• Agenda

    janeiro 2012
    S T Q Q S S D
    « dez   fev »
     1
    2345678
    9101112131415
    16171819202122
    23242526272829
    3031  
  • Categorias

  • Mais Acessados

  • Arquivo

  • Minas em Pauta no Twitter

    Erro: Assegure-se de que a conta Twitter é pública.

  • Anúncios

Governo Antonio Anastasia: Posto avançado em Ubá atenderá municípios da Zona da Mata atingidos pelas chuva

UBÁ (05/01/12) – O Governo de Minas vai disponibilizar em Ubá, na Zona da Mata, a partir da próxima segunda-feira (9), um ponto de apoio aos municípios afetados pelas chuvas. A iniciativa será desenvolvida em parceria com a União. O posto avançado irá funcionar na Câmara Municipal de Ubá (Rua Santa Cruz, 301, Centro), a partir das 14h.

Técnicos do governo federal estarão à disposição dos prefeitos para ajudar a providenciar, de forma correta, a documentação necessária para obtenção de recursos federais, além da análise de projetos de reconstrução, de forma a agilizar a liberação da ajuda federal. Os prefeitos também serão orientados sobre a aplicação adequada dos recursos e sobre a utilização do Cartão de Pagamento da Defesa Civil Nacional, distribuído às prefeituras para que elas possam normalizar a prestação dos serviços públicos essenciais à população.

Os trabalhos do escritório serão abertos pelo coordenador da Defesa Civil, coronel Luis Carlos Dias Martins, e pelo diretor do Departamento de Minimização de Desastres da Secretaria Nacional de Defesa Civil, Rafael Schadeck. Técnicos do governo federal realizarão um workshop com os prefeitos para o repasse de toda orientação necessária.

“Hoje, a maioria dos municípios afetados está na região da Zona da Mata. A partir de segunda-feira (9), será implantada uma estrutura dos governos estadual e federal na cidade de Ubá, para que os técnicos do Estado e da União recebam os prefeitos e seus representantes, para que eles possam apresentar ao governo federal suas necessidades e, a partir dali, iniciarmos o processo de reconstrução. Esse trabalho vai ser feito pela equipe do governo federal porque os recursos serão federais. Todo esse processo será feito diretamente com municípios, evitando a intermediação no repasse das verbas de urgência”, destacou o coordenador da Cedec, coronel Martins.

Segundo a Defesa Civil Estadual, é fundamental que os municípios apresentem o documento de avaliação de dados (Avadan) preparado pelas Coordenadorias Municipais de Defesa Civil (Comdec) e que  precisa ser agregado aos pedidos dos prefeitos à Secretaria Nacional de Defesa Civil. De acordo com coronel Luis Carlos Martins, esses projetos não irão requerer burocracia, porque deverão ser feitos e atendidos em caráter de emergência e poderão ser iniciados tão logo os projetos sejam aprovados pela Secretaria Nacional.

“Neste momento, está sendo realizado um apoio emergencial aos municípios atingidos. A orientação do governador Anastasia é de restabelecer a normalidade nos municípios, seja por meio das vias de acesso, do atendimento à saúde e apoiando as comunidades que foram atingidas diretamente, com ajuda humanitária, como distribuição de alimentos, água potável, material de limpeza e higiene pessoal. Vamos continuar com esse acompanhamento, com nossas equipes em todos os municípios. É importante ressaltar que as chuvas continuam. Temos previsão que chova de sexta até domingo. Então, temos que continuar nosso trabalho, emitir nossos alertas, orientar as cidades que eventualmente poderão ser atingidas e manter um atendimento específico e essencial a todos os municípios”, ressaltou o coronel Martins.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: