• Agenda

    março 2012
    S T Q Q S S D
    « fev   abr »
     1234
    567891011
    12131415161718
    19202122232425
    262728293031  
  • Categorias

  • Mais Acessados

    • Nenhum
  • Arquivo

  • Minas em Pauta no Twitter

    Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.

Aécio Neves: biografia

Aécio Neves: biografia – muitos não sabem, mas senador assumiu, interinamente, a presidência da república quando foi presidente da Câmara.

Aécio Neves: Biografia

Talvez alguns brasileiros não se lembrem, mas o senador Aécio Neves já foi, oficialmente, presidente da República. A biografia de Aécio Neves é marcada por grandes realizações em Minas Gerais, Aécio Neves assumiu interinamente a Presidência, aos 41 anos, trazendo um grande benefício para os mineiros.

Era 26 de junho de 2001, quando Aécio Neves, então presidente da Câmara dos Deputados, ocupou o mais importante cargo do país, durante viagem do presidente Fernando Henrique Cardoso e do vice-presidente Marco Maciel à Bolívia.

Em um dos seus atos, Aécio Neves incluiu os municípios do Vale do Mucuri na área mineira da Sudene, abrindo a eles o acesso a verbas e programas de desenvolvimento econômico e social.

Posteriormente, como governador de Minas Gerais, Aécio Neves dedicou atenção especial aos municípios do Norte de Minas e dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri, que fazem parte do semiárido mineiro. Criou uma secretaria especialmente para cuidar dessas regiões e promoveu, com grandes investimentos nas áreas social e de infraestrutura.

Dez anos depois de assumir a Presidência da República interinamente, Aécio Neves conseguiu, no Senado, a inclusão de municípios do Vale do Mucuri e Norte de Minas que integram a Área Mineira da Sudene na Medida Provisória (MP) 540, do governo federal, que assegura incentivos fiscais a empresas e indústrias na região.

Aécio Neves na verdade corrigiu uma injustiça a esses municípios do semiárido mineiro já que eles haviam ficado de fora dos benefícios fiscais concedidos pela MP. A medida garantia os incentivos apenas aos municípios da extinta Sudene e, com isso, ficavam de fora aqueles municípios incluídos em seu ato como presidente interino. Mais um feito de sua biografia política que os mineiros agradecem.

Fonte: Site Aécio Neves Senador

Link: http://www.aecioneves.net.br/biografia/

Governo de Minas: Emater-MG participa em Viçosa do Fórum Brasil sobre Agrossilvicultura

Objetivo do evento é viabilizar a transferência de informações entre diferentes grupos do setor público e privado

Divulgação/Emater
Sistema ILPF permite o desenvolvimento da pecuária, lavoura e floresta numa mesma área
Sistema ILPF permite o desenvolvimento da pecuária, lavoura e floresta numa mesma área

A Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Minas Gerais (Emater-MG) participa, dias 28 e 29 de março, em Viçosa, na Zona da Mata mineira, do Fórum Brasil sobre Agrossilvicultura. O evento tem como objetivo viabilizar a transferência de informações entre diferentes grupos do setor público e privado, e possibilitar a troca de experiência entre pesquisadores, profissionais, produtores florestais e estudantes. Durante o fórum, os participantes visitarão uma unidade demonstrativa do sistema integração lavoura, pecuária e floresta (ILPF), coordenada por professores da Universidade Federal de Viçosa (UFV) e extensionistas da Emater-MG.

O sistema ILPF permite o desenvolvimento da pecuária, lavoura e produção de madeira numa mesma área. Além de diminuir custos com a pecuária leiteira, o sistema evita danos ao solo e à pastagem e possibilita renda extra para o produtor com a venda de madeira. Uma das maneiras para implantar o sistema é o plantio inicial do eucalipto, que pode ocorrer entre março e junho. Na época das chuvas é feito o plantio do milho e da braquiária. Após um ano e meio ou duas safras de milho, a área pode ser liberada para o pastejo do gado.

Durante o evento, serão realizadas diversas palestras com temas relacionados à Agrossilvicultura. O extensionista da Emater-MG Rogério Jacinto Gomes abordará o tema “Atividades de extensão com Agrossilvicultura na Zona da Mata de Minas Gerais”. O técnico da empresa apresentará o trabalho de orientação dos produtores sobre o sistema ILPF e os resultados já obtidos. “O que podemos perceber é que muitos agricultores aprovam a técnica. A expectativa é que o número de adeptos cresça nos próximos anos”, diz Rogério Jacinto. Encerrando as atividades do fórum, os participantes visitarão uma unidade demonstrativa de integração lavoura, pecuária e floresta. No local, será demonstrado como funciona na prática a técnica.

O Fórum Brasil sobre Agrossilvicultura é promovido pela Sociedade de Investigações Florestais (SIF) e Universidade Federal de Viçosa, em parceria com a Emater-MG, Associação Mineira de Silvicultura e demais instituições. As inscrições podem ser feitas pelo site http://www.sif.org.br. Informações: 31 3899-1185. O valor para professores e técnicos de órgãos públicos é R$ 120. Estudantes de graduação e pós em ciências agrárias pagam R$ 70.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/emater-mg-participa-em-vicosa-do-forum-brasil-sobre-agrossilvicultura/

Gestão da Saúde: Hemominas realiza coleta de sangue na UFMG

Fundação Hemominas realiza coleta de sangue nos dias 27 e 29 de março, na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Nesta terça-feira (27), a ação será na Faculdade de Farmácia, no campus da UFMG no bairro Pampulha. Na quinta-feira (29), será na Faculdade de Direito, também da Universidade, localizada na avenida João Pinheiro, 100, 10º andar, no prédio da Pós-graduação, de 8h30 às 11h30. A expectativa é atender cerca de 50 candidatos à doação de sangue em cada coleta.

Segundo a Portaria 1.353/2011 do Ministério da Saúde, podem doar sangue cidadãos com boa saúde, idade entre 18 e 67 anos. Os candidatos devem pesar acima de 50 quilos, não ter ingerido bebida alcoólica nas últimas 12 horas, não ter tido hepatite após os 11 anos de idade, e que não tenham doença de Chagas.  Jovens com 16 e 17 anos, somente poderão se candidatar à doação de sangue com a presença dos responsáveis legais ou autorização dos responsáveis com firma reconhecida em cartório, cujo modelo de autorização está disponível no site www.hemominas.mg.gov.br.

A idade máxima para a primeira doação de sangue é 60 anos. Os candidatos, que já tiverem doado pelo menos uma vez antes dos 60 anos, poderão doar até a idade de 67 anos. Para mais informações sobre os critérios para doação de sangue acessar http://www.hemominas.mg.gov.br/hemominas/menu/cidadao/doacao/condicoes_doacao ou ligar para o 155.

Para os jovens, principalmente, o hotsite www.projetonaveia.com.br promove interatividade e participação também na divulgação da doação. Acesse e conheça o Projeto na Veia.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/hemominas-realiza-coleta-de-sangue-na-ufmg/

Governo de Minas: riqueza, tecnologia e emprego no Sertão de Minas

Série de reportagens mostra desenvolvimento da região Norte. A construção de grandes indústrias, o crescimento do comércio, e a geração de empregos.

Gestão da Saúde: força tarefa no combate à dengue realiza ações em Vespasiano

O evento aconteceu no bairro Morro Alto

Alessandra Maximiano/SES-MG
Pneus, garrafas pet e latinhas foram trocados por cadernos, lápis e borrachas
Pneus, garrafas pet e latinhas foram trocados por cadernos, lápis e borrachas

A Força Tarefa de Combate à Dengue, da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG), chegou a Vespasiano nesse fim de semana e realizou diversas ações junto à população para combater o mosquito. A cidade recebeu o Dengômetro e o Dengue Móvel, veículo que realiza a troca de objetos que podem acumular água por material escolar. O evento aconteceu no bairro Morro Alto.

Desde o dia 12 de março, foram recolhidos 600 pneus, 15 mil garrafas pet e 11 mil latinhas que foram trocados por cadernos, lápis e borrachas evitando assim que estes materiais sejam criadouros do mosquito.

A estudante Gabriela Ramos, 12 anos, entregou uma sacola cheia de garrafas pet e latas. A menina, que realizou com a ajuda da mãe uma limpeza no quintal de casa, também ganhou o almanaque Edi & Gita que ensina a combater a dengue brincando. “Quando soube do caminhão da dengue eu e minha mãe recolhemos todos estes objetos que podem acumular água e trouxemos. Não queremos o mosquito da dengue na nossa casa”, afirmou.

A ação também contou com a colaboração de diversos parceiros, como a Prefeitura Municipal de Vespasiano, Copasa e da recicladora Aspav que recebeu todo o material recolhido para reciclagem.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/forca-tarefa-no-combate-a-dengue-realiza-acoes-em-vespasiano/

Gestão Antonio Anastasia: Comércio no Norte de Minas cresce acima da média nacional

Com moeda própria e estratégias comuns, Varejo da região vê alta inédita na geração de empregos.

Governo de Minas: Projeto Sala de Espera da Secretaria de Estado de Saúde ganha novos parceiros

Por meio da cooperação firmada entre as instituições, o Canal Minas Saúde vai disponibilizar os programas de cunho educacional voltados à promoção da saúde

Henrique Chendes
Para Antonio Jorge de Souza Marques o Sala de Espera é instrumento de mudança cultural
Para Antonio Jorge de Souza Marques o Sala de Espera é instrumento de mudança cultural

Com o objetivo de ampliar a divulgação dos programas voltados à promoção da saúde veiculados pelo Canal Minas Saúde através do Projeto Sala de Espera, o secretário de Estado de Saúde de Minas Gerais, Antônio Jorge de Souza Marques, assinou, nesta segunda-feira (26), um termo de cooperação técnica com a Secretaria de Estado de Esportes e da Juventude (Seej), a Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig), a Fundação Ezequiel Dias (Funed), a Associação Mineira de Municípios (AMM) e com a Federação das Santas Casas e Hospitais Filantrópicos de Minas Gerais (Federassantas).

Por meio da cooperação firmada entre as instituições, o Canal Minas Saúde vai disponibilizar os programas de cunho educacional voltados à promoção da saúde. A ideia é proporcionar a melhoria na prestação dos serviços de saúde, tendo em vista a melhor formação de seus profissionais e maior conscientização da sociedade. Além disso, o canal visa promover um intercâmbio científico em tecnologia educativa que permita fortalecer o sistema de informação dos recursos humanos no campo da saúde.

Para o secretário Antônio Jorge, o Sala de Espera, mais que uma ferramenta estratégica, é um instrumento de mudança cultural. “O projeto tem se firmado como fonte de informação salutar. Doenças facilmente controladas e preveníveis, como tabagismo, obesidade e doenças cardiovasculares ligadas à hipertensão, são causa de mortes prematuras em Minas Gerais. O primeiro passo para se mudar os comportamentos que geram esses problemas é a informação. O segundo é fazer com que a informação leve à mudança de comportamento. Essa iniciativa precisa ganhar adeptos e a cooperação dessas instituições contribui bastante pra isso”, afirma.

O vice-presidente da Federassantas, Francisco de Assis Figueiredo, considera a parceria com a Secretaria de Estado de Saúde (SES) uma forma de agregar conhecimento. “Estamos avançando na gestão da saúde. Atualmente, mais de 50% dos atendimentos das Santas Casas é em pacientes do SUS e com esse novo projeto pretendemos levar informações e, consequentemente, mais saúde aos 19 milhões de mineiros que passam pelas nossas unidades”, diz.

Opinião compartilhada pelo subsecretário de Juventude, Gabriel Azevedo, que cita o Programa Aliança pela Vida como uma parceria que já dá certo entre a Seej e a SES. “Minas possui 5,8 milhões de jovens, e com o Aliança pela Vida o governo dá um passo a frente. Tratar assuntos como prevenção à saúde e combate ao uso de drogas como políticas públicas é uma estratégia eficaz de garantir à juventude um futuro promissor”, comenta.

Sala de Espera

Desenvolvido pelo Canal Minas Saúde, o Projeto Sala de Espera foi criado com o objetivo de levar aos usuários do SUS informações sobre promoção, prevenção e recuperação da saúde. Através do projeto é possível instruir e distrair a população que frequenta as unidades básicas de saúde com programas audiovisuais de curta duração que abordam, de forma simples e direta, os assuntos relacionados à saúde, como automedicação e doenças sexualmente transmissíveis, além de vícios como o tabagismo.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/projeto-sala-de-espera-da-secretaria-de-estado-de-saude-ganha-novos-parceiros/