• Agenda

    março 2012
    S T Q Q S S D
    « fev   abr »
     1234
    567891011
    12131415161718
    19202122232425
    262728293031  
  • Categorias

  • Mais Acessados

    • Nenhum
  • Arquivo

  • Minas em Pauta no Twitter

    Erro: Assegure-se de que a conta Twitter é pública.

Gestão da Saúde: municípios mineiros participam de videoconferência sobre Hanseníase em Passos

O Centro Vocacional Tecnológico (CVT) de Passos, criado pela Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Sects), transmitiu nesta quarta-feira (28) uma videoconferência sobre a Hanseníase, ministrada pelo médico da Superintendência Regional de Passos, da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG), Carlos Alberto Faria Rodrigues, também conhecido por ser uma das maiores referências brasileiras no assunto e o grande responsável pelo portal da Hanseníase.

Foram capacitados profissionais de saúde por meio desses centros de ensino, beneficiando cerca de 90 municípios mineiros, sobre os principais aspectos enfrentados no combate à Hanseníase, uma vez que o Brasil é o segundo país em número de casos novos, perdendo somente para a Índia.  O principal objetivo da ação pioneira é sensibilizar os profissionais de saúde, médicos, enfermeiros, auxiliares e técnicos acerca da Hanseníase e o incentivo ao diagnóstico precoce.

A apresentação teve início com um vídeo explicativo sobre a patologia, seguida de debate entre os participantes, que puderam esclarecer todas as dúvidas de forma interativa com o especialista.

Segundo a referência técnica em Hanseníase da Regional de Saúde de Passos, Maria Ambrosina Cardoso Maia, a ação foi criada no sentido de colocar a sociedade a par da doença, estimulando cada vez mais o policiamento, e a divulgação de sinais e sintomas da hanseníase para que o diagnóstico possa ser pensado ao se examinar o paciente, mesmo numa consulta de rotina e não direcionada somente para aspectos dermatológicos. “Por apresentar sintomas aparentemente simples e indolores, a hanseníase pode ser totalmente ignorada ou atribuída. Dar pouca importância à aparição dessas lesões cutâneas e o comprometimento neural podem resultar em deformidades físicas”, explicou.

A doença

A hanseníase é uma das doenças mais antigas da história da medicina e é causada pelo bacilo de Hansen, um micróbio ou uma bactéria que ataca a pele e nervos periféricos, podendo afetar outros órgãos como olhos, rins e testículos. Atualmente 90% dos casos estão restritos a 11 países e os seis países com mais casos registrados são: Brasil, Índia, Madagascar, Moçambique, Miamar e Nepal. O contágio se dá principalmente por via respiratória. Nem todos os pacientes transmitem a doença, apenas parte deles que têm grande quantidade de bacilos e que não estão em tratamento.

Sintomas

A patologia manifesta-se pelo aparecimento de manchas dormentes, de cor avermelhada ou esbranquiçada em qualquer parte do corpo. Placas, caroços, inchaços, fraqueza muscular e dor nas articulações podem ser outros sintomas. Com o avanço da doença pode haver comprometimento dos nervos periféricos e desenvolvimento de incapacidades e deformidades físicas, grandes responsáveis pelo estigma e preconceito que cerca a doença.

Diagnóstico

O Diagnóstico da hanseníase é clínico, através do exame da pele e da realização de teste de sensibilidade nas áreas comprometidas. O tratamento dura de 6 a 12 meses, dependendo da classificação clínica de cada caso. Os medicamentos são distribuídos gratuitamente pelo SUS.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/municipios-mineiros-participam-de-videoconferencia-sobre-hanseniase-em-passos/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: