• Agenda

    abril 2012
    S T Q Q S S D
    « mar   maio »
     1
    2345678
    9101112131415
    16171819202122
    23242526272829
    30  
  • Categorias

  • Mais Acessados

    • Nenhum
  • Arquivo

  • Minas em Pauta no Twitter

    Erro: Assegure-se de que a conta Twitter é pública.

  • Anúncios

Gestão em Minas: Ministro do Esporte elogia andamento das obras do Mineirão

Segundo o ministro, Minas possui o ritmo de obras mais avançado do país

Carlos Alberto/Imprensa MG
Alberto Pinto Coelho recebeu Aldo Rebelo durante vistoria ao Mineirão
Alberto Pinto Coelho recebeu Aldo Rebelo durante vistoria ao Mineirão

O vice-governador Alberto Pinto Coelho e o ministro do Esporte, Aldo Rebelo, visitaram as obras no Mineirão, nesta quarta-feira (18). Após a visita, o ministro elogiou o andamento das obras no estádio e também as intervenções no trânsito em Belo Horizonte.

“Belo Horizonte é a capital que tem as obras com a maior proximidade com o cronograma estabelecido entre todas as cidades-sede do Mundial”, afirmou Aldo Rebelo, em entrevista. O ministro assinou o painel “Mineirão eu faço parte desta história”, onde são registradas as visitas recebidas durante as obras no estádio.

O ministro também ressaltou o legado das obras para a capital mineira. “A Copa já é uma realidade. Belo Horizonte tem um estádio moderno, compatível com suas tradições, que é o Mineirão renovado. As obras de mobilidade urbana vão melhorar a vida das pessoas, já foram até inauguradas. E Belo Horizonte terá visibilidade para bilhões de pessoas”, afirmou Aldo Rebelo.

O Mineirão receberá seis partidas durante a Copa do Mundo de 2014, incluindo uma das semifinais. As obras seguem rigorosamente em dia. O estádio será o primeiro a ficar pronto em 21 de dezembro de 2012.

“Minas Gerais está cumprindo o seu dever de casa e as obras estão em dia. Estamos preparando o Estado, em parceria com o município, para bem receber aqueles que virão para a Copa de 2014, inclusive nos roteiros turísticos, na questão da segurança pública e preparando as pessoas para receber os turistas”, afirmou Alberto Pinto Coelho.

O secretário de Estado Extraordinário da Copa do Mundo, Sergio Barroso, disse que o ministro Aldo Rebelo leva de Belo Horizonte as melhores impressões, não somente com o Mineirão, mas também com obras de mobilidade urbana, hotelaria, aeroportos, rotas turísticas, segurança e saúde. “Os elogios que recebemos hoje endossam o bom trabalho de Minas Gerais para os preparativos da Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014”, afirmou Sergio Barroso.

Também participaram da visita o prefeito de Belo Horizonte, Marcio Lacerda; o secretário de Estado de Esportes e da Juventude, Bráulio Braz; o secretário de Estado de Turismo, Agostinho Patrus; o secretário de Transportes e Obras Públicas, Carlos Melles, além de autoridades locais e estaduais.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/ministro-do-esporte-elogia-andamento-das-obras-do-mineirao/

Anúncios

Governo de Minas: CCJ do Senado aprova criação de TRF em Minas

Decisão é passo importante para a agilização dos processos mineiros na Justiça Federal

Kleber Lima / Agência Senado
Senadores aprovaram PEC que autoriza o Pader Judiciário a abrir um TRF em Minas
Senadores aprovaram PEC que autoriza o Pader Judiciário a abrir um TRF em Minas

A Comissão de Constituição e Justiuça (CCJ) do Senado aprovou nesta quarta-feira (18) a Proposta de Emenda à Constituição (PEC 65/11) que cria o Tribunal Regional Federal da 6ª Região, com sede em Belo Horizonte (MG).  Com a mudança, o Superior Tribunal de Justiça (STJ) terá de enviar ao Congresso, 90 dias após a promulgação da emenda constitucional que resultar da PEC, projeto de lei detalhando a organização, a estrutura e o funcionamento do novo tribunal, bem como a nova configuração e composição do TRF da 1ª Região, do qual Minas Gerais hoje faz parte. As informações são da Agência Senado.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/ccj-do-senado-aprova-criacao-de-trf-em-minas/

Governo de Minas: detentos e agentes penitenciários recebem formação para combate a incêndios

Iniciativa faz parte do Movimento Minas, que incorpora a sociedade civil nas ações de governo

Sisema / Divulgação
Curso tem como objetivo preparar os detentos e agentes para o combate a incêndios florestais
Curso tem como objetivo preparar os detentos e agentes para o combate a incêndios florestais

Uma parceria realizada entre o Sistema Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Sisema), a Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds), o Escritório de Prioridades Estratégicas do Governo de Minas e o Departamento de Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DER), promoveu um curso para formação de brigadistas, voltado para detentos e agentes do complexo Penitenciário de Ponte Nova, na Zona da Mata. O treinamento, que teve duração de três dias, foi concluído nesta quarta-feira (18).

O curso tem como objetivo preparar os detentos e agentes para o combate a incêndios florestais, por meio de atividades teóricas e práticas. A turma, composta por 14 detentos e dois agentes penitenciários, recebeu instruções quanto ao comportamento do fogo, tipos de incêndios florestais, estratégias de combate e noções de segurança nas operações, além de uma aula prática de combate às queimadas.

A capacitação foi ministrada pela equipe do Programa de Prevenção e Combate a Incêndios Florestais (Previncêndio), da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável de Minas Gerais (Semad), e pelo Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CBMMG). Os detentos participantes foram selecionados para os cursos a partir de seleções feitas pela Comissão de Classificação da Seds.

Para o detento Marcos Divino de Almeida, o curso é uma oportunidade de trabalho quando obter a liberdade. “O curso é muito bom e estou aprendendo bastante coisa que eu não sabia. Além de poder passar os ensinamentos para outros presos e tomar mais cuidado na hora de apagar o fogo, poderei conseguir um emprego na área quando terminar de cumprir minha pena”, disse.

José Aparecido de Assis, outro detento participante do curso, também destaca a importância do curso. “Estou achando muito bom, o curso está me favorecendo e me dando mais conhecimento para que no futuro eu possa também auxiliar a sociedade. Espero que outros presos também tenham a mesma oportunidade que nós”, destaca.

Parcerias

A formação de detentos e agentes penitenciários é uma das iniciativas do Movimento Minas, Projeto de Gestão para a Cidadania, que incorpora como principal desafio para o Governo de Minas Gerais a participação da sociedade civil organizada na priorização das ações estratégicas.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/detentos-e-agentes-penitenciarios-recebem-formacao-para-combate-a-incendios/

Governo de Minas: Faop promove ação educativa para incentivar o olhar criativo do público

Iniciativa se baseia na exposição coletiva Looping e Paisagens Construídas

Divulgação/Faop
Looping exibe série composta de pinturas a óleo, em que Cris Xavier introduz dinamismo em suas paisagens
Looping exibe série composta de pinturas a óleo, em que Cris Xavier introduz dinamismo em suas paisagens

As obras de Cris Xavier e Elenir Tavares são um sucesso na Galeria de Arte Nello Nuno, da Fundação de Arte de Ouro Preto (Faop). Looping e Paisagens Construídas, respectivamente, intitulam os trabalhos das artistas mineiras que expõem pela primeira vez na cidade. A mostra pode ser visitada até o dia 28 de abril.

A exposição coletiva também é tema de ação educativa promovida pela instituição que se estende por todo o mês de abril. A iniciativa visa a apurar o olhar dos participantes para o processo criativo das obras, além de motivar a formação de público apreciador da arte. Assim, está sendo feito um trabalho em parceria com a Rede de Ensino Municipal, a Apae de Ouro Preto, a Secretaria Municipal de Assistência Social e o Centro de Assistência Psicossocial (Caps). A previsão é de que cerca de 200 pessoas sejam atendidas.

Para iniciar a ambientação com o tema, os visitantes assistem ao curta-metragem Tyger e ao vídeo Tapume+Arte (produzido pela Faop). Além de conhecerem um pouco da Fundação de Arte de Ouro Preto com um passeio pela Casa Bernardo Guimarães, sede da fundação, também visitam a exposição da Galeria de Arte Nello Nuno e fazem trabalhos com base nas obras das artistas Cris Xavier e Elenir Tavares. A ideia fazer os participantes montarem as suas paisagens, incentivando o olhar criativo com colagens, cores e imagens. O desafio é observar a simplificação das formas através das cores e a liberdade de criação e construção na busca de sentido.

Looping e Paisagens Construídas

Trabalhando um misto de fotografias e pinturas acrílicas, Elenir Tavares faz uma analogia poética entre paisagens e intervenções humanas. Segundo a artista, Paisagens construídas surge de “um desejo utópico de idealização de uma geografia perfeita, ainda que termine por revelar arquiteturas inacabadas no tempo e desvinculadas da realidade”.

Já Looping exibe série composta de pinturas a óleo, em que Cris Xavier introduz dinamismo em suas paisagens e foca os desdobramentos do olhar contemplativo. A artista explica que “o envolvimento com o/do meio circundante é articulado através da lógica de instalação dos trabalhos, com a intenção de provocar relações que ultrapassam os limites da linguagem pictórica”.

A Galeria de Arte Nello Nuno funciona segunda a sexta-feira, das 12h às 18h, e aos sábados, das 9h às 14h, na rua Alvarenga, 694, bairro Cabeças. A entrada é franca.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/faop-promove-acao-educativa-para-incentivar-o-olhar-criativo-do-publico/

Governo de Minas: presidente da Cemig é apontado como um dos melhores da América Latina

Djalma Morais ficou na 22ª colocação entre 294 dirigentes de empresas da região

Divulgação / Cemig
Djalma Morais assumiu a presidência da Cemig em 1999 e promoveu uma reestruturação
Djalma Morais assumiu a presidência da Cemig em 1999 e promoveu uma reestruturação

O presidente da Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig), Djalma Bastos de Morais, está entre os 50 melhores presidentes de empresas da América Latina, segundo a revista Harvard Business Review. Foram analisados 294 presidentes de 197 empresas de capital aberto da Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, México, Peru e Venezuela. O presidente da Cemig foi o 22º colocado. Informações estão no site da Cemig.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/presidente-da-cemig-e-apontado-como-um-dos-melhores-da-america-latina/

Gestão Anastasia: Governo de Minas incentiva fruticultura na região das Vertentes

Plantio de fruteiras de clima temperado é opção para agricultura familiar e geração de trabalho e renda
Marco Evangelista/Imprensa MG
O pesquisador Paulo Norberto tem boas expectativas com relação ao plantio da figueira na região
O pesquisador Paulo Norberto tem boas expectativas com relação ao plantio da figueira na região

O cultivo de maçã, uva e figo vem ganhando espaço entre os produtores rurais do Campo das Vertentes. Isso graças ao incentivo do Governo de Minas que, desde 2007, desenvolve a fruticultura na região. Por meio da Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (Epamig), foram implantadas 21 unidades demonstrativas, distribuídas nas cidades de São João del-Rei, Barroso, Tiradentes, Prados, Resende Costa, Coronel Xavier Chaves, Lagoa Dourada, Carandaí e Piedade do Rio Grande.

O pesquisador da Epamig, Paulo Márcio Norberto, que realiza o trabalho da fruticultura juntamente com outros dois pesquisadores, conta que as unidades demonstrativas são instaladas em propriedades particulares. “Essas propriedades contempladas estão sempre abertas à comunidade, servindo de modelo para outros produtores interessados em aprender e entrar na atividade, possibilitando o acompanhamento de todo o processo de produção, desde o plantio até a colheita”, explica.

Segundo ele, a fruticultura representa uma boa alternativa para a região. “Como o fluxo de turistas é grande e a região tem um forte apelo turístico, favorece a possibilidade de colocação de produtos no mercado, inclusive com agregação de valor, como doces em calda, geleias e cristalizados”, avalia. O plantio das fruteiras de clima temperado é também uma opção diferente das usuais, principalmente na agricultura familiar. “Hoje, muitos produtores locais já aderiram e estão colhendo os frutos, o que possibilita um incremento significativo em suas rendas e, além de ocupar a mão de obra familiar, acaba gerando novos postos de trabalho em suas comunidades”, afirma o pesquisador da Epamig.

Em Coronel Xavier Chaves, o produtor Antônio Catarino de Almeida possui uma unidade demonstrativa de videira há um ano. Ainda não foi possível comercializar a uva, mas ele acredita que em dois anos a produção já seja satisfatória. “Está sendo uma boa experiência e a expectativa é boa, acho que vai dar certo”, diz. Catarino recebeu da Epamig 200 mudas para iniciar a plantação. “Desde então, o técnico vem aqui, explica como é a manutenção, orienta, apoia muito o nosso trabalho. Com certeza vai ser possível aumentar nossa renda, porque a região não tem muito esse tipo de plantação”, conclui o agricultor. Ele conta com a ajuda do filho para cuidar das videiras e das outras cultivares que possui na propriedade, que inclui mexerica, baroa, mandioca e inhame.

Apoio técnico

Ilceu Carvalho, produtor de Prados, também recebeu apoio técnico para o plantio de uva e figo e, em 2011, fez sua melhor colheita. “Tive uma produção de cerca de 700 kg de uva e vendi 500 kg in natura, que é a forma mais lucrativa. Todo mundo elogiou a qualidade”, conta. Agora, Ilceu quer aumentar a produção. “Quero ver se consigo colher duas vezes ao ano, em vez de apenas uma. Minha meta é uma colheita no meio do ano e uma no final. Por isso vou começar a usar um sistema de irrigação”, relata.

As pesquisas na área de fruticultura são desenvolvidas na Fazenda Experimental Risoleta Neves, em São João del-Rei, com apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (Fapemig), que já destinou mais de R$ 300 mil para projetos de pesquisa e bolsas de pós-doutorado, iniciação científica e apoio técnico. O trabalho de difusão e transferência de tecnologia também conta com a parceria da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Minas Gerais (Emater-MG).

Com relação à cultura da videira, o pesquisador Paulo Norberto destaca que as plantas estão começando a expressar todo o seu potencial produtivo. “As variedades que estão sendo testadas aqui na região são de grande importância econômica, são rústicas e toleram mais as variações climáticas que ocorrem na região”, pontua.

A cultura da figueira também tem boa expectativa de produção. “Estamos testando e validando novas tecnologias de manejo para a cultura, que tem mostrado um grande potencial na região. A caminhada de implantação e desenvolvimento da fruticultura já possui um histórico, que foi iniciado em 2007 e precisa ser continuado, pois foram e estão sendo geradas e validadas diversas tecnologias, adaptadas para o pequeno produtor”, completa.

Cultivo de oliveiras

O produtor José Lásaro Mendes Morais se uniu à Epamig para implantar uma unidade demonstrativa de oliveiras há quatro anos. O projeto Rendimento Agronômico das Oliveiras também recebe o apoio da Fapemig. O experimento, localizado em Piedade do Rio Grande, é o único da região e vai ajudar a definir as melhores variedades a serem produzidas.

“Tenho cinco variedades plantadas, vamos ver qual se adapta melhor. Hoje a produção ainda é pequena, não dá para comercializar, mas já é possível perceber que algumas variedades se manifestaram mais precocemente”, comenta. O tempo médio para a oliveira entrar em produção é de seis a oito anos.

José Lásaro também cultiva maçã e, por meio de um trabalho conjunto com a Epamig, estão sendo introduzidos novos materiais genéticos com potencial produtivo para as condições de clima e solo da região. “Além de trabalhos de análise de folhagem das plantas e de conservação dos frutos da maçã”, completa o produtor.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/governo-de-minas-incentiva-fruticultura-na-regiao-das-vertentes/

Gestão em Minas: secretário Carlos Pimenta debate emprego e crescimento econômico na Assembleia

Evento reuniu empresários e trabalhadores, além de deputados e autoridades

Willian Dias / ALMG
Carlos Pimenta participou do Ciclo de Debates em Defesa da Produção e do Emprego, na ALMG
Carlos Pimenta participou do Ciclo de Debates em Defesa da Produção e do Emprego, na ALMG

O secretário de Estado de Trabalho e Emprego (SETE), Carlos Pimenta, participou do Ciclo de Debates em Defesa da Produção e do Emprego – Contra a Desindustrialização, promovido pela Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG). O evento reuniu empresários e trabalhadores e suas representações, além de deputados e outras autoridades e lideranças.

Durante o debate, o secretário Carlos Pimenta reforçou “o momento importante de crescimento brasileiro”, mas não se esqueceu de apontar os entraves para a consolidação deste quadro. “Não adianta nada o país crescer e tornar-se o quinto do mundo, se não se tiver a coragem de colocar o dedo em várias feridas”, afirmou.

Na opinião do secretário, as principais mazelas seriam, para as empresas, a invasão de produtos de outros países, sem medidas protecionistas para os empresários nacionais; e, para os trabalhadores, a baixa qualificação, “que dificulta a obtenção de melhores ganhos”.

O presidente da Assembleia, deputado Dinis Pinheiro, citou o pacote de medidas lançado pelo governo federal, no dia 3 de abril. “Temos que avaliar os efeitos destas medidas que visam a estimular investimentos públicos e privados, aumentar a competitividade da indústria e reduzir os custos tributários e financeiros”, declarou. “É na defesa da produção e do emprego, que alcançaremos o mais rápido possível a justiça, a dignidade para que o Brasil fique cada dia melhor”, concluiu.

Presente ao debate, o presidente da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg), Olavo Machado Junior, defendeu a isonomia de mercado. “Temos certeza que, com redução dos juros, desoneração de impostos e da folha de pagamento e um câmbio adequado, a indústria estará apta para concorrer”, ressaltou.

Também participaram do evento, entre outras lideranças, o secretário regional da terceira Secretaria da Região Sudeste da Confederação Nacional dos Trabalhadores (CNT), José Reinaldo Inácio; o deputado estadual Celinho do Sinttrocel e a deputada federal Jô Moraes.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/secretario-carlos-pimenta-debate-emprego-e-crescimento-economico-na-assembleia/