buscar novos avanços neste setor.

Implantado em 2005 como principal programa habitacional do Governo de Minas, o Lares Geraes Habitação Popular, executado pela Companhia de Habitação do Estado de Minas Gerais (Cohab Minas), reduziu o déficit de moradias em cerca de 19% nos municípios com até 20 mil habitantes, que são 80% do total de cidades mineiras. Foram aplicados, de 2005 a junho de 2014, mais de R$ 1 bilhão para construção de casas para famílias de baixa renda.