• Agenda

    março 2012
    S T Q Q S S D
    « fev   abr »
     1234
    567891011
    12131415161718
    19202122232425
    262728293031  
  • Categorias

  • Mais Acessados

    • Nenhum
  • Arquivo

  • Minas em Pauta no Twitter

    Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.

  • Anúncios

Gestão Anastasia: Minas é o melhor estado do Sudeste e o 4º do País no índice de desempenho do SUS

Indicador criado pelo Ministério da Saúde mede qualidade e acesso aos serviços públicos do setor
Ramon Jader/SES-MG
Em Guarani, os serviços de saúde apostam nas visitas domiciliares, principal estratégia do Saúde da Família
Em Guarani, os serviços de saúde apostam nas visitas domiciliares, principal estratégia do Saúde da Família

O sistema público de saúde de Minas Gerais ocupa lugar de destaque no Índice de Desempenho do SUS (IDSUS 2012), lançado nesta quinta-feira (1º), em Brasília, pelo Ministério da Saúde. Com índice de 5,87 – numa escala de zero a dez – Minas é o Estado melhor colocado do Sudeste e o 4º melhor entre as 27 unidades da Federação, atrás apenas de Santa Catarina, Paraná e Rio Grande do Sul. (Veja tabela abaixo)

O IDSUS 2012 avaliou os diferentes níveis de atenção à saúde (básica, especializada ambulatorial e hospitalar e de urgência e emergência), verificando como está a infraestrutura de saúde para atender as pessoas em todos os estados e se os serviços ofertados têm capacidade de dar as melhores respostas aos problemas de saúde da população.

“Recebemos esse resultado como um estímulo, pois ele demonstra que estamos no caminho certo,  graças ao pioneirismo de algumas ações desenvolvidas pelo Governo de Minas nos últimos anos nessa área, sobretudo o processo de regionalização e de interiorização dos serviços públicos de saúde”, afirma o Secretário de Estado de Saúde de Minas Gerais”, Antônio Jorge de Souza Marques.

Choque de gestão na Saúde

Nos últimos anos, o sistema público de saúde de Minas Gerais tornou-se uma referência no país. Destacam-se os programas estruturadores que, com ações coordenadas e planejadas, que sempre levam em conta as especificidades de cada região do Estado. Alguns exemplos são o Programa Saúde em Casa, o Viva Vida, o Sistema Estadual de Transporte Sanitário, o Hiperdia, o Farmácia de Minas, o Mais Vida e o Programa de Fortalecimento e Melhoria da Qualidade dos Hospitais (Pro-Hosp).

De acordo com o Secretário Antônio Jorge, o Choque de Gestão em seus vários componentes e todo o trabalho desenvolvido pela Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG), garantem uma gestão bastante arrojada e inovadora.

O secretário destaca também a implantação simultânea de diversas redes de atenção à saúde que levam promoção e prevenção à saúde, como na urgência e emergência, no materno-infantil, na atenção ao idoso e no tratamento de hipertensão e diabetes.

“Todas as ações já implantadas – acrescidas, neste momento, da nossa grande prioridade, que é a otimização da rede de Saúde Mental e de álcool e drogas – só poderiam impactar favoravelmente no acesso à saúde de qualidade para o povo mineiro”, conclui o Secretário.

Como foi feita a avaliação

Com pontuação que varia de zero a 10, o IDSUS 2012 avalia informações de acesso, que mostram como está a oferta de ações e serviços de saúde, e de efetividade, que medem o desempenho do sistema, ou seja, o grau com que os serviços e ações de saúde estão atingindo os resultados esperados. São cruzados dados de 24 indicadores, sendo 14 que avaliam o acesso e outros 10 para medir a efetividade dos serviços.

No quesito acesso, é avaliada a capacidade do sistema de saúde em garantir o cuidado necessário à população em tempo oportuno e com recursos adequados, como exemplos a cobertura estimada de equipes de saúde e a realização de exames preventivos de cânceres de mama, em mulheres entre 50 e 69 anos, e de colo do útero, na faixa de 25 a 59 anos, bem como internação para tratamentos clínicos e para cirurgias de média e alta complexidade.

Já na avaliação de efetividade, ou seja, se o serviço foi prestado adequadamente, encontram-se itens como a cura de casos novos de tuberculose e hanseníase, a proporção de partos normais, o número de óbitos em menores de 15 anos que foram internados em Unidades de Terapia Intensiva (UTI) e o número de óbitos durante internações por infarto agudo do miocárdio.

O IDSUS 2012 utilizou como fontes o Projeto Desenvolvimento de Metodologia de Avaliação do Desempenho do Sistema de Saúde Brasileiro (PRO-ADESS) – projeto da Associação Brasileira de Pós Graduação em Saúde Coletiva (Abrasco), coordenado pelo Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde (ICICT), da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).

Além disso, foi empregada uma série de métodos estatísticos como os utilizados nas avaliações e pesquisas realizadas pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) e IPEA (Instituto de Pesquisas Econômicas Aplicadas).

De acordo com o Ministério da Saúde, o levantamento de dados para divulgação do IDUS 2012 será realizado a cada três anos, servindo de base para que as administrações federal, estadual e municipal possam aprimorar as ações de saúde pública.

ÍNDICE DE DESEMPENHO DO

SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE – 2012

ESTADOS

IDSUS 2012

  1. Santa Catarina

6,29

  1. Paraná

6,23

  1. Rio Grande do Sul

5,90

  1. Minas Gerais

5,87

  1. Espírito Santo

5,79

  1. Tocantins

5,78

  1. São Paulo

5,77

  1. Mato Grosso do Sul

5,64

  1. Roraima

5,62

  1. Acre

5,44

  1. Alagoas

5,43

  1. Rio Grande do Norte

5,42

  1. Bahia

5,39

  1. Sergipe

5,36

  1. Piauí

5,34

  1. Pernambuco

5,29

  1. Goiás

5,26

  1. Maranhão

5,20

  1. Ceará

5,14

  1. Distrito Federal

5,09

  1. Mato Grosso

5,08

  1. Amapá

5,05

  1. Amazonas

5,03

  1. Paraíba

5,00

  1. Rio de Janeiro

4,58

  1. Rondônia

4,49

  1. Pará

4,17

Média Brasil

5,47

Fonte: Ministério da Saúde

Anúncios

Gestão Anastasia: Governador inicia agenda oficial na Itália para atrair novos negócios

Objetivo da viagem é atrair novos negócios e estreitar relações com as províncias italianas

O governador Antonio Anastasia embarca nesta sexta-feira (2) para a Itália, onde inicia agenda oficial nas regiões de Piemonte, Lazio e Campânia. A viagem tem o propósito de apresentar as potencialidades econômicas, tecnológicas e turísticas de Minas Gerais, de forma a atrair investimentos e fortalecer as relações entre o Governo de Minas e as províncias italianas. A agenda de trabalho do governador inclui reuniões com representantes do governo italiano, empresários e instituições acadêmicas. Os encontros irão acontecer nas cidades de Turim, Roma, Nápoles e Salerno, entre os dias 5 e 9 de março.

Acompanham o governador os secretários de Estado Dorothéa Werneck (Desenvolvimento Econômico), Agostinho Patrus Filho (Turismo), Bráulio Braz (Esportes e da Juventude) e Gil Pereira (Desenvolvimento dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri e do Norte de Minas), além de delegação de empresários mineiros, organizada pela Câmara de Comércio Italiana de Minas Gerais e pela Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg).

Investimentos para Minas

No primeiro dia de encontros oficiais, próxima segunda-feira (5), em Turim, Antonio Anastasia e o presidente da Fiat Mundial, Sergio Machionne, assinam protocolo de intenções formalizando o acordo de parceria entre o Governo de Minas e a Case New Holland (CNH), garantindo a implantação de nova unidade da fábrica de máquinas de construção em Montes Claros, no Norte de Minas Gerais.

Serão investidos R$ 600 milhões, entre 2012 e 2014, quando a fábrica deverá entrar em operação. O governador anunciou a instalação da fábrica durante visita a Montes Claros, no dia 29 de fevereiro. A unidade vai gerar cerca de 2,7 mil empregos, sendo 700 diretos e dois mil indiretos.

Fortalecimento das parcerias

O governador também se reunirá com membros do governo da região de Piemonte para assinar Acordo de Cooperação Técnica, renovando por mais cinco anos a agenda de trabalho entre Minas Gerais e a Região. O acordo visa promover o desenvolvimento econômico, ambiental, científico, tecnológico, cultural e social de ambas as regiões.

O Governo de Minas e a Região de Piemonte já mantêm, há alguns anos, estreita relação em diversos setores. Um deles é a parceria com o Instituto Politécnico de Turim, por meio da realização do Programa Jovens Mineiros Cidadãos do Mundo, projeto de capacitação em áreas estratégicas, que contribui com o desenvolvimento do capital humano e aumenta a capacidade competitiva do Estado e da sociedade. É viabilizado por meio de intercâmbio de alunos de diversas graduações, que compartilham aprendizado e experiências e participam de treinamentos intensivos em universidades, centros de pesquisas ou órgãos governamentais.

O governador se reunirá com o reitor do Instituto, Marco Gilli, para discutir os resultados das cinco edições realizadas em parceria com o Instituto e a realização de uma próxima edição com a entidade de ensino italiana.

Fonte: Agência Minas

Governo de Minas: Vice-governador empossa delegatários de serviços notariais e de registro de cartórios

Desde 2011, foram nomeados titulares para 669 cartórios do Estado, aprovados em concurso realizado pelo Tribunal de Justiça de Minas Gerais

Rodrigo Clemente
Roberto Dias de Andrade, Rosângela Reis, Alberto Pinto Coelho, secretária Maria Coeli Simões Pires e Paulo Risso
Roberto Dias de Andrade, Rosângela Reis, Alberto Pinto Coelho, secretária Maria Coeli Simões Pires e Paulo Risso

O vice-governador Alberto Pinto Coelho empossou, nesta quinta-feira (1), os novos delegatários de serviços notariais e de registro de cartórios mineiros, aprovados em concurso público, em cerimônia realizada no auditório JK, na Cidade Administrativa.

Em pronunciamento durante a solenidade, o vice-governador ressaltou que a posse dos novos titulares de cartório concretiza, em Minas Gerais, a consagração dos ditames da Constituição Federal, promulgada em 1988. Em seu artigo 236, a Constituição determina que os serviços notariais e de registro serão exercidos em caráter privado, por delegação do Poder Público e o ingresso na atividade notarial e de registro depende de concurso público de provas e títulos.

“Pela qualidade e rigor com que foram conduzidos esses concursos públicos, temos a absoluta convicção de que os senhores delegatários haverão de dar aos serviços notariais e registrais padrões de eficiência, rapidez e qualidade que inspiraram essa notável mudança constitucional”, afirmou Alberto Pinto Coelho.

A cerimônia de posse contou com a participação da secretária de Estado de Casa Civil e de Relações Institucionais, Maria Coeli Simões Pires. Para Luiz Américo Alves Aldana, aprovado em primeiro lugar no concurso público, Minas Gerais é “pioneira ao regular e atualizar o emanado constitucional na organização dos serviços públicos importantes para o desenvolvimento do país. Estou muito feliz. É a concretização de um sonho”, afirmou Luiz Américo.

Os 267 nomeados vão se somar aos outros 402 delegatários que tomaram posse no ano passado. Na cerimônia desta quinta-feira, 88 aprovados no concurso não compareceram. Eles têm até 19 de março para procurar a Superintendência de Serviços Notariais da Secretaria de Estado de Casa Civil e de Relações Institucionais com os seguintes documentos: diploma de bacharel em direito ou prova de ter exercido, por dez anos, função em serviços notariais ou de registros; comprovação de desligamento dos quadros da OAB; declaração de bens; comprovação de estar em dia com as obrigações eleitorais e de quitação com as militares, se for o caso; certidão de registro civil (nascimento ou casamento); declaração de que não ocupa qualquer cargo, emprego ou função públicos, inclusive cargos comissionados; manifestação de renúncia para fins de extinção da delegação de outra serventia, se for o caso.

Também estiveram presentes na cerimônia o presidente do Sindicato dos Oficiais de Registro Civil, Paulo Rizzo; o presidente da Associação dos Notariais Registradores do Estado de Minas Gerais, Roberto Dias Andrade; a deputada estadual Rosângela Reis; e o secretário adjunto de Casa Civil e de Relações Institucionais, Eurico Bitencourt.

Fonte: Agência Minas

Gestão Anastasia: detentos de Itajubá ganham 220 novos postos de trabalho e uma escola

Presos atuarão em diferentes atividades, desde a construção civil até a fabricação de componentes eletrônicos

Lívia Machado
Durante solenidade, foi anunciada construção do segundo endereço da Escola Estadual Major João Pereira
Durante solenidade, foi anunciada construção do segundo endereço da Escola Estadual Major João Pereira

A Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds) firmou, nesta quinta-feira (1º), quatro termos de cooperação técnica que, juntos, darão oportunidade de trabalho a até 220 detentos do Presídio de Itajubá, na região Sul de Minas Gerais. Eles atuarão em diferentes atividades, desde a construção civil até a fabricação de componentes eletrônicos, e receberão, pelo trabalho, ¾ do salário mínimo e remissão de pena – a cada três dias trabalhados, um a menos no cumprimento da sentença. As atividades fazem parte do Programa Trabalhando a Cidadania, da Subsecretaria de Administração Prisional (Suapi).

Uma das parcerias é com a empresa de telecomunicação e eletrônica Multitok, que fabrica desde ferros de passar roupa até Circuitos Fechados de Televisão (CFTV). Atualmente, seis detentos estão trabalhando na decapagem de fios, mas a ideia é que em três meses a empresa monte um galpão e instale uma linha de produção completa dentro do presídio, o que poderá dar emprego a até 50 presos.

Outros 50 detentos poderão trabalhar na fabricação de calças, jalecos e bolsas ecológicas, por meio da parceria firmada com a empresa Moletok, especializada na produção de uniformes. Hoje, sete presos já estão empregados por meio desta parceria. A previsão é que, nos próximos meses, a empresa também instale um galpão de trabalho na unidade prisional e comece a realizar, internamente, trabalhos de serigrafia.

O terceiro convênio foi assinado com a empresa Tigre, que produz tubos e conexões para construção civil e que já é parceira da unidade prisional. Atualmente, há 13 detentos trabalhando nesta atividade, mas a previsão é que se chegue a 50, com a montagem de uma linha de produção dentro de um dos pavilhões.

Por fim, foi assinada, também, a prorrogação do convênio com a Prefeitura Municipal de Itajubá, que oferece postos de trabalho a 69 presos. Eles atuam em atividades variadas, como construção civil, reflorestamento e limpeza urbana, além de lavarem as roupas utilizadas nos postos de saúde do município.

O superintendente de Atendimento ao Preso da Suapi, Helil Bruzadelli, lembrou que Minas Gerais é hoje o Estado que tem, proporcionalmente, o maior número de presos trabalhando. “Já são mais de 400 parcerias de trabalho. Todos os presos que estiverem aptos e interessados em trabalhar e estudar terão essa oportunidade”, afirmou. Em Itajubá há, atualmente, 120 detentos trabalhando. Em todo o Estado de Minas Gerais o número chega a quase 12 mil.

Estudo

Durante a solenidade, também foi ressaltado o início da construção do segundo endereço da Escola Estadual Major João Pereira, que terá uma unidade dentro do presídio. Serão quatro salas que, em diferentes turnos, permitirão que até 240 detentos estudem enquanto cumprem pena. A previsão é que a escola esteja pronta para receber alunos ainda este ano.

“Mais uma vez estamos investindo na ressocialização por meio do trabalho e estudo, que são os pilares para a recuperação do indivíduo no sistema prisional mineiro”, disse o subsecretário de Administração Prisional, Murilo Andrade de Oliveira.

O prefeito Jorge Renó Mouallem ressaltou o papel das unidades prisionais. “Necessitamos de um sistema prisional eficiente, seguro e que reintegre os detentos à sociedade. Hoje eles cumprem pena com dignidade e têm oportunidade de trabalhar e estudar. O principal objetivo é oferecer oportunidade para que os presos reconstruam suas vidas e de suas famílias”, disse.

Também foi inaugurada uma sala destinada especialmente aos defensores públicos que irão à unidade mensalmente para realizarem atendimento jurídico aos detentos. A sala foi cedida e mobilhada pela própria unidade prisional.

Linha de ônibus facilita acesso de familiares ao presídio

A partir desta quinta-feira (1º), familiares terão mais facilidade para visitar detentos no Presídio de Itajubá. Uma linha de ônibus regular da empresa Valônia chegará até bem próximo à unidade. Os ônibus circularão aos finais de semana, de hora em hora, beneficiando os parentes dos presos, e durante a semana nos horários de chegada e saída dos funcionários da unidade.

Fonte: Agência Minas

Governo de Minas: Polícia e Família chega a 21 bairros da Região Metropolitana de BH e interior

Serviço lançado nesta quinta-feira tem objetivo de aproximar PM e comunidade
Divulgação/PMMG
O serviço tem como foco a comunidade e estará presente em diversos bairros da capital e interior
O serviço tem como foco a comunidade e estará presente em diversos bairros da capital e interior

A Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG) lançou, nesta quinta-feira (1º) na Praça da Estação, em Belo Horizonte, o Programa Polícia e Família que será levado, inicialmente, a 21 bairros da capital e região metropolitana e às cidades de Juiz de Fora, Uberlândia, Ouro Preto e Ubá. O serviço tem como foco a comunidade e estará presente nesses bairros com uma Base Comunitária Móvel e 33 policiais atuando em cada uma delas. Além disso, as bases contam com bicicletas, viaturas e motos para monitoramento.

De acordo com o comandante-geral da Polícia Militar, Márcio Martins Sant´Ana, 700 policiais militares foram especialmente treinados para atuar no serviço, que pretende contribuir na solução de problemas de segurança pública e em situações que possam desestruturar uma família ou um núcleo familiar. O comandante informou que os policiais militares do serviço já começaram a cadastrar famílias e a estabelecer contatos com a comunidade.

“O serviço Polícia e Família muda o cenário de BH, RMBH e dessas cidades do interior. Os militares tomarão a iniciativa dos contatos com a comunidade assim que as bases se instalarem nos bairros. Tudo será feito de forma amigável”, explicou.

Os militares passaram por uma capacitação com psicólogos e especialistas em rede de proteção à criança, ao adolescente, à mulher e ao idoso. Segundo o comandante-geral, a população pode esperar uma Polícia Militar organizada, com logística adequada, militares capacitados e prontos para prestar um serviço de qualidade. “O sucesso depende do trabalho de todos. A teoria do projeto foi muito bem concebida e arquitetada. Conto com o compromisso de cada um”, disse o oficial, dirigindo-se aos militares que atuarão neste novo serviço.

Para o comandante do 5º BPM, tenente-coronel João Carlos, este novo conceito de segurança vai proporcionar um maior sentimento de segurança. “É o momento de a comunidade ocupar os espaços públicos. A PM vai desarticular o crime, inviabilizando a ação do infrator, empregando, para isso, a prevenção. Para este trabalho, temos grupos formados para se envolver com o cidadão, preparados para entender e respeitar as características socioeconômicas e culturais de cada ambiente”, enfatizou o comandante.

Serviço aprovado pela população

Uma Base Comunitária foi instalada na Avenida do Contorno com Rua Curvelo, na Floresta. Trinta e três militares do 16º BPM receberam instruções do tenente Philippe Viana, comandante de setor do serviço Polícia e Família do 16º BPM, sediado no Bairro Santa Tereza. Em seguida, foram divididos em duplas para atuarem nos bairros Colégio Batista, Lagoinha e Floresta. Simultaneamente, militares utilizando motos percorreram os bairros apresentando o serviço. O próximo passo será fazer o cadastramento dos moradores, das famílias e comerciantes, além de fazer o policiamento rotineiro.

Os soldados Marcos Filipe e Ialla Garcia dos Santos percorreram as ruas e conversaram com moradores e trabalhadores. “É importante saber que a Polícia Militar está por perto”, disse Vilma Barcelar de Moura, que trabalha com reciclagem de materiais. “Se é para o bem da comunidade, este serviço será bem-vindo”, elogiou o aposentado João Rocha. A vendedora Elisabete Pinheiro Monteiro ressaltou a aproximação dos militares. “Eu gostei. Eles me falaram deste novo serviço e me disseram que, se precisar, é só fazer contatos. Deixaram um número de telefone”.

Depois de três meses, o trabalho será avaliado em todos os 21 pontos onde os militares estão trabalhando e, posteriormente, levado a outras localidades da capital e do interior. Para a implantação do serviço, a PM observou critérios, como a sensação de segurança, as zonas de criminalidade e a incidência de crimes.

Fonte: Agência Minas

Governo de Minas autoriza concurso público para corpos artísticos da Fundação Clóvis Salgado

Edital, que será lançado neste ano, visa atender à Orquestra Sinfônica de Minas Gerais (OSMG) e ao Coral Lírico de Minas Gerais (CLMG)

O Governo do Estado de Minas Gerais concedeu autorização para realização de concursos públicos para a Fundação Clóvis Salgado (FCS), com o objetivo de atender à Orquestra Sinfônica de Minas Gerais (OSMG) e ao Coral Lírico de Minas Gerais (CLMG). Para a orquestra, serão ofertadas 38 vagas, sendo 34 para a carreira de Músico Instrumentista, três para a carreira de Técnico de Gestão Artística e uma para a carreira de Analista de Gestão Artística. Já para o coral, serão 48 vagas; 43 para vozes e cinco para cargos técnicos.

“A recomposição dos corpos artísticos reafirma o compromisso do Governo de Minas com a política pública para a música erudita e com a Orquestra Sinfônica e o Coral Lírico de Minas Gerais, patrimônios do Estado e do Brasil”, afirma a presidente da Fundação Clóvis Salgado, Solanda Steckelberg.

Os procedimentos internos para a execução dos concursos já foram iniciados. As regras do processo seletivo estarão contidas no edital regulador, que será publicado no Órgão Oficial dos Poderes do Estado e divulgado no site da Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag). A previsão de publicação do edital é para o fim do primeiro semestre de 2012.

Orquestra se apresentará com Nana Caymmi e Gilberto Gil 

Grandes concertos sinfônicos com o Coral Lírico, óperas, espetáculos de balé, concurso para jovens solistas, instrumentistas e cantores, concertos no parque, concertos didáticos, Sinfônica no Museu e Sinfônica na Estrada farão parte da programação da Orquestra Sinfônica de Minas Gerais em 2012.

Ao longo do ano, a orquestra receberá também artistas convidados na Série Sinfônica Pop, como Nana Caymmi, além de participar do Projeto Gil Sinfônico, do cantor e compositor Gilberto Gil.

Coral Lírico estreia Concertos na Cidade

O Coral Lírico de Minas Gerais (CLMG) inicia o ano com a estreia do Projeto Concertos na Cidade, que tem como objetivo principal a formação de plateia e a aproximação do público com a música coral de qualidade. Os concertos serão realizados em igrejas, museus e auditórios com acústica adequada para a apresentação do coral. Os estilos serão variados, abordando repertórios da renascença à música contemporânea. Estão programadas 12 apresentações em Belo Horizonte.

Além disso, o CoralLíricoparticipará do espetáculo Madame Butterfly – uma adaptação da ópera de Puccini, com montagem inovadora, especialmente concebida para ser encenada no Jardim Japonês do Jardim Zoológico, ao ar livre, nos dias 28 e 29 de abril.

O fomento à carreira de jovens artistas se dará por meio do I Concurso Jovem Músico do CLMG, que selecionará jovens talentos para apresentação com o Coral Lírico em concertos da programação oficial de 2012. Serão contempladas as seguintes categorias: solista, pianista-correpetidor, regente e compositor.

O CLMG também participará da ópera que será encenada em junho no Grande Teatro do Palácio das Artes, com a Orquestra Filarmônica de Minas Gerais. Em outubro, participará de mais uma montagem com a Orquestra.

Sobre a Orquestra Sinfônica de Minas Gerais

A Orquestra Sinfônica de Minas Gerais (OSMG), um dos corpos artísticos da Fundação Clóvis Salgado, é considerada um dos mais importantes patrimônios artístico-culturais do Estado.Fundada em 1976, interpreta um repertório que compreende todos os períodos da história da música escrita para orquestra: óperas, balés, concertos, poemas sinfônicos e grandes obras sinfônico-corais.

Entre os regentes titulares de sua história figuram os maestros Wolfgang Groth, Emilio De César, Sérgio Magnani, Carlos Alberto Pinto da Fonseca, Aylton Escobar, David Machado, Afrânio Lacerda, Holger Kolodziej e Marcelo Ramos.

Também regeram a OSMG personalidades como Eleazar de Carvalho, Isaac Karabtchevsky, Cláudio Santoro, Camargo Guarnieri, Benito Juarez, Alceo Bocchino, Marc Trautman, Roberto Duarte, Carlos Prates, Per Brevig, Roberto Schnorremberg, Johannes Homberg, Eugene Kohne e outros célebres maestros convidados.

Ao longo dos anos, a OSMG diversificou sua atuação em óperas, balés, concertos, apresentações ao ar livre, na capital e no interior, executando um repertório que abrange todos os períodos da música sinfônica, do barroco ao contemporâneo.

O maestro Roberto Tibiriçá, que em 2010 e 2011 venceu o Prêmio Carlos Gomes – Ópera e música erudita, na categoria regente sinfônico, pelo seu trabalho à frente da Orquestra Sinfônica de Minas Gerais, é o atual regente titular da OSMG. Gabriel Rhein-Schirato é o regente residente.

Sobre o Coral Lírico de Minas Gerais

O Coral Lírico de Minas Gerais (CLMG) é um dos corpos estáveis da Fundação Clóvis Salgado e seu repertório abrange grandes obras corais, desde a renascença até o moderno, de motetos a óperas, de oratórios barrocos a concertos corais sinfônicos.

Um dos raros grupos com essas características no país, o CLMG já recebeu importantes prêmios e convites para atuar ao lado das principais orquestras brasileiras, entre elas a Orquestra Sinfônica de Minas Gerais, a Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo e a Orquestra Filarmônica de Minas Gerais.

O grupo possui um CD gravado com o “Oficio de Trevas”, obra do compositor colonial mineiro José Maria Xavier. Em sua trajetória, o Coral Lírico teve como regentes os maestros Luiz Aguiar, Marcos Thadeu Miranda Gomes, Carlos Alberto Pinto Fonseca, Ângela Pinto Coelho, Marcio Miranda Pontes, Eliane Fajioli, Silvio Viegas, Charles Roussin, Afrânio Lacerda, Lincoln Andrade e vários maestros convidados. Atualmente, o Coral Lírico é regido pelo maestro Márcio Miranda Pontes.

Fonte: Agência Minas

Governo de Minas: museu inaugurado em Ituiutaba conta a história da região do Triângulo

Museu amplia conhecimentos sobre o passado na região

O acervo pertence a uma família que juntou mais de mil objetos e equipamentos ao longo dos anos.

Veja a matéria completa no site do G1

Fonte: Agência Minas