• Agenda

    setembro 2020
    S T Q Q S S D
     123456
    78910111213
    14151617181920
    21222324252627
    282930  
  • Categorias

  • Mais Acessados

    • Nenhum
  • Arquivo

  • Minas em Pauta no Twitter

    Erro: Assegure-se de que a conta Twitter é pública.

Aécio larga na frente de Dilma no 2º turno com 54% dos votos

Aécio largou na frente de Dilma neste início da campanha nas eleições presidenciais. É o que mostra uma pesquisa feita com exclusividade para ÉPOCA, pelo Instituto Paraná Pesquisas.

Eleições 2014

Fonte: Época

Aécio 54% x Dilma 46%: primeira pesquisa sobre o segundo turno

Em levantamento exclusivo para ÉPOCA, o instituto Paraná Pesquisas ouviu 2.080 eleitores em 152 municípios

Aécio Neves (PSDB) largou na frente da presidente Dilma Rousseff (PT) neste início da campanha de segundo turno nas eleições presidenciais deste ano. É o que mostra uma pesquisa feita com exclusividade para ÉPOCA, pelo instituto Paraná Pesquisas. Se a eleição fosse hoje, Aécio teria 49% das intenções de voto contra 41% de Dilma. Não sabe ou não responderam somam 10%. Em votos válidos, Aécio tem 54%, e Dilma, 46%. Na pesquisa espontânea, em que não são apresentados os candidatos, Aécio tem 45%, e Dilma, 39%.

instituto Paraná Pesquisas entrevistou, entre a segunda-feira (6) e esta quarta-feira (8), 2.080 eleitores. Foram feitas entrevistas pessoais com eleitores maiores de 16 anos em 19 Estados e 152 municípios. A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral, sob o número BR 01065/2014. O nível de confiança da pesquisa é de 95%, com uma margem de erro de 2,2% para mais ou para menos. Isso significa que a probabilidade de a realidade corresponder ao resultado dentro da margem de erro é de 95%. Se a eleição fosse hoje, a votação de Aécio variaria, portanto, de 52% a 56%; e a de Dilma, de 44% a 48% dos votos válidos.

“Podemos afirmar que Aécio Neves inicia o segundo turno com uma boa vantagem, porque herdou mais votos de Marina Silva (a terceira colocada). Vamos ver como o eleitor se comportará após o início do horário eleitoral gratuito no rádio e na televisão”, afirma o economista Murilo Hidalgo, presidente do Paraná Pesquisas.

A pesquisa também avaliou a rejeição dos candidatos. Dilma Rousseff é rejeitada por 41%. Outros 32% afirmaram que não votariam em Aécio “de jeito nenhum”. Apenas 16% disseram que não rejeitam nenhum dos candidatos, e 8% não souberam ou não quiseram responder. De acordo com Hidalgo, a rejeição é sempre um fator fundamental em eleições de segundo turno.

No quesito escolaridade, Dilma é a preferida dos eleitores com apenas o ensino fundamental. Ela tem 46% das intenções, ante 45% de Aécio. Entre os eleitores com ensino superior completo, Aécio lidera com 55% das intenções, e Dilma apresenta 34%. Aécio também está na frente no eleitorado feminino, com 50% das intenções de voto, ante 40% de Dilma. Entre os homens, Aécio tem 47% das preferências, para 43% de Dilma.

A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral, sob o número BR 01065/2014 e 2.080 eleitores do dia 6 ao dia 8 de outubro.

Aécio realizou campanha honrada e à altura das melhores tradições de Minas

Aécio Neves afirmou que chegou ao dia da eleição satisfeito por ter feito uma campanha fiel às melhores tradições de Minas Gerais.

Eleições 2014

Fonte: Jogo do Poder

Aécio diz que realizou campanha honrada e à altura das melhores tradições de Minas

Depois de votar em Belo Horizonte, o candidato disse que está pronto para apresentar ao Brasil um novo projeto

O candidato da Coligação Muda Brasil à Presidência, Aécio Neves, afirmou, nesse domingo (05/10), que chegou ao dia da eleição satisfeito por ter feito uma campanha fiel às melhores tradições de Minas Gerais.

“Fiz a campanha que queria ter feito, uma campanha honrada e à altura das melhores tradições de Minas Gerais, o meu berço, a minha casa e também a causa da minha trajetória política, que agora se transforma também no Brasil”, disse.

Aécio votou na manhã desse domingo (05/10), na Escola Estadual Governador Milton Campos (Estadual Central), na região Centro-Sul de Belo Horizonte (MG), uma das mais tradicionais instituições de ensino da capital mineira. Antes, acompanhou o voto dos candidatos ao Governo do EstadoPimenta da Veiga, e ao Senado, Antonio Anastasia em seus locais de votação.

Acompanhado da esposa, Letícia WeberAécio foi recebido com entusiasmo na seção eleitoral, cumprimentou mesários e tirou fotos com eleitores. Rodeado por jornalistas e eleitores, Aécio foi saudado com manifestações de apoio e slogans como “Brasil Pra Frente, Aécio Presidente”. Simpatizantes abraçavam e pediam fotos com o candidato. Depois de votar, Aécio fez o “V” de vitória.

Confiança e humildade

Confiante com a possibilidade de chegar ao segundo turno das eleições, conforme demonstraram as últimas pesquisas de intenções de votos divulgadas, Aécio Neves reiterou que está pronto para apresentar ao Brasil um novo projeto, mas enfatizou que aguardava com humildade, o resultado final da apuração.

“Eu estou pronto – se for essa a decisão dos brasileiros – estou pronto para chegando ao segundo turno e apresentar ao Brasil um projeto. Um projeto transformador, corajoso e um projeto verdadeiro. Nunca perdi a confiança, porque eu sempre compreendi que nós temos o melhor projeto para o Brasil. A minha palavra é de muita fé, de muita confiança e de absoluto respeito aos demais adversários. Temos que aguardar com muita humildade, inclusive digo isso, registro isso de forma muito enfática, o resultado das urnas”, afirmou em entrevista coletiva.

Agradecimento aos eleitores

Aécio agradeceu a todos os eleitores que acreditaram na capacidade transformadora dos candidatos que compõem a sua coligação em Minas e em todo o país.

“A minha palavra nesse instante é de agradecimento a cada brasileiro e a cada brasileira que confia na capacidade transformadora de um grupo político que tem história, que tem demonstrado capacidade e que, acima de tudo, que tem um amor enorme pelo Brasil”, disse.

O novo cenário da disputa presidencial, segundo ele, foi movido por um grande sentimento de mudança que permeia boa parte da população brasileira.

“Esse sentimento de mudança que permeia a sociedade brasileira, e ele é amplo, na verdade, pressupõe não apenas a derrota do PT – que é essencial – mas é a introdução de um projeto capaz de permitir ao Brasil voltar a crescer, controlando a inflação, melhorando os nossos indicadores sociais, resgatando a capacidade de atrairmos o capital privado como parceiro da nossa infraestrutura”, afirmou.

Aécio realizou campanha honrada e à altura das melhores tradições de Minas

Aécio Neves afirmou que chegou ao dia da eleição satisfeito por ter feito uma campanha fiel às melhores tradições de Minas Gerais.

Eleições 2014

Fonte: Jogo do Poder

Aécio diz que realizou campanha honrada e à altura das melhores tradições de Minas

Depois de votar em Belo Horizonte, o candidato disse que está pronto para apresentar ao Brasil um novo projeto

O candidato da Coligação Muda Brasil à Presidência, Aécio Neves, afirmou, nesse domingo (05/10), que chegou ao dia da eleição satisfeito por ter feito uma campanha fiel às melhores tradições de Minas Gerais.

“Fiz a campanha que queria ter feito, uma campanha honrada e à altura das melhores tradições de Minas Gerais, o meu berço, a minha casa e também a causa da minha trajetória política, que agora se transforma também no Brasil”, disse.

Aécio votou na manhã desse domingo (05/10), na Escola Estadual Governador Milton Campos (Estadual Central), na região Centro-Sul de Belo Horizonte (MG), uma das mais tradicionais instituições de ensino da capital mineira. Antes, acompanhou o voto dos candidatos ao Governo do EstadoPimenta da Veiga, e ao Senado, Antonio Anastasia em seus locais de votação.

Acompanhado da esposa, Letícia WeberAécio foi recebido com entusiasmo na seção eleitoral, cumprimentou mesários e tirou fotos com eleitores. Rodeado por jornalistas e eleitores, Aécio foi saudado com manifestações de apoio e slogans como “Brasil Pra Frente, Aécio Presidente”. Simpatizantes abraçavam e pediam fotos com o candidato. Depois de votar, Aécio fez o “V” de vitória.

Confiança e humildade

Confiante com a possibilidade de chegar ao segundo turno das eleições, conforme demonstraram as últimas pesquisas de intenções de votos divulgadas, Aécio Neves reiterou que está pronto para apresentar ao Brasil um novo projeto, mas enfatizou que aguardava com humildade, o resultado final da apuração.

