• Agenda

    julho 2010
    S T Q Q S S D
     1234
    567891011
    12131415161718
    19202122232425
    262728293031  
  • Categorias

  • Mais Acessados

    • Nenhum
  • Arquivo

  • Minas em Pauta no Twitter

    Erro: Assegure-se de que a conta Twitter é pública.

Ecoeficiência na campanha eleitoral: Antonio Anastasia adota ‘carbono zero’ para neutralizar a emissão de gases do efeito estufa

Campanha de Antonio Anastasia é a primeira do Brasil a adotar “carbono zero”

Fonte: Coligação “Somos Minas Gerais”

A campanha eleitoral da coligação “Somos Minas Gerais” será a primeira no Brasil a adotar medidas para neutralizar a emissão de gases do efeito estufa, dentro do conceito “carbono zero”. Todas as atividades de impacto ambiental da campanha, como o consumo de energia elétrica, combustível, papel, plástico, entre outros, serão compensados com o plantio de árvores. A medida foi anunciada, candidato à reeleição, governador Antonio Anastasia, na manhã desta terça-feira (20/07), durante abertura do Comitê Central dos candidatos da coligação, em Belo Horizonte. Antonio Anastasia, o ex-governador Aécio Neves, candidato ao Senado, se reuniram no local com importantes ambientalistas.

“Vamos fazer uma inovação. Vamos colocar em nosso plano de governo, de tal modo que o Estado progressivamente vá adotando a chamada economia de baixo carbono. Todos somos testemunhas de como o clima tem se modificado no mundo e aqui entre nós também. Prejudica a agricultura, prejudica a nossa qualidade de vida. Todos temos de ter hoje esse compromisso com o meio ambiente. Estamos aqui com a presença de grandes nomes, inclusive brasileiros, na área ambiental, com esse propósito”, disse o governador Antonio Anastasia.

Plantio de árvores

O plantio das árvores para compensar a emissão de gases será realizado pela coligação “Somos Minas Gerais” em parceria com a empresa de reflorestamento Plantar. A neutralização do carbono reduz no ambiente o impacto de gases como o dióxido de carbono, responsáveis pelo efeito estufa e pelas mudanças climáticas.

A compensação será feita da seguinte forma: a partir de um levantamento dos gastos em todos os comitês da campanha – desde número de carros, quilômetros percorridos, litros de combustíveis até uso de papel, energia elétrica e água consumidas e produção de lixo – é feito um cálculo sobre o número de árvores que devem ser plantadas para neutralizar o impacto ambiental provocado.

A quantidade e espécies das árvores a serem plantadas são indicadas por uma empresa especializada e certificada pela ONU dentro dos critérios do Protocolo de Kyoto. A medição da emissão de carbono será feita pela Fundação SOS Mata Atlântica, que tem a metodologia para esse tipo de cálculo.

Referência no país

O coordenador da Fundação SOS Mata Atlântica, Mario Mantovani, elogiou o pioneirismo da campanha da coligação “Somos Minas Gerais” e afirmou que o exemplo deve ser seguido por outras campanhas eleitorais em todo o país. Mantovani também destacou que a

“A campanha de carbono neutro é referência não só em Minas, mas no Brasil, porque não tem outra como esta. Então temos que aprender com isso. Onde há um compromisso como esse, há um compromisso com a cidadania e com a vida”, afirmou.

A presidente da Amda, Maria Dalce Ricas, destacou que as entidades ambientais serão fundamentais para a execução das medidas adotadas pela campanha do Carbono Zero.

“Não podemos deixar de prestigiar e de apoiar essa ideia, porque realmente esperamos que ela se torne até uma marca de outras campanhas. Felizmente, em Minas Gerais está saindo à frente na campanha do governador Anastasia e ex-governador Aécio Neves”, afirmou.

Apoio de ambientalistas

O encontro no Comitê Central contou com a presença de grandes especialistas sobre o meio ambiente no Brasil, o coordenador do Projeto Manuelzão, professor Apolo Heringer Lisboa; o paleontólogo Cástor Cartelle e o ambientalista Ângelo Machado, da Fundação Biodiversitas; além do secretário de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável e ex-ministro do Meio Ambiente, José Carlos Carvalho.

Itamar mantém encontro com a executiva estadual do PPS, comemora 16 anos do Plano Real e defende reformas fiscal e tributária

Em encontro com a juventude do PPS, em Belo Horizonte, ex-presidente comemorou os 16 anos do Plano Real, implementado durante sua gestão à frente da Presidência

Fonte: Coligação “Somos Minas Gerais”

O ex-presidente da República e ex-governador de Minas Gerais, Itamar Franco, candidato ao Senado Federal pela coligação “Somos Minas Gerais”, participou, nesta terça-feira (20/07), de encontro com a executiva estadual do PPS, seu partido, em Belo Horizonte. Ele comemorou os 16 anos do Plano Real, criado em 1º de julho de 1994, quando era presidente da República, mas destacou que a moeda brasileira precisa urgentemente ser reforçada por duas reformas, a Tributária e a Fiscal.

“O Plano Real, desde 1995, deveria ter estabelecido mais dois pilares. Infelizmente, até hoje, não tivemos a reforma Tributária e nem a Fiscal. Então ele se tornou incompleto. A verdade é que todo este arcabouço econômico, que vem sendo feito nestes 16 anos, continua dependendo do Plano Real. Vamos mostrar sua importância, porque alguns querem tamponar a importância do Plano Real, mas é muito difícil que isso aconteça”, disse o ex-presidente, que se reúne neste momento com a juventude do PPS.

Ele recordou que quando assumiu a Presidência da República encontrou o país com uma inflação da ordem de 30% ao mês e que o Plano Real, instituído em seu governo, pôs fim à desestabilização da moeda nacional. Para melhorar ainda mais o Real, o ex-presidente destacou que existem propostas para que as reformas Tributária e Fiscal sejam feitas por meio de uma miniconstituinte.

“Precisamos lembrar que tínhamos, na época, uma inflação de quase 30% ao mês e, hoje, não chega a 2%. Previsto para este ano uma inflação de 4,5% ao ano. É uma diferença muito grande do país que encontramos e do país que hoje está. É claro que no Senado teremos outros assuntos para debater, mas, sobretudo, a reformulação de ordem tributária. Alguns imaginam que tanto a reforma tributária quanto outras deveriam ser feitas por meio de uma miniconstituinte. Possivelmente vamos debater na campanha e no Senado”, disse Itamar Franco.

O ex-presidente acrescentou que está animado com a campanha que faz ao lado do governador Antonio Anastasia, candidato à reeleição, e do ex-governador Aécio Neves, também candidato ao Senado Federal.

Ambientalistas em Minas Gerais garantem apoio a Antonio Anastasia

Aécio Neves e Antonio Anastasia garantem apoio a Marcus Pestana e críticam atitude de Hélio Costa

Entrevista do governador Antonio Anastasia, candidato à reeleição, e Aécio Neves, candidato ao Senado sobre a candidatura de Marcus Pestana a deputado federal

Marcus Pestana foi um grande secretário e será um grande deputado federal e recebe aqui os nossos aplausos e agradecimentos pela sua colaboração durante todos esses anos.

O candidato Hélio Costa disse hoje, ele tinha um evento em Montes Claros com prefeitos, e segundo ele o evento foi esvaziado porque o senhor teria marcado um encontro com prefeitos aqui em Belo Horizonte para assinar convênios e que sem a presença deles pessoalmente não haveria a liberação de verba.

Não há convênio no Estado desde o dia 30 de junho, que foi o prazo da legislação eleitoral. Nós estamos cumprindo isso de maneira muito clara. Então, de fato, é uma coisa totalmente sem pé nem cabeça.

Sobre esta questão do interior. O senhor ainda é desconhecido no interior e o senhor já vem falando sobre isso. A estratégia é realmente esperar o programa de televisão ou até lá já deve ter outras estratégias para que o nome do senhor seja mais divulgado no interior?

Não. Nós temos muitas estratégias. A divulgação através das lideranças municipais, dos nossos deputados, das campanhas proporcionais, a minha presença no interior juntamente com o governador Aécio, com o senador Itamar que vamos fazer agora de maneira mais intensa. Tudo isso levando para que a partir de 17 de agosto, quando começar o programa eleitoral nós tenhamos um grau de conhecimento maior que é claro, será adensado com a televisão.

Então é por isso que encontros como esse são fundamentais para a campanha ?

É claro. Todo contato é importante.

E como vai ser a questão da vinculação com o José Serra? Um adesivo que a gente já viu, já está sendo distribuído, não traz o nome do José Serra.

Todo o adesivo nosso que é feito pela campanha é feito com o governador com o candidato a presidente pelo PSDB. Então pode ser que haja alguns adesivos de partidos que compõe a nossa coligação e que, eventualmente, não sejam da coligação do presidente Serra. Isso pode acontecer. Mas todos os nossos materiais dos partidos como PSDB, dos Democratas, daqueles que compõem a nossa coligação estão com nome do nosso presidente Serra também.

Hoje teve a reunião dos dois coordenadores de campanha do senhor e do José Serra.  O que vai ficar acertado a partir de agora para o programa de governo de vocês dois unidos ?

Eu não estive na reunião, mas é muito importante porque são idéias boas do que foi feito em Minas, boas experiências, algumas nas áreas da saúde, inclusive, que vão  ser levadas para o candidato Serra mostrar a nível nacional. E fazermos ao mesmo tempo, como temos um grande identidade, em termos de princípios de valores, uma certa convergência das propostas. Mas nós já conversávamos e  recebi até a solicitação, por exemplo, o Poupança Jovem, que é um grande sucesso em Minas Gerais, para eventualmente ser adaptado a nível nacional. Isso é muito importante, são trocas de experiências entre o governo federal e o estadual.

Aécio Neves

Por favor, uma declaração de apoio à candidatura do deputado Marcus Pestana

Marcus Pestana é, sem dúvida alguma, na minha opinião um dos mais completos homens públicos da sua geração. Tem a clareza das ideias, o que é importante para quem quer fazer política. E uma determinação muito grande para colocá-las em prática. Foi um extraordinário secretário de Saúde de Minas Gerais, assumiu a liderança do Fórum Nacional dos Secretários de Saúde e já é uma referência nessa área. Eu tenho absoluta certeza que no Congresso Nacional, na Câmara dos Deputados, será das vozes mais pujantes, mais ativas de Minas Gerais e eu espero poder estar no Congresso Nacional ao seu lado, como senador, para que nós possamos dar a dimensão exata que Minas Gerais precisa ter. A partir de uma bancada não quantitativamente expressiva, mas sobretudo, qualitativamente expressiva. Marcus Pestana, sem dúvida alguma, inicia uma longa trajetória em favor de Minas Gerais, representando o que nós temos de melhor nas nossas tradições políticas. É a tradição política mantida com a renovação apenas na sua idade. Ele traz os melhores valores de Minas Gerais, na sua trajetória e o vigor da sua juventude para atuar a favor de Minas Gerais.

Prefeitos do Triângulo Mineiro apóiam Antonio Anastasia e Aécio Neves

Governador Antonio Anastasia manterá tratamento de igualdade com todos os prefeitos mineiros

Fonte: PSDB-MG

Em reunião em Belo Horizonte, governador e o ex-governador Aécio Neves receberam apoio de prefeitos do Triângulo Mineiro

O governador Antonio Anastasia, candidato à reeleição, afirmou, nesta terça-feira (20/07), que levará adiante o tratamento de igualdade dado a todos os prefeitos mineiros durante os oito anos em que ele e o ex-governador Aécio Neves, candidato ao Senado Federal, estiveram à frente do Governo do Estado, independente de região ou filiação partidária. Ele também destacou que a partir desta semana, a coligação “Somos Minas Gerais” aumentará a sua presença no interior do Estado para que ele, Aécio Neves e Itamar Franco, também candidato ao Senado, possam apresentar suas propostas e colher novas ideias para o plano de governo.

“Temos que investir em todas as regiões mineiras. O governador, o candidato a governador tem que considerar o Estado como um todo, que é o nosso caso”, disse. E completou, ressaltando a interiorização da campanha: “vamos combinar algumas estratégias. São estratégias importantes, que são da parte da campanha que está começando agora e vai se interiorizando cada vez mais. Já temos marcadas viagens para todas as regiões do Estado. Neste final de semana, estou indo ao Mucuri, ao Jequitinhonha. Na semana que vem, vamos ao Triângulo Mineiro. Depois, mais adiante, nós vamos a Zona da Mata”.

Desenvolvimento

As administrações de Aécio Neves e Antonio Anastasia mudaram o destino do Triângulo Mineiro, segundo os prefeitos da região, que participaram do encontro em Belo Horizonte. Para o prefeito de Ituiutaba, Luiz Pedro Correa do Carmo, a reeleição do governador Antonio Anastasia é o caminho para que o Triângulo e o Pontal sigam o caminho do desenvolvimento em que se encontram. Ele falou em nome dos prefeitos do Pontal do Triângulo durante o encontro.

“Tenho dito com frequência que nunca um governo foi tão valorizado. O Governo Antonio Anastasia e o Governo Aécio Neves nos prestigiaram com tudo o que a região sempre almejou. Hoje, Ituiutaba é um pólo de desenvolvimento e não há outra opção para continuar nesse caminho a não ser o de continuar com Antonio Anastasia”, disse.

O prefeito de Uberlândia, Odelmo Leão, disse que pelo fato do Triângulo sempre ter sido considerada uma região progressista, sempre houve dificuldade para conseguir recursos. A região tem problemas como todas as outras e só esse governo levou o desenvolvimento para a região.

“Esse governo enxergou o que muitos não enxergaram. Com isto, a economia do Triângulo cresceu e é hoje uma das mais importantes de Minas Gerais. Antonio Anastasia é o homem mais preparado para continuar com tudo de bom que vem acontecendo em Minas. É o governador que os mineiros precisam para continuar no rumo certo”, disse o prefeito de Uberlândia, segunda maior cidade de Minas Gerais.

Coordenadores de Serra e Antonio Anastasia estabelecem temas para as campanhas e alinham propostas dos planos de governo

Coordenadores de Serra e Antonio Anastasia estabelecem temas comuns para as campanhas

Fonte: Coligação “Somos Minas Gerais”

Xico Graziano e Cláudio Beato se reuniram em Belo Horizonte para alinhar propostas dos planos de governo dos candidatos à Presidência e ao Governo do Estado

As propostas dos candidatos do PSDB à Presidência, José Serra, e à reeleição no Governo de Minas, governador Antonio Anastasia, estão cada vez mais afinadas. Uma agenda comum, que ganhou o nome de Agenda Minas/Brasil, começou a ser elaborada nesta terça-feira (20/07), em Belo Horizonte, em reunião que contou com a presença dos coordenadores dos planos de governo das duas campanhas, ex-deputado e ex-secretário de Meio Ambiente do Governo de São Paulo, Xico Graziano e o professor e sociólogo Cláudio Beato, além de membros da executiva do partido.

