• Agenda

    março 2012
    S T Q Q S S D
    « fev   abr »
     1234
    567891011
    12131415161718
    19202122232425
    262728293031  
  • Categorias

  • Mais Acessados

  • Arquivo

  • Minas em Pauta no Twitter

    Erro: Assegure-se de que a conta Twitter é pública.

  • Anúncios

Governo de Minas: Município de Lambari antecipa comemorações do Dia Mundial da Água

Atividades buscam envolver os moradores, principalmente os da área rural, nas questões ambientais

Na região de Lambari, no Sul de Minas, as celebrações do Dia Mundial da Água – 22 de março – já tiveram início. Moradores do município, especialmente das áreas rurais, são alvo de inúmeras atividades propostas pela gerência do Parque Estadual de Nova Baden, unidade de conservação localizada no município.

As atividades do evento Lambari no Movimento das Águas buscam envolver os moradores do município nas questões ambientais, especialmente as relacionadas à conservação dos recursos hídricos. “O trabalho ressalta a importância da preservação da água e da biodiversidade, demonstra a importância das unidades de conservação, além de ser uma oportunidade de comemorar os 50 anos do Instituto Estadual de Florestas (IEF)”, afirma a gerente do Parque Estadual de Nova Baden, Belmira Evânia Marques de Santana.

As atividades tiveram início em 8 de março, quando integrantes da equipe do parque visitaram moradores do entorno da unidade de conservação nos municípios de Lambari, Campanha e Cambuquira. “A intenção das visitas foi identificar os pontos vulneráveis a incêndios florestais no entorno do parque para orientar os moradores sobre a prática da queima controlada”, explica Evânia Santana.

Dia de Campo

Nesta quinta-feira (15), foi realizado um Dia de Campo no Salão de Festas da Igreja Matriz Paróquia N. S. da Saúde, em Lambari. Na atividade, técnicos do Sistema Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Sisema) estiveram à disposição da população para informações sobre assuntos, como prevenção e combate a incêndios florestais, efeitos do fogo na biodiversidade, uso alternativo do solo, regularização ambiental, dentre outros.

Evânia Santana destaca como um dos pontos altos do evento a mesa redonda que será realizada no dia 22 de março. “A atividade terá como tema a conservação das águas e reunirá estudantes, empresários, autoridades municipais conselheiros do Parque Estadual de Nova Baden e integrantes do Conselho Municipal de Defesa do Meio Ambiente”, avalia.

A programação do evento Lambari no Movimento das Águas prosseguirá durante todo o mês de março, com plantios de árvores, caminhadas ecológicas, palestras e debates, caravanas ambientais e eventos religiosos, contando com diversos parceiros de Lambari e região. Conheça abaixo a programação completa.

Lambari no Movimento das Águas

Programação:

Dia de Campo

Data: 15 de março

Horário: 13h30 às 17h

Local: Salão de Festas da Igreja Matriz Paróquia N. S. da Saúde (Lambari)

Caminhada e ciclismo

Data: 18 de março

Horário: 09h às 11h

Local: Lago Guanabara

Atividades religiosas

Data: 17 a 25 de março

Local: Igreja Matriz Paróquia N. S. da Saúde, Centros Evangélicos e Espíritas e demais religiões.

Grupo de Oração Paróquia N. S. da Saúde

Data: 21 de março

Horário: 20h às 21h

Local: Parque das Águas de Lambari (Fontes Minerais) – Benção das águas

Palestra “A árvore certa no lugar certo”

Data: 19 a 23 de março

Local: Escolas de Lambari

Plantio de árvores

Data: 22 de março

Horário: 08h às 09h

Local: Rua Francisco de Castro Filho, nº 25, Centro – Lambari

Caravana Ambiental

Data: 19 a 23 de março

Dia 19

Manhã: E. M. Joaquim Nabuco, bairro São Bartolomeu.

Noite: E. M. Dr. João Bráulio, Centro.

Dia 20

Manhã: E. M. Dr. João Bráulio, Centro.

Tarde: E. M. Dr. João Bráulio, Centro.

Fonte: Agência Minas

Anúncios

Gestão Anastasia: Procurador de Justiça Rômulo Ferraz será o novo secretário de Defesa Social de Minas

Desde março de 2001, Rômulo Ferraz é procurador de Justiça do Estado

Marcelo Speziali
O procurador de Justiça, Rômulo de Carvalho Ferraz, toma posse como secretário de Estado de Defesa Social na próxima segunda-feira
O procurador de Justiça, Rômulo de Carvalho Ferraz, toma posse como secretário de Estado de Defesa Social na próxima segunda-feira

O governador Antonio Anastasia solicitou ao secretário de Defesa Social, deputado Lafayette Andrada, que retorne à Assembleia Legislativa de Minas Gerais, onde exercerá liderança. Para assumir o cargo de secretário de Estado de Defesa Social, o governador Anastasia convidou o procurador de Justiça Rômulo de Carvalho Ferraz.

Rômulo Ferraz tem 51 anos e é natural de Belo Horizonte. Graduado em Direito pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj), foi promotor de Justiça nas comarcas de Mesquita, Congonhas, Contagem e Belo Horizonte

Desde março de 2001 ele é procurador de Justiça do Estado, tendo atuado nas áreas de Defesa do Patrimônio Público, Combate à Sonegação Fiscal e de Defesa dos Portadores de Necessidades Especiais. Foi também promotor Eleitoral em Belo Horizonte.

Rômulo Ferraz integrou o Conselho Superior e a Câmara de Procuradores de Justiça do Ministério Público de Minas Gerais, além de ter sido secretário do Conselho Nacional dos Procuradores-Gerais de Justiça. No biênio 2010/2011, ocupou a presidência da Associação Mineira do Ministério Público.

A posse do novo secretário de Defesa Social, Rômulo Ferraz, será na próxima segunda-feira (19), às 15h.

Fonte: Agência Minas

Gestão Anastasia: governo de Minas cria calendário para agilizar a formatação dos consórcios de resíduos sólidos

Reuniões têm o objetivo de apoiar consórcios que apresentam pendências, orientando sobre diretrizes para sua estruturação

Rafael Rebuiti
Secretário Bilac Pinto mostra vantagens dos consórcios públicos durante evento em Montes Claros
Secretário Bilac Pinto mostra vantagens dos consórcios públicos durante evento em Montes Claros

O Governo de Minas, por meio da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Regional e Política Urbana (Sedru), lançou nesta quinta-feira (15), em Montes Claros, o calendário de reuniões de trabalho com os consórcios intermunicipais de gestão de resíduos sólidos contemplados, em 2011, com recurso de R$ 7 milhões do PAC Resíduos Sólidos, para a elaboração de projetos de empreendimentos de destinação final de resíduos sólidos. O objetivo dos encontros, realizados pela Sedru em parceria com a Fundação Estadual de Meio Ambiente (Feam), é prestar apoio técnico aos consórcios que apresentam pendências, orientando sobre as diretrizes para a sua formatação, uma vez que apenas os consórcios estruturados poderão fazer uso do dinheiro recebido pela União.

O evento, que aconteceu na sede da Associação dos Municípios da Área Mineira da Sudene (Amams), discutiu o Consórcio Intermunicipal de Resíduos Sólidos da região de Montes Claros composto por 35 municípios. A abertura do evento foi realizada pelo secretário de Estado de Desenvolvimento Regional e Política Urbana, Bilac Pinto, que falou sobre as ações do Governo de Minas na área de consórcios de resíduos.

“Estamos intensificando a mobilização dos municípios em relação a importância de se consorciarem para resolver os problemas de destinação de resíduos. Desta forma, elaboramos um cronograma de visitas para percorrer as regiões do Estado que já tiveram recursos priorizados pela União. O objetivo é consolidar a estruturação destes consórcios com o intuito de agilizar a elaboração dos projetos para que, em seguida, os municípios possam pleitear mais recurso para a execução das obras necessárias”, explicou o secretário Bilac Pinto.

Além da região de Montes Claros, receberá a visita dos técnicos da Sedru e da Feam outros 13 agrupamentos de municípios que fazem parte da Bacia do Rio São Francisco, da Região Metropolitana de Belo Horizonte, do Sul de Minas, do Vale do Mucuri e do Triângulo Mineiro. Somados os consórcios vão atender 163 municípios.

No primeiro momento, o cronograma elaborado pela Sedru vai auxiliar o desenvolvimento de oito consórcios da Bacia do São Francisco selecionados pelo Ministério das Cidades e do Meio Ambiente, no PAC Resíduos Sólidos. Para a região, foram priorizados R$ 3 milhões para a elaboração de 166 projetos de empreendimentos de destinação final de resíduos.

Com o recurso, serão realizados projetos de engenharia e estudos ambientais regionalizados para construção de aterro sanitário, aterro de resíduos da construção civil, unidade de triagem, galpão de triagem, estação de transbordo de resíduos domiciliar e ponto de entrega voluntária de recicláveis.

Para o presidente da Amams e prefeito de Patis, Valmir Morais de Sá, os prefeitos têm de abraçar este projeto e mostrar a sua comunidade que este problema pode se transformar em solução, utilizando o lixo de maneira adequada e contribuindo com o meio ambiente. “Não podemos jogar o lixo para debaixo do tapete. Precisamos buscar a integração para ajudar a solucionar o problema dos lixões e, agindo desta maneira, contribuiremos com a qualidade de vida da nossa população e garantiremos a sobrevivência do nosso planeta”, destacou.

Consórcio de Resíduos

O Consórcio Intermunicipal é um instrumento para o desenvolvimento regional, que tem o objetivo a união de dois ou mais entes da federação para a realização de atividades de interesse comum, neste caso a destinação final de resíduos sólidos. O papel da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Regional e Política Urbana é o de auxiliar a formação dos consórcios, dando apoio técnico e institucional, atuar no processo de estruturação jurídica e apoiar a captação de recursos.

De acordo com Bilac Pinto, os prefeitos mineiros estão se conscientizando que a solução mais viável para resolver o problema dos resíduos sãos os consórcios. “A cada ano que passa, vem aumentando o interesse dos prefeitos em se unirem para solucionar a falta de locais adequados para depositar o lixo. Eles estão criando a consciência de que com os consórcios as despesas com a construção e a manutenção de um aterro sanitário, por exemplo, será bem menor, além de aumentar a possibilidade de conseguir recursos do governo estadual e federal” explica.

Entre 2007 e dezembro de 2011, 50 consórcios receberam auxílio do governo mineiro para se estruturarem, beneficiando 469 cidades. Atualmente, 11 consórcios já estão formatados, com CNPJ e sede própria, e cinco estão em funcionamento.

Minas sem lixões

A meta do Governo do Estado é acabar com os lixões do Estado até 2014, de acordo com a Política Nacional de Resíduos Sólidos. Segundo dados da Feam, a população urbana atendida por disposição adequada de resíduos sólidos urbanos que em 2003 era de 19% chegou em 2011 a 55%. Já foram erradicados 107 lixões do Estado. Cerca de 575 municípios mineiros não utilizam mais os lixões, número que representa 67% do Estado. Mais de 12 milhões de mineiros (74% da população de Minas) dispõe seu lixo em locais adequados. No Estado, 130 municípios mineiros já implantaram a coleta seletiva e a previsão para este ano é de que 28 mil toneladas de lixo sejam reciclados.

Fonte: Agência Minas

Gestão Anastasia: empresas de tecnologia, logística e radiodifusão anunciam investimentos em Minas Gerais

Protocolos de intenção visam assegurar expansão do desenvolvimento e do mercado de trabalho no Estadoa

Felipe Barroca/Sede
Eriez Minerais: Reginaldo Sérgio Liberato, João Vitor Garcia e Ismael Villas Boas
Eriez Minerais: Reginaldo Sérgio Liberato, João Vitor Garcia e Ismael Villas Boas

O Governo de Minas, através do Instituto de Desenvolvimento Integrado de Minas Gerais (Indi), órgão vinculado à Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sede), assinou, nesta quinta-feira (15), protocolo de intenções com o presidente do Sistema Integrado Martins (mais conhecido como Grupo Martins) – Martins Comércio e Serviços de Distribuição S.A. –, Alair Martins do Nascimento.

Com investimento de R$ 1,8 milhão, o Grupo Martins, com sede em Uberlândia, no Triângulo Mineiro, mas com atuação no segmento atacadista em todo o Brasil, decidiu oferecer mais um serviço aos fornecedores. O novo empreendimento diversifica as operações e cria a armazenagem terceirizada.

Para a nova opção de serviço está sendo criada a SIM Armazéns Gerais Ltda, que tem as metas de reduzir os custos na cadeia de distribuição e maximizar as vendas. A nova empresa irá prestar serviços de armazéns gerais, com foco, principalmente, em indústrias estabelecidas em outras unidades federativas que mantêm operações comerciais com empresas atacadistas distribuidoras sediadas no Estado de Minas Gerais. O Grupo Martins atende a cerca de 700 fornecedores, incluindo grandes indústrias.

O grupo empresarial, com experiência de 59 anos no segmento atacadista/distribuidor, tem mais de 4 mil representantes comerciais que atendem a cerca de 300 mil clientes em todo o Brasil. Com a SIM Armazéns serão criados 60 empregos diretos e 75 indiretos.

A SIM Armazéns Gerais Ltda pertence ao Sistema Integrado Martins, que tem ainda as empresas Martins Comércio e Serviços de Distribuição S.A; Banco Triângulo S.A; Martins Integração Logística Ltda; Instituto Alair Martins; Tribanco Corretora de Seguros S.A, Tricard Administradora de Cartões Ltda., E-Facil (site de compras), dentre outras empresas.

Tecnologia

Já a Eriez Minerals Group Flotação Brasil Ltda, empresa americana de tecnologia, acaba de assinar protocolo de intenções com o Governo de Minas para ampliar sua unidade de negócios em Belo Horizonte. Com investimento de R$ 110 milhões, a Eriez quer ampliar o atendimento ao setor de mineração. Serão gerados 12 empregos diretos e 120 indiretos.

O escritório mineiro, que representa o Grupo Eriez na América Latina, é destinado à produção e comercialização de colunas de flotação, células mecânicas, equipamentos para laboratório, borbulhadores e feed air jet. A Eriez é uma empresa de tecnologia da cadeia do aço que fabrica equipamentos para o setor de mineração. O carro-chefe da empresa no Brasil é a fabricação, por encomenda, de células ou colunas de flotação e equipamentos com tecnologia para separação de minérios.

Até o final de 2011, a empresa já havia fornecido 220 colunas de flotação no Brasil. Os maiores clientes da Eriez no Brasil são Vale, Samarco e CBMM. Por se tratar de uma empresa detentora de tecnologia, a Eriez não possui parque fabril, atuando por meio da contratação de fabricantes mineiros e utilizando os canteiros de obra para montagem de seus equipamentos. A empresa opera 100% sob o sistema de encomenda.

Radiodifusão

 

Também assinou protocolo de intenções com o Governo de Minas a Auad Correa Equipamentos Eletrônicos Ltda – Teletronix. A empresa, que pretende crescer 10% ao ano, desenvolve e produz em Santa Rita do Sapucaí, no Sul de Minas, equipamentos eletrônicos em radiodifusão para emissoras de rádio, como aparelhos transmissores e receptores, osciloscópios, aparelhos de recepção, conversão e transmissão ou regeneração de voz, imagens ou outros dados. É a única fabricante de transmissor AM em Minas Gerais.

A Teletronix, que já construiu uma nova sede com recursos próprios, investirá mais R$ 350 mil na expansão da sua unidade industrial e modernização da tecnologia em aparelhos de transmissão. Serão gerados 11 empregos diretos e 15 empregos indiretos. A previsão é atingir a capacidade de produção de 327 aparelhos transmissores, 214 aparelhos receptores, 91 analisadores de modulação, 200 processadores de áudio, 29 áudio consoles, 501 chaves híbridas eletrônicas por ano a partir do final de 2014.

O diretor da Teletronix, Rogério de Souza Correa, informou que a empresa está se preparando também para as mudanças que o setor deverá sofrer com a implantação da rádio digital no Brasil. “Estamos modernizando nossas instalações para ampliar a produção, mas acompanhando e aguardando as orientações do governo brasileiro, que ainda este ano deverá decidir qual o padrão – europeu ou americano – será adotado no país, a exemplo do que aconteceu com o sinal digital para a televisão”, informou.

Rogério de Souza Correa acrescentou ainda que o setor defende o desenvolvimento de um padrão de rádio brasileiro criado pelo próprio país, com a cooperação entre universidades, empresas, pesquisadores e os centros de excelência.

Fonte: Agência Minas

Gestão Anastasia: Agricultura familiar de Minas define pauta para encontro nacional

Entre os temas, estão o fortalecimento da assistência técnica e a atenção à mulher e ao jovem

Divulgação/Seapa MG
No evento, foram debatidas questões relacionadas à assistência técnica e extensão rural e ao desenvolvimento sustentável da agricultura familiar
No evento, foram debatidas questões relacionadas à assistência técnica e extensão rural e ao desenvolvimento sustentável da agricultura familiar

Cerca de 60 propostas para o fortalecimento dos serviços de assistência técnica e extensão rural aos agricultores familiares de Minas Gerais serão apresentadas na conferência nacional sobre o tema, que será realizada em Brasília, no período de 23 a 26 de abril. Os documentos foram aprovados, nesta quinta-feira (15), pelos representantes do segmento reunidos, em Belo Horizonte, durante a conferência mineira para discutir o assunto, em uma iniciativa da Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Minas Gerais (Seapa) e Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA).

Nos três dias de realização do encontro, foram debatidas questões relacionadas à assistência técnica e extensão rural e ao desenvolvimento sustentável da agricultura familiar. O tema interessa, principalmente, a um contingente de cerca de 720 mil agricultores localizados em 440 mil estabelecimentos no Estado, segundo dados da Seapa.

De acordo com o subsecretário de Estado de Agricultura Familiar, Edmar Gadelha, o evento atingiu o objetivo de buscar sugestões que possam contribuir para o aprimoramento da política estadual e nacional de assistência técnica e extensão rural. Um dos destaques é a proposta de criação de programas permanentes de educação não formal dirigidos aos integrantes da agricultura familiar. “A educação é de fundamental importância para a consolidação de práticas sustentáveis”, enfatiza o subsecretário.

Gadelha acrescenta que outra proposta de consenso para apresentação na conferência nacional se refere à revisão do sistema de financiamento do programa de assistência técnica e extensão rural. Atualmente, os recursos disponibilizados por ano pelo governo do Estado, prefeituras e governo federal, são, respectivamente, da ordem de R$ 220 milhões, R$ 80 milhões e R$ 20 milhões. De acordo com os participantes da conferência estadual, é necessária uma participação maior da União.

Além disso, a conferência estadual aprovou a apresentação de diversas propostas com o foco exclusivo no desenvolvimento da assistência à mulher e aos jovens da agricultura familiar. “Principalmente para que as mulheres possam ter mais autonomia na atividade, e, nesse contexto, que seja reconhecida, por exemplo, a sua condição para assumir por conta própria compromissos junto às instituições de crédito para o desenvolvimento de projetos de agricultura familiar. Um reforço a essa proposta é que sejam consideradas de agricultura familiar todas as atividades realizadas no estabelecimento, muitas sob a iniciativa das mulheres”, explica Gadelha.

O subecretário de Agricultura Familiar ainda observa que grande parte das propostas aprovadas na conferência estadual inclui a necessidade de uma atenção especial ao fortalecimento da agroecologia na agricultura familiar de Minas Gerais.

Fonte: Agência Minas

Gestão Anastasia: Secretaria de Defesa Social e Ministério da Justiça estabelecem acordo de cooperação

Acordo fortalecerá ações policiais de combate ao tráfico e o tratamento de dependentes químicos

Bernardo Carneiro
Reunião de representantes do governo federal com o secretário-adjunto e o subsecretário de Políticas sobre Drogas
Reunião de representantes do governo federal com o secretário-adjunto e o subsecretário de Políticas sobre Drogas

O Plano de Enfrentamento ao Tráfico em Minas Gerais receberá no segundo semestre deste ano verbas federais, que serão destinadas ao tratamento de dependentes químicos e ações policiais de combate ao tráfico. As verbas necessárias serão recebidas a partir de um leilão de bens apreendidos da produção ou comercialização de drogas ilícitas em Minas Gerais, após decisão judicial ou administrativa tomada em caráter definitivo.

Representantes da Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas (Senad) estiveram reunidos nesta quarta-feira (14), na Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds), com o secretário-adjunto Robson Lucas e o subsecretário de Políticas sobre Drogas, Cloves Benevides, para a definição de detalhes do leilão. “Graças a recentes alterações legais, é possível resolver o velho problema do sucateamento dos bens do tráfico, com a agilidade dos processos, carros e outros bens não perdem seus valores, e é possível disponibilizá-los a preços rentáveis”, destaca Robson Lucas. “Podemos mostrar para os juízes que temos estrutura e uma destinação correta para as verbas arrecadadas”, concluiu.

Este será o 4º leilão realizado no país com o objetivo de direcionar bens do Fundo Nacional Antidrogas (Funad) para órgãos de repressão, programas de tratamento de dependentes e campanhas de prevenção. O diretor de Contencioso e Gestão do Funad, Marco Aurélio Martins de Araújo, explica que, além da verba obtida na venda dos bens, as instituições também podem solicitar carros ou imóveis, antes de serem leiloados. “Ainda é cedo para anunciar o valor e a quantidade de bens móveis e imóveis que entrarão no leilão, pois vários ainda estão em processo de análise”, afirmou.

O subsecretário de Políticas sobre Drogas, Cloves Benevides, acredita que o leilão “será um dos maiores eventos para o direcionamento de verbas voltadas ao tratamento e prevenção” em Minas.

Fonte: Agência Minas

Governo de Minas: cerimônia promoverá encontro entre gestores culturais do Rio Doce e Zona da Mata

Governo de Minas promove descentralização das políticas públicas para a área de Cultura

O Governo de Minas lança, no próximo dia 22 de março, o quarto Núcleo de Interiorização da Secretaria de Estado de Cultura (SEC), avançando em seu trabalho de descentralização e regionalização das políticas públicas para a área de Cultura. O lançamento ocorrerá no município de Governador Valadares, na região do Vale do Rio Doce. O Núcleo de Interiorização funcionará como uma representação física da secretaria, atendendo às demandas de artistas, produtores culturais e gestores públicos das macrorregiões do Vale do Rio Doce e da Zona da Mata, num total de 244 municípios.

Até o momento, foram lançados três núcleos de interiorização em Minas: no município de Araçuaí, com atuação nas macrorregiões dos Vales do Jequitinhonha e do Mucuri e o Norte de Minas; em São João del-Rei, que atende às macrorregiões Central e Noroeste do Estado; e em Pouso Alegre, com atuação nas macrorregiões Sul e Centro-Oeste de Minas. Em abril, será lançado o Núcleo de Interiorização em Uberlândia, que atenderá as regiões do Triângulo Mineiro e do Alto Paranaíba.

A secretária de Estado de Cultura, Eliane Parreiras, explica que a missão dos núcleos de interiorização é aumentar e qualificar o diálogo da secretaria com os municípios do interior do Estado, levantando as demandas específicas de cada macrorregião e promovendo a gestão compartilhada das políticas culturais de Minas Gerais.

“Os núcleos de interiorização estão sendo implantados com base em uma metodologia sustentável, que tem como princípio a interlocução contínua e sistemática com prefeitos, secretários de Cultura, gestores culturais, artistas, empresas privadas e demais representantes da sociedade civil”, explica Eliane Parreiras.

Entre as funções do Núcleo de Interiorização está o mapeamento de manifestações culturais, espaços e eventos culturais; a prestação de apoio técnico a gestores de cultura, além da implementação da rede de serviços da SEC nas localidades. Os núcleos serão responsáveis também por oferecer informações sobre os serviços do Sistema Estadual de Cultura; estimular parcerias; divulgar e apoiar as ações realizadas pela secretaria e parceiros.

Atividades

O lançamento do Núcleo de Interiorização de Governador Valadares terá início com a realização do I Encontro de Secretários Municipais de Cultura e Gestores Culturais das macrorregiões do Vale do Rio Doce e da Zona da Mata, onde serão definidas as prioridades dos gestores culturais públicos e privados. Em seguida, será criado um plano de orientação para a seleção das prioridades e elaboração de um cronograma de trabalho. Todo o processo será acompanhado pela equipe da Superintendência de Interiorização da SEC que, ao final, apresentará uma análise de resultados aos municípios.

Posteriormente ao lançamento, serão realizados encontros de Secretários Municipais de Cultura e Gestores Culturais em cada região. O evento terá a finalidade de qualificar os gestores e entidades culturais públicas e privadas com informações sobre fomento, investimento cultural e relações com o mercado.

O encontro terá como objetivos: apresentar os serviços oferecidos pelo Sistema Estadual de Cultura, incentivar o intercâmbio cultural, ampliar a capilaridade no acesso às informações culturais e intensificar a rede de articuladores da cultura em Minas Gerais. As vagas são limitadas e as inscrições devem ser feitas por e-mail (interiorizacao@cultura.mg.gov.br) ou telefone (31- 3915-2688).

Serviço:

Evento: Lançamento do Núcleo de Interiorização de Governador Valadares

Local: Avenida Brasil, nº 4.000 – Centro – Governador Valadares

Data: dia 22 de março de 2012

Hora: 18h

Informações para a imprensa: Júnia Alvarenga, (31) 3915-2655 / 9619-7901 / 9179-1215 ou pelo e-mail interiorização@cultura.mg.gov.br

Fonte: Agência Minas