• Agenda

    julho 2011
    S T Q Q S S D
    « jun   ago »
     123
    45678910
    11121314151617
    18192021222324
    25262728293031
  • Categorias

  • Mais Acessados

    • Nenhum
  • Arquivo

  • Minas em Pauta no Twitter

    Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.

Queda de Alfredo Nascimento: Aécio Neves critica ‘passividade’ de Dilma e do PT e responsabiliza governo por ‘crise ética’ em recentes escândalos

Aécio Neves critica ‘passividade’ do governo Dilma

FontePatrícia Scofield  – Estado de Minas
Senador mineiro afirma que Planalto afastou ministros Nascimento e Palocci ‘na defensiva’ e responsabilizou o governo por ‘crise ética

O senador Aécio Neves (PSDB-MG) afirmou, nesta quinta-feira, que a queda do ex-ministro Alfredo Nascimento da pasta dos transportes reflete uma ‘passividade’ da presidente Dilma Rousseff e do PT. “O que eu vejo é a tentativa do PT de dizer ‘nós nao temos nada com isso. Nenhum desses últimos afastamentos se deu por meio do governo, que agiu defesivamente”, destaca.

Em Belo Horizonte, Aécio se reuniu com o presidente nacional do PSDB, Sérgio Guerra, e com o ex-governador do Ceará, Tasso Jereissati, à frente do Instituto Teotônio Vilela, para avaliar a gestão de Dilma. “Está se criando algo inusitado para mim, que é a ausência ou a abdicação da responsabilidade da Presidência da República em relação a seus aliados”, diz o senador mineiro.

Segundo Aécio, o governo Dilma não é “novo”, já que o mesmo grupo político está no poder há 9 anos. Em balanço feito com Jereissati e Guerra, os tucanos avaliam de forma negativa a gestão de Dilma. Para o senador mineiro, o Planalto não tomou “medidas objetivas” em relação à infraestrutura, saúde e educação, além de “não permitir investigação no governo”. “Se há ainda uma ‘herança maldita’ do ponto de vista ético, ela é de absoluta e inteira responsabilidade do atual governo”, conplementa o senador mineiro, em concordância com Jereissati e Guerra.