No encontro, ficou decidido que programas adotados com êxito pelo Governo de Minas deverão integrar a plataforma de governo de Serra, como, por exemplo, o  Fica Vivo!, programa de prevenção à violência em áreas de risco de Belo Horizonte e cidades-pólo do Estado. Em contrapartida, velhas reivindicações dos mineiros, como o metrô da capital e o rodoanel, receberão atenção especial no plano de governo coordenado por Xico Graziano. Também ficou estabelecido que o candidato ao Planalto virá ao Estado pelo menos uma vez por semana, até o final da campanha.

“O Serra veio a Minas na semana passada. Voltou. Na semana que vem, a agenda dele é em Minas de novo. Minas não é importante para José Serra: é para o Brasil. Então, o Serra tem que dar muita atenção”, disse Graziano.  E completou, citando alguns exemplos de Minas: “na área de segurança pública, li relatos muito interessantes, assim como na área da assistência social. Alguns programas que foram relatados no que eles chamam, aqui, de uma política social integrada, é exatamente uma das ênfases que o candidato Serra tem que dar ao Brasil como um todo. Uma experiência importante que de Minas pode ser levada para o Brasil”, informou.

Metrô, café e Rio São Francisco

Graziano também pontuou algumas das demandas prioritárias de Minas Gerais, como a valorização da produção nacional de café e o metrô de Belo Horizonte. A revitalização do Rio São Francisco, tema regionalmente e nacionalmente relevante, também receberá destaque na campanha à presidência.

“Nós discutimos, por exemplo, a questão do café. Minas é o maior produtor nacional de café e, obviamente, é preciso ter alguma política especial para com o café de Minas Gerais. As questões ligadas ao setor de transporte também. O metrô de Belo Horizonte, sabidamente, é algo que não pode continuar parado deste jeito. Então, é uma agenda específica de Minas, que vai fazer parte do programa de governo do José Serra”, afirmou.

Programas regionalizados

A ideia dos coordenadores das campanhas é construir uma proposta casada, que aglutine temas que sejam de interesses comuns. Ao mesmo tempo, eles querem trocar experiências exitosas que possam ser transplantadas para outros estados e para outras realidades regionais do Brasil.

“A orientação que o José Serra deu à sua equipe é que fizéssemos um programa de governo regionalizado. Existem as teses nacionais sobre saúde, sobre educação, a questão da segurança que valem para o Brasil todo. Mas muitas questões têm que ser tratadas em cada local. Então, o objetivo de minha reunião foi ver quais são as particularidades do estado, qual é a agenda de Minas para com o Brasil”, disse Graziano.

Para Claudio Beato, a união das propostas de Serra e Antonio Anastasia, e a consequente eleição de ambos, poderá equalizar a distribuição de recursos aos estados, o que hoje, segundo ele, é feito de forma ineficiente.

“Minas tem uma história de oito anos desde a construção de um modelo de gestão muito bem avaliado e com resultados em todos os setores, como saúde, economia, educação, segurança, e com diversos programas que podem também ser copiados e transplantados para outras realidades. Mas o que a gente percebe é que a distribuição de recursos entre os estados alinhados com o Governo Federal tem se dado de forma desigual. Naturalmente, o grande fator está aqui dentro, é a capacidade de gerir, de gastar os recursos bem, e isso tem sido feito. Mas sempre um auxílio do Governo Federal é fundamental pela capacidade de mobilização de recursos que ele tem”, completou Beato.

Xico Graziano ainda irá percorrer outros estados do país. Viagens já estão marcadas para o Rio de Janeiro, Espírito Santo, Mato Grosso, Santa Catarina e Goiás. Minas foi o primeiro destino escolhido por reproduzir a diversidade do Brasil e pelo grande peso dos mineiros nos resultados das eleições presidenciais.

Prefeitos de diversas regiões de MG garantem e reforçam apoio a Antonio Anastasia e Aécio Neves

Prefeitos de várias regiões do Estado garantem apoio aos candidatos Antonio Anastasia e Aécio Neves

Fonte: Coligação “Somos Minas Gerais”

Em encontro com apoiadores, Antonio Anastasia reafirmou seu compromisso de promover avanços  em diversas áreas do governo

O governador Antonio Anastasia, candidato à reeleição pela coligação “Somos Minas Gerais”, e o candidato ao Senado Federal, ex-governador Aécio Neves, receberam nesta terça-feira (20/07) o apoio de prefeitos e lideranças municipais de várias regiões do Estado. Antonio Anastasia e Aécio Neves foram recebidos com entusiasmo por apoiadores de diferentes partidos e levaram a eles as mensagens da campanha da coligação e da candidatura à Presidência de José Serra.

Antonio Anastasia reafirmou seu compromisso em promover novos avanços em diversas áreas de governo como saúde, educação e infraestrutura e pediu o empenho dos prefeitos e lideranças na campanha da coligação.

“Esse apoio é o reconhecimento do que o governador Aécio Neves realizou durante todos esses anos. E, agora, é minha responsabilidade dar continuidade aos nossos avanços. Meu compromisso com os mineiros é de trabalho firme e dar continuidade, avançando sempre. Para isso, preciso de cada um que está aqui. De porta em porta, de rua em rua, de bairro em bairro, para que de fato, não permitirmos que Minas volte para trás, que haja retrocesso”, afirmou Antonio Anastasia.

Apoio dos municípios

Antonio Anastasia e Aécio Neves participaram, no final da tarde, de encontro promovido pelo ex-secretário de Estado de Saúde, Marcus Pestana, candidato a deputado federal. A reunião teve a presença de mais de 300 apoiadores que ressaltaram a importância de garantir a continuidade de Antonio Anastasia à frente da administração do Estado.

“Minas passou por uma experiência fantástica de transformação de melhoria da qualidade da população. Sinto isso de perto nas minhas viagens pelo interior: telefonia celular em todos os municípios; o Pro-Acesso levando asfalto às cidades que não tinham acesso; todos os municípios contemplados pelas unidades de saúde do programa Saúde da Família; multiplicamos por dez o investimentos em medicamentos, somos os primeiros colocados no ensino básico do país . Isso é o efeito de governo sério e competente. É um privilégio, um bilhete premiado que temos na mão a possibilidade de eleger Anastasia por mais quatro anos”, disse Marcus Pestana.

A prefeita de Lavras, Jussara Menicucci, afirmou que o apoio dos prefeitos mineiros à reeleição de Antonio Anastasia demonstra a recuperação da força dos municípios.

“Minas agora encontrou o caminho com Aécio e Anastasia. É muito importante que Anastasia seja reeleito, para que todos os municípios continuem tendo voz e vez. Não podemos perder esse bonde da história, porque nossa auto-estima foi resgatada”, afirmou.

Mais desenvolvimento

Em seguida, Antonio Anastasia e Aécio Neves foram recebidos por 80 prefeitos, vereadores e líderes regionais do Partido da República (PR) e de outros partidos. O encontro aconteceu na noite desta terça-feira, no condomínio Miguelão, com a participação de um dos coordenadores da campanha, o deputado federal José Santana. O objetivo foi organizar os trabalhos da campanha da coligação em várias regiões do Estado.

José Santana afirmou que as articulações políticas da campanha da coligação terão papel importante para a reeleição de Antonio Anastasia. Segundo ele, a presença de representantes de vários partidos mostra como os resultados das iniciativas implantadas pelo Governo de Minas alcançaram resultados por todo o Estado.

“Precisamos do apoio dos líderes regionais, aqueles mais próximos da população, para destacar a importância da continuidade do projeto atual, mostrando tudo o que foi feito, e que Antonio Anastasia tem todas as condições de manter os avanços obtidos como o asfaltamento de estradas, a universalização do acesso à telefonia celular, entre outros programas”, afirmou José Santana.