• Agenda

    maio 2010
    S T Q Q S S D
     12
    3456789
    10111213141516
    17181920212223
    24252627282930
    31  
  • Categorias

  • Mais Acessados

    • Nenhum
  • Arquivo

  • Minas em Pauta no Twitter

    Erro: Assegure-se de que a conta Twitter é pública.

Governo Anastasia: Design e cultura são temas de projeto aprovado em edital Fapemig

A proposta de pesquisa de uma equipe do Centro de Estudos de Teoria, Cultura e Pesquisa em Design da Universidade do Estado de Minas Gerais (UEMG) foi selecionada no primeiro edital para investimento em pesquisas inovadoras de produtos de linha branca em Minas Gerais – uma parceria da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (Fapemig), órgão do Governo Anastasia,  e da Whirpool Latin America, líder no mercado de eletrodomésticos. O grupo receberá R$ 91 mil para colocar em prática o projeto de criação de produtos de linha branca com características culturais brasileiras.

O resultado do 1º edital foi divulgado nessa sexta-feira (7). Os recursos serão liberados a partir da assinatura de um Termo de Outorga. O Centro de Estudos de Teoria, Cultura e Pesquisa em Design da UEMG tem como objetivo identificar e simplificar os significados presentes no design, que impactam tanto na indústria quanto no mercado.

O projeto apresentado pelo grupo se propõe a investigar a possibilidade de criar produtos de linha branca que mantenham as características culturais de cada país e se tornem mais competitivos. “A pergunta é: os produtos devem ser iguais em todos os países? Sem características locais, eles ficam massificados. O nosso objetivo é desenvolver produtos cuja tipologia de uso respeite a cultura de cada região”, explica o coordenador do trabalho, professor Dijon de Moraes Junior.

Ao todo foram recebidas seis propostas de diferentes instituições de ensino. A primeira edição foi aberta a pesquisadores ligados a universidades e centros de pesquisa nas diversas regiões de Minas para projetos de pesquisa e inovação científica e tecnológica. As áreas priorizadas foram as de design de interação, semiótica aplicada ao design, ergonomia, soluções eletroeletrônicas, entre outras, todas relacionadas à produção de linha branca, que inclui refrigeradores, freezeres, fogões, lavadoras, secadoras, fornos, coifas, climatizadores, condicionadores e depuradores de ar.

“Além da promoção do potencial intelectual local, essa parceria é uma ótima oportunidade para que os pesquisadores consigam representatividade. Para a Whirlpool é, também, uma maneira bastante eficiente de praticar a inovação, nesse caso aberta, e, principalmente, de conhecer e reter talentos”, afirma o gerente de Relações Institucionais em Tecnologia da Whirlpool Latin America, Guilherme M. Lima.

O presidente da Fapemig, Mario Neto Borges, destaca a importância da iniciativa, que une governo e setor privado em prol da inovação. Ele adianta que já existem negociações para um novo edital na área e acredita que a demanda será maior nas próximas edições. “Nesse tipo de edital, as empresas definem características muito típicas do setor empresarial e a maioria dos pesquisadores está acostumada ao setor acadêmico. Muitas vezes, eles têm boas propostas, mas que precisam ser adequadas à realidade empresarial”, explica Borges.

Parceria

Líder no mercado de eletrodomésticos, a Whirlpool Latin America – que atua no Brasil com as marcas Brastemp, Consul e KitchenAid, fechou, em outubro de 2009, um termo de cooperação técnico financeiro no valor de R$ 10 milhões com o Estado de Minas Gerais, por meio da Fapemig. O objetivo é investir recursos e esforços na interação com agências de incentivo, universidades e centros de pesquisa para busca de soluções tecnológicas e de inovação, que aumentem a competitividade dos produtos, e gerem renda e desenvolvimento ao Estado e ao país. A parceria tem duração inicial de 5 anos, com possibilidade de ser prorrogada e ampliada.

Além de gerar conhecimento, o acordo tem a missão de beneficiar universidades, Estado, empresa e a sociedade de uma forma geral, que terá ao seu alcance produtos e soluções tecnológicas capazes de facilitar seu dia a dia. A iniciativa é voltada a pesquisadores, universidades e centros de pesquisa de diversas regiões mineiras com condições de desenvolver projetos inovação – científica e tecnológica – nas áreas de interesse da empresa. Todo o potencial intelectual do Estado será de grande importância neste processo, uma vez que os processos terão, também, para a empresa, o viés de busca e retenção de talentos.

A chamada para a elaboração dos projetos se dá por editais públicos divulgados pela Fapemig, que definirão, com clareza, os objetivos, as condições e as normas que regem cada atividade proposta. Uma vez aprovados os projetos, é assinado um instrumento legal chamado ‘Termo de Outorga’, que estabelece todas as condições de execução e, também, do uso dos resultados. O monitoramento e andamento dos trabalhos e, principalmente, os resultados ao final da pesquisa, ficam a cargo da Fapemig e de profissionais da Whirlpool Latin America.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: