• Agenda

    setembro 2010
    S T Q Q S S D
    « ago   out »
     12345
    6789101112
    13141516171819
    20212223242526
    27282930  
  • Categorias

  • Mais Acessados

    • Nenhum
  • Arquivo

  • Minas em Pauta no Twitter

    Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.

Anastasia vai investir no Ensino Médio e na formação técnica de jovens; medidas estão previstas no Novo Plano de Governo

Antonio Anastasia destaca ações de governo para a formação profissional dos jovens

Fonte: Coligação “Somos Minas Gerais”

Durante sabatina realizada por estudantes, governador diz que educação é fundamental para a geração de empregos de qualidade

O governador Antonio Anastasia, candidato à reeleição pela coligação “Somos Minas Gerais”, participou nesta segunda-feira (13/09) de sabatina com dezenas de estudantes de escolas da rede pública e particular de ensino de Belo Horizonte. Antonio Anastasia destacou que nas propostas de seu Plano de Governo para os próximos quatro anos, as ações na área de educação serão o diferencial para que os jovens mineiros estejam mais preparados para a entrada no mercado de trabalho. O governador lembrou que nos últimos oito anos a educação assumiu um papel de relevância absoluta entre os programas desenvolvidos pelo Governo de Minas, justamente para que os jovens tivessem capacidade para conquistar empregos de qualidade.
“A educação tem relevância absoluta, juntamente com a questão do desenvolvimento social, porque é o passaporte que precisamos para gerar empregos de qualidade em um segundo momento. Quero ser conhecido como o governador dos empregos, porque o emprego está na raiz de todas as soluções”, afirmou o governador.

Durante a sabatina, promovida pela Revista Ragga e jornal Estado de Minas, Antonio Anastasia respondeu às perguntas de uma plateia composta por 70 jovens, entre 17 e 18 anos, alunos da Escola Estadual Presidente Antônio Carlos e do Colégio Marista Dom Silvério. Todos eles votarão pela primeira vez nas eleições do dia 3 de outubro. Após fazer uma apresentação, o governador respondeu às perguntas formuladas pelos alunos presentes e também por jovens internautas que acompanharam a sabatina ao vivo pelo site do jornal Estado de Minas.
Antes de responder às perguntas dos alunos, Antonio Anastasia recomendou que eles avaliassem bem as propostas dos candidatos, pois são os jovens quem construirão o futuro de Minas Gerais.
“Avaliem bem as propostas dos candidatos. Vocês terão muito tempo para conhecer as propostas, quais são os princípios, valores e, especialmente, quais são as ideias que têm amparo na realidade, aquelas que são possíveis de serem realizadas”, afirmou Antonio Anastasia.

Poupança Jovem
Durante o encontro, o governador também apresentou aos jovens estudantes alguns programas desenvolvidos nos governos Aécio Neves/Antonio Anastasia. Ele lembrou que depois de Minas Gerais ter sido o primeiro Estado a ampliar de oito para nove anos a duração do ensino fundamental, o Estado adotou uma nova política para evitar a evasão escolar. Em 2006, foi criado o Poupança Jovem que oferece bolsa de R$ 3 mil para estudantes que concluírem o ensino médio. A eficácia da iniciativa inovadora pode ser medida pelo seu impacto na redução da evasão do ensino médio: a taxa de permanência dos alunos no Poupança Jovem cresceu de 86,4%, em 2007, para 97,4%, em 2009. Para os próximos quatro anos, Antonio Anastasia vai dobrar o número de alunos atendidos dos atuais 50 mil para 100 mil.

“Temos que continuar semeando para que nossa educação frutifique, já que é na Educação que Minas tem o diferencial fundamental para atrair empregos. Este programa conseguiu reduzir a evasão escolar e é um sucesso. Quero aumentar de 50 mil jovens para 100 mil no próximo mandato”, afirmou Antonio Anastasia.

Ensino Profissionalizante
O governador apresentou também os resultados do Programa de Ensino Profissionalizante (PEP), que oferece vagas em instituições privadas ou ligadas ao Sistema S (Senac e Senai) para que os alunos do ensino médio possam aprender uma profissão. O PEP já está presente em 380 municípios mineiros, oferecendo 60 diferentes cursos. Para os próximos quatro anos, Antonio Anastasia pretende ampliar o número de vagas de 137 mil para 400 mil.
“Este programa quer oferecer aos alunos da rede pública do Estado o aprendizado e, ao mesmo tempo, uma profissão. Já atendemos, em quatro anos, 137 mil jovens e eu vou aumentar para 400 mil no próximo mandato. Nesses cursos com duração de um, dois anos, o jovem também sai ali com sua formação”, afirmou Antonio Anastasia.

Alunos elogiam desempenho de Anastasia
A avaliação dos estudantes que participaram da sabatina é de que Antonio Anastasia é o candidato mais bem preparado para conduzir o Governo de Minas nos próximos quatro anos.
“Ele foi muito objetivo nas respostas. Ele tem definido o que ele quer fazer. Pelo fato de o governador ter experiência de professor, ele sabe o que um aluno passa, o que é um aluno na escola pública. Ele vai saber fazer, vai saber governar porque as propostas dele favorecem à juventude”, afirmou Andreia de Lima, que cursa o 3º ano da Escola Estadual Presidente Antônio Carlos.
Já o aluno Diogo Dantês, do Colégio Marista Dom Silvério, ressaltou a capacidade administrativa de Anastasia. “O governador é um excelente gestor. Ele preocupa com a gestão publica, com o gasto público. Minas merece continuar com a gestão de qualidade, uma gestão de transparência. Merece ter esse projeto de desenvolver o Estado todo, desenvolver por inteiro, não fazer um desenvolvimento concentrado”, afirmou.

Plano de Governo do governador Antonio Anastasia

Propostas e ações para os jovens no período de 2011 a 2014

Criar a Rede Mineira de Inclusão de Jovens para que todos os alunos do Ensino Médio da rede pública estadual terão a oportunidade de adquirir experiência em uma profissão, logo após concluírem seus estudos. Nas escolas estaduais, será criado um Comitê de Trabalho que encaminhará os alunos do ensino médio ao trabalho em órgãos e entidades da Administração Pública ou em empresas privadas.

Criar a Agenda Jovem para estender a rede de proteção aos jovens mineiros através da intensificação dos programas já existentes, especialmente em áreas territoriais de vulnerabilidade juvenil. Nesses locais, serão incrementadas atividades como Fica Vivo; Rede Mineira de Inclusão de Jovens; Poupança Jovem e PlugMinas.

Desenvolver o Programa Juventude Ligada, que irá ampliar o acesso dos jovens aos meios de comunicação, disponibilizando computadores para uso público nos conselhos municipais de juventude, e promover cursos de informática e capacitação em análise de redes sociais.

Criar o Observatório da Juventude para acompanhar a situação socioeconômica dos jovens mineiros e analisar, periodicamente, os resultados obtidos pelos programas voltados para esse segmento.

Ampliar as oportunidades de acesso à educação profissional técnica de nível médio, disponibilizando 400 mil novas vagas no Programa de Educação Profissional (PEP).

Ampliar o atendimento de 50 mil para 100 mil alunos do ensino médio da rede pública estadual até 2014 e criar a rede de acompanhamento e orientação dos jovens egressos do Poupança Jovem, por mais um ano.

Ampliar o número de alunos em tempo integral nas escolas, para que as crianças possam receber maior atenção. Hoje são 105 mil crianças nessa condição. Em quatro anos, esse número deverá atingir 350 mil.

Ampliar o número de vagas no turno diurno destinadas ao ensino médio, dos atuais 60,32% para 75% , em quatro anos.

Desenvolver programas de alfabetização para jovens e adultos, especialmente nas regiões onde a taxa de analfabetismo supera a média do Estado.

Promover a interiorização dos projetos, em parceria com prefeituras e universidades, na perspectiva de ampliar as oportunidades de profissionalização e inclusão social aos jovens de todo o Estado.

Plano de Governo do governador Antonio Anastasia

Propostas e ações para o Ensino Fundamental, Ensino Médio, Educação de Jovens e Adultos e Formação Profissional de 2011 a 2014

• Implantar, com reajustes anuais, as novas tabelas de remuneração dos servidores da Educação, a partir de janeiro de 2011, e manter o Prêmio por Produtividade com pagamento anual;

• Ampliar o número de alunos em tempo integral nas escolas, para que as crianças possam receber maior atenção. Hoje são 105 mil crianças nessa condição. Em quatro anos, esse número deverá atingir 350 mil;

• Ampliar as oportunidades de acesso à educação profissional técnica de nível médio, disponibilizando 400 mil novas vagas no Programa de Educação Profissional (PEP);

• Implantar o Programa Professores da Família em municípios com até 30 mil habitantes e Índice de Educação Básica (Ideb) menor do que a média estadual. O programa visa garantir a alunos das escolas públicas estaduais a visita periódica de professores da família, para interagir com os pais e alunos sobre a escola, os deveres de casa, suas dificuldades e necessidades no campo da educação;

• Ampliar o número de vagas no turno diurno destinadas ao ensino médio, dos atuais 60,32% para 75%, em quatro anos;

• Contemplar os professores das Apaes na política de valorização do servidor;

• Fortalecer a equipe do Programa de Intervenção Pedagógica (PIP) que atua na implementação do Projeto Alfabetização no Tempo Certo e ampliar a abrangência do programa para as demais séries do ensino fundamental, incluindo, especialmente, orientação didático-pedagógica e apoio às escolas para o ensino de matemática e ciências;

• Ampliar o Programa Escola Viva, Comunidade Ativa, para garantir o acesso e permanência na escola de todos os alunos com necessidades especiais;

• Promover a segurança na escola e seu entorno mediante parcerias com a Polícia Militar, prefeituras, Ministério Público, Conselho Tutelar, Juizado da Infância e da Juventude, Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds) e outras instituições;

• Promover a melhoria das condições do transporte escolar para alunos da rede pública;

• Adotar, na preparação da merenda escolar, o Programa de Educação Alimentar voltado para a saúde das crianças e jovens;

• Ampliar a abrangência da Rede Mineira de Formação Profissional Técnica de Nível Médio, dos atuais 155 para 200 municípios;

• Desenvolver programas de alfabetização para jovens e adultos, especialmente nas regiões onde a taxa de analfabetismo supera a média do Estado;

• Manter o projeto Veredas, destinado à formação, em curso normal superior, de professores dos anos iniciais do ensino fundamental;

• Implantar e manter a Rede Mineira de Formação de Educadores, constituída por universidades credenciadas pela Secretaria de Educação, para o desenvolvimento profissional dos servidores;

• Instalar, no espaço atualmente ocupado pela Secretaria de Estado da Educação, o campus da Cidade Educativa, um centro de formação de recursos humanos para a área educacional, especialmente preparado para receber, simultaneamente, 400 servidores;

• Desenvolver e implantar o sistema de certificação ocupacional de professores;

• Construir 400 Casas-Escola, preferencialmente no meio rural;

• Promover o exame de certificação ocupacional de gestores educacionais, condição necessária para ocupar o cargo de diretor de escola e para concorrer a uma vaga no mestrado profissional em Gestão Escolar.

Hélio Costa censura jornalista Lauro Jardim, da revista Veja, por ter antecipado subida de Anastasia em pesquisa Ibope

Anastasia realmente subiu; Costa realmente desceu

Fonte: Lauro Jardim – Revista Veja

Hélio Costa conseguiu uma liminar na Justiça no fim de semana para que fosse retirada do ar a nota Anastasia sobe; Costa desce, publicada sexta-feira no Radar On-Line. A nota, já retirada do site por ordem judicial, revelava que uma pesquisa do Ibope concluída naquele dia mostrava Costa em queda e Antonio Anastasia crescendo. E cravava que a diferença entre os dois já beirava dois dígitos.

Dito e feito: o Ibope acaba de divulgar o resultado de uma pesquisa encomendada pela Rede Globo. Deu 41% para Anastasia e 32% para Hélio Costa. Ou seja, os “quase dois dígitos” da nota publicada na tarde de sexta-feira e censurada a pedido de Costa. A mordaça de Costa teve pernas curtas.

Ibope (Rede Globo/MGTV): Anastasia já está 9 pontos na frente de Hélio Costa

Ibope: Anastasia abre vantagem sobre Hélio Costa

Fonte: MGTV/Globo Minas

Candidato do PSDB tem 41% das intenções de voto e o do PMDB, 32%

O Ibope divulgou nova pesquisa encomendada pela TV Globo e pelo Jornal O Estado de São Paulo sobre as intenções de voto para o governo de Minas Gerais. Os candidatos Antônio Anastasia e Hélio Costa permanecem tecnicamente empatados.

Segundo a pesquisa, Antônio Anastasia, do PSDB, aparece com 41% das intenções de voto. Hélio Costa, do PMDB, tem 32%. Votos em branco ou nulos somam 9%. 15% dizem não saber em quem vão votar.

os candidatos Vanessa Portugal, do PSTU e Edilson Nascimento, do PT do B, aparecem COM 1% cada. Zé Fernando Aparecido, do PV; Professor Luiz Carlos, do PSOL; Adilson Rosa, do PCO e Fabinho, do PCB, não atingiram 1% das intenções de voto.

2º Turno

O Ibope também simulou a votação no caso de um 2º turno entre os candidatos Hélio Costa e Antônio Anastasia. Se o 2º turno fosse hoje, Antônio Anastasia teria 39% dos votos. Hélio Costa teria 32% das intenções de voto.

Senado

A pesquisa Ibope apontou ainda as intenções de voto para o Senado. Em Minas, dois candidatos serão eleitos.

Aécio Neves tem 67% das intenções de voto. Itamar Franco, do PPS, tem 41%. Fernando Pimentel, do PT, tem 28% das intenções de voto. Votos em branco ou nulos somam 11%. 26% dizem que ainda não sabem em quem votar.

Zito Vieira, do PC do B, tem 2% das intenções de voto. Com 1% cada, aparecem Marilda Ribeiro, do PSOL; Betão, do PCO; Miguel Martini, do PHS; Mineirinho, do PSOL e Rafael Pimenta, do PCB. Efraium Moura, do PSTU e José João da Silva, do PSTU, não atingiram 1%.

A pesquisa Ibope foi realizada entre os dias 10 e 12 de setembro. Foram entrevistados 1806 eleitores em Minas Gerais. A margem de erro é de 2 pontos percentuais para mais ou para menos. A pesquisa está registrada no Tribunal Regional Eleitoral sob o número 70286/2010.

Link da matéria: http://eptv.globo.com/noticias/NOT,0,0,315102,Ibope+Anastasia+e+Helio+Costa+seguem+tecnicamente+empatados

Antonio Anastasia afirma que no Plano de Governo para Educação prevê melhoria salarial para os professores

Antonio Anastasia garante que vai melhorar salários dos professores para tornar profissão mais atrativa

Fonte: Coligação “Somos Minas Gerais”

Durante sabatina com estudantes, governador afirmou que reajustes serão concedidos dentro da realidade orçamentária do Estado

O governador Antonio Anastasia reafirmou, nesta segunda-feira (13/09), seu compromisso com a valorização dos salários dos professores de Minas Gerais. Durante sabatina promovida pela Revista Ragga e jornal Estado de Minas, com a participação de estudantes da rede pública e particular de ensino de Belo Horizonte, o governador destacou que o Estado irá melhorar a remuneração dos professores, de acordo com a realidade orçamentária, para tornar a carreira do magistério mais atrativa.

“Não há governador que não queira conceder reajustes. É a coisa mais simpática que existe. Mas mais simpático que conceder o reajuste, é conseguir pagar o salário reajustado. Precisamos tornar a carreira do magistério mais atraente e trazer cada vez mais as pessoas não só vocacionadas, mas que trabalhem felizes. Para isso, temos de ter condições de trabalho e de remuneração. Sou professor, filho de professora do Estado, neto de professora do Estado e irmão de duas professoras. Não há, talvez, no Brasil inteiro, um candidato que mais tem simpatia e conheça o tema da educação do que aquele que é professor por carreira e por vocação”, afirmou o governador, durante a sabatina.

Antonio Anastasia fez um relato aos estudantes sobre a perda de atratividade e valorização salarial que a profissão do magistério sofreu nos últimos 80 anos em todo o País.
“Como a carreira aumentou de 5 mil professores, para 300 mil, em Minas, e no Brasil, foram milhões. Houve, naturalmente, uma queda na remuneração em todo o País. E a atratividade da carreira diminuiu com o passar do tempo. Quando falo passado, me refiro à década de 30”, lembrou.

Ele afirmou que entre as propostas de seu Plano de Governo para a Educação está a implantação das novas tabelas de remuneração dos servidores, com reajustes anuais. A partir de janeiro de 2011, o piso dos professores em Minas passará para R$ 1.320,00 para 24 horas trabalhadas por semana. O professor que fizer opção pela jornada de 30 horas semanais receberá R$ 1.650,00.

O governador também fez questão de destacar a qualidade dos professores mineiros. Segundo ele, graças aos servidores estaduais e aos investimentos do Governo do Estado, Minas é hoje o Estado que apresenta os melhores resultados nas avaliações nacionais do ensino.

“Minas foi o primeiro do Estado do Brasil a criar o ensino de 9 anos. Minas apresentou esse ano o melhor desempenho do Ideb do Brasil. Minas ficou na frente do Distrito Federal, São Paulo, muito mais rico, do Rio Grande do Sul, muito mais homogêneo”, disse o governador.

Garantia de cumprimento da Lei 100
Antonio Anastasia também afirmou que os servidores designados, efetivados pela Lei Complementar 100, criada no Governo Aécio/Anastasia em 2007, serão garantidos nos seus postos de trabalho. O anúncio foi feito para tranqüilizar estes servidores em relação a declarações de outros candidatos, que se mostraram contrários à Lei Complementar 100 e às garantias dos servidores designados.

“A lei 100 foi criada no nosso governo, com o objetivo exatamente de dar segurança aos professores que não tinham vínculo permanente. Eles eram convocados e não havia uma relação permanente. O nosso governo fez uma proposta e a lei foi aprovada na Assembleia e esses professores foram efetivados. Mais uma vez surge um movimento de boatos em época de eleição, de que ´vão acabar com a lei 100´. O nosso governo não vai acabar, porque fomos nós que criamos. Então, defendemos vigorosamente a lei 100 e a sua plena aplicação”, afirmou.

A LC 100 faz parte do processo de valorização do servidor estadual.  A lei vincula servidores designados da ativa e inativos da Educação ao regime previdenciário próprio do Estado. Foram beneficiados pela lei servidores que ocupam 100 mil cargos nas escolas da rede de ensino e universidades estaduais Uemg e Unimontes. Eles passaram a ter os mesmos direitos previdenciários dos servidores efetivos que desempenham as mesmas funções sob idênticas condições de trabalho.

A medida faz justiça aos trabalhadores designados que vinham contribuindo para o regime previdenciário próprio dos servidores efetivos do Estado sem ter garantia em relação ao tipo de aposentadoria a que têm direito – se pelo INSS ou pelo regime próprio do Estado. Os designados são funcionários que prestam serviços ao Estado através de contratos temporários de trabalho. Alguns estão nesta condição há mais de 20 anos.

Recuperação
Antonio Anastasia lembrou que, desde 2003, o Governo de Minas tem buscado melhorar a remuneração dos servidores do Estado. Segundo ele, a partir da recuperação das finanças do Estado, promovida com o Choque de Gestão, o Governo de Minas passou a pagar os salários e o 13º em dia, quitou as verbas retidas e criou o Prêmio por Produtividade, adicional relativo ao cumprimento de metas dos servidores estabelecidas pelas secretarias.

“Quando nosso governo começou, em 2003, não tínhamos recursos para pagar o salário em dia, aliás, ele não era pago em dia há mais de 12 anos. O 13º não existia. Então, nosso primeiro grande esforço foi colocar a casa em ordem, pagar em dia, pagar o 13º, pagar as verbas retidas, que eram dívidas que havia com os funcionários. No segundo momento, organizamos o sistema de carreiras e criamos o adicional de produtividade, um 14º salário, aliás, pago este mês para os servidores da ativa. E iniciamos a concessão de reajustes, dentro, e aí está o grande alerta, dentro da realidade orçamentária do Estado”, disse.

Ao longo dos últimos anos, a categoria dos professores foi contemplada com diversos benefícios. Em maio deste ano, os professores de Minas receberam 10% de aumento. Em 2007, também foi concedido um reajuste de 5% sobre o salário básico para todos os servidores da educação.
Em 2006, foi regulamentada a promoção por escolaridade adicional de todos os servidores efetivos e da ativa da educação básica. Em 2005, foi implantado Plano de Carreira dos Profissionais da Educação Básica do Estado. A remuneração passou a ser definida de acordo com a qualificação acadêmica e não mais pelo nível de atuação do servidor, além de manter o direito à promoção por tempo de serviço.

Escolas reformadas
Antonio Anastasia também destacou os investimentos do Estado na infraestrutura das escolas, que permitiram melhores condições de trabalho para os professores. De 2003 a 2009, o Governo do Estado investiu cerca de R$ 1 bilhão para obras de reforma e melhorias em 100% das escolas estaduais.
“Ao longo dos últimos anos, conseguimos reformar praticamente todas as escolas do Estado. Muitas não tinham água nem energia elétrica. Então, foi feito um grande investimento físico. Fazendo as quadras, depois cobrindo as quadras. Fazendo laboratório de informática, que não existia. Hoje, praticamente 100% das escolas têm laboratório de informática. Compramos 40 mil computadores”, disse.

Plano de Governo do governador Antonio Anastasia

Propostas e ações para valorização dos servidores públicos. Período de 2011 a 2014

•Implantação de política remuneratória, com reajustes anuais, com base na variação da receita do Estado e com plena garantia da paridade entre ativos e aposentados;

• Instituição de mecanismos efetivos para valorização dos servidores com melhor nível de desempenho, tais como aceleração do desenvolvimento na carreira, acesso diferenciado em ações de capacitação e premiação;

•Criação de uma política habitacional específica, mediante a utilização do saldo de férias-prêmio para reforma e aquisição de imóveis;

• Criação de mestrados profissionalizantes;

•Criação de Escolas de Governos Descentralizadas (presencial e a distância) para atender a profissionalização dos servidores de forma regionalizada;

• Uso da Certificação Ocupacional como forma de promoção e progressão na carreira;

• Prestação de serviços integrados nas regionais do Estado, em espaços físicos comuns;

• Criação de um programa de valorização e acompanhamento dos inativos como forma de retribuir os serviços prestados ao Estado de Minas Gerais;

• Redesenho de carreiras com base na gestão por competências;

• Melhoria dos critérios da certificação ocupacional para cargos comissionados;

•Mapeamento de posições estratégicas para formação de futuras lideranças e a identificação de profissionais-chave para a aplicação efetiva de conhecimentos;

•Oferta permanente de ações de capacitação nas modalidades presencial e a distância, promovidas pelas escolas de governo e direcionadas às necessidades específicas das microrregiões

• Instituição de uma política permanente de negociação coletiva, por meio de uma câmara específica;

• Fortalecimento do Ipsemg, com melhoria do atendimento na capital e interior.

Plano de Governo do governador Antonio Anastasia

Propostas e ações para o Ensino Fundamental, Ensino Médio, Educação de Jovens e Adultos e Formação Profissional de 2011 a 2014

• Implantar, com reajustes anuais, as novas tabelas de remuneração dos servidores da Educação, a partir de janeiro de 2011, e manter o Prêmio por Produtividade com pagamento anual;

• Ampliar o número de alunos em tempo integral nas escolas, para que as crianças possam receber maior atenção. Hoje são 105 mil crianças nessa condição. Em quatro anos, esse número deverá atingir 350 mil;

• Ampliar as oportunidades de acesso à educação profissional técnica de nível médio, disponibilizando 400 mil novas vagas no Programa de Educação Profissional (PEP);

• Implantar o Programa Professores da Família em municípios com até 30 mil habitantes e Índice de Educação Básica (Ideb) menor do que a média estadual. O programa visa garantir a alunos das escolas públicas estaduais a visita periódica de professores da família, para interagir com os pais e alunos sobre a escola, os deveres de casa, suas dificuldades e necessidades no campo da educação;

• Ampliar o número de vagas no turno diurno destinadas ao ensino médio, dos atuais 60,32% para 75%, em quatro anos;

• Contemplar os professores das Apaes na política de valorização do servidor;

• Fortalecer a equipe do Programa de Intervenção Pedagógica (PIP) que atua na implementação do Projeto Alfabetização no Tempo Certo e ampliar a abrangência do programa para as demais séries do ensino fundamental, incluindo, especialmente, orientação didático-pedagógica e apoio às escolas para o ensino de matemática e ciências;

• Ampliar o Programa Escola Viva, Comunidade Ativa, para garantir o acesso e permanência na escola de todos os alunos com necessidades especiais;

• Promover a segurança na escola e seu entorno mediante parcerias com a Polícia Militar, prefeituras, Ministério Público, Conselho Tutelar, Juizado da Infância e da Juventude, Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds) e outras instituições;

• Promover a melhoria das condições do transporte escolar para alunos da rede pública;

• Adotar, na preparação da merenda escolar, o Programa de Educação Alimentar voltado para a saúde das crianças e jovens;

• Ampliar a abrangência da Rede Mineira de Formação Profissional Técnica de Nível Médio, dos atuais 155 para 200 municípios;

• Desenvolver programas de alfabetização para jovens e adultos, especialmente nas regiões onde a taxa de analfabetismo supera a média do Estado;

• Manter o projeto Veredas, destinado à formação, em curso normal superior, de professores dos anos iniciais do ensino fundamental;

• Implantar e manter a Rede Mineira de Formação de Educadores, constituída por universidades credenciadas pela Secretaria de Educação, para o desenvolvimento profissional dos servidores;

• Instalar, no espaço atualmente ocupado pela Secretaria de Estado da Educação, o campus da Cidade Educativa, um centro de formação de recursos humanos para a área educacional, especialmente preparado para receber, simultaneamente, 400 servidores;

• Desenvolver e implantar o sistema de certificação ocupacional de professores;

• Construir 400 Casas-Escola, preferencialmente no meio rural;

• Promover o exame de certificação ocupacional de gestores educacionais, condição necessária para ocupar o cargo de diretor de escola e para concorrer a uma vaga no mestrado profissional em Gestão Escolar.

Antonio Anastasia criará Zona de Desenvolvimento Regional no Vetor Norte de BH

Antonio Anastasia criará uma Zona de Desenvolvimento Regional no Vetor Norte de Belo Horizonte

Fonte: Coligação “Somos Minas Gerais”

Na Região Metropolitana, Cidade Administrativa e Aeroporto Internacional Tancredo Neves funcionarão como âncoras do desenvolvimento

O governador Antonio Anastasia, candidato à reeleição, destacou, nesta segunda-feira (13/09), que o Vetor Norte da Região Metropolitana de Belo Horizonte será incluído na proposta do Plano de Governo para os próximos quatro anos, que preveem a criação de zonas de desenvolvimento regional. O objetivo é incentivar a instalação de empresas que atuem nos segmentos das vocações econômicas específicas da região. Para estas empresas serão criados programas de incentivos fiscais e oferta de linhas de crédito do Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG), para gerar empregos de qualidade.

A região já conta com duas âncoras para este desenvolvimento, a Cidade Administrativa do Governo do Estado e o Aeroporto Internacional de Confins. Nesta área, o grande objetivo é consolidar também o desenvolvimento do polo aeronáutico.

“Sabemos o que foi já feito nessa Região Metropolitana, em termos de investimentos, da valorização com forte geração de empregos. Vamos atrair para cá mais empresas e vamos criar aqui uma zona de desenvolvimento regional, para termos empregos de qualidade com incentivos tributários e de crédito”, afirmou Antonio Anastasia.

Ao lado dos candidatos ao Senado Federal, Aécio Neves e Itamar Franco, e do candidato a vice, deputado Alberto Pinto Coelho, Antonio Anastasia percorreu nesta segunda-feira quatro municípios da Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH): Santa Luzia, Lagoa Santa, Vespasiano e Pedro Leopoldo. Entre 2003 e 2010, a RMBH recebeu um total de R$ 38 bilhões em investimentos públicos e privados, que geraram mais de 88 mil empregos em 669 projetos.

Antonio Anastasia destacou também que a transferência da sede administrativa do Governo do Estado para o Vetor Norte integrou a região ao processo de desenvolvimento da RMBH. A Cidade Administrativa foi inaugurada em março. Até o final de 2010, 16 mil servidores estarão trabalhando no complexo de prédios localizado no bairro Serra Verde.

“O Governo de Minas mudou a sede administrativa do governo para perto de Vespasiano. Quando trouxemos a Cidade Administrativa para cá o propósito foi trazer o desenvolvimento para eixo Norte da Região Metropolitana. Hoje, Vespasiano, Santa Luzia, Confins, Lagoa Santa, Pedro Leopoldo, Matozinhos, todas elas, estão agregadas em um grande desenvolvimento”, afirmou o governador, em Vespasiano.

Polo Aeronáutico
Em Lagoa Santa, o governador Antonio Anastasia também anunciou que quer transformar a cidade no centro de um grande Polo Aeronáutico, em parceria com o Ministério da Defesa. O objetivo é estimular a qualificação de mão-de-obra para atuar na área da aviação. O estímulo à instalação de empresas no entorno do Aeroporto Internacional Tancredo Neves, em Confins, também será fundamental para transformá-lo no primeiro aeroporto indústria do País.

O objetivo é atrair a instalação de empresas, com a oferta de um tratamento tributário diferenciado, com suspensão de impostos federais e estaduais, tanto para a importação de componentes como para a exportação de produtos acabados de alto valor agregado. A diferenciação tornará as empresas mineiras mais competitivas no mercado internacional. O aeroporto indústria foi credenciado pela Receita Federal em 2005.

“Lagoa Santa é uma cidade fundamental no nosso projeto de desenvolvimento do Vetor Norte da Região Metropolitana. Estamos empenhados em ter um polo aeronáutico em combinação com o Ministério da Defesa. Essa questão do aeroporto indústria vai favorecer toda a Região Metropolitana, no Vetor Norte, e Lagoa Santa em especial. Temos parcerias importantes com a prefeitura, de infraestrutura, mas também de atração de empregos. As faculdades que estão vindo para cá permitirão que Lagoa Santa se transforme em uma das cidades com maiores IDH de nosso Estado”, disse Antonio Anastasia.
O polo aeronáutico trabalhará em conjunto, também, com a Força Aérea Brasileira, que está implantando as novas instalações do Centro de Instrução e Adaptação da Aeronáutica (CIAAR) em Lagoa Santa, que atualmente opera na Pampulha. O novo CIAAR será instalado em área 500 mil metros quadrados, de propriedade da Força Aérea Brasileira (FAB), junto ao Parque de Material Aeronáutico de Lagoa Santa.

O polo contará também com a participação efetiva de entidades de ensino técnico e superior, entre eles a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), que a partir de 2009 vai oferecer o curso de engenharia aeroespacial; a Fumec, que tem o curso de graduação em ciências aeronáutica; e a Universidade de Uberaba (Uniube), também com o curso de graduação em ciências aeronáutica.  Da mesma forma, as escolas técnicas profissionalizantes ligadas ao Sistema Fiemg, terão papel relevante no esforço de treinamento de novos tecnólogos.

“A proposta é termos aqui cursos de qualificação para permitirmos que, cada vez mais, dentro do programa Minas Logística, o Aeroporto Internacional Tancredo Neves seja uma referência internacional em termos de estrutura. E aí vamos ter aqui a possibilidade de ter oficinas de manutenção, como também sede de companhias”, disse o governador.

Nos últimos oito anos, o Governo do Estado procurou investir na consolidação do Aeroporto Internacional Tancredo Neves que, a partir de 2005, passou a concentrar mais de 130 vôos nacionais, que até então eram operados no Aeroporto da Pampulha. Após a transferência, este passou a ser o aeroporto que mais cresce no País em termos de movimentação de passageiros.

O Governo do Estado já elaborou o Plano Estratégico que prevê uma série de investimentos destinados a sustentar o aumento do fluxo de passageiros previsto com a proximidade da Copa do Mundo de 2014. Grandes empresas de aviação já anunciaram investimentos para a ampliação da estrutura no Aeroporto Internacional de Confins, como a Gol Linhas Aéreas, que inaugurou em março deste ano a duplicação do Centro de Manutenção no Terminal de Cargas do Aeroporto, que passou a ter capacidade para o atendimento a 120 aeronaves por ano.

População entusiasmada
Antonio Anastasia foi recebido com muito entusiasmo pela população e por lideranças políticas de Santa Luzia, Lagoa Santa, Vespasiano e Pedro Leopoldo. Em Santa Luzia, 150 pessoas receberam os candidatos no campo do Grêmio no bairro Cristina. De lá, seguiram em carreta para o bairro São Benedito, onde fizeram caminhada com eleitores na avenida Brasília. No bairro São João Batista, cerca de 400 pessoas fizeram caminhada ao lado dos candidatos na rua do Comércio.

O vice-prefeito de Santa Luzia, Aguinaldo Campos da Costa (PSDB), destacou que o Governo Aécio/Anastasia deu atenção especial a Região Metropolitana de Belo Horizonte.

“É importante a reeleição do governador Antonio Anastasia, devido ao tratamento que ele tem dado ao Estado e à Região Metropolitana. Nossa cidade contou com vários benefícios com o Pro-Hosp, cujo investimento no Hospital São João de Deus foi mais de R$ 3 milhões”, afirmou.

Em Santa Luzia, Antonio Anastasia tem o apoio de 10 dos 13 vereadores da cidade. O vereador Sérgio Diniz Ticaca (PTN) afirmou que a reeleição do governador é importante para dar continuidade ao governo iniciado por Aécio Neves.

“É muito importante para a cidade de Santa Luzia que aja a continuidade do governo Aécio neves, que fez ótimo trabalho em Minas. Isso tem que continuar com o professor Antonio Anastasia. Várias obras beneficiaram nossa cidade, como o alargamento da Avenida das Indústrias”.

O taxista Romário Teodoro disse que fez uma opção consciente pelo voto em Anastasia. “Para continuar tudo que ele já fez de bom, junto com o Aécio. As obras, as ruas asfaltadas, a linha verde. Estou na praça há 20 anos, e eles foram os melhores.”

O eletricista Luiz Cláudio Alebral deu depoimento: “O Anastasia tem as palavras seguras. É um homem sério. Fez um bom trabalho com o Aécio. Tem que continuar no governo”.

Em Lagoa Santa, Anastasia, Aécio e Itamar, ao lado do candidato a vice-governador Alberto Pinto Coelho e do ex-ministro e ex-embaixador de Cuba, Tilden Santiago, segundo suplente de Aécio Neves na chapa ao Senado Federal, fizeram caminhada pelas ruas do Centro da cidade e foram recebidos com chuva de papel.

O prefeito de Lagoa Santa, Rogério Avelar (PPS), afirmou que Anastasia é o candidato mais preparado para governar Minas Gerais. Ele destacou os investimentos realizados no aeroporto Tancredo Neves, a Linha Verde, a Cidade Administrativa e o polo de microeletrônica.

“Anastasia é o nome mais preparado para conduzir os rumos de Minas. Aécio e Anastasia significam uma mudança do rumo da administração pública, referência hoje em todo o país e até internacional. Temos que continuar com o que está dando certo. O eleitor, não só de Lagoa Santa, mas de toda a região norte de Belo Horizonte, está sensibilizado com a dinâmica do que representou Aécio e Anastasia e, com certeza, vai responder nas urnas, por todas as benfeitorias e melhorias da região”, disse.

Em Vespasiano, Anastasia, Aécio e Itamar foram recebidos com festa. Eles desceram de helicóptero no campo do Vespasiano Esporte Clube e de lá seguiram em carreata até o Centro da cidade. Os candidatos passaram pela avenida  Prefeito Sebastião  Fernandes e desembarcaram logo em seguida na Praça JK. Itamar e Anastasia deram início a uma caminhada na praça, um centro comercial da cidade. Pararam para muitas fotos, cumprimentaram vários eleitores e comerciantes  e saborearam picolé de limão pelo caminho.

“Vou votar em Anastasia pela competência . Ele tem a experiência de ter trabalhado com o melhor governador, que é o Aécio. Ele foi o braço direito.  Não vou deixar de votar na experiência para votar numa interrogação”, afirmou o proprietário da lanchonete Roger Lanches, Marcos Rogério.

Em Pedro Leopoldo, o governador Antonio Anastasia, ao lado de Itamar Franco, fez caminhada pela rua Comendador Antonio Alves e tomaram café na Padaria Jaques. Os candidatos estavam acompanhados do prefeito, Marcelo Gonçalves (PDT). Ele afirmou que Minas precisa de Anastasia para dar continuidade ao projeto iniciado com Aécio Neves.

“Anastasia é o melhor para Minas Gerais. Ele tem de continuar porque Minas não pode parar. Anastasia fez importantes obras em todas as áreas principalmente na saúde que ajudou muito o nosso município”, afirmou Marcelo Gonçalves.

Anastasia implementará programa de proteção ao patrimônio cultural; conheça o Plano de Governo

Anastasia irá implementará programa especial de proteção ao patrimônio cultural das cidades históricas mineiras

Fonte: Coligação “Somos Minas Gerais”

Ao lado de Aécio Neves e Itamar Franco, Anastasia foi recebido com muita festa pelos moradores de São João del Rei na manhã deste sábado

O governador Antonio Anastasia afirmou neste sábado (11/09) que, reeleito, irá colocar em prática o Programa Especial de Proteção do Patrimônio das cidades históricas mineiras. A proposta faz parte do seu Plano de Governo, lançado nesta semana e que conta com 365 propostas para melhorar os indicadores sociais, qualidade de vida dos mineiros e a geração de empregos de qualidade. A afirmação foi feita durante a festa preparada pelos moradores de São João Del Rei para receber Anastasia e os candidatos ao Senado pela Coligação “Somos Minas Gerais”, o ex-governador Aécio Neves e o ex-presidente Itamar Franco.

O governador explicou que, além de criar um inovador programa de proteção ao patrimônio, seu Plano de Governo apresenta novas propostas para potencializar o turismo nas cidades históricas de Minas Gerais. Segundo ele, é preciso preparar as cidades históricas para aproveitarem as oportunidades turísticas da Copa do Mundo de 2014.

“Vamos continuar intensificando os contatos com as pessoas, as lideranças, as viagens ao interior. Estamos propondo criar um novo programa de proteção ao patrimônio, vinculado ao turismo, aproveitando a oportunidade da Copa de 2014. Teremos, portanto, em parceria sempre com o Iphan, prefeituras, setor privado e com a sociedade civil, uma recuperação, uma identificação do patrimônio, já que metade do patrimônio histórico brasileiro está em Minas. E temos de potencializar esse patrimônio com a questão do turismo e da cultura”, afirmou o governador.

O Programa Especial de Proteção do Patrimônio Histórico de Minas Gerais, proposto por Anastasia em seu Plano de Governo, é voltado para segurança e revitalização das cidades históricas mineiras. Entre os compromissos está a implantação de uma unidade do Corpo de Bombeiros com brigadas de incêndio em todas as cidades históricas; criação de unidades preventivas da Polícia Militar em parceria com guardas municipais para combater ação predatória aos bens tombados; e melhora do acondicionamento e guarda dos objetos de arte de museus e igrejas, entre outras medidas.

Festa nas ruas históricas
Anastasia, Aécio e Itamar chegaram a São João Del Rei sob aplausos de centenas de moradores, prefeitos da região, lideranças políticas e sociais que foram ao aeroporto recepcioná-los. Eles seguiram para o Centro da cidade numa grande e animada carreata em apoio à candidatura à reeleição de Antonio Anastasia. Cerca de 200 carros acompanharam a caravana que percorreu várias ruas da cidade chamando à atenção de todos os são-joanenses.

Um grande foguetório anunciou a chegada dos candidatos à cidade. A carreata percorreu as avenidas 31 de Março e Leite de Castro. Por onde passavam, os candidatos eram saudados pelos populares que foram para as calçadas acenar aos candidatos. Muitas faixas foram instaladas no caminho manifestando o apoio dos moradores à eleição de Anastasia, Aécio e Itamar. Alguns eleitores foram para a calçada com bandeiras de Minas Gerais.

População entusiasmada
Na avenida Tancredo Neves, os candidatos desceram do carro e iniciaram caminhada com os eleitores. Uma multidão tomou conta do centro comercial de São João del Rei para acompanhar  Anastasia, Aécio e Itamar. Os candidatos entraram em várias lojas e conversaram com comerciantes. Em seguida, tomaram cafezinho na Casa do Pão.

Emocionado com o carinho recebido dos eleitores, o ex-governador Aécio Neves afirmou que visitar São João del Rei é sempre um momento especial. Ele destacou o crescimento das intenções de voto em Anastasia, apontado por pesquisas eleitorais.

“Hoje para mim é um dia muito especial, porque estou podendo comemorar o avanço do governador Anastasia nas minhas origens, na minha terra, no meu chão, onde tudo começou. Se avancei na vida pública, se consegui construir um caminho e ajudar as pessoas, devo sempre a este chão sagrado de São João del Rei, que me lançou para o Brasil, mas que sempre é minha referência, minha inspiração e é aqui sempre que eu venho buscar a energia para novas caminhadas”, disse o ex-governador.

Do Centro, os candidatos entraram novamente nos carros para dar continuidade à carreata por alguns bairros da cidade. No caminho, Anastasia, Aécio e Itamar pararam para cumprimentar a dona Maria Josina Neves de Resende, irmã de Tancredo Neves. No bairro Bonfim, eles foram saudados por centenas de eleitores e foguetório. De lá, a carreata seguiu para o bairro Matozinhos, onde os candidatos visitaram a Igreja Senhor do Bom Jesus de Matozinhos, onde foram recebidos pelo padre José Raimundo.

A dona de casa Natália Franco afirmou que votará em Antonio Anastasia em razão dos importantes investimentos realizados para a saúde dos mineiros. “Vou votar no Anastasia para dar continuidade ao trabalho do Aécio, que foi muito bom para Minas Gerais. Na saúde, ele construiu vários postos de saúde que foram muito bons para a população”, afirmou.

O aposentado João Batista destacou que Anastasia desempenhou papel importante ao lado de Aécio Neves no desenvolvimento dos municípios mineiros. “Voto no Anastasia porque ele foi o braço direito do Aécio. Ele fez muitas coisas boas para a região. Acho que de terem arrumado o nosso aeroporto, já foi bom demais para a região”, disse.

União de prefeitos de vários partidos
Em São João del Rei, o governador Antonio Anastasia recebeu o apoio de prefeitos da região do Campo das Vertentes de vários partidos, incluindo o PMDB, partido pertencente a outra coligação.

“Desde o início fui bem claro, sou do PMDB, mas apoio Aécio e Anastasia pelo fato de estar nos ajudando, dando apoio sem distinção, sem sigla partidária. Isso é uma coisa que gostei demais, porque nunca houve isso. Sempre privilegiavam pessoas do partido e ele não. Ele está ajudando a quem quer que seja, então por isso apoio Anastasia”, disse o prefeito de Conceição da Barra de Minas, Cornélio de Paiva (PMDB).

Também peemedebista, o prefeito de Madre de Deus de Minas, João Eustásio, o “Tasinho”, afirmou que os mineiros devem optar por Anastasia, pois é o candidato que tem maior conhecimento sobre os problemas dos mineiros.

“Os mineiros devem apoiar o Anastasia, pelo compromisso com Minas, porque tenho certeza que Minas vai crescer muito com Anastasia, melhorar mais ainda. Reconheço em Anastasia uma capacidade enorme para dar continuidade ao que já foi feito. Sou PMDB desde que iniciei na política, mas não podemos deixar o Estado em uma situação pior. Então queremos que o Estado cresça, por isso coloquei o Estado acima do meu partido. Não podemos deixar mudar, porque senão o Estado voltará a ter uma situação difícil”, afirmou.

O prefeito de Carrancas, Magno Orlando Ferreira de Carvalho (PSDB), afirmou que Aécio e Anastasia foram fundamentais para o desenvolvimento dos pequenos municípios.

“Não tem como não apoiar Anastasia. Aécio fez um grande governo e a gente sabe que Anastasia estava ao lado dele. Então acho que a continuidade hoje é muito importante para que Minas Gerais não pare. Ajudou demais os pequenos municípios”, disse.

O prefeito de Itutinga, Fabiano Ribeiro do Vale (PSDB), destacou os avanços obtidos no governo Aécio Neves e que devem ter continuidade com Anastasia à frente do Governo. “Precisamos continuar esse projeto iniciado com Aécio e Anastasia, para que Minas, que vem se destacando em vários setores, possa continuar nesse bom caminho”, afirmou.

O prefeito de Ritápolis, Antônio Ronato de Melo (DEM), afirmou que a reeleição de Anastasia e a eleição de Aécio e Itamar ao Senado serão importantes para o desenvolvimento de Minas. “Ele tem demonstrado que é possível administrar com seriedade mesmo em época de crise. Minas Gerais continua crescendo, com o crescimento maior que o do Brasil. Por esse motivo, Anastasia deve continuar à frente do Estado e com o Aécio e Itamar no Senado teremos uma Minas que vai dar exemplo a vários estados brasileiros”, afirmou.

Plano de Governo do governador Antonio Anastasia

Propostas e ações para preservação das cidades históricas mineiras

Período de 2011/2014

Criação do Programa Especial de Proteção do Patrimônio Histórico de Minas Gerais, voltado para segurança, revitalização do patrimônio:

• promover, juntamente com a Polícia Militar, uma polícia preventiva especializada na defesa do patrimônio histórico e cultural onde houver obras e bens vulneráveis à ação predatória;

• implantar, em parceria com o Corpo de Bombeiros, brigadas de incêndio nas cidades históricas;

• integrar a atuação da Polícia Militar com as guardas municipais nas cidades históricas. Onde elas não existirem, criar guarda municipal voltada para a defesa do patrimônio histórico;

• atuar em conjunto com a Promotoria Estadual de Defesa do Patrimônio Cultural e Turístico;

• buscar parceria com a administração municipal em projetos de revitalização de praças, coretos e outros bens públicos de uso comum, no sentido de viabilizar seu uso pela comunidade e turistas;

• atualizar o inventário do patrimônio cultural do Estado: reorganizar e sistematizar os registros, inventários e tombamentos, por meio dos quais estão catalogados os bens materiais e imateriais;

• promover mecanismos de comunicação e divulgação do patrimônio histórico e cultural sobretudo das cidades históricas, nos meios de comunicação de massa, antecipando a realização da Copa 2014;

• garantir a qualidade das estradas estaduais que dão acesso às cidades históricas e outras que compõem o circuito do patrimônio histórico e cultural no Estado; promover a viabilidade de transporte de qualidade para estas cidades, com ênfase no transporte de qualidade;

• buscar parcerias com os municípios e o setor empresarial para melhorar constantemente a infraestrutura hoteleira das cidades que dispõem de patrimônios históricos e culturais inventariados e qualificar e ampliar o setor hoteleiro nessas cidades;

• acondicionamento dos objetos de arte: viabilizar mecanismos de melhoria na qualidade de

acondicionamento e guarda dos objetos de arte, em especial, pinturas e gravuras das igrejas e museus históricos.

• programa Rede de Comunicação de Destinos, Produtos e Serviços – Marca e Imagem de Minas Gerais para 2014: criar uma política de comunicação para divulgação da marca e a imagem do turismo de Minas seja catalisadora e representante de todas as áreas econômicas;

• programa de Promoção e Apoio à Comercialização do turismo no mercado internacional de Minas Gerais: consolidar Minas como o melhor destino turístico do país, por meio da promoção e comunicação no mercado nacional e internacional;

• programa de Infraestrutura dos Destinos Indutores: definir projetos prioritários de estruturação dos destinos, considerando as dimensões de infraestrutura de transporte, aspectos ambientas e sociais como as políticas de enfrentamento e prevenção à exploração sexual infanto-juvenil;

• consolidar o espaço Minas Gerais em São Paulo como a casa do desenvolvimento do turismo de Minas no maior destino emissor de turistas e gerador de negócios do país;

Aécio diz que eleger Anastasia é fundamental para ampliar indicadores socioeconômicos de Minas

Aécio Neves afirma que eleição de Antonio Anastasia e aliados será fundamental para manter indicadores de Minas acima da média nacional

Fonte: Coligação “Somos Minas Gerais”

Ex-governador afirma que defenderá reformas e será parceiro de Anastasia no Senado na defesa dos interesses de Minas e da atração de investimentos para o Estado

O ex-governador Aécio Neves afirmou, nesta sexta-feira (10/09), que a eleição de Antonio Anastasia e dos parlamentares aliados para a Câmara dos Deputados, Senado Federal e Assembleia Legislativa será fundamental para garantir os investimentos em Minas Gerais e manutenção do crescimento dos indicadores econômicos e sociais do Estado acima da média nacional.
Durante caminhada com eleitores em Betim, Aécio Neves destacou que, eleito para o Senado, defenderá as reformas tributária e política, necessárias para o crescimento do país. Disse também que será, ao lado do ex-presidente Itamar Franco, um importante parceiro do Governo de Minas para promover o desenvolvimento do Estado.

“Pretendo estar ao lado dos companheiros na Câmara Federal e na Assembleia atuando no sentido de garantir esses investimentos para Minas, mas garantindo também as grandes reformas que o Brasil precisa viver, como no campo político, tributário e a própria reforma do Estado brasileiro. Eu e Itamar estaremos lá defendendo os interesses de Minas Gerais e ajudando o Brasil a continuar avançando”, afirmou o ex-governador, em entrevista.

Aécio Neves lembrou que todos os financiamentos obtidos pelo governo de Minas com organismos de fomento internacionais tiveram de ser aprovados pelo Senado. Desde 2006, Minas obteve cerca de US$ 1,9 bilhão por meio de financiamentos com o Banco Mundial (Bird) e com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). Os investimentos foram fundamentais para a execução de programas de pavimentação de estradas, combate à pobreza rural, eletrificação rural, financiamento de projetos na área de saúde e educação, modernização da administração pública e para o desenvolvimento de Parcerias Público-Privadas.

“O Senado é a representação dos estados. Então, precisamos ter uma sintonia grande com o governador Anastasia para garantirmos investimentos em Minas. Todos os financiamentos internacionais que foram incorporados à nossa economia, ao longo desses últimos oito anos, tiveram que passar pelo Senado”, afirmou o governador.

Parceria com Anastasia
O ex-governador afirmou que, eleito, apoiará o governador Antonio Anastasia na obtenção de aprovação de financiamento internacional para a realização do programa Caminhos de Minas. Trata-se do maior programa de pavimentação de estradas em execução no País, com previsão de obras em 222 trechos de rodovias estaduais.

“O governador Anastasia tem um projeto muito importante já encaminhado ao Banco Mundial, que precisará da aprovação do Senado, que se chama Caminhos de Minas. Vamos interligar as várias regiões de Minas Gerais”, disse Aécio Neves.

A previsão é que sejam pavimentados 7,6 mil km de estradas ligando municípios e regiões e promovendo o desenvolvimento do Estado com mais segurança para a população. Em julho, durante visita do governador aos Estados Unidos, ele apresentou projeto preliminar do programa Caminhos de Minas ao Banco Mundial (Bird) que demonstrou interesse em financiar o projeto.

Avanços sociais
Os financiamentos internacionais permitiram a Minas realizar importantes investimentos sociais para a melhoria da qualidade de vida da população. Em 2006, o governo de Minas obteve US$ 35 milhões do Bird para o Programa de Combate à Pobreza Rural, responsável pela diminuição da pobreza absoluta nas regiões mais pobres do Estado.

No mesmo ano, o Estado firmou com o BID contratos que totalizam US$110 milhões para financiar o programa Proacesso. O programa levará acesso por asfalto a todos os municípios mineiros que não contavam com o benefício. O programa já pavimentou cerca de 4 mil km de estradas de 152 municípios. Outros 67 estão em obras.

Em 2008, o Senado também aprovou financiamento de mais US$ 976 milhões para financiar projetos estruturadores nas áreas de educação, saúde, modernização da administração pública e infraestrutura.