• Agenda

    julho 2010
    S T Q Q S S D
     1234
    567891011
    12131415161718
    19202122232425
    262728293031  
  • Categorias

  • Mais Acessados

    • Nenhum
  • Arquivo

  • Minas em Pauta no Twitter

    Erro: Assegure-se de que a conta Twitter é pública.

Lideranças políticas do Triângulo Mineiro se unem em torno de Aécio Neves e Anastasia

Prefeitos e lideranças do Triângulo se unem para apoiar Antonio Anastasia e Aécio Neves

Fonte: Coligação “Somos Minas Gerais”

Aécio Neves quer visitar todas as regiões de MG para divulgar as propostas do governador Antonio Anastasia

O governador Antonio Anastasia, candidato à reeleição, e o candidato ao Senado Federal, o ex-governador Aécio Neves, receberam, nesta segunda-feira (26/07), nas cidades de Araguari e Iturama, o apoio de lideranças municipais, empresários, prefeitos e da população do Triângulo Mineiro. Em Araguari, os candidatos foram recebidos com muito entusiasmo nas ruas, por onde caminharam, conversando com comerciantes e moradores.

Antonio Anastasia reafirmou o seu compromisso com o desenvolvimento do Triângulo e disse que percorrerá todas as regiões do Estado para apresentar aos eleitores mineiros suas propostas de governo.

“Temos de ir a todas as regiões do Estado. Ainda tenho um grande desconhecimento. Vamos trabalhar, tornar o nosso nome mais conhecido. Vamos continuar viajando por Minas, ouvindo as reivindicações, conversando com as lideranças políticas, prefeitos, ex-prefeitos, vereadores, para ouvir naturalmente as sugestões”, afirmou o governador Antonio Anastasia.

Aécio Neves afirmou que por onde tem passado, ao lado do atual governador, tem percebido grande aceitação da população ao nome de Antonio Anastasia. O ex-governador destacou que Minas precisa garantir as conquistas obtidas na educação, na saúde, na segurança e na geração de empregos para avançar ainda mais nas políticas de desenvolvimento econômico e, sobretudo, nas políticas sociais.

“Antonio Anastasia é o nome para continuar com esse trabalho. Vamos ter condições de apresentá-lo melhor à população mineira, mostrar a importância dele e dar continuidade a tudo que foi feito até aqui. Porque as opções são muito claras. Ou vamos em frente avançando na direção do que vem sendo feito em Minas ou vamos retroceder a um passado do qual não temos muita saudade. A grande pergunta que faremos é a seguinte: quem melhor para dar continuidade ao governo Aécio-Anastasia, do que o próprio Anastasia? E acho que a população vai responder sim a esse questionamento. Estou muito otimista de que vamos começar uma grande virada já a partir daqui do Triângulo”, afirmou, confiante, Aécio Neves.

Recepção calorosa
Antonio Anastasia e Aécio Neves percorreram as ruas de Araguari em carreata. Ao chegarem na rua Rui Barbosa, os dois foram calorosamente saudados pelos comerciantes e moradores. Muitos saíram às ruas e acenaram das janelas das casas e dos apartamentos para os candidatos que pararam na praça Manoel Bonito para agradecer o apoio e a recepção calorosa.

Antonio Anastasia lembrou os investimentos realizados em Araguari e no Triângulo, e afirmou que continuará trabalhando para o desenvolvimento da região. “Araguari recebeu grandes obras do Governo do Estado e meu propósito é continuar trabalhando pelo Triângulo e por Araguari”, afirmou o governador.

Desenvolvimento de Araguari
Nos últimos oito anos, Araguari, com cerca de 110 mil habitantes, foi beneficiada com várias ações do Governo de Minas que melhorou a qualidade de vida da população. Entre 2003 e 2009, foram repassados R$ 6 milhões para obras de construção de rede de água, ponte, pavimentação de vias públicas. Em 2010, já foram assinados convênios entre o Governo de Minas e a prefeitura de Araguari, no valor de R$ 4,9 milhões para melhoramento de vias públicas da cidade.

