• Agenda

    novembro 2010
    S T Q Q S S D
    1234567
    891011121314
    15161718192021
    22232425262728
    2930  
  • Categorias

  • Mais Acessados

    • Nenhum
  • Arquivo

  • Minas em Pauta no Twitter

    Erro: Assegure-se de que a conta Twitter é pública.

Governo Anastasia organiza seminário para discutir ações de desburocratização entre Estado, Empresa e Cidadão

Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag), por meio do Projeto Estruturador Descomplicar, realiza nos dias 30 de novembro e 1º de dezembro, em parceria com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae-MG), o Seminário Descomplicar 2010.

O objetivo do seminário é promover o intercâmbio de informações, além de apresentar e discutir ações de desburocratização da administração pública entre Estado-Empresa e Estado-Cidadão. Destaque para o Modelo Integrado de Abertura de Empresas no Estado via Minas Fácil e para as Unidades de Atendimento Integrado (UAIs). Além disso, será apresentado um trabalho em andamento para simplificação e modernização dos cartórios de registro de imóveis no Estado.

O seminário será aberto pela secretária de Estado de Planejamento e Gestão, Renata Vilhena, e pelo secretário-adjunto da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sede), Raphael Andrade. Também participação do evento representantes da Secretaria de Estado da Modernização Administrativa de Portugal, que apresentarão experiências de sucesso como a Loja do Cidadão e a Loja da Empresa, e representantes do Programa Estadual de Desburocratização (PED) do governo de São Paulo, que  apresentarão o Sistema Integrado de Licenciamento (SIL).

As inscrições são gratuitas e podem ser feitas pelo e-mail descomplicar@descomplicar.mg.gov.br ou pelo telefone (31) 3915-0619. O seminário será realizado no auditório do Sebrae-MG, na avenida Barão Homem de Melo, nº 329, bairro Nova Suíça, em Belo Horizonte.

 

Governador em exercício, Alberto Pinto Coelho, participou semana passada da entrega do Mérito Legislativo

O governador em exercício, Alberto Pinto Coelho, participou, nesta quinta-feira (11), da cerimônia de entrega da Medalha do Mérito Legislativo, no Expominas, em Belo Horizonte. Foram agraciadas 200 personalidades que se destacaram por serviços prestados ou por méritos excepcionais. Neste ano, a cerimônia trouxe uma homenagem especial ao ex-presidente Tancredo Neves, marcando o centenário do seu nascimento, tendo ampliada a sua dimensão segundo o governador em exercício.

“A Comenda do Mérito Legislativo se propõe a reconhecer pessoas, instituições e entidades, que contribuem nas várias atividades humanas para o desenvolvimento e engrandecimento do nosso Estado. É algo muito expressivo, muito representativo. E nesta data, se insere em um contexto mais amplo, porque carrega uma homenagem ao grande estadista Tancredo Neves na celebração do seu centenário”, disse Alberto Pinto Coelho.

O governador em exercício foi recebido no Expominas por deputados, magistrados e representantes da sociedade. O orador oficial da cerimônia foi o ex-ministro das Comunicações, Pimenta da Veiga.

 

Junta Comercial: Abertura de empresas se mantém estável em Minas

Estatísticas da Junta Comercial do Estado de Minas Gerais (Jucemg) apontam que, até outubro deste ano, foram criadas 49.251 empresas. Em 2009, no mesmo período, foram 52.116 e, em 2008, 44.859.

Belo Horizonte está em primeiro lugar na constituição das empresas mineiras. De janeiro a outubro deste ano, foram 18.162. Em segundo lugar, Juiz de Fora, na Zona da Mata, com 2.967; seguida por Varginha, no Sul de Minas, com 2.823; Uberlândia, no Triângulo Mineiro, com 2.809; e Montes Claros, no Norte de Minas, com 2.700.

Em 2009, no mesmo período, Belo Horizonte constituiu 18.754 empresas. Juiz de Fora, 3.446; Varginha, 3.171; Uberlândia, 2.721; e Montes Claros, 2.658.

No mês de outubro, foram criadas 4.222 empresas em Minas Gerais. Delas, cerca de 2 mil, foram constituídas no setor de comércio.

Minas Fácil

Minas Fácil é um programa do Governo de Minas, pertencente ao Projeto Estruturador Descomplicar e de responsabilidade da Junta Comercial do Estado de Minas Gerais.

O programa foi criado para viabilizar a abertura de empresas simplificando, racionalizando e desonerando o processo de registro e legalização. Ele ainda visa reduzir custos e aumentar a eficácia dos órgãos envolvidos, atendendo a demanda dos empreendedores, e contribuir para o desenvolvimento econômico de Minas Gerais e seu consequente desenvolvimento social.

O programa já conta com 31 unidades funcionando em Belo Horizonte, Ubá, Poços de Caldas, Lavras, Lagoa Santa, Divinópolis, Governador Valadares, Araxá, Betim, Ipatinga, Araguari, Uberlândia, Montes Claros, Pouso Alegre, São Sebastião do Paraíso, Nova Serrana, Viçosa, Sete Lagoas, Passos, Itabira, Itajubá, Ituiutaba, Juiz de Fora, Varginha, Muriaé, Uberaba, Três Corações, Patos de Minas, Ponte Nova, Patrocínio e São Lourenço.

 

Empresas

 

Estímulo à compra de máquinas e equipamentos: Finame PSI no BDMG tem prazo prorrogado até 31 de março de 2011

Foi prorrogado até 31 de março de 2011 o prazo para contratação de financiamento pelo Finame PSI. Este ano, até o mês de outubro, foram desembolsados cerca de R$ 121,4 milhões deste produto. O Finame PSI é destinado à compra de máquinas e equipamentos nacionais credenciados na Finame.

O produto oferece carência de até dois anos, taxa fixa de 5,5% ao ano para maior parte das máquinas e equipamentos e prazo de até 10 anos para pagar o financiamento. A gerente de Marketing do Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG), Ana Veryna Leonardo Aguiar, considera o produto uma boa alternativa para as empresas que precisam comprar máquinas e equipamentos com certa urgência. “Temos agilidade na liberação do Finame PSI. Além disso, o produto tem uma boa carência, taxa fixa e prazo adequado para quem quer fazer este tipo de investimento” disse. Para saber mais detalhes sobre esta e outras linhas de crédito acesse www.bdmg.mg.gov.br.

Clientes satisfeitos

Fornecedora de serviços de asfalto e terraplenagem para o Alto Paranaíba e Noroeste de Minas Gerais, a Paesan Pavimentação, Engenharia e Saneamento Ltda., empresa localizada em Patos de Minas, triplicou a capacidade de atendimento depois que comprou uma nova vibroacabadora – máquina utilizada para dar acabamento ao asfalto – com recursos do Finame PSI, financiados pelo BDMG.

“Uma nova máquina era necessidade da empresa e o investimento era alto. Nos ofereceram o  Finame PSI e a taxa de juros, a carência e prazo para pagar, nos encorajaram a comprar a nova máquina. Hoje só o seu serviço garante o pagamento do financiamento”, disse Wilson da Silva Soares, gerente administrativo da empresa. Ele está satisfeito com o produto e muito mais ainda com a nova máquina que contribuiu para que a empresa desse um grande salto no atendimento e no faturamento.

Com três filiais em Minas Gerais – Betim, Varginha e Camanducaia – a Plascar Indústria de Componentes Plásticas também utilizou o Finame PSI para a compra de máquinas e equipamentos. Na opinião do diretor financeiro da empresa, Gordiano Pessoa Filho, o Finame PSI é um “ótimo produto e oferece as melhores condições do mercado”. Já que o prazo se estendeu ele garante que vai negociar com o banco a compra de outras máquinas.

“Nos últimos quatro anos dobramos o nosso número de contratação em Minas Gerais graças ao apoio do BDMG”, disse Gordiano. Hoje a Plascar tem no Brasil 4.400 empregados e destes, 2.200 estão nas empresas de Minas Gerais. Ele contou que o BDMG – não só pelos produtos que oferece, mas também pelo atendimento – foi um diferencial para que a empresa investisse mais no Estado.

A Plascar fabrica painéis, para-choques, painéis de instrumento, lanternas, grades e acionadores de vidros e fornece para as principais montadoras do Brasil, Mercosul, México, Canadá, EUA, Austrália e Europa.