“Eu estou pronto – se for essa a decisão dos brasileiros – estou pronto para chegando ao segundo turno e apresentar ao Brasil um projeto. Um projeto transformador, corajoso e um projeto verdadeiro. Nunca perdi a confiança, porque eu sempre compreendi que nós temos o melhor projeto para o Brasil. A minha palavra é de muita fé, de muita confiança e de absoluto respeito aos demais adversários. Temos que aguardar com muita humildade, inclusive digo isso, registro isso de forma muito enfática, o resultado das urnas”, afirmou em entrevista coletiva.

Agradecimento aos eleitores

Aécio agradeceu a todos os eleitores que acreditaram na capacidade transformadora dos candidatos que compõem a sua coligação em Minas e em todo o país.

“A minha palavra nesse instante é de agradecimento a cada brasileiro e a cada brasileira que confia na capacidade transformadora de um grupo político que tem história, que tem demonstrado capacidade e que, acima de tudo, que tem um amor enorme pelo Brasil”, disse.

O novo cenário da disputa presidencial, segundo ele, foi movido por um grande sentimento de mudança que permeia boa parte da população brasileira.

“Esse sentimento de mudança que permeia a sociedade brasileira, e ele é amplo, na verdade, pressupõe não apenas a derrota do PT – que é essencial – mas é a introdução de um projeto capaz de permitir ao Brasil voltar a crescer, controlando a inflação, melhorando os nossos indicadores sociais, resgatando a capacidade de atrairmos o capital privado como parceiro da nossa infraestrutura”, afirmou.

Mais de mil pessoas na Pampulha se mobilizam em favor de Pimenta da Veiga

Caminhada Coração Mineiro, organizada pela Coligação Todos por Minas, reuniu mais de mil pessoas na região da Pampulha.

Coligação Todos por Minas

Fonte: Pimenta 45

Mobilização de apoio a PimentaDinisAnastasia e Aécio reúne mais de mil pessoas na região da Pampulha

Caminhada Coração Mineiro contou com as presenças de Anna Paola e Adriana Pinheiro, além de representantes de segmentos da sociedade mineira

Coligação Todos por Minas promoveu neste domingo (28/09) uma grande mobilização em apoio às candidaturas de Pimenta da VeigaDinis PinheiroAntonio Anastasia e Aécio Neves. Mais de mil pessoas participaram da caminhada Coração Mineiro, na orla da Lagoa da Pampulha, em Belo Horizonte. O evento contou com as presenças das esposas de Pimenta e DinisAnna Paola e Adriana Pinheiro, além de representantes de segmentos da sociedade mineira e lideranças políticas e comunitárias.

Para Anna Paola, a certeza da vitória de Pimenta está nas manifestações da população. “A importância está aqui, com essa quantidade de pessoas se unindo nessa jornada. A prova de que nós vamos ganhar está aqui”, afirmou. Já Adriana Pinheiro destacou o momento crescente da campanha 45. “Minas merece a continuidade de um governo que tem transparência, ética e muito trabalho. É isso que estamos evidenciando cada vez mais com as pessoas que estão se agregando à campanha do 45”, avaliou.

O trajeto, de aproximadamente uma hora, foi marcado por muita animação e palavras de apoio. A caminhada Coração Mineiro teve início na manhã deste domingo com concentração na Praça Nova de Eventos, próximo à Igrejinha de São Francisco, na orla da lagoa da Pampulha, seguindo pela Avenida Otacílio Negrão de Lima. Por onde passava, a mobilização recebia a adesão de populares. Das casas e prédios, centenas de pessoas manifestaram apoio às candidaturas de PimentaDinisAnastasia e Aécio.

Caminhada de Pimenta, Anastasia e Aécio mobiliza Belo Horizonte

Caminhada contou com as presenças de voluntários, lideranças políticas e representantes de todos os segmentos da sociedade mineira.

Eleições 2014

Fonte: Pimenta 45

Caminhada pela vitória de Pimenta, Anastasia e Aécio reúne mais de quatro mil pessoas em BH

Evento realizado na região central da Capital contou com as presenças de voluntários, lideranças políticas e representantes de todos os segmentos da sociedade mineira

Mais de quatro mil pessoas participaram, na manhã deste domingo (14/09), em Belo Horizonte, de uma grande caminhada pela vitória de Pimenta da Veiga como governador de MinasDinis Pinheiro como vice-governador, Antonio Anastasia ao Senado e Aécio Neves para a Presidência da República. Com bandeiras, faixas e balões, mulheres, homens, jovens e crianças, além de candidatos a deputado, percorreram e coloriram toda a extensão da AvenidaJoão Pinheiro, desde a Praça da Liberdade, até a Praça Afonso Arinos, na região central da Capital.

O evento contou com as presenças das esposas de Pimenta da Veiga, a jornalista Anna Paola, e de Dinis Pinheiro, a administradora de empresas Adriana Pinheiro, além de milhares de apoiadores. Anna Paola Frade Pimenta da Veiga destacou a importância da caminhada para a campanha. “Essa caminhada é resultado de uma relação de carinho com as pessoas. Todos lutam por uma causa única que é a eleição de Pimenta e de Dinis Pinheiro. Isso aqui, hoje, é uma demonstração de esperança, de afeto e de vitória. Vamos ganhar essa eleição”, afirmou.

Também presente ao avento, a presidente do Sindicato dos Salões de Barbeiros, Cabeleireiros, Institutos de Beleza e Similares de Belo Horizonte, Eliana Ribeiro, falou sobre o apoio aos candidatos da Coligação Todos por Minas. “A categoria da beleza fecha com esse apoio. A vitória de Pimenta da Veiga é para continuar o que já está sendo feito em Minas, não podemos interromper um ciclo, em time que ganha não se mexe. Minas não pode parar”, afirmou a sindicalista.

O engenheiro elétrico Edmundo Lanna Drumond também acompanhou a caminhada e destacou a importância da vitória de Pimenta da Veiga. “Vim aqui especialmente para esse evento. Pimenta é um homem íntegro, idôneo, trabalha muito, é dinâmico. Minas estará bem representada com ele”, concluiu. Encerrado na Praça Afonso Arinos, o encontro reuniu representantes de diversos segmentos da sociedade mineira, voluntários, lideranças políticas e centenas de famílias.

Pimenta aposta na virada até o final da eleição

Pimenta da Veiga acredita que os mineiros só decidirão mesmo em quem votar nos dias que antecedem as eleições.

Eleições 2014

Fonte: Hoje em Dia

Pimenta da Veiga aposta em virada até final da eleição

Em segundo lugar, hoje, nas pesquisas de intenção de voto, o candidato do PSDB ao governo de Minas GeraisPimenta da Veiga, acredita que os mineiros só decidirão mesmo em quem votar nos dias que antecedem as eleições.

A esperança tucana vem do número de eleitores indecisos, ouvidos nas últimas pesquisas de intenção de voto. Levantamento do Multidados Pesquisa Profissional Avançada aponta que 27% dos eleitores não sabem em quem votar. Já o Vox Populi mostra que 24% dos mineiros ainda não se decidiram.

“Estamos muito satisfeitos com o rumo da campanha. Minha visão é a de que, na verdade, o eleitor ainda não se definiu porque todas elas (pesquisas) têm um número elevado de indecisos. No nosso campo, normalmente, como temos grande presença em todas as áreas do Estado, é um eleitor que demora um pouco mais para se definir. Imaginamos que com as definições que vão ocorrendo na medida em que a eleição fica mais próxima, colocaremos uma boa frente”, afirmou Pimenta.

No levantamento Vox Populi, Pimenta está 19 pontos percentuais atrás de Fernando Pimentel (PT). Na pesquisa Multidados, a diferença é de apenas 6 pontos percentuais.

Anteontem, a campanha tucana promoveu um jantar, em um restaurante da capital mineira, com a intenção de arrecadar fundos para a empreitada. Foram convidados empresários de diversos setores.

Esporte

Nessa quarta-feira (10), o tucano participou de um café da manhã com funcionários do Minas Tênis Clube e representantes de federações esportivas e da área educacional. Pimenta prometeu parceria com clubes, mas não especificou como será feita.

Também disse que o esporte terá papel de destaque na educação em tempo integral. “O esporte tem valor especial. Vamos expandir a escola integral e, no ensino integral, o esporte tem papel dominante”.

Pimenta criticou o governo petista na condução da Copa do Mundo deste ano. O candidato ainda levantou dúvidas sobre o desempenho que os atletas brasileiros terão na próxima Olimpíada.

“Não sei se fizemos a preparação, como deveríamos, dos nossos atletas”, afirmou.

O candidato tucano também rebateu declarações do principal adversário, Fernando Pimentel, sobre a falta de água em regiões mineiras. O tucano garantiu que a Copasa está preparada para solucionar o problema.

“O que há, às vezes, é divergência com as prefeituras”, afirmou. Questionado sobre se a Copasa seria mesmo a única alternativa, ele disse: “É, se tiverem outra ideia…”

O tucano apresenta, nos próximos dias, o seu programa de governo.

Agenda nesta quinta com Aécio e Anastasia em Montes Claros

O senador Aécio Neves (PSDB) desembarca em Minas Gerais, nesta quinta-feira (11), para ajudar a alavancar a campanha de Pimenta da Veiga ao governo de Minas. Ele também tenta bater a presidente Dilma Rousseff (PT) na preferência dos eleitores mineiros. Aécio terá agenda com Pimenta e o ex-governador Antonio Anastasia (PSDB), candidato ao Senado, em Montes Claros, no Norte de Minas. À noite, estará em Belo Horizonte para uma plenária com a juventude. No próximo sábado, Aécio fará carreata na capital mineira, partindo da Praça do Papa, no bairro Mangabeiras.

PSDB de Minas vai mostrar o escândalo do ‘mensalão 2’ na TV

O PSDB de Minas Gerais vai explorar na propaganda da TV o caso Petrobras, que o partido tem chamado de “mensalão 2″.

Eleições 2014

Fonte: O Tempo

PSDB de Minas vai usar na TV caso Petrobras contra o PT

A inclusão da delação do ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa no programa eleitoral foi anunciada nesta segunda-feira (8) pelo próprio candidato a governador

DA REDAÇÃO

O PSDB de Minas Gerais vai explorar na propaganda da TV o caso Petrobras, que o partido tem chamado de “mensalão 2″. A intenção é desgastar o PT o tanto quanto for possível para tentar mudar o panorama da disputa.

A inclusão da delação do ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa no programa eleitoral foi anunciada nesta segunda-feira (8) pelo próprio candidato a governador, o tucanoPimenta da Veiga, que está atrás do seu principal concorrente nas pesquisas, o petistaFernando Pimentel.

“Nós vamos ajudar o mineiro a refletir sobre os fatos. Isso que aconteceu na Petrobras, eu não me lembro de ter visto até hoje uma corrupção mais escandalosa, mais escabrosa do que essa”, disse Pimenta.

A colocação desse tema na campanha é parte de uma ofensiva do PSDB contra o PT.Pimenta disse que os programas vão conter as propostas de governo dos tucanos, mas haverá também o que ele chama de “ação política na campanha”.

A campanha de Pimenta diz que já nesta semana essa ofensiva deverá chegar à propaganda eleitoral na TV. No site da campanha, a exploração do assunto já começou.

Logo que o site é acessado, aparece uma tela na qual é feito um pedido de desculpas pelo “incômodo”, mas que é para que as “mentiras” não prevaleçam.

Em duas imagens, vem o ataque: “O PT de Pimentel nega a existência do mensalão”; “a verdade: o Supremo Tribunal Federal manda prender os petistas amigos de Pimentel, e agora a revista ‘Veja’ denuncia o mensalão 2“.

Em Minas, segundo levantamento do Datafolha da semana passada, Pimentel tem 32%, ePimenta, 24%. Antes da propaganda, o petista tinha 29%, e o tucano, 16%.

REAÇÃO

A reação do PT começou não com o candidato petista, mas com o presidente estadual da legenda, o deputado federal Odair Cunha.

Em nota, o PT abordou a delação atacando o PP, partido aliado nacionalmente ao PT envolvido no novo escândalo. É que em Minas o PP sempre foi aliado do PSDB, que segue as orientações do presidenciável Aécio Neves.

Os petistas lembram que o governador do Estado, Alberto Pinto Coelho, e o deputado estadual Dinis Pinheiro, vice de Pimenta, são os “expoentes” do PP-MG.

O PT também citou o mensalão tucano (desvio de recursos públicos na campanha eleitoral doPSDB-MG de 1998), dizendo que nunca ouviu Pimenta defender o julgamento, e citou ainda a investigação que e Polícia Federal faz sobre o candidato tucano a governador por envolvimento passado dele com o empresário Marcos Valério Fernandes de Souza.

A nota critica ainda Aécio, que tem atacado o PT após as notícias da delação.

“A meia indignação sugere o tucano no papel de lobo em pele de cordeiro, o que não condiz com a atuação republicana que se espera de um senador da República e de quem deseja ser presidente do país”, afirma o texto.

Sobre a nota do PT reagindo aos ataques tucanos, Pimenta disse: “Nós não tememos nada quanto a qualquer investigação. É evidente que o PT agora vai começar a nos agredir porque isso é característico do PT, mas essa investigação na Petrobras tem que ir a fundo. O que nós queremos é isso”.

O CASO

No último final de semana, a revista “Veja” publicou que o ex-diretor da Petrobras afirmou, em depoimento, que 12 políticos estiveram envolvidos em esquema de corrupção na estatal.

Costa citou Sérgio Cabral (ex-governador do Rio), Roseana Sarney (governadora do Maranhão), João Vaccari (tesoureiro nacional do PT), Henrique Alves (presidente da Câmara), Renan Calheiros (presidente do Senado), Edison Lobão (ministro de Minas e Energia), Mário Negromonte (ex-ministro das Cidades de Dilma), os senadores Ciro Nogueira e Romero Jucá, e os deputados Cândido Vaccarezza e João Pizzolatti, além do ex-candidato à PresidênciaEduardo Campos, morto em 13 de agosto, também foi citado como beneficiário.

Ideb: Minas tem a melhor educação do país

Pimenta afirmou que Minas consolidou a sua liderança como estado que oferece a melhor educação do país, divulgado pelo governo do PT.

Educação de Minas

Fonte: Pimenta da Veiga

Governo federal afirma, mais uma vez, que educação de Minas é a melhor do país

Para Pimenta da Veiga, resultado do Ideb 2013 divulgado nesta sexta-feira comprova qualidade do ensino fundamental nas escolas da rede pública do Estado

O candidato a governador Pimenta da Veiga afirmou, nesta sexta-feira (05/09), em Belo Horizonte, que Minas Gerais consolidou a sua liderança como estado que oferece a melhor educação do país com o resultado do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb 2013), divulgado pelo governo do PT. O índice, elaborado pelo Ministério da Educação, mostra que o ensino fundamental – do 1º ao 9º ano – está em primeiro lugar entre todos os Estados brasileiros.

“A educação mineira é e continua sendo referência nacional. Novamente, é o próprio governo federal, por meio do Ministério da Educação, que está atestando esse nível de excelência. Agora, vamos consolidar e fortalecer ainda mais esses avanços. O resultado divulgado hoje deve-se ao empenho de toda a comunidade escolar – professores, alunos, toda a sociedade mineira – e, claro, ao conjunto de ações promovidas pelo Governo de Minas ao longo dos últimos anos, com competência, seriedade e comprometimento. Os resultados do Idebdemonstram de forma inequívoca que Minas tem compromisso com a qualidade da educação”, afirmou.

Segundo Pimenta da Veiga, o resultado do Ideb comprova o acerto e o compromisso do Governo de Minas com a educação, a partir de um trabalho de parceria com os professores e que teve início na gestão de Aécio Neves e prosseguiu com Antonio Anastasia. Mas para o candidato, é preciso avançar ainda mais. O seu propósito, caso seja eleito, é fazer de Minas referência internacional. “Tudo que conseguimos até agora é fruto de uma ação planejada e de iniciativas pioneiras, como a entrada das crianças aos seis anos na escola. Conseguimos um ótimo resultado, mas sabemos que ainda há muita estrada para percorrer. E sabemos muito bem onde queremos chegar:  consolidando Minas como referência internacional ”, disse ele.

Nos últimos dez anos, o Governo de Minas aumentou em 211% os investimentos em educação, melhorando a infraestrutura das escolas, valorizando e qualificando os professores e, principalmente, melhorando a qualidade do ensino dentro da sala de aula. Para Pimenta da Veiga é preciso seguir avançando nessa direção para fazer de Minas um Estado forte tanto do ponto vista econômico quanto social.

“A qualidade da educação – que é uma das grandes marcas da atual administração estadual e, também, sobremaneira, do meu Plano de Governo – alavanca o desenvolvimento de Minas à medida em que qualifica o cidadão, contribuindo, assim, para a formação profissional e intelectual do indivíduo”, afirmou.

A rede estadual mineira é a segunda maior do país na educação básica, com 3.671 escolas e mais 2,2 milhões de estudantes atendidos. Deste total, a grande maioria dos alunos está matriculada no ensino fundamental, totalizando quase 1,3 milhão de estudantes.

Aécio faz campanha em Minas para consolidar arrancada de Pimenta

A expectativa da campanha tucana mineira é que Aécio Neves se concentre mais em Minas para garantir a vitória de Pimenta da Veiga.

Eleições 2014

Fonte: Hoje em Dia

Aécio faz campanha em MG ao lado de Pimenta da Veiga

candidato do PSDB à PresidênciaAécio Neves, desembarcou nesta quinta-feira (04), em Minas Gerais para dar apoio ao candidato ao governo do estado Pimenta da Veiga. O tucano está em segundo lugar nas pesquisas estaduais, atrás do petista Fernando Pimentel, o que ameaça a hegemonia tucana de 12 anos à frente do Palácio Tiradentes.

Aécio chegou a Belo Horizonte na noite de quarta (03), e na manhã de hoje participou de reunião em seu apartamento com Pimenta, o candidato ao Senado, Anastasia (PSDB) e os coordenadores de sua campana, Danilo de Castro e Andrea Neves. Depois, às 11h09, chegou à Praça da Bandeira e de lá desceu, em passeata, para as instalações do Minas Clube II, cercado de militantes contratados pela campanha. Aécio foi recebido por lideranças políticas do Estado. Segundo a organização do evento estavam presentes mais de 500 prefeitos e vices, ex-prefeitos e ex-vices e 300 vereadores. Ao todo, Minas tem 853 prefeitos.

Os tucanos se revezaram no microfone, criticando as pesquisas nacionais de opinião divulgadas até o momento, “de conteúdo duvidoso”. Em entrevista coletiva antes do evento,Aécio repetiu os bordões que adotou desde que foi ultrapassado por Marina Silva (PSB) nas pesquisas. “Respeito as boas intenções de Marina, mas o conjunto de suas propostas são inexequível. O Brasil não é para amadores. Estou animado com uma nova campanha que se inicia”, disse.

Segundo Aécio, “basta fazer as contas” para concluir que as propostas de Marina geram mais de R$ 150 bilhões para os cofres públicos. “Não podemos jogar com um time de segunda ou terceira divisão”, falou. Questionado sobre seu desempenho na última pesquisa de opinião, o tucano voltou a dizer que uma nova campanha se iniciou depois da morte de Eduardo Campos (PSB). “Há 30 dias era uma outra eleição com outro candidato”, disse.

Depois do evento com os prefeitos, Aécio participará de um almoço com lideranças políticas do Estado e em seguida embarcará para Uberlândia em companhia com Pimenta da Veiga. A expectativa da campanha tucana mineira é que Aécio se concentre mais em Minas para garantir pelo menos a vitória de Pimenta. Durante a conversa com jornalistas, Aécio somente comentou que virá quando for necessário.

Consultor destaca inovação no sistema de saúde em Minas

Eugênio Vilaça fala da inovação do sistema de saúde de Minas, a partir da proposta de organizar o SUS sobre a forma de Redes de Atenção.

Entrevista

Fonte: PSDB-MG

Eugenio Vilaca Mendes: "Minas teve no governo Aécio Neves a melhor proposta de organização do SUS entre todas as secretarias de Estado do Brasil". Foto: Leo Melo

Eugênio Vilaça Mendes destaca saúde pública de Minas

Eugênio Vilaça Mendes é consultor em saúde pública com atuação em 20 países, em várias agências internacionais, em 25 estados e em mais de 200 municípios brasileiros.

Foi secretário-adjunto da Saúde de Minas Gerais, consultor da Organização Pan-Americana da Saúde, professor da Universidade Federal de Minas Gerais, da PUC de Minas Gerais, da Escola de Saúde Pública de Minas Gerais e da Faculdade de Medicina da Unimontes.

Autor dos livros “As redes de atenção à saúde” e “O cuidado das condições crônicas na atenção primária à saúde”, Vilaça tem mais de uma centena de artigos publicados no Brasil e no exterior.

Nesta entrevista, Eugênio Vilaça fala da inovação do sistema de saúde em Minas, a partir da proposta de organizar o Sistema Único de Saúde (SUS) sobre a forma de Redes de Atenção à Saúde; dos indicadores que elegeram Minas como melhor rede do Sudeste e a quarta melhor no país; da ação estratégica de investir na atenção primária; da ampliação dos investimentos e da redução em 30% da mortalidade infantil, entre outros avanços na saúde mineira.

Abaixo os principais trechos da entrevista:

Quais as estratégias alavancaram a saúde em Minas? O Choque de Gestão colaborou para isso?

Choque de Gestão foi fundamental nessa perspectiva de um Estado voltado para a sociedade. Foi a base do projeto de saúde do governo Aécio Neves que começa com uma concepção inovadora no Brasil e na América Latina a partir de uma proposta de organizar o SUS sobre a forma de Redes de Atenção à Saúde. A proposta que, recentemente, foi incorporada nacionalmente, e definiu algumas redes prioritárias, como as redes de Atenção à Mulher e a Criança, que é a Rede Viva Vida; de Atenção às Urgências e Emergências; Rede Hiperdia, de doenças crônicas, cardiovasculares, renal crônica e diabetes; e a rede Mais Vidade atenção às pessoas idosas. Para se construir esta rede fez-se uma regionalização em Minas Gerais. Os 853 municípios foram organizados em 75 microrregiões e 13 macrorregiões para que pudéssemos organizar racionalmente e distribuir os hospitais e os centros de especialidades nas micro e macrorregiões. Esta foi a concepção básica desse projeto inovador.

Minas, segundo o Índice de Desenvolvimento do SUS (Idsus 2012), do Ministério da Saúde, tem a melhor saúde da região Sudeste e a quarta melhor do Brasil. Na sua avaliação, a que se deve esta colocação?

Além de ser a melhor rede do Sudeste, Minas teve no governo Aécio Neves a melhor proposta de organização do SUS entre todas as secretarias de Estado do Brasil. O preponderante foram os resultados alcançados em função da estratégia desenvolvida na implantação das Redes de Atenção à Saúde em Minas.

A estratégia de Saúde da Família tem sido considerada pelo senhor como a principal forma de implantação do SUS por todo o país. Qual o mérito dessa estratégia?

Há inúmeros estudos internacionais e nacionais que mostram que os países que dispõe de bom sistema de saúde, são aqueles que organizaram bem a sua atenção primária. Uma das fortalezas do sistema de saúde mineiro nos últimos anos foi compreender isso. Houve um forte investimento na atenção primária à saúde. Tínhamos duas mil equipes em 2003 e, em 2010, chegamos a quatro mil equipes, o número dobrou. Isso significou que Minas fez, no governo Aécio Neves, o mais importante programa de infraestrutura na atenção primaria à saúde. Foram mais de 1.500 Unidades Básicas de Saúde construídas com recursos apenas estaduais, e por fim, Minas criou um programa de incentivo aos municípios para que melhorassem sua atenção primária com contrato de gestão e incentivo. Com esses investimentos, as regiões mais pobres recebiam incentivo per capita maior que as regiões mais ricas, portanto teve enorme impacto na equidade da atenção primária.

Qual a política em Minas sobre os Centros de Especialidades Médicas?

Minas desenvolveu uma política de construção de Centros de Especialidade Médicas inovadora que parte de uma organização dos centros a partir de uma relação íntima entre a atenção primária e o Centro de Especialidades. A partir daí, criou a Rede Viva Vida, os centrosMais Vida e os centros Hiperdia. A inovação está que a pessoa não é só encaminhada para fazer uma consulta ou exame, ela é encaminhada para uma equipe multiprofissional que faz um plano de cuidado e devolve à atenção primária à saúde. Há resultados, por exemplo, em Santo Antônio do Monte, que mostram que 77% dos diabéticos de alto risco e 92% dos hipertensos estão controlados, se tornando um resultado espetacular.

Governo de Minas reduziu a mortalidade infantil em mais de 30% entre 2003 e 2013, com a criação do programa Viva Vida, e investiu mais de R$ 1 bilhão nos 148 hospitais do ProHosp para superar os vazios assistenciais nas diversas regiões do estado. Quais os méritos desses programas?

O mérito do governo foi entender que não se pode organizar a saúde fragmentadamente com atenção primária para outro, centro de especialidade para outro. Por isso, a Rede organiza o sistema como todo. O governo então organizou a atenção primária em cada município e organizou centros de especialidades em cada microrregião. Os resultados aparecem quando, através do Prohosp, garantiu melhoria significativa dos hospitais de média complexidade em cada microrregião, os hospitais de alta complexidade em cada macrorregião. Outro exemplo foi o Sistema de Transporte em Saúde que ao final do governo Aécio estava presente em 50 microrregiões, beneficiando oito milhões de pessoas, e o Sistema de Telemedicina em mais de 600 municípios. Todas as ações caminham juntas e isto é único na experiência brasileira. A organização das redes é a marca fundamental do seu governo.

Quais os desafios futuros para Minas na área da saúde?

Os desafios da saúde em Minas são em dar continuidade a esses projetos, reforçar e ampliar. Sabemos que tudo isso foi feito no quadro de subfinanciamento federal, pois estado e municípios chegaram a seus limites e, aumentando-se o financiamento da saúde podemos dar continuidade e aprofundar nesses projetos que têm tantos resultados a comemorar, como a redução de morte infantil. Minas tem muito que comemorar a saúde como resultado dessas políticas.

Qual sua expectativa para Aécio Neves conduzir a saúde no Brasil?

Um governador que fez um governo inovador na saúde, certamente, poderá expandir vários destes programas, adaptando-os as distintas realidades dos diferentes estados brasileiros. A matriz aqui desenvolvida por ser expandida para todo o Brasil e isso significa uma melhoria na saúde dos brasileiros.