O Governo de Minas ainda investiu R$ 8,6 milhões para garantir a segurança dos moradores da cidade e da zona rural de Araguari. Na reforma do presídio, que foi assumido pelo Governo do Estado em 2007, foram investidos R$ 98 mil.

Iturama
Após deixarem Araguari, o governador Antonio Anastasia e o ex-governador Aécio Neves foram recebidos com grande carreata em Iturama, no Pontal do Triângulo Mineiro. Acompanhados pelo prefeito do município, Cláudio Tomaz de Freitas (PSC), e por várias lideranças políticas da região, eles percorreram o centro do município e foram saudados com entusiasmo pela população.

“Estamos aqui para ouvir as sugestões e levar a nossa mensagem para a continuidade do governo de Aécio Neves que fez muito por Minas. Mas ainda queremos fazer mais. Por isso aqui estou recebendo o apoio das lideranças em Iturama”, disse Antonio Anastasia.

Araxá
No ínicio da noite desta segunda-feira, Antonio Anastasia e Aécio Neves ainda participaram de caminhada em Araxá, no Alto Paranaíba. Na cidade, eles receberam o apoio dos oito prefeitos da Associação dos Municípios do Planalto de Araxá (Ampla), entre eles o de Sacramento, Wesley de Santi de Melo, do PMDB.

“Apóio a candidatura do governador Antonio Anastasia porque ele está no caminho certo e nos transmite ser um homem de palavra”, afirmou o peemedebista, que foi ao aeroporto de Araxá recepcionar o governador.

A visita do governador e de Aécio Neves à terra de Dona Beja atraiu muitas pessoas ao aeroporto. Várias levaram bandeiras e faixas dos partidos da aliança “Somos Minas Gerais”. Muitos apoiadores fizeram questão de registrar a presença dos candidatos com fotos tiradas de suas máquinas ou mesmo dos aparelhos celulares.

Aécio Neves afirma que Mineirão ficará pronto no prazo estabelecido pela Fifa

Fonte: Coligação “Somos Minas Gerais”

Candidato ao Senado ressalta que Minas é o único estado brasileiro em dia com o cronograma de obras de modernização de estádios e que a melhor opção para a abertura da Copa é Belo Horizonte

O ex-governador Aécio Neves, candidato ao Senado Federal, afirmou, nesta segunda-feira (26/07), que Minas Gerais concluirá o projeto de modernização do Mineirão dentro do prazo exigido pela Fifa, entidade organizadora da Copa 2014. Durante evento que formalizou o apoio de presidente dos clubes de futebol mineiros e das torcidas organizadas à candidatura à reeleição de Antonio Anastasia, Aécio Neves afirmou ainda que acompanhará a visita do presidente da CBF, Ricardo Teixeira, para vistoriar as obras do Mineirão, prevista para a próxima quarta-feira (28/07), ao lado do governador Antonio Anastasia e do prefeito de Belo Horizonte, Marcio Lacerda.

“Eu e o governador Anastasia temos falado com o Ricardo Teixeira permanentemente. É claro que é um processo, é uma disputa. Mas estamos fazendo o que é essencial, menos discurso e mais trabalho. O Mineirão é o único projeto que está absolutamente em dia, cumprindo o cronograma da Fifa. Então, vamos concluir esse projeto sem atraso, sem qualquer percalço, para que tenhamos a autoridade necessária para dizer que a melhor alternativa para a abertura é Belo Horizonte”, disse Aécio Neves.

Obras adiantadas

Belo Horizonte será uma das cidades-sede do principal evento esportivo do mundo e é uma das candidatas a receber abertura do mundial. O estádio do Mineirão será um dos mais modernos do país e estará concluído em dezembro de 2012, dentro do prazo definido pela Fifa para a realização da Copa das Confederações de 2013, evento teste para o Mundial. A reforma do Mineirão está na segunda fase de obras com o rebaixamento do campo, demolição de parte das arquibancadas inferiores e a reforma de banheiros e vestiários. A terceira etapa está em fase de licitação. O edital está disponível no portal de compras do Estado de Minas Gerais, no endereço http://www.compras.mg.gov.br <http://www.compras.mg.gov.br&gt; .

As empresas interessadas têm até o dia 13 de agosto para apresentarem as propostas. A terceira fase de obras foi orçada em R$ 654,5 milhões, sendo R$ 426,4 milhões para intervenções no estádio e R$ 228,1 milhões para as obras da esplanada, anexos e estacionamentos. Desse total, R$ 400 milhões virão do BNDES, e o restante virá da empresa que ganhar a licitação. Serão instaladas bilheterias, equipamentos, câmeras, cobertura, lojas, restaurantes, estacionamento e passarela ligando o Mineirão ao Mineirinho.

Independência e Arena do Jacaré

O Governo do Estado está investindo na reforma de estádios alternativos para receber os jogos durante a reforma do Mineirão. Na Arena do Jacaré, em Sete Lagoas, foram investidos R$ 13 milhões e as obras já foram concluídas. O Estádio do Independência, em Belo Horizonte, também passa por ampla reforma. As obras foram iniciadas em janeiro deste ano com o término previsto para março do próximo ano. Com os investimentos, a capacidade de público será ampliada de 10 mil para 25 mil lugares. Em razão disso, Aécio Neves afirmou que incentivará a inclusão de cidades do interior de Minas na lista das cidades candidatas a subsedes do Mundial.

Craques do passado do futebol mineiro declaram apoio a Aécio Neves e Antonio Anastasia

Fonte: Coligação “Somos Minas Gerais”

Eles saudaram os candidatos durante encontro com presidentes dos clubes e dirigentes das principais torcidas organizadas mineiras

Importantes nomes que fizeram parte da história dos grandes clássicos do futebol brasileiro manifestaram publicamente nesta segunda-feira (26/07) apoio à reeleição do governador Antonio Anastasia e à eleição do ex-governador Aécio Neves ao Senado Federal. Os craques Nelinho, Éder, Jair Bala, Careca, Luisinho, Nonato, Paulo Isidoro e Luis Fernando foram pessoalmente saudar os candidatos, em um clima de muita festa, durante encontro realizado com presidentes dos clubes e dirigentes das principais torcidas organizadas do Estado, no Comitê Central da coligação “Somos Minas Gerais.

“Apoio mais do que nunca o Aécio e o Anastasia, justamente pelo trabalho que eles vêm fazendo em Minas Gerais. É mais do que justo dar continuidade a este bom trabalho e votar no Anastasia.”, disse o ex-jogador Paulo Isidoro, craque da seleção brasileira, com passagens pelo Cruzeiro e Atlético.

Com a mesma empolgação, o craque Éder Aleixo ressaltou a importância da continuidade às realizações do governo de Minas Gerais nos últimos oito anos, principalmente com a proximidade da Copa do Mundo em 2014.

“O professor Antonio Anastasia vai dar continuidade ao foi feito. Devemos privilegiá-los para valorizar o que temos de melhor em Minas Gerais. O mais importante é a Copa de 2014 e o Estado saiu na frente”, afirmou.

O ex-jogador Nelinho, que já pertenceu aos quadros dos principais times mineiros, além da Seleção Brasileira de futebol, destacou a capacidade de Antonio Anastasia:

“Tenho uma admiração muito grande por ele, justamente pela capacidade e pela inteligência. Ele conseguiu melhorias em todas as áreas, mas principalmente em segurança, transporte, saúde e educação. Precisamos ainda mais deles para continuar o que foi feito de bom”, ressaltou.

O ex-lateral esquerdo Nonato, campeão da Copa Libertadores das Américas pelo Cruzeiro, disse esperar que os torcedores votem em peso na coligação “Somos Minas Gerais”. Ele afirmou que tem vários motivos para apoiar Aécio Neves e Antonio Anastasia.

“Primeiro pelo trabalho que o Aécio desenvolveu e também porque o Anastasia sempre foi o braço direito dele. Em segundo lugar, porque sou amigo do Aécio desde a época em que eu jogava no Cruzeiro. Então não teria como deixar de apoiá-lo. Sempre votei nele, desde a época que foi candidato a deputado federal”, concluiu.

Dirigentes e integrantes de torcidas afirmam que conquistas de Aécio e Anastasia devem continuar em Minas

Fonte: Coligação “Somos Minas Gerais”

Torcidas de times mineiros se unem para apoiar reeleição do governador Antonio Anastasia

O candidato da Coligação Somos Minas Gerais, governador Antonio Anastasia, recebeu nesta segunda-feira (26/07) o apoio público dos dirigentes e das torcidas organizadas do Atlético Mineiro, do Cruzeiro Esporte Clube e do América Futebol Clube. Em clima de otimismo e alegria, os candidatos Antonio Anastasia e Aécio Neves foram recebidos pelos mascotes “Galo Doido” e “Raposão”, ao som de batuques e saudações dos times. Dirigentes e torcidas entregaram ao governador um manifesto de apoio intitulado: “Com um time campeão, Minas vai continuar avançado”.

“Tenho o voto da gratidão ao governador Aécio Neves, pela reviravolta que foi feita neste Estado, no seu governo. E tenho o voto da continuação de um trabalho, que é o voto ao governador Anastasia, porque acho que tudo que dá certo, tudo que está andando para frente, deve continuar. Acho que Minas Gerais não pode, neste momento, interromper um trabalho que vem sendo feito por esses dois brilhantes políticos mineiros”, disse o presidente do Atlético, Alexandre Kalil.

Zezé Perrella, presidente do Cruzeiro, disse que o futebol mineiro deve muito à administração Aécio Neves – Antonio Anastasia. “Ninguém fez tanto pelo futebol mineiro e pelo esporte de Minas Gerais como o governador Aécio Neves, junto com o governador Antonio Anastasia. O futebol de Minas Gerais deve muito a essa administração e nós não podemos deixar isso se perder”, disse Perrella.

O representante do conselho deliberativo do América, Marcus Salum, afirmou que seu apoio é uma questão de coerência. “Estamos vendo o que foi feito no Estado em todas as áreas, principalmente no esporte. É nossa obrigação e nosso dever lutar para que esse projeto continue.”

Pela paz no futebol e na campanha em Minas

O Comitê Central da coligação “Somos Minas Gerais” entrou no clima de futebol, com a presença dos presidentes e integrantes das três maiores torcidas do Estado. Gritos de apoio, batucada e bandeiradas davam o tom do encontro. “Olha que alegria, Aécio Neves, Itamar e Anastasia”, cantavam. Os candidatos também receberam uma bandeira com os símbolos dos três clubes e os dizeres “Todos pela Paz – Somos Anastasia, Aécio e Itamar”.

As lideranças das torcidas dos clubes também se uniram, fora de campo, para abraçar a campanha do governador Antonio Anastasia. Ex-jogadores, atletas na ativa e cronistas esportivos compareceram ao encontro e também manifestaram publicamente apoio aos candidatos da coligação Somos Minas Gerais.

O manifesto convoca as torcidas a abraçarem a campanha: “Mostre seu apoio ao time que sempre trabalhou com dedicação e seriedade para Minas crescer. Se muito já foi feito, ainda há muito a se fazer. Vamos continuar juntos, jogando pela vitória dos mineiros, com Antonio Anastasia, Aécio e Itamar”.

Corrente em favor do futuro e da ética

Atleticano desde que nasceu há 49 anos, o governador Antonio Anastasia agradeceu o apoio público dos representantes das torcidas do Galo, do Cruzeiro e do América. A paixão do governador pelo futebol começou por influência do pai, Dante Anastasia, já falecido.

“É muito importante essa manifestação porque significa o grande apoio e reconhecimento ao que foi feito no esporte mineiro, especialmente no futebol, ao longo dos últimos anos. Acho que as torcidas, os dirigentes, perceberam que o esporte avançou muito. Nós agora vamos continuar trabalhando juntos para termos uma Copa do Mundo muito bonita aqui em Belo Horizonte, o que vai fortalecer os nossos clubes de futebol da capital e também do interior”, disse o governador.

Cruzeirense desde a infância, o ex-governador Aécio Neves destacou a importância das eleições de 3 de outubro: “Não tenho dúvidas em dizer a cada um de vocês que o que está em jogo não é apenas a eleição desse partido ou daquele candidato. Está em jogo um projeto que deu certo. E repito: em benefício dos mineiros, não deve ser interrompido. E no momento em que a Galoucura, que a Máfia Azul, que as outras torcidas se organizarem, começarem a conversar entre si, com seus companheiros de outras regiões de Minas Gerais, faremos uma corrente definitiva em favor do nosso futuro, da ética e da seriedade”, afirmou Aécio Neves.

O vice-presidente da Galoucura, Ferrugem, convocou a torcida atleticana em Minas a apoiar Antonio Anastasia. “Nós queremos provar que a torcida do Galo, a massa atleticana, vai ajudar o governador Anastasia é nas urnas, votando nele”, disse.

O diretor da Máfia Azul, Paulinho, também pediu o voto da torcida do Cruzeiro. “A Máfia Azul, que é a maior torcida organizada do Cruzeiro, vai sempre estar apoiando o governador Aécio Neves e, agora, o governador Anastasia”, afirmou.

Minas Gerais terá produção recorde de açúcar e álcool em 2010

Fonte: Coligação “Somos Minas Gerais”

Ministério da Agricultura estima colheita de 56,2 milhões de toneladas em setembro

Minas Gerais colherá safra recorde de cana-de-açúcar este ano, segundo estimativa da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), do Ministério da Agricultura. São 56,2 milhões de toneladas previstas para o final da colheita em setembro, volume 12,6% maior que o colhido ano passado. Nos últimos anos, o setor sucroalcooleiro tem se destacado no agronegócio mineiro. Das 43 usinas de cana-de-açúcar em funcionamento no Estado, 23 foram implantadas na gestão do ex-governador Aécio Neves, candidato ao Senado, e do governador Antonio Anastasia, candidato à reeleição, que estarão no Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba nesta segunda-feira (26/07), visitando as cidades de Araguari, Iturama e Araxá.

Os investimentos do setor no Estado somam R$ 10,1 bilhões viabilizados desde 2003, gerando 60,7 mil empregos diretos, principalmente, no Triângulo Mineiro, onde se concentra a maior parte das usinas.

Segundo a Conab, a produção de etanol pelas indústrias do Estado neste ano irá crescer 11,5% e chegar a 2,5 bilhões de litros. Já produção de açúcar será de 3,2 milhões de toneladas. Um crescimento de 20,8%. Minas é o segundo maior produtor nacional de açúcar e terceiro produtor de etanol.

Redução de ICMS

Em 2011, o setor vai ganhar um novo impulso com a redução pelo Governo do Estado da alíquota do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) para o etanol. A partir de 1º de janeiro, o imposto será reduzido de 25% para 22%. O Projeto de Lei 4.641/10 já foi aprovado em segundo turno pela Assembleia e aguarda parecer da redação final pelo Plenário antes da sanção pelo governador Antonio Anastasia.

“É um esforço do governo, no sentido de tornar o nosso álcool cada vez mais competitivo. E o álcool é um produto mineiro. Ou seja, o álcool é produzido em Minas, gera emprego em Minas, gera riqueza em Minas, ocupa e produz em terras mineiras. Então, isso é muito importante”, afirmou o governador em entrevista.

Mais álcool nas bombas

Hoje, entre dez carros produzidos no Brasil, nove são bicombustíveis e a medida de redução do ICMS adotada pelo Governo de Minas ampliará a oferta de etanol a preços mais competitivos e provocará um grande benefício para o consumidor final. O governo também reduziu a alíquota de 25% para 12% nas operações das usinas para as distribuidoras. A legislação do ICMS também foi alterada para estabelecer tratamento tributário simplificado para operações dos produtores de etanol, o que representa um componente importante para a diminuição do custo Brasil das empresas, favorecendo, assim, a competitividade desse produto.

Desenvolvimento sustentável

O desenvolvimento do setor sucroalcooleiro em Minas Gerais é realizado de maneira sustentável. Em 2008, o ex-governador Aécio Neves, candidato ao Senado Federal, assinou protocolo com o Sindicato da Indústria do Açúcar e do Álcool de Minas Gerais (Siamig/Sindaçúcar-MG) para eliminar totalmente a queima da cana-de-açúcar no Estado até 2014. Neste período, a queima em Minas será substituída gradualmente pela mecanização.

Cinco anos de Hélio Costa no Ministério: “Serviço ruim castiga usuário da banda larga”

Fonte: Hoje em Dia

Seguem os destaques da reportagem “Reféns da banda larga”, manchete da primeira página do jornal “Hoje em Dia”, de 26/07/2010

1. Sonho de consumo na era da inclusão social digital, a internet banda larga virou dor de cabeça para boa parte dos consumidores. Lentidão nas transmissões, interrupções na conexão, venda casada com linhas telefônica, contratos de fidelidade sem vantagem e muita desinformação são práticas comuns entre parte das cerca de 1.500 operadoras.

2. Banda larga: parte de um caminho. Larga: grande. Substantivo e adjetivo que na internet são sinônimos e liberdade. Sonho que vira pesadelo quando os dados parecem se arrastar por essa estrada “larga” e o consumidor não pode desistir por causa do contrato de fidelidade, além da multa pelo cancelamento.

3. Ao oferecer os serviços de conexão em banda larga, dificilmente as empresas – cerca de 1.500 no Brasil – informam que a velocidade apresentada não será permanente.

4. A real velocidade experimentada pelo assinante pode ser comprometida, por exemplo, pelo volume de tráfego de informação em um determinado período, como no horário de pico, e pelos equipamentos usados. Contudo, avisar de possíveis problemas é ser leal com o cliente e dar a ele o direito de desistir da compra.

5. Outro ponto polêmico que abrange a prestação de serviços dos provedores de banda larga é a exigência de fidelidade para aderir aos planos. A famosa venda casada é proibida por lei. Porém não é isso que acontece com pelo menos duas das principais operadoras que detêm cerca de 95% do mercado de banda larga.

Cinco anos de Hélio Costa no Ministério: “Serviço ruim castiga usuário da banda larga”

 

Fonte: Hoje em Dia

Seguem os destaques da reportagem “Reféns da banda larga”, manchete da primeira página do jornal “Hoje em Dia”, de 26/07/2010

1. Sonho de consumo na era da inclusão social digital, a internet banda larga virou dor de cabeça para boa parte dos consumidores. Lentidão nas transmissões, interrupções na conexão, venda casada com linhas telefônica, contratos de fidelidade sem vantagem e muita desinformação são práticas comuns entre parte das cerca de 1.500 operadoras.

2. Banda larga: parte de um caminho. Larga: grande. Substantivo e adjetivo que na internet são sinônimos e liberdade. Sonho que vira pesadelo quando os dados parecem se arrastar por essa estrada “larga” e o consumidor não pode desistir por causa do contrato de fidelidade, além da multa pelo cancelamento.

3. Ao oferecer os serviços de conexão em banda larga, dificilmente as empresas – cerca de 1.500 no Brasil – informam que a velocidade apresentada não será permanente.

4. A real velocidade experimentada pelo assinante pode ser comprometida, por exemplo, pelo volume de tráfego de informação em um determinado período, como no horário de pico, e pelos equipamentos usados. Contudo, avisar de possíveis problemas é ser leal com o cliente e dar a ele o direito de desistir da compra.

5. Outro ponto polêmico que abrange a prestação de serviços dos provedores de banda larga é a exigência de fidelidade para aderir aos planos. A famosa venda casada é proibida por lei. Porém não é isso que acontece com pelo menos duas das principais operadoras que detêm cerca de 95% do mercado de banda larga.