• Agenda

    agosto 2014
    S T Q Q S S D
     123
    45678910
    11121314151617
    18192021222324
    25262728293031
  • Categorias

  • Mais Acessados

    • Nenhum
  • Arquivo

  • Minas em Pauta no Twitter

    Erro: Assegure-se de que a conta Twitter é pública.

Região Norte: Aécio se compromete a integrar Acre na rota do desenvolvimento

Candidato à Presidência da República, Aécio prometeu a integração da integração da região Norte ao processo de desenvolvimento nacional.

Eleições 2014

Fonte: PSDB

Em Rio Branco, Aécio Neves se compromete a integrar o Acre e a região Norte ao processo de desenvolvimento nacional

Integração da região Norte ao processo de desenvolvimento nacional. Esse foi o principal compromisso feito pelo candidato à Presidência da República pela Coligação Muda BrasilAécio Neves, durante sua visita a Rio Branco, capital do Acre, nesse sábado (9/08). Ao lado de sua filha Gabriela Neves e do candidato ao governo do Estado pelo PSDB, Márcio BittarAécio afirmou que é hora do governo federal voltar suas atenções às demandas da região.

“Essa aliança com Márcio Bittar me parece a mais adequada para que possamos, e essa é a minha primeira proposta, integrar o Acre e essa região ao processo de desenvolvimento nacional. Não podemos mais continuar a ter um governo que governa de costas para toda essa região”, disse.

O calor do povo acriano acolheu Aécio Neves durante sua passagem pela região de Cinco Bocas, no bairro João Eduardo. Lá, o candidato à Presidência comprometeu-se a atender a um dos principais anseios da plateia formada por centenas de homens, mulheres e crianças: a construção de uma ponte sobre o rio Madeira, ligando o Acre ao estado de Rondônia.

Atualmente, a única via terrestre entre os dois estados é a BR-364, que é constantemente inundada pelas cheias do rio. A obra, prometida pela presidente Dilma Rousseff, ainda não foi iniciada.

“Sou reconhecido por cumprir cada um dos compromissos que assumo. Por isso, não assumo aqueles que vão além das minhas possibilidades. Mas o primeiro que quero deixar aqui, olhando nos olhos de cada um de vocês, é que serei eu quem vai botar de pé a ponte sobre o rio Madeira, porque este governo não teve a capacidade de fazê-lo. E logo no início do ano que vem, vamos tratar disso no Palácio do Planalto”, afirmou sob fortes aplausos.

 Portas abertas

Aécio Neves acrescentou que em seu governo as portas do Palácio do Planalto não estarão apenas abertas, mas “escancaradas” para que a população busque o lhe é de direito. Ele salientou a importância de criar mecanismos para que a região Norte desenvolva o seu “enorme potencial”.

“É fundamental que possamos definitivamente estabelecer um clima de convivência
harmoniosa e adequada entre essa extraordinária riqueza que é o nosso bioma, que é a floresta amazônica, com o desenvolvimento econômico e social da sua gente. É preciso que criemos condições para gerarmos renda para quem vive no Acre, porque a renda vem do trabalho, e cabe ao governo federal criar, a partir de uma nova infraestrutura, as condições para que essa região possa se desenvolver. O potencial é enorme. Vamos atuar de mãos juntas, vamos ser parceiros”, ressaltou.

Homenagem

Durante o evento, Aécio recebeu o título de Cidadão Acriano. Emocionado, dedicou a homenagem a seu avô Tancredo Neves, que, há 52 anos, assinou como primeiro ministro do governo João Goulart o decreto que transformou o Acre de território para estado da Federação. “Foi ele quem colocou a sua assinatura e permitiu que o Acre buscasse pelas suas próprias forças, e pelo trabalho da sua gente, um lugar ao sol, buscando um desenvolvimento econômico e social maior”, lembrou.

Para o candidato da Coligação Muda Brasil, é assim que se faz política. Com ideias e “pessoas com coragem e competência para que possamos transformar as ideias em realidade”.

Vento de mudança

Aécio Neves completou dizendo que o vento de mudança e transformação que passa a soprar do extremo oeste do Brasil vai mudar “a forma de se fazer política”.

“Hoje o que sentimos é um governo que jogou fora as principais conquistas que nos trouxeram até aqui. O Brasil parou de crescer, parou de gerar empregos, e a inflação está aí a atormentar novamente a vida da dona de casa, do cidadão comum. Vamos assumir o governo federal porque sabemos fazer, e os que lá estão mostraram que fracassaram naeconomia, na gestão do Estado e na melhoria dos nossos indicadores sociais”, disse Aécio Neves.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: