• Agenda

    outubro 2013
    S T Q Q S S D
     123456
    78910111213
    14151617181920
    21222324252627
    28293031  
  • Categorias

  • Mais Acessados

    • Nenhum
  • Arquivo

  • Minas em Pauta no Twitter

    Erro: Assegure-se de que a conta Twitter é pública.

Durante palestra em Nova York Aecio Neves diz que Marina no PSB reforça a oposição

O senador Aécio Neves, pré- candidato a presidente nas eleições de 2014, realizou palestra de abertura de evento promovido pelo banco de investimentos BTG Pactual, após seu discurso o mineiro deu boas-vindas à filiação de Marina Silva ao PSB, afirmando que o fato de ela envolver ex-integrantes do governo do PT mostra a “fragilização” do seu modelo e reforça a oposição. Aécio criticou também a política econômica do governo Dilma Rousseff durante boa parte da entrevista coletiva concedida no lobby do hotel Waldorf Astoria, em Nova York, antes de discursar para cerca de 100 empresários.

Respondendo à declaração de Dilma de que não há risco jurídico no Brasil, feita a investidores há 15 dias, também em Nova York, o senador disse que ela “não encontra ressonância com a realidade do Brasil de hoje”. A filiação de Marina ao PSB é inicialmente surpreendente, mas pode ser um prenúncio do fim do ciclo do PT no poder, considera Aécio: “Eu acho que é a demonstração clara da fragilização desse modelo que está aí.”

Ele disse que tudo que precisava ser feito para estabelecer um diálogo com Marina foi feito, mas a possibilidade não surgiu porque ela mesma decidiu de se unir ao PSB. “Dou boas-vindas a Eduardo (Campos, governador de Pernambuco) e Marina, agora no front oposicionista, e acho que a campanha deixará de ter aquele maniqueísmo que sempre atendeu muito aos interesses do PT”, afirmou.

O senador Aecio Neves, que é pré- candidato a presidente nas eleições de 2014, se apresentou como ”líder da oposição no Brasil” após palestra a investidores ontem, em Nova York, onde passou o final de semana enquanto Marina Silva anunciou sua aliança a outro pré-candidato, o governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB).

Perguntado se a nova aliança entre Marina e Campos tira votos do PSDB, o senador mineiro disse que saúda qualquer força oposicionista. “Quem tem capilaridade hoje, quem tem presença nos estados e um discurso claro de oposição é o PSDB“, disse ele, que preside a legenda. Aécio caracterizou Campos e Marina como políticos vindos “das costelas do PT“. “Dou as boas-vindas a Eduardo e Marina, agora no front oposicionista”, disse.