• Agenda

    novembro 2010
    S T Q Q S S D
    « out   dez »
    1234567
    891011121314
    15161718192021
    22232425262728
    2930  
  • Categorias

  • Mais Acessados

    • Nenhum
  • Arquivo

  • Minas em Pauta no Twitter

    Erro: Assegure-se de que a conta Twitter é pública.

  • Anúncios

Arranjos Produtivos Locais: Política de desenvolvimento do Governo Aécio Neves transformou Minas em referência nacional

O Grupo de Trabalho Permanente para os Arranjos Produtivos Locais, vinculado ao Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (Mdic), e o Núcleo Gestor de Apoio aos APLs de Minas Gerais, coordenado pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sede), promoveram nesta quarta-feira (24) os seminários “Políticas para Arranjos Produtivos Locais” e “Superando dificuldades de acesso ao crédito”, que serão realizados na sede da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg).

Durante os eventos serão apresentados e debatidos os resultados do estudo técnico “Análise do mapeamento e das políticas para APLs no Estado de Minas Gerais”. Também serão temas de discussões os gargalos identificados no acesso ao crédito para APLs e a proposição de alternativas que visem resolver esses entraves.

O trabalho, contratado pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e realizado pela Rede de Pesquisa em Sistemas e Arranjos Produtivos e Inovativos Locais (RedeSist), tem por objetivo consolidar conhecimentos sobre a identificação e apoio a arranjos produtivos locais (APLs) em 22 estados brasileiros, avaliando as políticas existentes, com a finalidade de fornecer subsídios para a formulação e o aperfeiçoamento das políticas para APLs.

Os seminários terão as participações de representantes do Mdic, do BNDES, da Associação Brasileira de Instituições Financeiras de Desenvolvimento (ABDE) e das entidades que compõem o NGAPLs-MG.

APL em Minas Gerais

Com 36 arranjos produtivos locais em suas diversas regiões, Minas Gerais é referência nacional em APL. A Sede, através da Superintendência de Industrialização (Suind), é a instância responsável pela formulação, coordenação e execução da política estadual de apoio a APLs. Entretanto, atua em parceria com diversas secretarias. No caso dos APLs de base tecnológica (biotecnologia, biocombustíveis, microeletrônicos e software), que fazem parte de Projeto Estruturador coordenado pela Secretaria de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Sectes), a Sede presta seu apoio em várias atividades.

Dos 36 APLs no Estado, o estudo constatou uma diversidade em relação ao estágio de desenvolvimento. Há aqueles como os de software, em Viçosa, e o de bebidas artesanais em Araçuaí, com poucos registros de empregos formais e de vendas, enquanto estão bastante estruturados e com forte presença regional os APLs de calçados, em Nova Serrana; de confecções, de São João Nepomuceno; móveis, de Carmo do Cajuru e de Ubá. Com participação setorial dentro do Estado podem ser citados o de confecções e malhas, de Jacutinga; eletroeletrônicos, de Santa Rita do Sapucaí, e gemas e joias, de Nova Lima.

Merecem destaques ainda os APLs de calçados e bolsas da Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH), de fogos de artifício de Santo Antônio do Monte e região; de fundição em Divinópolis, Itaúna e Cláudio; e os de software e de biotecnologia na RMBH.

Os Arranjos Produtivos Locais são definidos como um conjunto de empresas que participam de um mesmo ramo de negócios, em região geográfica definida, operando em regime de cooperação, aprendizado interativo e gerando competitividade empresarial e capacitação social.

A política para APLs do Governo Aécio-Anastasia estrutura-se nos últimos anos, especialmente a partir de 2006, com lei estadual que instituiu a Política de Apoio aos Arranjos Produtivos Locais, e com a instalação, em 2008, do Núcleo Gestor de Arranjos Produtivos Locais de Minas Gerais. Estas ações coincidiram e se juntaram com vistas à reestruturação do aparato de apoio ao setor produtivo em geral e, em particular, ao apoio de APLs, indicando uma maior preocupação com a modernização produtiva e desenvolvimento tecnológico e com o fortalecimento e diversificação da estrutura produtiva estadual.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: