• Agenda

    abril 2012
    S T Q Q S S D
    « mar   maio »
     1
    2345678
    9101112131415
    16171819202122
    23242526272829
    30  
  • Categorias

  • Mais Acessados

    • Nenhum
  • Arquivo

  • Minas em Pauta no Twitter

    Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.

  • Anúncios

Gestão Antonio Anastasia: governo de Minas e Intel lançam programa de inclusão tecnológica para jovens

A Intel se junta à Rede de CVTs e Telecentros do Estado para desenvolver a capacitação tecnológica de 20 mil jovens, de 15 a 21 anos
Osvaldo Afonso/Imprensa MG
Lélia Inês, superintendente da Sectes; Narcio Rodrigues, Nuno Simões e Rubem Saldanha, gerente da Intel
Lélia Inês, superintendente da Sectes; Narcio Rodrigues, Nuno Simões e Rubem Saldanha, gerente da Intel

O Governo de Minas e a Intel Brasil lançaram, nesta terça-feira (10), um programa para qualificação profissional e capacitação tecnológica de 20 mil jovens, de 15 a 21 anos, na rede de Centros Vocacionais Tecnológicos (CVTs) e Telecentros do Estado. O secretário de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Narcio Rodrigues, e o diretor de Assuntos Corporativos da Intel para a América Latina, Nuno Simões, assinaram o acordo de cooperação técnica que define a execução do Programa Intel Aprender na rede, estruturada em mais de 360 municípios mineiros. Também estiveram presentes o gerente de Educação da Inatel, Rubem Saldanha, e a superintendente de Inovação Social, Lélia Inês Teixeira.

“Minas está muito feliz por abraçar este programa. A Intel chega num momento muito importante, de reestruturação do conceito da rede. Até 2014, chegaremos a 100 CVTs em funcionamento e vamos duplicar as salas de videoconferência para a capacitação a distância, fortalecendo a rede como uma ferramenta efetiva de democratização do conhecimento. É um desafio assumido pelo governo”, afirmou o secretário Narcio Rodrigues. Ele ressaltou que a iniciativa vai ajudar jovens em comunidades com pouco ou nenhum acesso à tecnologia a desenvolverem as habilidades necessárias para o sucesso no mercado de trabalho, por meio de cursos que ampliem seus pensamentos críticos, cooperação e domínio de ferramentas de informática.

Os módulos do Intel Aprender foram aprimorados para o ensino a distância (EAD). Diferenciadas, as aulas abordam conteúdos que permitem aos alunos aplicar seu aprendizado na comunidade onde vivem e nos projetos desenvolvidos. Pelo acordo, a Intel irá capacitar 90 multiplicadores ligados aos CVTs do Estado. A meta do projeto é qualificar mais de 20 mil jovens de 15 a 21 anos. “É muito importante capacitarmos esses jovens para torná-los cidadãos preparados para o sucesso em suas vidas pessoais e profissionais”, disse Nuno Simões.  Ele explicou que é uma iniciativa de cunho social, sem fins lucrativos, cujo principal objetivo é utilizar a excelente estrutura dos CVTs para propagar cursos de qualidade aos jovens, que terão papel fundamental em ajudar suas comunidades a entrar definitivamente no mundo digital e na economia global.

Centros Vocacionais Tecnológicos

Os CVTs são centros de excelência voltados para a capacitação tecnológica e profissional, que visam ao aumento do conhecimento, de acordo com a vocação econômica da região. Os centros são equipados com a plataforma de ensino à distância Moodle. O Estado ocupa a primeira posição nacional e a quarta posição mundial no ranking de instituições que utilizam a plataforma. Cada CVT conta com duas Salas de Inclusão Digital equipadas com 20 computadores conectados à internet, servidor, impressora, softwares e móveis ergonômicos; Sala de Videoconferência montada com projetor de multimídia, câmera, microfones, módulo para entrada de dados e conexão de notebooks, aparelhos de conexão e codificação de vídeo, possibilitando a realização de seminários, palestras e cursos à distância;  Núcleo de Apoio ao Empreendedor – NAE; e Laboratório Vocacional destinado ao desenvolvimento e aprimoramento das vocações econômicas locais e regionais.

Os Telecentros são laboratórios de informática equipados com cinco a dez computadores conectados à internet, um servidor, impressora, softwares atualizados e móveis ergonômicos para a realização de cursos de inclusão digital.

Desde o começo da implantação da Rede CVT, em 2004, mais de 700 mil pessoas se formaram pelos cursos de ensino a distância (EAD). Somente em 2011, mais de 215 mil pessoas receberam certificados, maior número anual desde o início do projeto. Um dos fatores que favoreceu esse índice foi o lançamento de mais 27 cursos EAD pela Sectes em parceria com o Instituto Projeto Vida e Esperança (Prove).

As capacitações abrangem as áreas de Agricultura e Pecuária; Cidadania; Empreendedorismo; Informática; Meio Ambiente; e Primeiro Emprego. Dessa maneira, as salas de inclusão digital totalizam 45 cursos à distância, com controle de presença e expedição de certificados realizados pela plataforma Moodle, que é um sistema de gestão de aprendizagem a distância que permite a criação, utilização e gestão de cursos online, e é utilizado pela Sectes para ser disponibilizado gratuitamente nos CVTs e Telecentros do Estado.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/governo-de-minas-e-intel-lancam-programa-de-inclusao-tecnologica-para-jovens/

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: