• Agenda

    julho 2014
    S T Q Q S S D
     123456
    78910111213
    14151617181920
    21222324252627
    28293031  
  • Categorias

  • Mais Acessados

    • Nenhum
  • Arquivo

  • Minas em Pauta no Twitter

    Erro: Assegure-se de que a conta Twitter é pública.

A necessidade e a importância da Mineração

Minas Gerais é responsável por 53% da produção brasileira de minerais metálicos e 29% de minérios em geral.

Devemos sim cobrar das empresas mineradoras que realizem suas atividades de forma sustentável

Fonte: Estado de Minas

Importância da mineração

É irresponsável acusar as minas sem reconhecer sua necessidade e o importante papel social e econômico que exercem

Joseph Young

Coordenador Equipo Mining 2014

Das máquinas modernas às mais simples presentes em nosso cotidiano, passando pelos materiais que edificam nossas casas, os minerais estão presentes em praticamente todos os bens duráveis produzidos na atualidade. Em seus mais de 8,5 milhões de quilômetros quadrados, o Brasil possui uma grande diversidade de formações geológicas, o que lhe confere uma grande diversidade de minérios. Produzimos 72 substâncias minerais, incluindominerais metálicos, não metálicos e energéticos.

Com o Brasil entre os três maiores produtores do mundo, com 390 milhões de toneladas em 2013, o minério de ferro, por exemplo, é matéria-prima do aço, que está nas estruturas dos prédios, em quase todos os eletrodomésticos e eletrônicos e tudo o que tem o metal em sua composição. O ouro, que tem 75 toneladas produzidas anualmente no Brasil, vai muito além das joias e adornos, com diversas aplicações críticas na indústria eletrônica e aeroespacial.

Uma de nossas estrelas, o nióbio brasileiro responde por nada menos que 98% da produção mundial. O mineral, raro e considerado altamente estratégico, é usado como liga na produção de aços especiais e é um dos metais mais resistentes à corrosão e a temperaturas extremas. O nióbio é atualmente empregado em automóveis, turbinas de avião, gasodutos, em tomógrafos de ressonância magnética, na indústria aeroespacial, bélica e nuclear, além de outras inúmeras aplicações, como lentes óticas, lâmpadas de alta intensidade, produtos eletrônicos, entre outros.

O país detém ainda bilhões de toneladas de silício, ou seja, matéria-prima para a fabricação de componentes de celulares, computadores, lâmpadas especiais e, sobretudo, painéis solares de geração elétrica. Cristalina (GO), a 130km de Brasília, é responsável por uma reserva de bilhões de toneladas de silício com o mais elevado índice de pureza do mundo, acima de 99,99%. Para o alumínio de panelas, latas, janelas, portas e componentes aeronáuticos, precisamos extrair a bauxita – matéria-prima desse metal –, que tem o Brasil figurando entre os maiores produtores do mundo, com mais de 30 milhões de toneladas anuais e quase 15% da produção mundial. A brita, ou pedra, extraída em pedreiras em todo o país, é componente de todo tipo de concreto, que está na base da construção de moradias e estradas.

O gigantesco mercado da mineração produzirá US$ 43 bilhões em 2014, apenas no Brasil, segundo estimativa do Instituto Brasileiro de Mineração (IBRAM), que também prevê investimentos de US$ 53,6 bi para o setor nos próximos 5 anos. E não são apenas as grandes mineradoras que se beneficiam, mas toda a cadeia produtiva da mineração.

Minas Gerais responde por 41% dos futuros investimentos para o setor no país. O estado é responsável por 53% da produção brasileira de minerais metálicos e 29% de minérios em geral. A mineração está presente em mais de 250 municípios mineiros e, das 100 maiores minas do Brasil, 40 estão localizadas no estado. Ainda, 67% das chamadas minas brasileiras classe A, com produção superior a 3 milhões de toneladas por ano, estão em MG.

Enfim, podemos facilmente chegar à conclusão que, sem a mineração, a vida moderna não seria possível. Por isso, devemos sim cobrar das empresas mineradoras que realizem suas atividades de forma sustentável e que tenham contrapartidas compatíveis com o inevitável impacto ambiental causado por elas. Mas vamos fazê-lo lembrando do papel fundamental de cada mineral para o funcionamento da nossa vida cotidiana, e valorizando as medidas de responsabilidade social que realizam e a riqueza que geram para as comunidades em que atuam. É irresponsável acusar as minas sem reconhecer sua necessidade, sem conhecer suas atividades e sem enxergar o importante papel social e econômico que ocupam em nossa sociedade.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: