• Agenda

    abril 2012
    S T Q Q S S D
    « mar   maio »
     1
    2345678
    9101112131415
    16171819202122
    23242526272829
    30  
  • Categorias

  • Mais Acessados

    • Nenhum
  • Arquivo

  • Minas em Pauta no Twitter

    Erro: Assegure-se de que a conta Twitter é pública.

  • Anúncios

Governo de Minas: média mensal de ligações ao Disque Denúncia cresceu 147% desde sua criação

17h13m – 10 de Abril de 2012 Atualizado em 21h43m

Parceria com a sociedade e investimentos em novas tecnologias são os elementos fundamentais da atuação de sucesso do Disque Denúncia (181) de Minas Gerais

Fruto de uma parceria do Instituto Minas Pela Paz (IMPP) com a Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds), o Disque Denúncia (181) alcançou, nos últimos quatro anos, mais de 230 mil ligações, que contribuíram para solução de vários crimes no Estado. Desde o início de suas atividades, em 2007, houve um crescimento de 147% no número de denúncias recebidas mensalmente. Em março deste ano, o serviço também bateu o recorde, com mais de 8 mil denúncias encaminhadas para investigação.

O 181 auxilia os trabalhos das polícias Militar e Civil e do Corpo de Bombeiros no enfrentamento da violência e na prevenção de sinistros. “Conquistamos a confiança de grande parte da população, que já compreende a importância do serviço prestado pelo 181 e sua eficiência”, afirma o gestor do Instituto Minas pela Paz, Maurilio Pedrosa, que ainda destaca a certeza do anonimato como o grande trunfo para alcançar a credibilidade.

O crescimento dos resultados alcançados pelo serviço também demonstra a consolidação da parceria entre o Estado e a sociedade. Desde a sua fundação, as informações do Disque Denúncia propiciaram a prisão de 31.773 pessoas; a apreensão de cerca de 15 toneladas de drogas, entre cocaína, maconha e crack, e 11.506 animais silvestres; além de R$ 7 milhões em recursos, provenientes de tráfico de drogas, jogos de azar e multas aplicadas referentes a crimes ambientais. “O 181 é uma ferramenta muito importante de participação da sociedade, que auxilia o Estado no combate à criminalidade”, reforça o secretário-adjunto de Defesa Social, Robson Lucas da Silva.

No ano passado, mais um projeto lançado pela Seds comprovou a eficiência do 181. O Procura-se, ação que incentiva a captura de criminosos foragidos com mandado de prisão expedidos pela justiça, divulgou, em duas etapas, o nome de 18 alvos. Desde o início do projeto, as informações do Disque Denúncia levaram a polícia a captura de dez desses criminosos, sendo seis deles ainda na primeira etapa.

Apostando em novas soluções

A credibilidade alcançada pelo Disque Denúncia na sociedade e o crescente número de chamadas recebidas determinaram a busca por novas soluções que aprimoraram sua eficiência e contribuem para a consolidação de seus resultados. Em fevereiro deste ano, o IMPP, a convite do Consulado Americano, do Departamento de Estado dos Estados Unidos e da Seds, participou de uma missão técnica intitulada Crime Stoppers nas cidades de Nova York, Atlanta e Miami, com o objetivo de conhecer novos métodos e práticas utilizadas por instituições de ponta na pesquisa e no combate à criminalidade.

Outra aposta do IMPP e da Seds para intensificar a contribuição do Disque Denúncia para o trabalho das corporações é a criação de um armazém de dados para qualificar as informações recebidas da população mineira. Em fase de implantação, o programa fornecerá às corporações policiais e de bombeiros dados qualificados para o enfrentamento da criminalidade e da prevenção de sinistros. “A busca pelo constante aprimoramento é a tônica do IMPP e temos a convicção de que cresceremos ainda mais nas ações de defesa social nos próximos anos”, garante Maurílio Pedrosa.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/media-mensal-de-ligacoes-ao-disque-denuncia-cresceu-147-desde-sua-criacao/

Anúncios

Gestão da Educação: Superintendência Regional de Ensino de Juiz de Fora apresenta nova fase do Programa de Intervenção Pedagógica

O programa de acompanhamento pedagógico vai atender a escolas estaduais de 30 municípios da região

A Superintendência Regional de Ensino de Juiz de Fora, da Secretaria de Estado de Educação (SEE), realiza, nesta quarta-feira (11), um encontro com diretores, especialistas e inspetores das escolas estaduais, gestores municipais da área da educação e analistas educacionais para a apresentação das ações que começarão a ser desenvolvidas na segunda fase do Programa de Intervenção Pedagógica (PIP) nas escolas estaduais dos 30 municípios atendidos pela Superintendência.

O programa, desenvolvido junto aos alunos dos anos iniciais do ensino fundamental (1º ao 5º), passa a expandir suas ações, a partir de 2012, para os últimos anos desse nível de ensino (6º ao 9º), o que irá permitir um maior acompanhamento da trajetória escolar do aluno. O evento será no auditório do Instituto Granbery (Rua Batista de Oliveira, nº 1145, bairro Granbery), às 13h.

A Superintendência Regional de Ensino Juiz de Fora faz o acompanhamento de 97 escolas estaduais que atendem ao universo de 26,3 mil alunos do ensino fundamental. Além das escolas estaduais, a superintendência acompanha o trabalho das escolas municipais presentes na região. A ideia é de uma aproximação cada vez maior entre as redes de ensino e o trabalho é de parceria, envolvendo os profissionais das redes municipais nas capacitações realizadas pela equipe do PIP.

A Superintendente de Desenvolvimento da Educação Infantil e Ensino Fundamental da SEE, Maria das Graças Pedrosa Bittencourt, vai participar do encontro e fará uma palestra sobre ‘A arte de liderar e construir excelência em educação’.

Acompanhamento na Escola

O lançamento oficial, para todo o Estado, da expansão das ações do Programa de Intervenção Pedagógica (PIP), ocorreu no dia 15 de fevereiro e foi feito pelo governador Antonio Anastasia e pela secretária de Estado de Educação, Ana Lúcia Gazzola. O PIP já atendia a 490 mil estudantes nos anos iniciais do ensino fundamental em todo o estado e, com a expansão, outros 857 mil também serão beneficiados.

Com um investimento inicial de R$13,6 milhões, a segunda fase do Programa conta com uma equipe central de 47 profissionais, que atuam na Secretaria de Estado de Educação, em Belo Horizonte, além de 480 especialistas que se dividem em equipes regionais, em todas as 47 Superintendências Regionais de Ensino (SREs).

Cada SRE também conta com um coordenador do Programa. O objetivo dos profissionais do PIP II é possibilitar que os estudantes assimilem os Conteúdos Básicos Comuns (CBCs), que representam o conjunto de habilidades trabalhadas em cada disciplina dos anos finais.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/superintendencia-regional-de-ensino-de-juiz-de-fora-apresenta-nova-fase-do-programa-de-intervencao-pedagogica/

Governo de Minas: produção mineira de cana e grãos cresce em 2012

Crescimento da safra é devido à expansão da área e maior produtividade

Em Minas Gerais, aproxima-se o início da colheita de cana-de-açúcar destinada ao setor sucroalcooleiro (para produção de açúcar e etanol) e são boas as perspectivas para a safra 2012. De acordo com levantamento divulgado nesta terça-feira (10) pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), a produção deve alcançar 54,4 milhões de toneladas, volume 9,1% superior ao registrado na safra passada. Para a Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Minas Gerais (Seapa), o estudo mostra que o crescimento da produção está vinculado à expansão da área plantada e ao aumento da produtividade.

Segundo o levantamento, os canaviais mineiros ocupam uma área de 768,7 mil hectares, equivalente a uma expansão de 3,5% em relação à safra anterior.  Na avaliação da Superintendência de Política e Economia Agrícola da Seapa, os números reafirmam a posição de Minas como segundo maior produtor de cana-de-açúcar do país. O crescimento da safra de cana no Estado supera a média nacional, que deve ser de 5,4%.

Do total de cana-de-açúcar encaminhado para as usinas, 50,2% são destinados à produção de etanol. A cana será transformada em 2,2 bilhões de litros, ou 6,7% mais que o volume obtido no ano anterior. Já para a produção de açúcar serão encaminhados 49,8% da matéria-prima. A cana resultará em 3,5 milhões de toneladas de açúcar, volume 6,7% superior ao obtido em na safra passada.

Os produtos da cana-de-açúcar têm possibilitado bons resultados no conjunto das exportações mineiras do agronegócio. No caso do etanol, Minas Gerais registrou em março deste ano vendas externas de US$ 5,2 milhões, cifra 479% superior à obtida em fevereiro. Com o açúcar o Estado teve, no terceiro mês deste ano, vendas de US$ 9,2 milhões, cifra 95,6% maior que a do mês anterior.

Mais grãos

A produção recorde de grãos em Minas Gerais na safra 2012 deve se confirmar segundo levantamento divulgado pela Conab também nesta terça-feira. De acordo com o estudo, a estimativa é de uma colheita da ordem de 11,9 milhões de toneladas, volume 11,4% superior ao da safra de 2011. A área plantada no Estado, 3 milhões de hectares, representa uma expansão de 4,5% em relação à do período anterior.

O milho, principal produto das lavouras mineiras, deve alcançar uma safra de 7,4 milhões de toneladas, volume 14,2% superior ao registrado no período anterior. O grão, que responde por 63% do total da safra mineira, estende-se em plantios de 1,3 milhão de hectares, área 7,4% superior à de 2011.

Já para a soja a previsão é de uma safra de 3 milhões de toneladas, volume 1,4% superior ao registrado no período anterior. O crescimento da produção se deve exclusivamente ao aumento da produtividade, que alcançou 3 toneladas por hectare, pois houve uma redução de 1,8% da área plantada.

A produção mineira de feijão deve alcançar 606,0 mil toneladas, volume 4,1% superior ao da safra de 2011. Os 403,6 mil hectares plantados no Estado equivalem a um ganho de quase 1% em relação à área do período anterior, e a produtividade de 1,5 tonelada por hectare equivale a um crescimento de 3,5%.

Brasil recua

Para o Brasil a previsão é de uma safra de 159,2 milhões de toneladas de grãos, variação negativa de 2,2% em relação ao ano anterior. A área plantada no conjunto das lavouras é de 52,3 milhões de hectares, uma expansão de 4,8%. Mas a produtividade média aponta para uma redução de 6,7%.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/producao-mineira-de-cana-e-graos-cresce-em-2012/

Governo de Minas: Anastasia diz que governadores estão articulados para discutir dívida com a União

Para o governador de Minas, mudança no indexador, já sinalizada pelo governo federal, é parte da solução do problema

O governador Antonio Anastasia afirmou, nesta terça-feira (10), em São Paulo, que os governadores estão articulados para o debate em torno da questão da dívida dos estados e municípios com a União. Segundo ele, a mudança do indexador, já sinalizada pelo governo federal, é parte da solução do problema.

“É um tema antigo e que, quando as dívidas foram renegociadas, no final da década de 1990, foi um passo muito positivo, mas com o passar dos anos, a questão dos juros tornou-se praticamente insustentável para os estados e os municípios”, afirmou o governador.

De acordo com Anastasia, em termos nominais, Minas já pagou uma vez e meia o montante da dívida, mas ainda deve cinco vezes aquilo que devia originalmente, o que se repete pelos demais estados. “Vamos discutir como parte disso poderá ser destinado a investimentos do Estado e da própria União no território de Minas Gerais”, anunciou.

“Teremos uma reunião na Câmara dos Deputados, coordenada pelo deputado Cândido Vaccarezza (PT-SP), que foi indicado pela Câmara para coordenar esse debate e apresentar alguma alternativa no que se refere não só à mudança do índice, que vai refletir no volume final do débito em 2028, como certamente os estados também discutirão a questão relativa ao fluxo, ou seja, ao percentual que nós hoje pagamos e que muito nos onera”, afirmou Anastasia, lembrando que Minas Gerais paga 13% da sua receita corrente líquida por mês à União, ou seja, cerca de R$ 300 milhões por mês.

Seminário

Anastasia participou hoje, ao lado do prefeito de Belo Horizonte, Marcio Lacerda, na capital paulista, do Seminário Lide 2012 – Grupo de Líderes Empresariais. Ele abordou o tema “Ações Públicas pela Cidadania e Desenvolvimento Econômico”.

O Lide é uma associação de empresários destinada a fortalecer o pensamento, relacionamento e princípios éticos de governança corporativa no Brasil. Formado por líderes empresariais de corporações nacionais e internacionais, promove a integração entre empresas, organizações e entidades privadas, por meio de programas de debates, fóruns de negócios, atividades de conteúdo, iniciativas de apoio à sustentabilidade e responsabilidade social.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/anastasia-diz-que-governadores-estao-articulados-para-discutir-divida-com-a-uniao/

Gestão em Minas: participação de jovens é destaque na Conferência Estadual da Criança e do Adolescente

Mais de quatro mil propostas, de 388 municípios mineiros, serão debatidas durante os três dias do evento

Carlos Alberto/Imprensa MG
Secretário Cássio Soares destacou a participação dos adolescentes durante abertura da conferência
Secretário Cássio Soares destacou a participação dos adolescentes durante abertura da conferência

Com seus 16 anos, o estudante Rodolfo José dos Santos, morador do município de Alterosa, no Sul de Minas, já está engajado na luta pela garantia dos direitos de crianças e adolescentes. Rodolfo é um dos 400 jovens que participam como delegados da 8ª Conferência Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente, que começou nesta terça-feira (10), em Belo Horizonte, e vai até quinta (12). Um dos desejos do jovem é criar alternativas para evitar que muitos meninos e meninas entrem para o mundo das drogas. “É preciso tirar os jovens das drogas e levá-los para o caminho do lazer, da cultura e do esporte”, disse o estudante, que batalha para implantar um projeto com essas características em seu município.

Mais de quatro mil propostas, de 388 municípios mineiros, serão debatidas durante os três dias do evento, que está sendo realizado no Sesc Venda Nova (Rua Maria Borboleta, S/Nº, bairro Letícia). São 1.500 delegados e a participação dos adolescentes entre eles foi destacada pelo secretário de Estado de Desenvolvimento Social, Cássio Soares, que participou da abertura do evento.

“Destaco como inovadora a ideia de se colocar como protagonistas e como delegados com direito a voto 400 jovens, que agora farão parte das decisões das políticas públicas que são voltadas para eles próprios”, disse. “É o momento adequado e democrático, pois estão reunidos sociedade civil, entidades organizadas, governo estadual e federal, para colhermos as ideias e propostas desses jovens”, completou Cássio Soares.

O secretário citou algumas ações e programas pioneiros do Governo de Minas, como a Campanha Proteja Nossas Crianças (que incentiva a população a denunciar crimes contra crianças e adolescentes por meio do 0800 031 11 19) e o Poupança Jovem (que oferece uma bolsa de R$ 3 mil para o jovem que concluir o ensino médio).

Conferência Nacional

Das quatro mil propostas, 45 serão selecionadas e apresentadas pelos delegados mineiros no encontro nacional, a ser realizado de 11 a 14 de julho deste ano, em Brasília. A ministra da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, Maria do Rosário Nunes, participou da abertura da conferência mineira e destacou qual será a diretriz do encontro nacional.

“O nosso projeto de trabalho para a conferência nacional é aprofundarmos um plano decenal dos direitos das crianças e dos adolescentes e enfrentarmos temas como exploração sexual, que é um dos graves problemas, e políticas de prevenção à violência em todo país, tanto na situação em que os jovens cometem atos infracionais quanto na condição mais comum, quando eles são vítimas da violência”.

Maria do Rosário lembrou a importância da união de forças entre estados, municípios e governo federal para o sucesso na condução das políticas voltadas para crianças e adolescentes. Ressaltou, também, a necessidade de qualificar os conselhos e os conselheiros tutelares.

Eixos

Foram estabelecidos cinco eixos de discussão: promoção dos direitos da criança e do adolescente; proteção e defesa dos direitos; protagonismo e participação de crianças e adolescentes; controle social da efetivação dos direitos; gestão da política nacional dos direitos humanos de crianças e adolescentes.

“Destaco o protagonismo juvenil. Temos um número grande de adolescente e eles foram o objetivo principal da nossa mobilização. As políticas públicas são feitas para eles e, por isso, é necessária a participação deles na formulação e análise dessas políticas. Esses adolescentes estão mais bem preparados para nos dizer o que está ou não chegando na ponta”, enfatizou a presidente do Conselho Estadual da Criança e do Adolescente, Eliane Quaresma.

A 8ª Conferência Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente é promovida pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Sedese), pelo Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente (Cedca), com o apoio da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG). O deputado André Quintão, que representou a ALMG no encontro, destacou a parceria com o Estado no sentido de aprimorar as politicas públicas para crianças e adolescentes em Minas. “Estamos avançando. Demos um salto no combate à mortalidade infantil, mas ainda temos desafios, como erradicar o trabalho infantil”, destacou.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/participacao-de-jovens-e-destaque-na-conferencia-estadual-da-crianca-e-do-adolescente/

Governo de Minas: Copa Airlines comemora sucesso na operação aérea que liga Belo Horizonte ao Panamá

Em dezembro de 2011, a frequência de voos da rota tornou-se diária

Osvaldo Afonso/Imprensa MG
Jacqueline Ledo, Marcos Calixto, Agostinho Patrus e Gustavo Esusy
Jacqueline Ledo, Marcos Calixto, Agostinho Patrus e Gustavo Esusy

O secretário de Estado de Turismo de Minas Gerais, Agostinho Patrus Filho, recebeu, nesta terça-feira (10), na Cidade Administrativa Presidente Tancredo Neves, em Belo Horizonte, a visita da diretoria da Copa Airlines. Na ocasião, os diretores da empresa aérea apresentaram os resultados da operação que, desde agosto de 2008, interliga a capital mineira à Cidade do Panamá, com conexões diretas para as principais cidades da América Central, Caribe e América do Norte, como Orlando, Los Angeles, Miami e Nova York.

Durante o encontro, o gerente da empresa no Brasil, Marcos Calixto, lembrou que a Copa Airlines iniciou suas operações em Minas Gerais com quatro frequências semanais ligando Belo Horizonte à Cidade do Panamá. Posteriormente, a operação passou para cinco frequências e, em dezembro de 2011, o voo tornou-se diário. E, ainda, para maior conforto dos passageiros, a aeronave inicial, um 737-700 com capacidade de 124 lugares, foi substituída por um 737-800, com 160 assentos. “Minas Gerais tem uma particularidade. É um mercado pulsante. Tivemos uma demanda de mais de 70% após a implantação da nova rota. O mineiro abraçou a nossa empresa com alto nível de profissionalismo. Queremos vender cada vez mais Minas Gerais para os turistas da América Central e do Norte e fomentar o intercâmbio entre as duas regiões”, ressaltou.

O secretário de Estado de Turismo lembrou que após o anúncio de que o Consulado dos Estados Unidos será instalado em Belo Horizonte, a tendência é facilitar, ainda mais, o fluxo de turistas entre o Minas Gerais e aquele país, e que a rota operada pela Copa muito favorecerá esse transporte de passageiros. “Esta iniciativa vai motivar os mineiros a obterem o visto e também favorecerá o fluxo de americanos em nosso Estado. Pela vitalidade do Aeroporto Tancredo Neves e pelo crescente número de passageiros internacionais desembarcando em Confins, o Governo de Minas é um grande incentivador das companhias aéreas que estão em operação em nosso Estado”, disse Agostinho Patrus Filho.

Também estiveram presentes no encontro a secretária-adjunta de Estado de Turismo, Silvana Nascimento; a gerente da Copa Airlines em Minas Gerais, Jacqueline Ledo; e o gerente regional da empresa, Gustavo Esusy.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/copa-airlines-comemora-sucesso-na-operacao-aerea-que-liga-belo-horizonte-ao-panama/

Gestão Antonio Anastasia: governo de Minas e Intel lançam programa de inclusão tecnológica para jovens

A Intel se junta à Rede de CVTs e Telecentros do Estado para desenvolver a capacitação tecnológica de 20 mil jovens, de 15 a 21 anos
Osvaldo Afonso/Imprensa MG
Lélia Inês, superintendente da Sectes; Narcio Rodrigues, Nuno Simões e Rubem Saldanha, gerente da Intel
Lélia Inês, superintendente da Sectes; Narcio Rodrigues, Nuno Simões e Rubem Saldanha, gerente da Intel

O Governo de Minas e a Intel Brasil lançaram, nesta terça-feira (10), um programa para qualificação profissional e capacitação tecnológica de 20 mil jovens, de 15 a 21 anos, na rede de Centros Vocacionais Tecnológicos (CVTs) e Telecentros do Estado. O secretário de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Narcio Rodrigues, e o diretor de Assuntos Corporativos da Intel para a América Latina, Nuno Simões, assinaram o acordo de cooperação técnica que define a execução do Programa Intel Aprender na rede, estruturada em mais de 360 municípios mineiros. Também estiveram presentes o gerente de Educação da Inatel, Rubem Saldanha, e a superintendente de Inovação Social, Lélia Inês Teixeira.

“Minas está muito feliz por abraçar este programa. A Intel chega num momento muito importante, de reestruturação do conceito da rede. Até 2014, chegaremos a 100 CVTs em funcionamento e vamos duplicar as salas de videoconferência para a capacitação a distância, fortalecendo a rede como uma ferramenta efetiva de democratização do conhecimento. É um desafio assumido pelo governo”, afirmou o secretário Narcio Rodrigues. Ele ressaltou que a iniciativa vai ajudar jovens em comunidades com pouco ou nenhum acesso à tecnologia a desenvolverem as habilidades necessárias para o sucesso no mercado de trabalho, por meio de cursos que ampliem seus pensamentos críticos, cooperação e domínio de ferramentas de informática.

Os módulos do Intel Aprender foram aprimorados para o ensino a distância (EAD). Diferenciadas, as aulas abordam conteúdos que permitem aos alunos aplicar seu aprendizado na comunidade onde vivem e nos projetos desenvolvidos. Pelo acordo, a Intel irá capacitar 90 multiplicadores ligados aos CVTs do Estado. A meta do projeto é qualificar mais de 20 mil jovens de 15 a 21 anos. “É muito importante capacitarmos esses jovens para torná-los cidadãos preparados para o sucesso em suas vidas pessoais e profissionais”, disse Nuno Simões.  Ele explicou que é uma iniciativa de cunho social, sem fins lucrativos, cujo principal objetivo é utilizar a excelente estrutura dos CVTs para propagar cursos de qualidade aos jovens, que terão papel fundamental em ajudar suas comunidades a entrar definitivamente no mundo digital e na economia global.

Centros Vocacionais Tecnológicos

Os CVTs são centros de excelência voltados para a capacitação tecnológica e profissional, que visam ao aumento do conhecimento, de acordo com a vocação econômica da região. Os centros são equipados com a plataforma de ensino à distância Moodle. O Estado ocupa a primeira posição nacional e a quarta posição mundial no ranking de instituições que utilizam a plataforma. Cada CVT conta com duas Salas de Inclusão Digital equipadas com 20 computadores conectados à internet, servidor, impressora, softwares e móveis ergonômicos; Sala de Videoconferência montada com projetor de multimídia, câmera, microfones, módulo para entrada de dados e conexão de notebooks, aparelhos de conexão e codificação de vídeo, possibilitando a realização de seminários, palestras e cursos à distância;  Núcleo de Apoio ao Empreendedor – NAE; e Laboratório Vocacional destinado ao desenvolvimento e aprimoramento das vocações econômicas locais e regionais.

Os Telecentros são laboratórios de informática equipados com cinco a dez computadores conectados à internet, um servidor, impressora, softwares atualizados e móveis ergonômicos para a realização de cursos de inclusão digital.

Desde o começo da implantação da Rede CVT, em 2004, mais de 700 mil pessoas se formaram pelos cursos de ensino a distância (EAD). Somente em 2011, mais de 215 mil pessoas receberam certificados, maior número anual desde o início do projeto. Um dos fatores que favoreceu esse índice foi o lançamento de mais 27 cursos EAD pela Sectes em parceria com o Instituto Projeto Vida e Esperança (Prove).

As capacitações abrangem as áreas de Agricultura e Pecuária; Cidadania; Empreendedorismo; Informática; Meio Ambiente; e Primeiro Emprego. Dessa maneira, as salas de inclusão digital totalizam 45 cursos à distância, com controle de presença e expedição de certificados realizados pela plataforma Moodle, que é um sistema de gestão de aprendizagem a distância que permite a criação, utilização e gestão de cursos online, e é utilizado pela Sectes para ser disponibilizado gratuitamente nos CVTs e Telecentros do Estado.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/governo-de-minas-e-intel-lancam-programa-de-inclusao-tecnologica-para-jovens/