• Agenda

    outubro 2014
    S T Q Q S S D
    « set   nov »
     12345
    6789101112
    13141516171819
    20212223242526
    2728293031  
  • Categorias

  • Mais Acessados

    • Nenhum
  • Arquivo

  • Minas em Pauta no Twitter

    Erro: Assegure-se de que a conta Twitter é pública.

Aécio larga na frente de Dilma no 2º turno com 54% dos votos

Aécio largou na frente de Dilma neste início da campanha nas eleições presidenciais. É o que mostra uma pesquisa feita com exclusividade para ÉPOCA, pelo Instituto Paraná Pesquisas.

Eleições 2014

Fonte: Época

Aécio 54% x Dilma 46%: primeira pesquisa sobre o segundo turno

Em levantamento exclusivo para ÉPOCA, o instituto Paraná Pesquisas ouviu 2.080 eleitores em 152 municípios

Aécio Neves (PSDB) largou na frente da presidente Dilma Rousseff (PT) neste início da campanha de segundo turno nas eleições presidenciais deste ano. É o que mostra uma pesquisa feita com exclusividade para ÉPOCA, pelo instituto Paraná Pesquisas. Se a eleição fosse hoje, Aécio teria 49% das intenções de voto contra 41% de Dilma. Não sabe ou não responderam somam 10%. Em votos válidos, Aécio tem 54%, e Dilma, 46%. Na pesquisa espontânea, em que não são apresentados os candidatos, Aécio tem 45%, e Dilma, 39%.

instituto Paraná Pesquisas entrevistou, entre a segunda-feira (6) e esta quarta-feira (8), 2.080 eleitores. Foram feitas entrevistas pessoais com eleitores maiores de 16 anos em 19 Estados e 152 municípios. A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral, sob o número BR 01065/2014. O nível de confiança da pesquisa é de 95%, com uma margem de erro de 2,2% para mais ou para menos. Isso significa que a probabilidade de a realidade corresponder ao resultado dentro da margem de erro é de 95%. Se a eleição fosse hoje, a votação de Aécio variaria, portanto, de 52% a 56%; e a de Dilma, de 44% a 48% dos votos válidos.

“Podemos afirmar que Aécio Neves inicia o segundo turno com uma boa vantagem, porque herdou mais votos de Marina Silva (a terceira colocada). Vamos ver como o eleitor se comportará após o início do horário eleitoral gratuito no rádio e na televisão”, afirma o economista Murilo Hidalgo, presidente do Paraná Pesquisas.

A pesquisa também avaliou a rejeição dos candidatos. Dilma Rousseff é rejeitada por 41%. Outros 32% afirmaram que não votariam em Aécio “de jeito nenhum”. Apenas 16% disseram que não rejeitam nenhum dos candidatos, e 8% não souberam ou não quiseram responder. De acordo com Hidalgo, a rejeição é sempre um fator fundamental em eleições de segundo turno.

No quesito escolaridade, Dilma é a preferida dos eleitores com apenas o ensino fundamental. Ela tem 46% das intenções, ante 45% de Aécio. Entre os eleitores com ensino superior completo, Aécio lidera com 55% das intenções, e Dilma apresenta 34%. Aécio também está na frente no eleitorado feminino, com 50% das intenções de voto, ante 40% de Dilma. Entre os homens, Aécio tem 47% das preferências, para 43% de Dilma.

A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral, sob o número BR 01065/2014 e 2.080 eleitores do dia 6 ao dia 8 de outubro.

Marina Silva vai apoiar Aécio no 2° turno

Marina defende mudanças que também fazem parte do programa do PSDB, como a reforma política, educação em tempo integral e sustentabilidade.

Eleições 2014

Fonte: O Globo

Marina vai anunciar apoio a Aécio no 2º turno

Ex-senadora estuda a melhor maneira de se aliar ao tucano sem parecer incoerente com a ideia de ‘nova política’

Um dia após ter ficado fora da disputa pela Presidência da RepúblicaMarina Silva (PSB) começou a calibrar o discurso e a negociar o formato do anúncio de seu apoio a Aécio Neves (PSDB) no segundo turno das eleições.

A ex-senadora estuda a melhor maneira de se colocar ao lado do tucano sem parecer incoerente com a posição da “nova política” que defendeu durante a campanha. Ela enumera pontos de seu programa de governo que pedirá que sejam incorporados pela candidatura doPSDB.

reforma política, com o fim da reeleição, a educação em tempo integral e a sustentabilidade estão entre os itens colocados à mesa pela ex-senadora. Todos eles já aparecem contemplados no programa de governo tucano.

Nessa segunda (6), Marina reuniu seus principais aliados no apartamento em que se hospeda em São Paulo. Ouviu a opinião de todos, mas deixou claro que, caso não haja consenso entre o PSB, partido que a abriga desde outubro de 2013, e a Rede Sustentabilidade, seu grupo político, tomará uma posição individual pró-Aécio.

“A avaliação é que não dá para ter mais quatro anos desse governo. Isso é ponto pacífico. O nosso compromisso é com o movimento de mudança”, disse João Paulo Capobianco, um dos mais próximos assessores de Marina.

Um dos trunfos de seu discurso, avalia a pessebista, é o eventual apoio da viúva de Eduardo CamposRenata Campos, a Aécio. A fidelidade à família e ao legado do ex-companheiro de chapa, morto em 13 de agosto, justificaria a aliança.

Segundo a Folha apurou, Renata começou nesta segunda consultas a aliados para formular seu discurso em favor de Aécio. O irmão do ex-governador, Antônio Campos, declarou voto no tucano em sua página do Facebook, mas ressaltou que aquela era uma posição pessoal.

A Rede marcou reunião para a noite de terça-feira (7), em São Paulo, na qual deve se comprometer com a mudança, mas liberar seus filiados para escolher entre Aécio e Dilma Rousseff (PT). Já o PSB convocou encontro em Brasília na quarta-feira (8) para definir o futuro político do partido no segundo turno.

O presidente nacional da sigla, Roberto Amaral, defendia apoio à petista, mas tem dito que “às vezes um reacionário pode ser um avanço”, em referência ao candidato do PSDB. O anúncio oficial deve sair na quinta-feira (9).

APROXIMAÇÃO TUCANA

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso deflagrou nesta segunda a ofensiva para conquistar o apoio de Marina e do PSB a Aécio, como antecipou a Folha.

FHC e integrantes da cúpula tucana procuraram marineiros para construir a ponte entre as candidaturas.

A ex-senadora, por sua vez, telefonou a Dilma e a Aécio para parabenizá-los pelo desempenho na campanha, mas não tratou de apoio.

O tucano confirmou ter falado com a pessebista, mas disse que aguarda o “tempo de cada um” para definições de apoio e que vê mais “convergências” do que divergências” entre seu programa de governo e o de Marina.

Interlocutores da ex-senadora afirmam que também foram procurados por petistas. Marina, porém, está refratária à campanha do PT — que, desde o início de setembro, investiu na desconstrução de sua imagem, o que acarretou em sua queda nas pesquisas. Antes favorita, a candidata do PSB terminou a disputa em terceiro lugar, com 22,1 milhões de votos.

Aécio realizou campanha honrada e à altura das melhores tradições de Minas

Aécio Neves afirmou que chegou ao dia da eleição satisfeito por ter feito uma campanha fiel às melhores tradições de Minas Gerais.

Eleições 2014

Fonte: Jogo do Poder

Aécio diz que realizou campanha honrada e à altura das melhores tradições de Minas

Depois de votar em Belo Horizonte, o candidato disse que está pronto para apresentar ao Brasil um novo projeto

O candidato da Coligação Muda Brasil à Presidência, Aécio Neves, afirmou, nesse domingo (05/10), que chegou ao dia da eleição satisfeito por ter feito uma campanha fiel às melhores tradições de Minas Gerais.

“Fiz a campanha que queria ter feito, uma campanha honrada e à altura das melhores tradições de Minas Gerais, o meu berço, a minha casa e também a causa da minha trajetória política, que agora se transforma também no Brasil”, disse.

Aécio votou na manhã desse domingo (05/10), na Escola Estadual Governador Milton Campos (Estadual Central), na região Centro-Sul de Belo Horizonte (MG), uma das mais tradicionais instituições de ensino da capital mineira. Antes, acompanhou o voto dos candidatos ao Governo do EstadoPimenta da Veiga, e ao Senado, Antonio Anastasia em seus locais de votação.

Acompanhado da esposa, Letícia WeberAécio foi recebido com entusiasmo na seção eleitoral, cumprimentou mesários e tirou fotos com eleitores. Rodeado por jornalistas e eleitores, Aécio foi saudado com manifestações de apoio e slogans como “Brasil Pra Frente, Aécio Presidente”. Simpatizantes abraçavam e pediam fotos com o candidato. Depois de votar, Aécio fez o “V” de vitória.

Confiança e humildade

Confiante com a possibilidade de chegar ao segundo turno das eleições, conforme demonstraram as últimas pesquisas de intenções de votos divulgadas, Aécio Neves reiterou que está pronto para apresentar ao Brasil um novo projeto, mas enfatizou que aguardava com humildade, o resultado final da apuração.

“Eu estou pronto – se for essa a decisão dos brasileiros – estou pronto para chegando ao segundo turno e apresentar ao Brasil um projeto. Um projeto transformador, corajoso e um projeto verdadeiro. Nunca perdi a confiança, porque eu sempre compreendi que nós temos o melhor projeto para o Brasil. A minha palavra é de muita fé, de muita confiança e de absoluto respeito aos demais adversários. Temos que aguardar com muita humildade, inclusive digo isso, registro isso de forma muito enfática, o resultado das urnas”, afirmou em entrevista coletiva.

Agradecimento aos eleitores

Aécio agradeceu a todos os eleitores que acreditaram na capacidade transformadora dos candidatos que compõem a sua coligação em Minas e em todo o país.

“A minha palavra nesse instante é de agradecimento a cada brasileiro e a cada brasileira que confia na capacidade transformadora de um grupo político que tem história, que tem demonstrado capacidade e que, acima de tudo, que tem um amor enorme pelo Brasil”, disse.

O novo cenário da disputa presidencial, segundo ele, foi movido por um grande sentimento de mudança que permeia boa parte da população brasileira.

“Esse sentimento de mudança que permeia a sociedade brasileira, e ele é amplo, na verdade, pressupõe não apenas a derrota do PT – que é essencial – mas é a introdução de um projeto capaz de permitir ao Brasil voltar a crescer, controlando a inflação, melhorando os nossos indicadores sociais, resgatando a capacidade de atrairmos o capital privado como parceiro da nossa infraestrutura”, afirmou.